13/10


2006

TSE restringe fala de Lula em guia de Eduardo Campos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje, de forma diferente, dois pedidos de suspensão de propaganda eleitoral sob o mesmo argumento: invasão no programa local da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O ministro Carlos Alberto Menezes Direito suspendeu parte da propaganda do candidato Eduardo Campos (PSB), em Pernambuco, por trecho em que o presidente-candidato pede votos à dobradinha Lula e Eduardo. Já o ministro Ari Pargendler manteve as inserções do candidato José Maranhão (PMDB) ao Governo da Paraíba, onde garante ter parceria com o Governo Lula para obras estaduais que podem gerar milhares de empregos.

 

No caso pernambucano, o ministro Carlos Alberto Menezes Direito deferiu, em parte, liminar para suspender a veiculação de trechos da propaganda eleitoral do candidato a governador de Pernambuco pela Frente Popular (PSB, PP, PDT, PSC, PL), Eduardo Campos, exibida na televisão na última segunda-feira (09).

 

A coligação Por um Brasil Decente (PSDB-PFL), que tem Geraldo Alckmin (PSDB) como candidato à Presidência da República, pediu a suspensão do programa por entender que o presidente Lula fora beneficiado com a utilização para sua própria campanha de parte do programa eleitoral de Eduardo.

 

De acordo com a coligação de Geraldo Alckmin, as imagens e o texto apresentados se destinam a promover a figura do candidato à Presidência, “na medida em que neles se procura destacar os programas de seu governo, a sua popularidade entre os pernambucanos, o apoio que por estes estaria sendo dado e pedido explícito de votos para sua candidatura”.

 

Na decisão, o ministro Carlos Alberto Menezes Direito afirma que há passagens da propaganda estadual com pedido expresso e direto de voto para Lula, o que, na linha da jurisprudência do TSE, não deve ser admitido, por caracterizar invasão, vedada pela legislação.

 

Mas o ministro julgou necessário suspender apenas parte da propaganda. “Entendo que deva ser suspensa a veiculação apenas da última frase do candidato beneficiado, em que há pedido de voto explícito em favor deste e do candidato titular do horário e também a última frase da manifestação de eleitora que faz menção ao voto no candidato beneficiado”, concluiu o relator. Quanto aos demais textos, o ministro considerou que não deveriam ser alcançados pela liminar. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

renata lima

Agora era chance de Pernambuco passar a Bahia em desenvolvimento, pois com o cara do pt lá a incompetência reina, vem pesquisa dizendo q o cara do psb tá na frente, apelar pra pesquisa ser igual a da Bahia e virá em favor de Mendonça.

COMO O "PRECATÓRIO" NÃO TEM PROPOSTA O JEITO É BABAR OS OVOS DO LULLA.

Cesar Augusto R. Cavalcanti

D. Ana, bem podia ter adotado algo mais conveniente com a linha de pensamento dela, algo assim como...Ana Maciel, ou Ana Magalhães, talvez quem sabe, Ana Garrastazu Médici, ou Geisel, Batista Figueirêdo....é por aí, D. Ana!

Raimundo Eleno dos Santos

E adianta proibir. O Povo já sabe em quem vai votar. É 40 cá e Lula lá 13. O Voto para Eduardo e Lula é voto galvanizado. Eu iria mais, é TITANIZADO. Não tem poder humano que o corroa ou destrua. (PLANTE VC UMA ÁRVORE NATIVA.FAÇA A SUA PARTE EM DEFESA DOS SEUS NETOS.)

Cesar Augusto R. Cavalcanti

Engraçado é que essa tal Ana, com toda a certeza, escolheu o B. Holanda, como pseudônimo, para ocultar a verdadeira identidade, mas, não pensas que alguém ache que é Buarque de Holanda, não é mesmo, D. Ana?


Cabo 2021

13/10


2006

Garcia: "Lula não vai ao debate da TV Gazeta"

O presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva não participará do debate da TV Gazeta com seu adversário Geraldo Alckmin (PSDB), previsto para a próxima terça-feira. A informação é do presidente em exercício do PT e coordenador de campanha de Lula, Marco Aurélio Garcia. ''O presidente não poderá ir'', afirmou Marco Aurélio, alegando problemas de agenda. Informações do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Eduardo Peres Ramos da Silva

TV Gazeta? Qual o canal mesmo?! Uma TV que tem menos telespecatores que Rivaldo Soares tem de eleitores. É querer brincar de debates. Lula tá certo. Não é frouxo quem encarou a ditadura de frente. Frouxo é quem dela se aproveitou. É LULA E EDUARDO!!!

Ana B. Holanda

O Bode Rouco é frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo, frouxo...

Vai ficar enchendo a cara de "51".



13/10


2006

Collor visita Senado e provoca tumulto

Em uma visita tumultuada, o senador eleito por Alagoas, Fernando Collor de Mello (PRTB), foi conhecer de perto hoje o seu futuro local de trabalho. Segundo a repórter do blog em Brasília, Ana Silveira, Collor circulou por mais de uma hora esta manhã pelo Senado Federal. Visitou o plenário, o cafezinho dos senadores, as comissões e o gabinete do senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB-TO), considerado um dos melhores do Senado em localização.

Collor se antecipou à posse para já tentar garantir um gabinete bem localizado no Senado. Mas foi informado pelo diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, que os senadores com mais mandatos têm prioridade na escolha do gabinete - à frente mesmo de ex-presidentes.

De mãos dadas com a mulher, Caroline, Collor não quis falar com a imprensa. Apenas sorriu durante os quase dez minutos de percurso entre o gabinete de Siqueira Campos e a garagem do Senado. Segundo assessores do senador eleito, Collor escolheu a sexta-feira depois do feriado para visitar o Senado com a expectativa de que a Casa Legislativa estivesse vazia.

Mas os jornalistas de plantão não deram sossego ao ex-presidente. Collor também foi cercado por cerca de trinta crianças de uma escola do interior de Goiás que visitavam o Senado Federal. Mesmo com tamanho assédio, preferiu deixar o Senado sem conversar com ninguém.

Collor chegou a ser questionado sobre seu apoio à reeleição do presidente Lula, mas desconversou. Também não disse se vai aceitar morar em um dos apartamentos funcionais reservados a senadores. Assessores de Collor garantem, no entanto, que ele deve escolher morar em um apartamento e não na famosa Casa da Dinda, onde viveu no período em que esteve na Presidência da República.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Landrover,eles podem ter varios defeitos,mas despreparados não concordo.Um saiu de Pe. num Pau-de-Arara,de familia humilde e hoje é Pres. da Republica.O outro já foi Pres. da republica,sofreu um linchamento nunca visto na Republica e agora está dando a volta por cima.De bobo esses dois não tem nada!

Mais um que deve integrar a gang do Lulla. Outro é Paulo Maluf.

LandRover

A Cara de Um, o Focinho do Outro - - - Collor tem a cara de Lula e Lula tem o saco de Collor. O que esperar desses dois aloprados despreparados? Apenas mais escândalos e corrupção, é isso o que eles têm a oferecer ao nosso povo.


Banner Jaboatao 2021

13/10


2006

Alckmin diz que vai ampliar o Bolsa Família

O presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) disse há pouco, ao desembarcar no Aeroporto Castro Pinto, em Bayeux, na Paraíba, que, ao contrário dos boatos pregados pelos adversários, vai manter e ampliar o Bolsa Família. “Muita gente precisa desses recursos, por isso, não pensamos em acabar com o programa”, revelou o ex-governador de São Paulo, minutos antes de seguir para João Pessoa, onde fará caminhada no Ponto de Cem Réis, no Centro.

 

Alckmin também criticou a política desenvolvimentista do Governo Lula (PT). “Não dá para nos contentarmos com crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2% ano”, ressaltou, garantindo que pretende enfatizar o crescimento econômico, caso seja eleito. O presidenciável disse que só assim poderá criar os empregos necessários ao país. “Há milhares de jovens desempregados no Brasil, precisando de uma oportunidade”, disse. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Comigo não tem boquinha nem araponga. Fora Lulla fora mensalão. Fora Vampiros. Fora Precatórios.

murilopena

FERNANDO VC TA MUITO BEM INFORMADO, FALASTE QUE NILO COELHO RECEBEU MENSALÃO, EM QUE MUNDO VC VIVE, NA DISNEYJARBAS.ACHO QUE VC É DO PFLEEEEEEÊ E TA COM MEDO DE PERDER O EMPREGO NEEEEEEE. TENHA CALMA POIS DEPOIS DO DIA 29 VC AINDA TERA ATE 31 DE DEZEMBRO, DEPOIS A BOQUINHA ACABA NEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Esse "Murilopena" deve ser araponga do José Dirceu Vai gostar de corrupto em outro planeta. Vai estudar e ser honesto.

murilopena

PAULISTA AZEDO QUE COMEU UMA BUCHADINHA NA PARAIBA E PASSOU MAU, QUASE MORRE.POIS LULA CHEGOU LA COMEU BUCHADA, RABADA, COSTEINHA, A AINDA LANCHOU UM TUCANO. ESSE CARA É CRIA DE FHC, PIOR PRESIDENTE DA HISTORIA PARA NOSSO NORDESTE, VENDEU TUDO E NÃO FEZ NADA, AINDA NTREGOU O PAIS QUEBRADO. FORAAAAA



13/10


2006

Manifesto classifica PSDB e PFL de "direita golpista"

A CUT (Central Única dos Trabalhadores) e dezenas de movimentos sociais lançam neste final de semana um manifesto contra o que chamam de ''direita golpista'', que seria representada pelo ''PSDB-PFL e os meios de comunicação''.

No manifesto, os movimentos sociais também pedem apoio à candidatura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No manifesto, os movimentos sociais afirmam que o candidato do PSDB Geraldo Alckmin ''é mais de FHC [o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso], das privatizações, dos vampiros, do arrocho e do desemprego''.

O tucano ainda é chamado de ''candidato do apagão, da dengue, da corrupção da Nossa Caixa e no CDHU, da submissão à Alca, da desnacionalização da Companhia Vale do Rio Doce''.

Segundo o manifesto, a candidatura Lula representaria ''a construção de um projeto popular, nacional e antineoliberal, com mudanças na política econômica que tenham como foco a distribuição da riqueza e o fortalecimento do Estado''. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Eu temia q não houvesse 2ºTurno.O Brasil seria sacudido de uma forma cruel.A direita sabe muito bem fazer intrigas,até usar a possibilidade de impeachmant contra o Lula.Diriam que ele não era ou estaria legítimo.Já com o 2ºTurno,as urnas darão a legitimidade que seria contestada.Está bom assim.40/13

Cesar Augusto R. Cavalcanti

Como essa Direita chora! Dá-lhe Lula 13, dá-lhe Eduardo 40! e o resto pode ficar em casa chorando...

E os sindicalistas o que tem a dizer de DElfim Neto Ministro do Lulla?

Fabio Lira

Se a candidatura Alkmin representa a direita golpista, que se deve dizer da candidatura Lula? Candidatura de direita mafiosa? Candidato dos desvios? Das maracutaias? do "não sei"? Se um é ruim... O lula é pior! o candidato Óleo de Peroba.... Cara de Pau!

Essas lideranças sindicais que apóiam lucros dos bancos de 80% ao ano e reajuste salárias de 3,5% estão todos comprados pela máfia do PT.


Petrolina 2021

13/10


2006

Dorany: "Nilo Coelho deve estar indignado com Geraldo"

''Tive o privilégio de ser amigo do saudoso senador Nilo Coelho, padrão de honradez, de caráter bem formado e homem de grande visão.Imagino que, de onde ele esteja, como tantos outros, deve estar indignado com essa mesquinha e reprovável conduta do deputado Geraldo Coelho''.
 
O trecho acima, de profunda indignação, é do presidente do PMDB de Pernambuco, Dorany Sampaio, ao comentar, em texto enviado para o blog, a adesão do deputado estadual Geraldo Coelho, do PFL, à candidatura de Eduardo Campos (PSB). Abaixo transcrevo na íntegra o restante do seu depoimento:
 
''O PFL é seu credor porque lhe deu tudo, durante seu tempo de permanência ali. O Governo Jarbas e Mendonça atenderam todos os pleitos que costumam fazer. Ambos governos contemplaram a região que ele diz representar com obras e intervenções em favor da população.
 
É triste verificar que isso para ele nada representa. O que vale para ele é apenas o que pede para si próprio. Como presidente do PMDB e aliado ao PFL, sei perfeitamente que o deputado Geraldo Coelho está cometendo uma transgressão reprovável aos princípios legais e partidários da ética e da disciplina.
 
Mais uma prova de arrogância é querer descumprir a lei e o estatuto, permanecendo no partido. Imperativo do decoro partidário e parlamentar seria pedir o seu desligamento, que não o faz propositadamente, para tirar proveito pessoal e causar constrangimento.
 
Expresso minha solidariedade ao presidente André de Paula e ao deputado Osvaldo Coelho, legítimo sucessor das inigualáveis qualidades do meu amigo Nilo Coelho''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

renata lima

Agora era chance de Pernambuco passar a Bahia em desenvolvimento, pois com o cara do pt lá a incompetência reina, vem pesquisa dizendo q o cara do psb tá na frente, apelar pra pesquisa ser igual a da Bahia e virá em favor de Mendonça.

VOTANDO EM LULLA PASSAREMOS DE ELEITORES A CUMPLICES DESSA MAFIA PETISTA QUE SE INSTALOU NO PAÍS.

Drácula

QUE NADA... COELHO SE ENTENDE COM COELHO....ALIÁS .. NESTA TERRINHA AÍ.. SE O SUJEITO NÃO FOR COELHO.. É CENOURA MESMO...OU FRANGO... VAMPIRO.. ESSAS COISAS PESTILENTAS...

Ivan Câmara de Andrade

Sra. Ana B. Holanda, tem um diatdo que diz:"QUEM FALA O QUE QUER OUVE O QUE NÃO QUER". Dorany falou demais, inclusive se metendo onde não devia.

Ivan Câmara de Andrade

Sr. Cesar Augusto R. Cavalcanti, acho que você está equivocado, parece-me que Nilo morreu antes do escândalo da mandioca.


Serra Talhada 2021

13/10


2006

SE: Visita de Alckmin é cancelada

A presidente estadual do PSDB de Sergipe, Mirian Ribeiro, confirmou agora há pouco que o candidato à Presidência da República pelo partido, Geraldo Alckmin, não virá mais hoje a Aracaju, como estava previsto na sua agenda de campanha. “Ele terá um compromisso importante em São Paulo e pediu para adiar a viagem”, explica.

Mirian disse que não foi confirmada uma nova data para a vinda de Alckmin a Sergipe.

O presidenciável seria recebido no aeroporto de Aracaju por partidários e lideranças políticas ligadas ao governador João Alves Filho (PFL) – que perdeu a reeleição para o petista Marcelo Déda – e ao ex-governador Albano Franco (PSDB), eleito deputado federal no dia 1º de outubro. Ele chegaria por volta das 18h, saindo em carreata até a Barra dos Coqueiros, passando pela ponte recém-inaugurada Construtor João Alves. Após a carreata, o tucano teria apenas mais um compromisso. Ele falaria para lideranças políticas, prefeitos e vereadores ligados ao bloco governista no Estado.

Em Sergipe, a campanha de Alckmin é coordenada pelo deputado estadual Fabiano Oliveira (PSDB), que foi candidato a vice-governador na chapa de João Alves. O governador foi escolhido para ser um dos coordenadores da campanha do tucano no Nordeste. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

A candidatura de Ackmin é feito balão apagado. Tá perdendo altura. Vai cair diretamente na Av. Paulista, seus correligionários.


Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

13/10


2006

PB: João Henrique anuncia apoio a Cássio

O deputado estadual João Henrique (PFL) anunciou há pouco, durante entrevista coletiva, na sede da legenda, o apoio ao governador Cássio Cunha Lima (PSDB) para o segundo turno das eleições. O futuro parlamentar, eleito em 1º de outubro, integra os quadros do PFL, que é a principal legenda aliada do governador. Apesar disso, Henrique não tinha apoiado Cássio no primeiro turno, optando pelo voto em outro candidato.

João Henrique foi eleito com 28 mil votos. “Pode acreditar que vamos vencer a eleição para governador na cidade de Monteiro, no segundo turno. Lá o resultado no próximo dia 29 será bem diferente do resultado de primeiro de outubro”, disse, garantindo o apoio de várias lideranças da região do Cariri paraibano. O governador revelou que as adesões registradas nos últimos dias têm ampliado a esperança de eleição no segundo turno, quando enfrenta José Maranhão (PMDB).As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

13/10


2006

TRE fiscaliza as ruas do Recife

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) realiza fiscalização nas ruas do Recife para evitar abuso de propaganda. Foram apreendidas bandeiras e placas, com propaganda de candidatos, instaladas nas pontes e avenidas da cidade.

Todo o material está sendo levado para o forte das cinco pontas, e os casos serão encaminhados ao ministério público, informou o juiz de propaganda e fiscalização do TRE, Antônio Carlos da Silva. "Não foi por falta de aviso. Todas as coligaçõs estavão cientes de que essas práticas eram proibidas", explicou. As informações são do Pe360 graus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/10


2006

Prefeito de Buique diz que pesquisas falham

Ao discursar, ontem, no comício que fez para marcar sua adesão ao candidato do PFL a governador de Pernambuco, Mendonça Filho, o prefeito de Buique, Arquimedes Valença, que no primeiro turno deu 9 mil votos a Humberto Costa(PT), recomendou tranquilidade ao pefelista, que está 20 pontos atrás do candidato do PSB, Eduardo Campos.

"As pesquisas sempre me traíram. Em 2000, faltando 15 dias para as eleições, as pesquisas me davam 23 pontos de vantagem. Quando abriram as urnas, veio a derrota. Já quatro anos depois, em 94, o meu adversário tinha 15 pontos na minha frente e perdeu a eleição", contou.

Ligado ao deputado federal Armando Monteiro Neto (PTB), o mais votado do Estado, Arquimedes disse que fez a opção por Mendonça Filho pensando no futuro do Estado. "Não podemos dar um passo atrás. Mendonça tem a melhor proposta. O outro candidato é o atraso", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

renata lima

Agora era chance de Pernambuco passar a Bahia em desenvolvimento, pois com o cara do pt lá a incompetência reina, vem pesquisa dizendo q o cara do psb tá na frente, apelar pra pesquisa ser igual a da Bahia e virá em favor de Mendonça.

Ivan Câmara de Andrade

Só uma pergunta ao Sr. Arquimedes: As pesquisas para prefeito a que ele se refere foram também feitas pelo IBOPE? Ou por uns institutuzinhos de beira de esquina, que ficam comendo dinheiro das prefeituras?

milton tenorio pinto junior

Eduardo Peres,sem agressão.Vamos ganhar essa eleição.E mostrar que não fazemos o que Jarbas e Mandonça fizeram,caluniando e agredindo!!!!!!!!

Eduardo Peres Ramos da Silva

Ao "analfa" abaixo: haja, em vez de, aja. Bem que Jarbas e o Sombra poderiam ter investido mais em Educação. Evitaria que você confundisse Haver com Agir.

Eduardo Campos é um atraso para Pernambuco. Já imaginaram o vampiro de Humberto secretário? Aja dinheiro.