19/10


2006

Dossiê: bicheiro é investigado pela Polícia Federal

No rastro do dinheiro apreendido com o PT, a Polícia Federal vasculha o submundo da contravenção. Antônio Petros Kalil, o Turcão, que controla a maior parte do jogo do bicho no Rio, é alvo da investigação federal. A PF suspeita que ele teria contribuído com parte da bolada de R$ 1,75 milhão que o partido do presidente Lula (PT) arrecadou para comprar o dossiê Vedoin.

A investigação apontou para a jogatina depois que os peritos da PF identificaram grande volume de notas de baixo valor no meio do dinheiro. As cédulas, de R$ 5 e R$ 10, estavam presas por cintas de papel com identificação de casas de apostas. Uma denúncia anônima apontou para o suposto envolvimento de Turcão.

Na tarde de quarta-feira, o delegado Daniel Lorenz, chefe da PF em Mato Grosso, falou com certa parcimônia sobre Turcão. Não o apontou incisivamente como alvo direto da investigação, mas não o excluiu do rol de suspeitos. ''Não posso afirmar que ele é ou não a pessoa do dinheiro; ele pode ser apontado'', esquivou-se. ''Isso é fruto da investigação, não temos ainda essa comprovação. Trabalhamos com uma das hipóteses, a do jogo.'' As informações são do Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ana B. Holanda

Olha só isso.... olha o "tipinho" de doador de campanha que o Lula tem.... tsc, tsc, tsc..... em troca o Lula "mantém" o tráfico no RJ.... e o Marcola em SP manda os seguidores votarem no PT...

caca di serrat

IBAMA prendeu Jarbas no jardim ZOOLOGICO... Sabe por quê??? COM MENDO"ONCINHA" kkkkkkkkkkkkkkkk....................


Cabo 2021

19/10


2006

Suspeitas de informações falsas para prejudicar Lula

Uma suspeita envolve os bastidores da divulgação das fotos do R$ 1,7 milhão que seria usado por petistas na compra do dossiê contra tucanos, cedidas à imprensa pelo delegado Edmílson Bruno, da Polícia Federal, no dia 29 de setembro — véspera das eleições no primeiro turno. Segundo gravação divulgada pelo jornalista Paulo Henrique Amorim em sua página na Internet, revelando a conversa entre o delegado e os profissionais de imprensa, houve um acordo para a publicação de informações falsas a respeito da obtenção do material fotográfico, com o objetivo de prejudicar a campanha à reeleição do presidente Lula.

Em seu blog, o jornalista Mino Carta, diretor da revista ‘Carta Capital’ — cuja edição atual traz matéria sobre o tema —, acusou ontem a Rede Globo de ter recebido as imagens com exclusividade na véspera, dia 28, e orientado o delegado a reunir jornalistas no dia seguinte para entregar as fotos, escapando da acusação de favorecimento à candidatura tucana. Em nota oficial, a Rede Globo negou que tivesse obtido as imagens antes dos demais veículos.

Mino Carta, com base na conversa gravada, sustenta que as fotos foram entregues ao repórter César Tralli dia 28. “A emissora tomou a decisão de evitar ser acusada de repetir a ação golpista perpetrada contra Lula em 1989, na vergonhosa manipulação do debate com Collor”, afirma o jornalista.

Nas conversas gravadas entre o delegado Edmílson Bruno e os jornalistas, o policial exigiu que as fotos fossem ao ar no ‘Jornal Nacional’ daquele dia, para sustentar a história de que teriam sido roubadas de seu escritório. Os jornalistas presentes eram Lilian Christofoletti, da ‘Folha de S. Paulo’; Paulo Baraldi, de ‘O Estado de S. Paulo’; Tatiana Farah, de ‘O Globo’; e André Guilherme, da rádio Jovem Pan, com quem estaria o gravador no qual a conversa foi registrada. Todos eles concordaram em sustentar a versão apresentada pelo delegado Edmílson Bruno em suas publicações, afirmando que as fotos haviam sido roubadas e repassadas à imprensa. As informações são do O Dia Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ricardo José Amorim Campos

eheh carta capital...caros amigos...no dia que uma dessas revistas falar um tanto assim mal da esquerda elas terão a minha credibilidade!

Caio Julio Cesar de Campos Braga Sousa Gondim

Aos poucos as coisas vão sendo esclarecidas. Antes fazia questão de saber também sobre a orígem do dinheiro, hoje não mais, visto ser evidente a manipulação de bastidores para prejudicar Lula. Bem, só não entendo o fato do delegado não estar PRESO e apontando quem são os seus patrôes...

Fernando Vieira

É a velha direita UDENISTA renascendo travestida de PEFELANÇA e TUCANATO DESVAIRADO...

irania Olivia Benicio

Nunca deveriam argui espanto com condutas dessa estirpe, jornalistas tipo Mino Carta e Gilberto Dimenstein!

Flávio Zimmerman

Essa armação só confirma a tese de que os bastidores da imprensa são iguaizinhos aos bastidores da política. Não diferença entre a média dos homens, independente do meio em que atuem... Políticos, empresários, jornalistas, juízes, jogadores de futebol e pastores evangélicos são todos muito parecido



19/10


2006

Rebelo: Disputa pode "degenerar para conflitos graves"

O presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), alertou ontem sobre os riscos de a disputa política ''degenerar para conflitos graves'', referindo-se a um acirramento da divisão social no país.

Aldo ironizou os tucanos que, segundo ele, se julgam ''portadores da modernidade'', e sugeriu que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso releia ''Os Sertões'', de Euclides da Cunha. O presidente da Câmara recorreu à Guerra de Canudos, no fim do século 19, e afirmou que ''os portadores da modernidade'' às vezes chegam a ''resultados desastrosos''.

Mais tarde, Aldo foi ainda mais explícito: ''A idéia de que os tucanos são portadores da modernidade e que os eleitores de Lula são os grotões, os burgos podres, os fanáticos do Bolsa Família, é perigosa. Leva à divisão da sociedade'', disse. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

irania Olivia Benicio

Acaso presume o acretinado Aldo que não esteja o país Brasil dividido? Quanto a sugestão de se ler os sertões, pouco procede, pois, já se presume o Luiz ser o novo "conselheiro". Ele, (Luiz) que se compara com tantos, nem ele mesmo é!!!


Ipojuca 2021 IPTU

19/10


2006

Lula nega política de "toma lá, dá cá"

O presidente negou que tenha havido política de “toma lá, dá cá” com a liberação de R$ 1 bilhão a agricultores após ter recebido o apoio do governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, que foi desfiliado do PPS após declarar apoio a Lula.

Segundo Lula, os recursos para suprir o prejuízo dos agricultores estavam para ser liberados desde o começo do ano, quando o ministro da Agricultura ainda era Roberto Rodrigues.

“Não existe a possibilidade de liberar R$ 1 bilhão por causa de apoio. Essas coisas não são assim de uma hora para outra. É que em época de eleição tudo fica sob suspeição. Quem perde é o Brasil. Os agricultores vão ter de esperar até depois da eleição”, disse. As informações são do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

irania Olivia Benicio

Quem está sob suspeição é ele, o Luiz. Pena que aquilo que se sabe por justiça pouco ou quase nada medre neste solo tão gentil com os corruptos pátrios!!!



19/10


2006

A história do PSDB é de privatizações, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, desafiou o adversário Geraldo Alckmin (PSDB) a assumir o compromisso de que não privatizará empresas estatais caso seja eleito.

"Ele [Alckmin] tem que responder é em função da sua própria história e não em função do que eu falo. Ele que diga que não é verdade, que assuma o compromisso que não vai fazer. Vamos ver se os aliados dele vão deixar", afirmou, em entrevista na noite desta quarta ao "Jornal da Record".

Indagado se não pratica agora contra os tucanos o mesmo "terrorismo eleitoral" do qual foi alvo em eleições passadas, Lula negou. "É muito diferente. Quando falo, falo com base na prática que eles adotaram durante todo o tempo em que governaram São Paulo e o Brasil". Segundo o petista, "a história brasileira das privatizações passa pelo PSDB".

"Eu não invento as coisas. O PSDB tem uma história, e a história deles é um processo de privatizações sistemático", declarou. As informações são do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Presidente, além de ser de privatizações, é de péssima forma, pois as nossas empresas rentáveis e bem sucedidas foram vendidas a preço de banana, aos tubarões, e ainda subsidiada, é como um noivo pobre, que se casa com uma mulher rica e entra só com aquilo.


Jaboatão Março 2021

19/10


2006

SE: Déda e João Alves iniciam transição

Está previamente marcada para esta quinta-feira, às 10 horas, no Palácio de Despachos, na Avenida Adélia Franco, uma audiência oficial entre o governador do Estado, João Alves Filho (PFL) e o governador eleito no último dia 1º, Marcelo Déda (PT). No encontro serão tratados os primeiros entendimentos para se iniciar o processo de transição dos dois governos. Após o resultado da eleição, este será o primeiro encontro entre os dois candidatos ao governo do Estado em 2006. Até agora, os dois haviam apenas se falado por telefone, quando João Alves parabenizou o petista pela vitória no pleito e garantiu que a transição seria civilizada. As informações são do Correio de Sergipe.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina 2021

19/10


2006

João Paulo faz convocação aos militantes do PT

Depois de ser acusado por lideranças petistas de fazer “corpo mole” na campanha do candidato derrotado, Humberto Costa (PT), o prefeito do Recife, João Paulo (PT), fez uma convocação aos militantes de esquerda para participarem de atos políticos pró-Lula e Eduardo Campos, hoje, no Recife e Interior do Estado. Aliás, foi o próprio Humberto, dias atrás, que cobrou do prefeito - também coordenador da campanha de Lula em Pernambuco - mais empenho na campanha do segundo turno, inclusive, aconselhou seu correligionário a se licenciar da prefeitura.

 

Mesmo com a crescente vantagem de Eduardo sobre Mendonça, como indicam as últimas pesquisas, João Paulo (PT) não pretende relaxar na reta final de campanha. “Quanto mais aumenta a vantagem, mais aumenta a nossa responsabilidade, vamos compatibilizar nossa agenda com todas as atividades dessa fase da eleição”, falou. Além da convocação, a resposta de João Paulo foi adiante com o lançamento de um manifesto de conteúdo inflamado, atacando as campanhas de Mendonça Filho (PFL) e Geraldo Alckmin (PSDB).

 

Um bandeiraço e adesivaço está marcado para as 15h na avenida Conde da Boa Vista, praça do Parnamirim e avenida Herculano Bandeira. O prefeito estará presente numa plenária ao lado de Campos, às 19h, no Clube 10 de Novembro, no bairro do Totó. O prefeito disse que apenas deve se ausentar da campanha no Estado, na próxima sexta-feira, porque estará em São Cristóvão, em São Paulo, num ato em favor de Lula, ao lado de lideranças petistas de outros estados. As informações são da Folha de Pernambuco. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

caca di serrat

IBAMA prendeu Jarbas no jardim ZOOLOGICO... Sabe por quê??? COM MENDO"ONCINHA" kkkkkkkkkkkkkkkk....................

José Rodrigues da Silva

Jão Paulo é uma estrela cadente, e bota cadente nisso! Avanti Dudu! Fora Luiz!

irania Olivia Benicio

Coitado do Ari, não passa de um imbecilizado "torcedor" de políticos mediocres.É pela existência desta qualidade de "eleitores" que os Jarbas e Joãos Paulo da vida prosperam.

É isso aí João Paulo, juntamente com Humberto, e todos, assumam a parte petista da nossa unidade, que será imprescindível para desmoralizarmos esses incompetentes Jarbas Mendonça. E depois vá a São Paulo levar o nosso pé quente para que Lula 13, dê também, uma goleada no chuchuzeiro (Alckmin).


Serra Talhada 2021

19/10


2006

BA: Wagner diz que não vai acobertar denúncias

A primeira reunião de transição de governo realizada ontem a tarde, na Fundação Luís Eduardo Magalhães, a portas fechadas entre o governador eleito Jaques Wagner, sua equipe técnica e deputados estaduais que compõem a atual bancada de oposição na Assembléia Legislativa da Bahia, revelou um clima aparentemente tranqüilo, sem muitas novidades, apesar da quebra da hegemonia do PFL há 16 anos no poder. Wagner após admirar a postura do governador Paulo Souto chegou a declarar que “pede a Deus que tanto ele quanto Souto possam inaugurar um novo tempo na Bahia”. “Creio que se fizermos uma transição tranqüila, serena, madura, sem esconder dados e principalmente deixando de lado a cultura de querer destruir o que foi feito pelo adversário, todos sairão ganhando”, desabafou. De acordo com Wagner, as coisas bem feitas serão aplaudidas e mantidas; o que precisar ser melhorado será e somente o que não tiver de acordo com a concepção da coligação vai ser destituído. 

No entanto, apesar de toda política da boa vizinhança, o governador eleito deixou bem claro que não passa pela sua cabeça acobertar qualquer desvio ou conduta equivocada em relação ao dinheiro público. “O que não há nesse momento de transição é o espírito de retaliação. Não entro com a idéia de descalçar tudo que foi feito pelo PFL. Isso seria uma insanidade e um grande prejuízo para a Bahia, mas não irei fechar os olhos para qualquer denúncia do meu ou do atual governo”, enfatizou, ressaltando que considera os governos de oposição a alma da democracia, que devem conviver minimamente dentro de padrões democráticos, o que não tem acontecido. As informações são da Tribuna da Bahia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Anuncie Aqui - Blog do Magno

19/10


2006

PB: Justiça Eleitoral tira TV Correio do ar

A Justiça Eleitoral voltou a tirar a TV Correio do ar na noite de ontem. Além da TV, também saiu do ar, por decisão judicial, a rádio Correio FM de João Pessoa. Ambas deverão ficar fora do ar caso os advogados da empresa não consigam derrubar antes do prazo as duas decisões monocráticas proferidas pelo desembargador Nilo Ramalho, o mesmo que determinou que a televisão ficasse fora do ar, por 24 horas, no começo desta semana. 

Esta é a terceira vez que a Justiça tira a TV Correio do ar. Assim que a rádio e a TV saíram do ar, os advogados do sistema recorreram da decisão com medidas cautelares para as ações, interpostas pela coligação ‘Por Amor à Paraíba’. Ao todo, o desembargador Nilo julgou cinco representações eleitorais contra o Sistema Correio, indeferiu três. 

Além de sair do ar, a TV Correio foi condenada a pagar uma multa de R$ 42.564, uma vez que é reincidente. No caso da rádio, a multa é de 100 mil Ufirs (R$ 106 mil), justificada pelo desembargador face à gravidade da infração à lei. Com as decisões divulgadas ontem pela Justiça, o sistema já acumula perto de R$ 323 mil em multas. As informações são do Jornal da Paraíba.

O motivo que levou a TV Correio a sair do ar pela terceira vez nestas eleições foi uma entrevista dada pelo prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, ao jornalista Helder Moura durante o programa ‘Correio Debate’ do dia 29 de setembro, antevéspera das eleições em primeiro turno. Durante a entrevista, Veneziano enaltece o candidato da coligação ‘Paraíba de Futuro’, José Maranhão, e faz críticas ao governador Cássio Cunha Lima, candidato à reeleição pela “Por Amor à Paraíba”. As informações são do Jornal da Paraíba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

19/10


2006

CE: presidente estadual do PDT declara apoio a Lula

O presidente estadual do PDT, deputado André Figueiredo, afirmou ontem que está à disposição da coordenação da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Ceará, para trabalhar pela reeleição do presidente da República. Apesar de o seu partido ter optado pela neutralidade, neste segundo turno, o dirigente anunciou apoio ao candidato petista. As discussões sobre a posição do partido frente ao próximo governo de Cid Gomes (PSB) ficaram para depois do segundo turno, conforme destacou o deputado Heitor Férrer, vice-presidente do PDT no Ceará.

André afirmou que, embora o partido não tenha deliberado apoio oficial à reeleição de Lula, durante a reunião da executiva realizada na noite de terça-feira passada, a maioria dos pedetistas cearenses tende a votar no candidato do PT. Ele disse que ainda não recebeu convite por parte da coordenação da campanha de Lula no Ceará para se integrar à campanha, mas afirmou: “estou à disposição, o apoio meu é pessoal, como o de outros companheiros do PDT. Não ficaremos omissos”. As informações são do Diário do Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores