Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

25/01


2021

TCE realiza evento com gestores municipais

O Tribunal de Contas de Pernambuco realiza, entre os dias 3 e 5 de fevereiro, das 9h às 12h30, o V Seminário para os Novos Gestores Municipais, que será transmitido pelo canal TV Escola TCE-PE, no YouTube.

O objetivo do evento, cujo tema é "Gestão Pública Responsável, Eficiente e de Transformação Social", é promover um debate com prefeitos, presidentes de câmaras municipais e assessores sobre temas de relevância na gestão pública, além de orientações, esclarecimentos de dúvidas e apresentação de cursos. Os interessados podem se inscrever aqui.

A programação do dia 3 de fevereiro, que contará com o conselheiro Ranilson Ramos como mediador, se inicia com a palestra “Vacinas para uma Boa Gestão e Superação de Crises”, a ser ministrada pelo conselheiro Valdecir Pascoal, seguida da apresentação “Medidas de urgência no âmbito do Controle Externo”, pelo conselheiro Carlos Neves. Nesse primeiro dia, a procuradora-geral do Ministério Público de Contas, Germana Laureano, também fará uma palestra sobre “Orientações e Responsabilização dos Agentes Públicos na Qualidade de Prefeito e de Gestor Municipal”.

O segundo dia de evento, sob mediação da conselheira Teresa Duere, terá as palestras “Índice de Transparência dos Municípios Pernambucanos - ITMpe”, apresentada pelo auditor de controle externo Gustavo Diniz, e “Alfabetização e Educação Infantil no Estado”, com os servidores do TCE João Robalinho e Elmar Pessoa, e o presidente da seccional Pernambuco da Undime, Natanael José da Silva. Ainda no mesmo dia, o servidor do Núcleo de Engenharia, Pedro Teixeira, falará sobre a eliminação dos lixões no Estado.

No último dia de programação, os novos gestores conhecerão os cursos e eventos disponíveis na Escola de Contas Públicas do TCE para os gestores públicos. Na mesma manhã, a coordenadora de Controle Externo do Tribunal, Adriana Arantes, e o coordenador adjunto, Fábio Pedrosa, vão falar sobre “A Prestação de Contas e demais obrigações perante o TCE-PE”. O conselheiro Marcos Loreto fará a mediação nesse dia.

A programação conta, ainda, com apresentações sobre o processo orçamentário municipal, o limite de gastos no Legislativo Municipal, a remuneração de vereadores, entre outras. Ao final das apresentações, os participantes poderão fazer perguntas aos palestrantes.

O seminário, que terá tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), será encerrado pelo presidente do TCE, Dirceu Rodolfo de Melo Júnior. 

O evento será fechado para as pessoas inscritas e haverá emissão de certificado, mediante solicitação, para quem participar do evento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

25/01


2021

Associação de agricultores realiza eleição da nova diretoria

Pelo menos 400 pessoas da comunidade da Tapera, na área ribeirinha de Petrolina, vão escolher, no próximo dia 30, a nova mesa diretora da Associação dos Agricultores Familiares do Sítio Bebedourozinho. O pleito, que define os representantes do povoado pelos próximos quatro anos, deve ocorrer das 13h às 17h.

Criada há 10 anos, a associação tem como objetivo defender a participação da comunidade em programas dos governos voltados à Agricultura Familiar. Nesse período, a entidade conseguiu entrar no projeto de criação de galinhas caipiras para o governo estadual e acessar o Programa de Aquisição Alimentar (PAA) do município, vendendo também legumes e hortaliças produzidos pela comunidade.

Apenas uma chapa, encabeçada por Leandro de Souza Martins e Maria dos Santos Pinto Santiago, concorre à presidência e vice-presidência da associação, respectivamente. A votação ocorrerá na casa da agricultora Socorro Pinto, que tem cedido espaço para as reuniões ordinárias da instituição. O Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf) deve conduzir o processo eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

25/01


2021

Jornais só crescem em assinaturas digitais

Poder360

A história dos grandes jornais diários brasileiros durante os 2 primeiros anos de mandato de Jair Bolsonaro (2019 e 2020) é de sobrevivência. Passados 24 meses, 10 dos principais veículos do país conseguiram juntos manter sua circulação, quando se somam os exemplares pagos impressos e digitais.

Em dezembro de 2018, a circulação total (impressa e digital) desses 10 jornais tradicionais era de 1.444.104 exemplares. Em dezembro de 2020, segundo o  IVC (Instituto Verificador de Comunicação), o número foi de 1.428.073. Uma queda ínfima de 1,1%, que pode ser entendida como estabilidade.

Para esta reportagem a respeito do setor de mídia, o Poder360 selecionou estes 10 veículos: Folha de S.Paulo, O Globo, O Estado de S.Paulo, Super Notícia (MG), Zero Hora (RS), Valor Econômico, Correio Braziliense (DF), Estado de Minas, A Tarde (BA) e O Povo (CE).

Cabe destacar que, quando analisados separadamente, esses 10 veículos contam histórias diferentes nos 2 primeiros anos do governo Bolsonaro. Folha, Globo, Valor e A Tarde tiveram desempenhos positivos em suas tiragens pagas. Os demais enfrentaram uma queda global de circulação. Clique aqui e leia a matéria completa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Eduardo

Leio o seu blog diariamente. Minha fonte preferida de informação depois que encerrei minha assinatura no JC. E tenho um pedido a fazer: reveja o título da reportagem sobre os jornais extraídos do PODER 360. Como um bom analista você sabe das estratégia da Folha de distribuir assinatura grátis a diversas categorias para \"simular\" assinantes. O correto seria: Os JORNAIS TRADICIONAIS QUEBRARAM TODOS. Quais as novas estratégias? O seu blog e uma delas.



25/01


2021

Estados pedem auxílio emergencial ao Congresso

Secretários da Fazenda de 18 estados brasileiros enviaram carta ao Congresso Nacional em que defendem a prorrogação do pagamento do auxílio emergencial no Brasil. Este benefício foi suspenso em 31 de dezembro. As informações são do Blog do Riella.

Os secretários pedem também a prorrogação do estado de calamidade pública e do orçamento de guerra por seis meses. Querem ainda a suspensão do pagamento de precatórios, além da manutenção da suspensão dos pagamentos de amortização e juros à União.

Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul (além do DF) não referendaram esta carta. A Câmara dos Deputados e o Senado elegem suas novas Mesas no início da próxima semana, quando retomam os trabalhos legislativos.

O documento ao Congresso é assinado por: Piauí, Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/01


2021

João manteve no cargo sobrinha de Sileno investigada pela PF

EXCLUSIVO

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), assinou portaria mantendo na equipe da Secretaria de Saúde do Recife a assessora comissionada Mariah Bravo, sobrinha do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes. A recondução de Mariah foi publicada discretamente no Diário Oficial de sábado (23). 

Mariah foi alvo de mandados de busca e apreensão em operações da Polícia Federal sobre gastos da covid-19 em 2020. Ainda, foi apontada como suposta responsável por irregularidades em relatórios dos auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Na terceira fase da Operação Apneia, a Polícia Federal pediu a prisão de Mariah, mas a mesma foi negada pela Justiça Federal. 

A Polícia Federal solicitou, em julho de 2020, as prisões do secretário de saúde, Jailson Correia; do diretor financeiro da Secretaria de Saúde do Recife, Felipe Bitencourt, e da fiscal de contrato da Secretaria de Saúde, Mariah Bravo. 

"Mariah, junto com Felipe, autorizou a contratação de empresa para fornecimento dos respiradores, apesar dela não cumprir requisitos da dispensa da licitação, e atestou o recebimento de 50 respiradores, sendo que o total entregue foi de 35", disse o delegado federal Daniel Silvestre, em coletiva, na época.

O prefeito João Campos a manteve como "gerente de conservação da rede" da Secretaria de Saúde do Recife, mesa pasta em que Mariah trabalhava em 2020, na qual foi alvo de investigações da Polícia Federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

25/01


2021

De volta ao meu aconchego Brasília

Arrumando a mala para embarcar rumo a Brasília. Vou cobrir a eleição das mesas diretoras da Câmara e do Senado, dia 1, o que vem movimentando intensamente os bastidores do Congresso, que perderam muito a graça depois a pandemia do coronavírus.

Praticamente, foi um ano perdido em votações presenciais. Morei 15 anos em Brasília. Na verdade, nunca deixei a cidade. Minha rotina de trabalho, antes da pandemia, era a ponte aérea Recife-Brasília. Confesso que estou morrendo de saudade, do burburinho político e dos meus amigos.

Catia Kubel, ex-Caras, colega de grandes coberturas de Congresso, disse ontem que vai movimentar um jantar na casa dela com alguns jornalistas em nome da nossa amizade. Luiz Queiroz, que me sucedeu na sucursal do Diário de Pernambuco, também já marcou um café para colocarmos a conversa em dia.

Não posso deixar também de promover a confra dos amigos do blog em Brasília, sob a coordenação do embaixador Aristeu Plácido Júnior. Desde março também não vejo a boa turma candanga para jogar conversa fora, como faço na confra do Recife às sextas-feiras.

Brasília é meu terceiro ventre materno, berço que divide meu coração com Recife e Afogados da Ingazeira. Tão logo conclui meu curso de Jornalismo no Recife em 84 peguei o avião e fui morar em Brasília. Trabalhei inicialmente de free no Globo, depois fui para o Correio Braziliense, em seguida Jornal de Brasília, Agência Globo e Agência Meridional. Abri a sucursal do DP e fui eleito presidente do Comitê de Imprensa da Câmara dos Deputados.

Casei pela primeira vez com uma jornalista de Brasília, Cleyde Amorim, ex-TV Globo, hoje morando nos Estados Unidos, onde também reside minha segunda ex, a também jornalista Regina Beltrão, mãe dos meus filhos Felipe e André Gustavo. Felipe, meu primogênito, nasceu em Brasília.

Vivi fases inesquecíveis em Brasília. Momentos históricos da vida nacional, como as diretas já, a eleição de Tancredo, a agonia e morte dele no hospital de Base. Cobri a primeira eleição direta para presidente, o clássico Lula X Collor, a Constituinte, o Governo Sarney, o impeachment de Collor e depois o de Dilma. Assisti o Congresso ser invadido e quebrado pelos sem teto e sem terra.

Cobri o Congresso num tempo que dava gosto ouvir discursos. Gente que tinha o que dizer nos prendia a atenção pela eloquência: Pedro Simon, Ujysses Guimarães, Fernando Lyra, Cristina Tavares, Afonso Arinos, Lula, então líder do PT, Mário Covas, Ciro Gomes, Antônio Carlos Magalhães, Sarney e tantos outros.

Saudade cívica!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/01


2021

CEO da Eletrobras renuncia ao cargo

A Eletrobras (ELET3) anunciou, ontem, que o presidente da companhia e membro do Conselho de Administração, Wilson Ferreira Junior, decidiu renunciar ao cargo. Em fato relevante, a estatal afirma que a decisão foi tomada "por motivos pessoais" e que o executivo permanecerá no cargo até o dia 5 de março.

Por conta disso, foi agendada uma teleconferência com os todos investidores de empresa nesta segunda-feira (25), às 15h. Ferreira Junior, que assumiu a empresa em junho de 2016, era grande defensor da privatização da companhia, movimento prometido pelo presidente Jair Bolsonaro, mas que já foi atrasado diversas vezes.

"Sob sua gestão, a Companhia atingiu lucros históricos, reduziu sua alavancagem a patamares compatíveis com a geração de caixa, reduziu custos operacionais com privatizações de distribuidoras e programas de eficiência, colocou em operação obras atrasadas", diz a nota.

"Simplificou a quantidade departicipações acionárias, com a venda, incorporação e encerramento em cerca de 90 sociedades de propósito específico, aprimorou seu Programa de Compliance, padronizou estatutos sociais e alçadas de aprovação das Empresas Eletrobras e resolveu contenciosos importantes nos Estados Unidos decorrentes de reflexos da Operação Lava Jato, dentre outras realizações relevantes”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

25/01


2021

Barrabás era ladrão de oxigênio

O bicho-grillo Adalbertovsky faz uma revelação histórica bombástica em seu sermão nas montanhas da Jaqueira: “Barrabás era ladrão de oxigênio nos Estados  amazônicos da Galileia e da Judéia. As pessoas começaram a morrer por falta oxigênio no Estado do Amazonas quando ladrões do serviço público e empresários ladrões começaram a superfaturar o preço de respiradores artificiais. Os ladrões roubam oxigênio, hidrogênio, nitrogênio, gazes, esparadrapos, band-aids, seringas, roubam a atmosfera, o solo e até o subsolo de nosso planeta”.

“O roubo se converte em mortes. Os bandidos que roubaram balões de oxigênio hoje respiram o oxigênio da natureza com ajuda dos aparelhos garantistas da impunidade. Roubar oxigênio somente pode ser considerado crime na undécima instância”.

“Quem é inocente, Cristo ou Barrabás?” Perguntou o juiz do Estado amazônico da Galileia, Pôncio Pilatos? A galera gritou: “Barrabás, Barrabás! Solta Barrabás!” Havia inscrições “Barrabás livre!” em camisetas, bonés e bandeiras, nas ruas e nas praças. “Lavo minhas mãos com creolina e álcool gel”, disse o doutor Pôncio Pilatos na hora de conceder habeas-corpus ao desgraçado”.

“A universidade federal da Galiléia era infestada de ativistas pró-Barrabás livre. E também a Rede Galinácea da Galiléia, onde era exibido o programa de surubas Big Brother Barrabás – BBB. Ao participar do programa, em sendo sexualmente correto, Barrabás transou com todos os gêneros, monofásicos, binários e polifásicos da casa, venceu o paredão e conquistou o premio de 1 milhão de denários. Virou celebridade no reino de Pindorama”.

“Quem não conhece Lolita não conhece esta cidade lendária Recife. Quem não conhece Barrabás não conhece o reino verde-amarelo de Pindorama. Lolita vive, Elvis vive, Barrabás vive no reino de Pindorama. *Dedico esta crônica ao meu amigo o procurador federal Ricardo Queiroz, um dos pesquisadores mais argutos das Repúblicas da Jaqueira e de Pindorama”. O sermão invocado do bicho-grilo Adalbertovsky está postado no menu Opinião.   


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Recordar é sobreviver. O (Corona) manda lembrar que Bolsonaro tirou R$ 9 bilhões do SUS! E comprou 4 navios de guerra por R$ 9,1 bilhões! Os mortos pela doença mandam lembrar que um decreto do Bolsonaro demitiu 10,6 mil agentes comunitários de saúde e extinguiu 14 mil postos de trabalho efetivo Profissionais de saúde mandam lembrar que se não fosse o Bolsonaro, teríamos mais 11 mil médicos cubanos ajudando o país durante a essa pandemia.



25/01


2021

Coluna da segunda-feira

Petrolina que se cuide!

Localizada nos arredores de uma montanha literalmente talhada, onde Lampião se escondia das tropas de choque da polícia, os “macacos”, na sua denominação, Serra Talhada, a 415 km do Recife, caiu na graça dos investidores. Virou, em apenas dois anos, a grande vedete da economia nordestina, vetor de desenvolvimento regional, em plena harmonia entre a indústria, a tecnologia, a saúde e o saber.

Criou, também, as bases sólidas em infraestrutura para disputar em igualdade de condições com a sua grande concorrente no semiárido pernambucano, a já afamada Petrolina, a Califórnia brasileira, capital do São Francisco, maior centro de produção de uva e vinho do Nordeste. Agamenon Magalhães, que já se foi, e Inocêncio Oliveira, que continua atuando discretamente na política, gente afamada por lá, nunca imaginaram que o chão seco de onde brotaram virasse a página da indústria da seca e da violência, o cangaço urbano.

Sim, depois de Lampião, havia um homem que matava muita gente em Serra Talhada: Vilmar Gaia. Como o rei do cangaço, fez derramamento de sangue em todo Sertão, marcando a cidade, como se ferra um boi, pelo símbolo da violência. Mas hoje os tempos são outros. Tempos construídos pela obstinação e a persistência do ex-prefeito Luciano Duque, uma ave rara petista no Pajeú que deu certo, filho de João Duque, empresário rico e afamado na região.

Com Duque, Serra Talhada saiu de patinho feio e virou a namoradinha do empresariado: atraiu duas grandes redes de supermercados - Assaí e Atacadão. Seu comércio pujante plantou as sementes de um shopping, já inaugurado, e na área de infraestrutura ganhou um aeroporto, com voos diários para o Recife pela Azul Linhas Aéreas. Em breve, a rede hoteleira ganha um plus, com a marca Ibis (imagem acima que ilustra a coluna).

Tem mais: Serra Talhada é, hoje, o segundo maior centro universitário do Sertão. São oito instituições de ensino superior, entre as quais uma de Medicina, mantida pela UPE – Universidade de Pernambuco. Na área de saúde, consolidou sua posição, uma marca já antiga, de 4º polo médico do Estado, com vários hospitais, prontos-socorros, maternidades e clínicas particulares. Está em fase de conclusão um hospital regional, com heliporto.

A namoradinha do PIB pernambucano alavanca, também, o turismo na sua cidade-irmã Triunfo, oásis em pleno Sertão, com temperatura média de 18 graus, chegando a 10 graus no inverno. Com os voos diários entre Recife e Serra, os que sonhavam em desfrutar do frio gostoso de Triunfo e suas atrações do turismo ecológico, como as cachoeiras e o Pico do Papagaio, 1.185 metros de altitude acima do nível do mar, onde se vê, a olho nu, cidades vizinhas entre Pernambuco e Paraíba.

MAIOR ATACADISTA - Com um investimento de R$ 40 milhões e a geração de 460 empregos diretos, o Assaí Atacadista, rede de atacado de autosserviço do GPA (antigo Grupo Pão de Açúcar), começou a funcionar em Serra Talhada no primeiro semestre de 2019. Oferece mais de sete mil itens de grandes marcas nacionais e importadas de alimentos, perecíveis (carnes, peixes, queijos, etc), higiene, bebidas e limpeza. A de Serra é a oitava unidade da rede no Estado, dentro do plano de expansão da rede, que cresceu 30% em 2020, taxa igual ao crescimento nacional.

CHEGOU ATACADÃO – Primeira entre as empresas do comércio varejista do Brasil, o Atacadão também está de vento em popa em Serra Talhada, com uma loja na BR 232, em frente à Tropical Piscinas. Disponibiliza uma diversidade de produtos para todas as necessidades de comerciantes, transformadores e consumidores finais, para compras em atacado ou varejo, além de alimentos em geral, frios e laticínios, hortifrúti fresquinho, conservas e enlatados, doces e biscoitos, higiene pessoal, limpeza, bazar, produtos para pets, automotivos e muitos outros itens.

SHOPPING SERRA – A exemplo de Petrolina, a capital do Xaxado, como também a cidade é conhecida, ganhou seu primeiro shopping, empreendimento com feição moderna e atrativa, investimento da ordem de R$ 30 milhões, gerando mais de 400 empregos diretos. O Shopping Serra Talhada representa uma mudança histórica para a cidade, com opções de compra e lazer também para municípios situados na sua área de influência expandida, que é de aproximadamente 500 mil habitantes.

OBRAS DO TERMINAL - Com dois voos diários para Serra Talhada saindo do Recife, em aeronaves com capacidade para apenas nove passageiros, a Azul pretende, em breve, fazer a rota com um avião maior, capacidade de 70 pessoas. Mas antes disso, o Governo de Pernambuco deveria tirar do papel as obras físicas do terminal de passageiros. Hoje, o aeroporto está improvisado num galpão, em condições precárias. O que se sabe é que já está no caixa de Paulo Câmara R$ 20 milhões para o terminal e ninguém dá um pio quanto ao atraso das obras do terminal.

SEM CONTINUIDADE – Radialista, empresário da comunicação, ex-presidente da Associação das Emissoras de Rádio e TV do Estado, Marcos Oliveira teve um papel importante também como secretário de Desenvolvimento na gestão Duque, atraindo o braço privado. “Nossa missão foi gerar empregos, criar um ambiente de negócio favorável para instalação de empresas no município. Com investimentos consolidados, Serra Talhada abriu mais de dois mil empregos diretos com Duque, mudando a sua matriz econômica”, diz Marquinhos, como é mais conhecido. Não se sabe lá as razões, mas a prefeita Márcia Conrado (PT), eleita por Duque, não o manteve na função.

CURTAS

REDE ÍBIS – A Rede Íbis comunicou aos empresários Marcelo e Murilo Duque, irmãos do ex-prefeito, proprietários do Shopping Serra Talhada, que seu plano de extensão no Nordeste contemplará a cidade que mais cresce, hoje, no Sertão do Pajeú. Investimento da ordem de R$ 10 milhões, a torre Ibis ficará localizada ao lado do shopping, dando, assim, mais suporte ao turismo de negócios na região.

FORA DO PT – Maior responsável pelo boom econômico que Serra Talhada vive, o ex-prefeito Luciano Duque é candidato a deputado estadual, mas sem a certeza de que disputará pelo PT. Está sendo sondado por vários partidos, entre os quais o PP, Republicanos e Podemos, com mais chances para a última legenda, comandada no Estado pelo deputado federal Ricardo Teobaldo.

Perguntar não ofende: O que o PT fará para segurar Luciano Duque na legenda?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bozoneca sofre a maior manifestação de repúdio no Brasil inteiro. Carreata, coisa linda!

Fernandes

LEWANDOWSKI AUTORIZA INQUÉRITO CONTRA O GENOCIDA PAZUELLO.

marcos

Eu quero vê Lewandwisky autorizar inquérito contra o Genocida Xi Jinping!

marcos

Quem é mais côrno, Lula ou Paulo Bernardo?

marcos

De quem é a culpa das 2 134 210 mortes no mundo até hoje pelo Covid-19, do nosso mito, de Lula, do Papa ou de Xi Jinping?


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores