Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

19/01


2021

Economia chinesa: Fatos e reflexões

Por Rodrigo Moses A. Plácido*

O desempenho da economia chinesa nas últimas décadas, independente da bagagem ideológica daquele que a analisa, é notável – isso é fato. Afinal, basta uma breve comparação da evolução do PIB chinês com o de países semelhantes – como os outros membros do BRICS – para perceber a discrepância.

Entretanto, atribuir o bom desempenho da economia chinesa à direção do Partido Comunista Chinês, supondo uma economia centralmente planejada, não condiz com a realidade dos fatos.

Quando Mao-Tse Tung estava no poder, o Partido Comunista Chinês (PCCh) implementou o “Grande Salto para Frente” O plano pretendia transformar a República Popular da China, de uma nação atrasada, em uma economia avançada e socialista, acelerando a coletivização do campo, através de uma Reforma Agrária forçada, e a industrialização urbana.

De campos de trabalho forçado, com objetivo de intensificar a produção agrária, à repressão, por qualquer quantidade estocada de grãos, a consequente ineficiência alocativa de produtos alimentícios resultou na morte de aproximadamente 20 milhões de chineses.

Com a morte de Mao Tsé Tung, em setembro de 1976, a elite funcional – ala mais moderada do PCCh – ascendeu ao poder, o que possibilitou a implementação das reformas de abertura econômica, viabilizando a ascensão da China à Organização Mundial do Comércio (OMC) três décadas depois.

Em 1978 foi aprovado o “Programa de Quatro Modernizações”, dando início ao processo de liberalização econômica chinesa. A China, antes um país completamente isolado economicamente, se apresenta como uma economia integrada, globalizada e com características singulares.

Contudo, apesar dos avanços em termos econômicos, análise econômica isolada ignora fatores cruciais de origem sociológica e política, que se traduzem como custos ao crescimento extraordinário e aparentemente sustentado da estrutura econômica chinesa.

A reorientação econômica iniciada em 1978, que introduziu mecanismos de mercado, não foi acompanhada – na mesma intensidade – por uma abertura política, com preceitos de inclusão social e liberdade política.

Como exemplo, a China está nas últimas posições nos rankings de liberdade de imprensa e não o é incomum relatos de desaparecimento ou morte, em circunstâncias estranhas, de pessoas que denunciaram os excessos cometidos em nome do Estado.

*Estudante de Economia da UNB


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

19/01


2021

Brejinho pede socorro

Por Cláudio Soares*

Há 19 dias, Brejinho, no Sertão do Pajeú, vive seu pior momento. Falta água nas torneiras, o prefeito não se manifesta, se esconde do povo e está mais perdido do que cego em tiroteio. A população precisa de atitude do novo gestor. A Prefeitura deveria contratar os carros pipas da região suficientes para atender à população carente que não pode pagar R$ 15 por um pipa de 8 mil litros. 

O desemprego, a seca e uma gestão inoperante castigam o município. É hora do prefeito Gilson Bento descer do palanque e correr atrás da Adutora do Pajeú. Enquanto falta vontade política para atender à população, a Prefeitura continua a abastecer sua frota de carros nos postos de gasolina em Brejinho e em Teixeira, que pertencem a família do gestor. A fachada da sede da Prefeitura,  pintada de verde (cor do partido do prefeito) custou uma fortuna. Empregos para cabos eleitorais de outras cidades e o nepotismo são marcas de um governo atrofiado e despreparado. Prefeito, o povo merece respeito!

*Advogado e jornalista


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

19/01


2021

Carrero, o trapalhão de Yves em Paulista

Mal começou a gestão em Paulista, o prefeito Yves Ribeiro (MDB) passa a imagem de que governa com o mesmo poder atribuído à rainha da Inglaterra: caneta seca. Já caiu na boca do povo que todo o poder, na verdade, emana do gabinete do super secretário Jorge Carrero, carreirista-mor, que do seu gabinete de Infraestrutura controla mais sete secretarias. 

Depois das trapalhadas na era Júnior Matuto, Carreiro engordou o olho e tem usado a máquina de forma abusiva para sair candidato a deputado estadual em 2022. Não tem feito outra coisa a não ser trabalhar em proveito próprio, com um agravante: Yves sabe das suas pretensões para chegar ao Legislativo estadual a qualquer custo e fecha os olhos,  colocando em risco a gestão com o carimbo da mudança que prometeu ao longo da campanha. 

Além de ocupar a pasta de Infraestrutura e Serviços Públicos, o goela Carrero bancou Kaio Damasceno em Assuntos Jurídicos; Hugo Leonardo Lopes de Souza, na Administração; Marcelo Menezes, em Segurança Cidadã, Defesa Civil e transporte; e Cláudio Nunes, em Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente. Nunca se viu na história de Paulista um prefeito delegar tantos poderes a um auxiliar que não faz gestão, mas politicagem para se eleger deputado.

"É o mais abusivo uso da máquina pública que se tem na história de Paulista", diz um próprio aliado do prefeito, que já começou a perder apoios importantes personagens que ajudaram a elegê-lo no segundo turno, a exemplo do ex-vereador Alemão, o quarto mais votado na disputa pela Prefeitura na eleição de primeiro turno.

"Estou fora desse governo, aliás nunca estive dentro", diz Alemão, confirmando o rompimento. Como ele, diversos candidatos a vereador bem votados, aos quais Yves prometeu o céu e a terra, também já estão do outro lado do balcão, engrossando o bloco de oposição. 

Carrero, o trapalhão, já apelidado de primeiro-ministro de Paulista, governa até com aliados que reinaram na era Júnior Matuto, como é o caso de Paulo Marenga, verdadeiro papel de embrulhar prego, a quem delegou o poder de secretário-executivo na pasta de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente. 

 "Os pequenos e médios construtores estão deixando de investir em Paulista porque não aguentam serem tão maltratados pelo Marenga, que dificulta tudo, inclusive o habite-se", reclama um secretário, já entediado com a falta de rumo na gestão Yves.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/01


2021

Coluna da terça-feira

Risco da manipulação política 

Um dia após a Anvisa dar o aval, a Coronavac, vacina chinesa produzida no Brasil em parceria com o Instituto Butantã, começou a chegar no País inteiro. Em Pernambuco, a imunização começou ontem mesmo, para um público específico: 90 mil profissionais de saúde, 26 mil indígenas, 2,6 mil idosos residentes em asilos e 130 deficientes com até 18 anos de idade. O efeito imediato é mais tranquilizador e acena, em breve, a depender da produção e do estoque, para a vacinação em massa.

Para esse público específico, um lote de 270 mil vacinas, correspondente à primeira e segunda fases, não deixa de ser um alento e tanto para quem imaginava que o mundo da ciência não avançasse tão rápido em busca da salvação de vidas diante da pandemia. Marco histórico, essa largada sinaliza para dias melhores, uma volta à rotina das nossas vidas interrompidas de forma abrupta, instalando a era do isolamento social e de crise na economia, com fortes efeitos e danos psicológicos.

Hoje, apenas 6 milhões de doses estão no País e com aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial. Serão usadas em três milhões de pessoas, pois a imunização exige duas etapas. A Anvisa também liberou a aplicação de dois milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, mas a data para importação do produto da Índia ainda é incerta.

Governadores cobraram, ontem, do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que a Coronavac já seja usada agora em seis milhões de pessoas, com apenas uma dose, mas o Ministério considera este plano arriscado, pois ainda não há garantia de que outro lote com o mesmo volume estará disponível a tempo da segunda aplicação.

A logística do Governo falhou, ontem, na distribuição com os Estados, mas há uma grande indagação, para não classificar de temor, quanto ao uso político da vacina quando chegar ao Interior: se não houver fiscalização, quem garante que não haverá privilégios, com a imunização de afilhados de prefeitos não incluídos no grupo determinado?

Largada – No evento de ontem, start oficial da vacina, os governadores conheceram os estoques do Ministério da Saúde. Em seguida, foram conduzidos até a Base Aérea de Cumbica para acompanhar, de perto, os primeiros embarques dos lotes de vacina. Vários aproveitaram o momento para tirar fotos perto dos aviões cargueiros da FAB que estavam sendo abastecidos com as vacinas. Ao todo, foram enviadas 44 toneladas do imunizante. "Este é um momento de esperança para a população", afirmou o governador Hélder Barbalho, do Pará, diante da câmera de seus assessores, perto do avião. As primeiras aeronaves começaram a sair por volta das 10h para Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Pau em Dória – Governadores presentes à distribuição simbólica da vacina criticaram a iniciativa do governo paulista de iniciar a vacinação no domingo. “É um gesto que coloca os outros governadores em situação de segunda categoria. Um gesto que envolve a saúde pública não pode ser transformado em campanha eleitoral. A solidariedade precisa ser respeitada e não o foi ao se iniciar a campanha quando os outros governadores não tinham sequer vacina em seu Estado”, criticou o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM-GO).

Reação em cadeia – O governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI), reforçou as críticas ao governo paulista. “Foi uma decisão ruim. O Programa Nacional de Imunização é um programa nacional, que envolve todos os Estados. Deveria haver igualdade entre todos”, afirmou. A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), evitou comentar a aplicação da primeira dose em São Paulo. Por outro lado, ainda na reunião com os governadores, a chefe do Executivo estadual afirmou que "houve muito tumulto e descoordenação ao longo do período da pandemia.

Sem lockdown – Páginas amarelas de Veja, o ministro de Turismo, o pernambucano Gilson Neto, admite que pegou um grande abacaxi, o maior desafio da sua vida pública: “Estou assumindo o Ministério no pior momento possível. Posso prometer trabalho. Mas tudo vai depender de como será a pandemia. Aproveito para fazer um apelo aos governadores: o setor não aguenta outro lockdown. O empresário está com muito medo, não consegue se programar. De repente vem um decreto e põe tudo abaixo”. Gilson Neto mostrou amplo conhecimento do setor que dirige e fez muitos desabafos diante da pouca competitividade do Brasil, principalmente agora em tempos de pandemia.

CURTAS

VERGONHA – Ainda na entrevista, Gilson Neto criticou os que acham que o Brasil não é um grande destino turístico: “Acho que é desconhecimento, especialmente por parte das pessoas de maior poder aquisitivo. Sentir vergonha do Brasil é algo muito forte, porque o Brasil é o país mais bonito do mundo. Quem diz que sente vergonha do Brasil precisa se internar”.

POTENCIAL – Sobre a potencialidade dos Estados e regiões, o ministro disse o seguinte: “A que tem o maior potencial ainda é o Rio de Janeiro. É preciso resolver a questão da violência, outra prioridade do Governo, mas, quando você pensa em turismo na América Latina, a imagem que vem é a do Cristo Redentor. Para o estrangeiro, o Rio é a porta de entrada do Brasil”.

Perguntar não ofende: A vacina vai ser a grande temática das eleições presidenciais?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Miguel Reale Jr defende que PGR peça exame de sanidade mental de Bolsonaro. “Diante de todo esse quadro, o Ministério Público, que tem que salvaguardar o Brasil, poderia pedir o exame de sanidade mental”, diz o jurista em meio ao descaso que vive o Brasil.

marcos

Bens de irmão de Baleia Rossi são bloqueados pela Justiça e MP denuncia entrega de R$ 1 milhão em dinheiro vivo. Seria esse rapaz Baleia Rossi Lula da Silva?

marcos

Diz pro Miguel Reale que vai estocar Vento!

marcos

Lula diz a Odebrecht que os R$ 11 Milhões de Reais que Marisa Letícia deixou, foi uma Merreca, podiam ter botado Mais!

Fernandes

Bolsonaro diz na ONU que se houver queimadas no Brasil, ele quer que R$ 89 mil caiam na conta de sua mulher.



18/01


2021

Editorial analisa manipulação política em torno da vacinação

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi sobre o início da vacinação contra a Covid-19 no País, o risco de manipulação eleitoral que ela carrega e o embate entre o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por conta da vacina. Vale a pena conferir!

O Frente a Frente tem como cabeça de rede a Rádio Hits 103,1 FM, em Jaboatão dos Guararapes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

18/01


2021

Prefeito de Brejo diz que município está pronto para vacinação

O prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora, destacou que o município está preparado para iniciar a campanha de vacinação contra o novo coronavírus. Hoje, o município recebeu mais de 6 mil insumos exclusivos para a campanha de vacinação.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as seringas enviadas pelo Governo do Estado de Pernambuco garantirão a aplicação das doses na primeira etapa da campanha de vacinação. Roberto Asfora reforçou que tem articulado junto ao Governo para que as vacinas estejam disponíveis à toda população do município o quanto antes. “Nosso município está preparado para a vacinação contra esse vírus que vem ceifando vidas em nosso país e no mundo. A Secretaria de Saúde montou a estratégia de atuação e preparou a estrutura para atender a toda população”, afirmou o prefeito.

Neste primeiro momento, serão vacinados:

  • Trabalhadores de Saúde (serviços de urgência, emergência e UTI);
  • Pessoas idosas institucionalizadas;
  • Pessoas com deficiência institucionalizadas;
  • Equipes de vacinação envolvidas com os grupos citados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2021

Avião com vacina contra Covid-19 para PE aterrissa no Recife

Aterrissou, às 19h29 de hoje, no Aeroporto Internacional do Recife, o avião com as primeiras doses da vacina contra a covid-19 para Pernambuco. As informações são do Portal FolhaPE. A aeronave traz 270 mil doses para todo o Estado e partiu de São Paulo, onde fica o Instituto Butantan.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pega o beco marcos dois 2de camaragibe.

marcos

BOMBA...BOMBA...Polícia Federal chega ao final das Investigações sobre repasses do Governo Federal ao Governo da Bahia...vejam o Resultado. Espalhem antes que nos bloqueiem... URGENTE................. Bomba sujeira.......................... Fiscalização da Polícia Federal ... O governador Rui Costa recebeu só num primeiro momento 370.000.000.00 milhões do Governo Federal para o combate à Covid 19 no estado, mas não publicou no portal da transparência, só publicou 45.000.000.00 milhões. Ontem o Presidente publicou no DOU da União e declarou que os Governadores irão ser fiscalizados, e que já foram identificados desvio de milhões na compra de descartáveis pelo Ceará, Amazonas, Maranhão, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais e outros estados do Sul do Nordeste ...TODOS ...JÁ COMEÇOU A CAÇA,..... A Polícia Federal vai pra cima. Só em São Paulo foi 627.000.000.00 milhões o (( DÓRIA )) declarou que recebeu 87.000.000.00 milhões.... E O RESTANTE... A POLÍCIA FEDERAL QUER SABER ONDE ESTÁ O RESTO... O PICO SERÁ EM MARÇO. O PICO SERÁ EM ABRIL. O PICO SERÁ EM MAIO. O PICO SERÁ EM JUNHO. -MANDETTA, GOVERNADORES, PREFEITOS, CONGRESSO, STF E A MÍDIA PODRE ...VÃO PROS QUINTOS...! \"Quer dizer que: - Prenderam todos em casa; - Não deixam vocês trabalharem; - Acabaram com a liberdade de ir e vir de todos nós; - Fizeram acordo com as concessionárias de telefonia para saber onde cada um está; - Estão impedindo que repassem mensagens para mais de uma pessoa pelo WhatsApp; - Soltaram todos que foram presos em segunda instância; Quem não foi solto nesta, estão sendo soltos agora, de corruptos a ladrões de rua; - Estão endividando o país para nos empobrecer de vez; - Estão usando a Cloroquina na rede privada, mas não na rede pública; Estão prendendo os trabalhadores.... - Jornalistas, Parlamentares, Governadores, Prefeitos, Juízes do STF e outros podem falar o que quiserem, menos o Presidente da República, este não! E você, o que está fazendo? Batendo panela? Vendo a Globo e a CNN? Quando é que você vai se dar conta que já roubaram teu emprego, tua liberdade, tua privacidade, teu direito de livre expressão, tua segurança, teu futuro, enfim, já estamos numa ditadura... Basta derrubarem ... O PRESIDENTE Bolsonaro para virarmos uma Venezuela.\" ????Lembro mais uma vez o que disse o Terrorista Zé Dirceu, condenado a mais de 30 anos de prisão: \"NÓS VAMOS TOMAR O PODER, QUE É DIFERENTE DE GANHAR ELEIÇÃO.\" ESTAMOS PERDENDO TUDO, MAS COMO OTÁRIOS, CONTINUAMOS ACEITANDO O QUE A MÍDIA FALA! DESLIGUEM A TV....!!! PARA VIRARMOS VENEZUELA SÓ FALTA A ECONOMIA FALIR.


Jornao O Poder

18/01


2021

No túnel do tempo com Zé Mendonça

Depois da homenagem que fiz, hoje, ao ex-deputado José Mendonça, a Baraúna do Agreste, que se vivo fosse completaria nesta data 85 anos, recebi da minha amiga Andrea Mendonça, uma das herdeiras dele, esta lembrança de um momento de muita alegria. Foi no São João filantrópico da AACD, em 2006.

Ali, ao lado das suas filhas e da jornalista Nádia Ferreira, fumamos mais um cachimbo da paz. Tive uma relação de altos e baixos com o velho cacique, que aceitava todo tipo de provocação na minha coluna, desde que Mendonça Filho, seu xodó, fosse preservado. Agia com o fígado por uma simples notinha fustigando Mendoncinha.

Mas nada que no dia seguinte fosse incapaz de um pedido de perdão. Mendonção era assim mesmo, com uma grande virtude: não fingia nem dissimulava. Era autêntico, transparente e extremamente emotivo.

Faz muita falta!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2021

UFPE terá drive-thru para vacinação contra Covid-19

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) será um dos pontos de vacinação drive-thru do plano de imunização contra a Covid-19 da capital pernambucana, lançado pela Prefeitura do Recife, hoje, em cerimônia transmitida pela internet. Ainda sem data definida, a vacinação via drive-thru terá início no Módulo 2 da 1ª Fase do Plano Vacina Recife, que será iniciado a partir da chegada de novas doses da Coronavac à cidade. Além da UFPE, o Geraldão e o Parque da Macaxeira também terão postos de vacinação drive-thru.

Além desse sistema, a UFPE disponibilizou para o Governo do Estado espaços físicos nos campi Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão para a realização da imunização, além da sala de vacinação que já funciona no Hospital das Clínicas. O hospital-escola da UFPE tem capacidade de vacinar de 1,5 mil a 2 mil pessoas por dia. A Universidade também se propôs a disponibilizar oito ultrafreezers de 728 litros, certificados pela Anvisa, com controle remoto da variação de temperatura, e dez câmaras frias de 572 litros para acondicionamento de vacinas que demandam armazenamento entre 2°C e 8°C, o que totaliza uma capacidade de receber cerca de 1 milhão de doses de vacina contra a Covid-19.

Os equipamentos que a UFPE vai disponibilizar ao Estado, e também ofereceu à União, fazem parte da infraestrutura do Núcleo de Pesquisa em Inovação Terapêutica Suely Galdino (Nupit). Desde o início da pandemia, o Nupit já realizou cerca de 65 mil testes diagnósticos do tipo RT-PCR para 128 municípios pernambucanos.

Dividido em quatro fases, o Plano Vacina Recife planeja a imunização de 160 mil pessoas em sua primeira fase. Desse total, 33,5 mil pessoas serão imunizadas com as primeiras 67 mil doses previstas para chegar hoje à cidade. O público prioritário que será vacinado nessa primeira fase do Plano é composto por trabalhadores da linha de frente do enfrentamento da Covid-19; idosos com 60 anos ou mais que moram em instituições de longa permanência de idosos e trabalhadores dessas instituições; e pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, além de moradores de residências inclusivas. Serão nove centros de vacinação, 65 salas e três drive-thrus em pontos diferentes da cidade, com vacinação agendada a partir do aplicativo Conecta Recife.

MANAUS – A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) disponibilizou 150 leitos, distribuídos em nove hospitais universitários federais do País que integram a rede administrada pela Ebserh para ajudar o estado do Amazonas. O HC vai disponibilizar dez leitos para esses pacientes com Covid-19. Para recebê-los, uma força-tarefa foi montada para redefinir os fluxos, reorganizar as equipes e redistribuir os leitos. Os pacientes de Manaus ficarão internados na enfermaria de Doenças Infecciosas e Parasitária do HC – espaço que passou por requalificação estrutural em julho do ano passado para garantir mais conforto e qualidade para os pacientes e profissionais. A data na qual os dez pacientes de Manaus irão chegar ainda não foi definida.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha