Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

25/01


2021

Sileno abre o poder ao petista Dilson Peixoto

Um dos exponentes do PT em Pernambuco, da tropa de choque do senador Humberto Costa, o secretário de Agricultura, Dilson Peixoto, está limpando as gavetas para passar o cargo ao deputado licenciado Claudiano Martins (PP), mas pelo jeito não está fora do poder.

Apesar do rompimento oficial do PSB com o PT, o que afastou Dilson da pasta, sua filha Maria Luisa Peixoto ganhou um cargo de confiança no gabinete do secretário de Desenvolvimento Social do Estado, Sileno Guedes, conforme portaria abaixo. 

Pelo visto, o fim da aliança PSB-PT no Estado é da boca pra fora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

25/01


2021

Balança de Pernambuco continua deficitária

Considerado o quarto estado em exportação e o segundo em importação do Nordeste, Pernambuco encerrou 2020 com um cenário que já vinha sendo desenhado ao longo daquele ano: vendas estabilizadas para o mercado externo e quedas consideráveis da importação de produtos. A notícia boa, em partes, é que isso gerou uma redução do déficit histórico da balança comercial em 48,2% em relação a 2019, porém esse resultado não é, ainda, capaz de mudar a característica importadora do Estado.  

De acordo com dados compilados pela Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), observa-se que as exportações cresceram 7,2% enquanto que as importações caíram 32,3%, na comparação com 2019. “Embora as exportações tenham crescido, elas ainda não superam o saldo do volume das importações e essa realidade mantém o nosso Estado no quadro deficitário”, explicou o gerente de Relações Industriais da FIEPE, Maurício Laranjeira. Esse cenário acontece porque Pernambuco importa mais do que exporta.   

Segundo ele, a queda das importações ocorreu devido à paralisação pela qual viveu o País durante o isolamento social em razão da pandemia. “Naquele momento, havia uma dificuldade para que a importação acontecesse em sua plenitude por conta das restrições impostas pela própria pandemia”, justificou. Ipojuca, Cabo de Santo Agostinho e Recife foram os municípios que importaram ano passado, em função do Complexo Portuário de Suape e das tradings, instaladas nessas cidades. 

Já as exportações cresceram puxadas pelo aumento da venda de óleos combustíveis, do açúcar e das frutas. A alta só não foi maior porque, do outro lado, setores como o automotivo e o de petróleo sentiram bastante os efeitos da pandemia, com retração de 45% e 23,4%, respectivamente. A comercialização bilateral continuou acontecendo junto a parceiros já conhecidos pelos pernambucanos, que são: Cingapura, Argentina e Estados Unidos.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

25/01


2021

Belo Jardim: Moradores denunciam valor abusivo na conta de luz

O aumento abusivo nas contas da Companhia Energética (Celpe), é a tônica do momento em Belo Jardim, no Agreste. Mesmo mantendo a base de consumo de energia elétrica em suas residências, os moradores estão levando o maior susto quando recebem a fatura.

Um dos clientes, o digital influencer Helton Karter, usou as redes sociais para expressar a sua insatisfação a cobrança da conta. “Indignados com o valor da conta de luz?”, questionou os seus seguidores numa postagem feita em sua conta pessoal no Instagram. 

A seguidora Maressa Nunes, respondeu ao post: “Revoltados. É surreal o absurdo que está vindo nas contas em plena pandemia”. Jackson Brito também interagiu com a publicação. “Tem que fazer uma lareira na sala”, ironizou.

O digital influencer divulgou o valor da conta referente ao consumo do mês de janeiro deste ano, no valor de R$ 702,72. “Eu já comecei o dia assim por que não me entrou ainda pagar R$ 700 reais de luz, minha gente. Eu acho que eu vou lá na Celpe hoje. Não tem condições”, declarou nos stories.

O que diz a Celpe 

O gerente de operações da Celpe no Agreste, Juscelino Amaral, informou que o aumento na fatura se deve a uma coincidência do início do verão no mês de dezembro, com a bandeira tarifária vermelha, que é a mais cara de todas, devido ao estado dos reservatórios para produção de energia elétrica. “Independente se a gente mantém um padrão de consumo de energia elétrica, alguns equipamentos aumentam o consumo de forma automática, como por exemplo, geladeira e ar-condicionado. Vários fatores causaram um impacto. O consumidor sentiu esse aumento, mas isso tudo é fruto dessa coincidência”, destacou.

O gerente de operações também informou que a definição da bandeira tarifária é regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/01


2021

Mourão diz que Pazuello faz trabalho competente

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, hoje, que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, faz um trabalho "meticuloso" e "competente" à frente da pasta. Mourão também disse que é favorável ao pedido de abertura de inquérito para investigar a conduta do ministro diante do colapso da saúde pública em Manaus. Para o vice, a investigação vai esclarecer "o que de fato aconteceu"

O pedido do inquérito foi feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, ao Supremo Tribunal Federal (STF) no último sábado. Nos últimos dias, diante da explosão dos casos de Covid-19, as unidades de saúde de Manaus ficaram superlotadas e chegou a faltar oxigênio para atender os pacientes. Houve também disparada no número de mortes.

"Uma vez que existe muito disse-me-disse a respeito disso, acho que a melhor linha de ação é que se chegue à conclusão do que aconteceu. Eu, pelo o que tenho acompanhado do trabalho do ministro Pazuello, sei que ele tem feito um trabalho meticuloso e de forma honesta e competente. Então, que se investigue e que se chegue à conclusão do que aconteceu na realidade", disse Mourão em entrevista no Palácio do Planalto.

No mesmo dia do pedido de abertura do inquérito, Pazuello chegou a Manaus, junto com um carregamento de doses da vacina. De acordo com a assessoria da pasta, o ministro ficará no no Amazonas pelo "tempo que for necessário".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/01


2021

TCE realiza evento com gestores municipais

O Tribunal de Contas de Pernambuco realiza, entre os dias 3 e 5 de fevereiro, das 9h às 12h30, o V Seminário para os Novos Gestores Municipais, que será transmitido pelo canal TV Escola TCE-PE, no YouTube.

O objetivo do evento, cujo tema é "Gestão Pública Responsável, Eficiente e de Transformação Social", é promover um debate com prefeitos, presidentes de câmaras municipais e assessores sobre temas de relevância na gestão pública, além de orientações, esclarecimentos de dúvidas e apresentação de cursos. Os interessados podem se inscrever aqui.

A programação do dia 3 de fevereiro, que contará com o conselheiro Ranilson Ramos como mediador, se inicia com a palestra “Vacinas para uma Boa Gestão e Superação de Crises”, a ser ministrada pelo conselheiro Valdecir Pascoal, seguida da apresentação “Medidas de urgência no âmbito do Controle Externo”, pelo conselheiro Carlos Neves. Nesse primeiro dia, a procuradora-geral do Ministério Público de Contas, Germana Laureano, também fará uma palestra sobre “Orientações e Responsabilização dos Agentes Públicos na Qualidade de Prefeito e de Gestor Municipal”.

O segundo dia de evento, sob mediação da conselheira Teresa Duere, terá as palestras “Índice de Transparência dos Municípios Pernambucanos - ITMpe”, apresentada pelo auditor de controle externo Gustavo Diniz, e “Alfabetização e Educação Infantil no Estado”, com os servidores do TCE João Robalinho e Elmar Pessoa, e o presidente da seccional Pernambuco da Undime, Natanael José da Silva. Ainda no mesmo dia, o servidor do Núcleo de Engenharia, Pedro Teixeira, falará sobre a eliminação dos lixões no Estado.

No último dia de programação, os novos gestores conhecerão os cursos e eventos disponíveis na Escola de Contas Públicas do TCE para os gestores públicos. Na mesma manhã, a coordenadora de Controle Externo do Tribunal, Adriana Arantes, e o coordenador adjunto, Fábio Pedrosa, vão falar sobre “A Prestação de Contas e demais obrigações perante o TCE-PE”. O conselheiro Marcos Loreto fará a mediação nesse dia.

A programação conta, ainda, com apresentações sobre o processo orçamentário municipal, o limite de gastos no Legislativo Municipal, a remuneração de vereadores, entre outras. Ao final das apresentações, os participantes poderão fazer perguntas aos palestrantes.

O seminário, que terá tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), será encerrado pelo presidente do TCE, Dirceu Rodolfo de Melo Júnior. 

O evento será fechado para as pessoas inscritas e haverá emissão de certificado, mediante solicitação, para quem participar do evento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

25/01


2021

Associação de agricultores realiza eleição da nova diretoria

Pelo menos 400 pessoas da comunidade da Tapera, na área ribeirinha de Petrolina, vão escolher, no próximo dia 30, a nova mesa diretora da Associação dos Agricultores Familiares do Sítio Bebedourozinho. O pleito, que define os representantes do povoado pelos próximos quatro anos, deve ocorrer das 13h às 17h.

Criada há 10 anos, a associação tem como objetivo defender a participação da comunidade em programas dos governos voltados à Agricultura Familiar. Nesse período, a entidade conseguiu entrar no projeto de criação de galinhas caipiras para o governo estadual e acessar o Programa de Aquisição Alimentar (PAA) do município, vendendo também legumes e hortaliças produzidos pela comunidade.

Apenas uma chapa, encabeçada por Leandro de Souza Martins e Maria dos Santos Pinto Santiago, concorre à presidência e vice-presidência da associação, respectivamente. A votação ocorrerá na casa da agricultora Socorro Pinto, que tem cedido espaço para as reuniões ordinárias da instituição. O Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf) deve conduzir o processo eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/01


2021

Jornais mantêm circulação nos primeiros anos de Bolsonaro

Poder360

A história dos grandes jornais diários brasileiros durante os 2 primeiros anos de mandato de Jair Bolsonaro (2019 e 2020) é de sobrevivência. Passados 24 meses, 10 dos principais veículos do país conseguiram juntos manter sua circulação, quando se somam os exemplares pagos impressos e digitais.

Em dezembro de 2018, a circulação total (impressa e digital) desses 10 jornais tradicionais era de 1.444.104 exemplares. Em dezembro de 2020, segundo o  IVC (Instituto Verificador de Comunicação), o número foi de 1.428.073. Uma queda ínfima de 1,1%, que pode ser entendida como estabilidade.

Para esta reportagem a respeito do setor de mídia, o Poder360 selecionou estes 10 veículos: Folha de S.Paulo, O Globo, O Estado de S.Paulo, Super Notícia (MG), Zero Hora (RS), Valor Econômico, Correio Braziliense (DF), Estado de Minas, A Tarde (BA) e O Povo (CE).

Cabe destacar que, quando analisados separadamente, esses 10 veículos contam histórias diferentes nos 2 primeiros anos do governo Bolsonaro. Folha, Globo, Valor e A Tarde tiveram desempenhos positivos em suas tiragens pagas. Os demais enfrentaram uma queda global de circulação. Clique aqui e leia a matéria completa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Eduardo

Leio o seu blog diariamente. Minha fonte preferida de informação depois que encerrei minha assinatura no JC. E tenho um pedido a fazer: reveja o título da reportagem sobre os jornais extraídos do PODER 360. Como um bom analista você sabe das estratégia da Folha de distribuir assinatura grátis a diversas categorias para \"simular\" assinantes. O correto seria: Os JORNAIS TRADICIONAIS QUEBRARAM TODOS. Quais as novas estratégias? O seu blog e uma delas.


Jornao O Poder

25/01


2021

Estados pedem auxílio emergencial ao Congresso

Secretários da Fazenda de 18 estados brasileiros enviaram carta ao Congresso Nacional em que defendem a prorrogação do pagamento do auxílio emergencial no Brasil. Este benefício foi suspenso em 31 de dezembro. As informações são do Blog do Riella.

Os secretários pedem também a prorrogação do estado de calamidade pública e do orçamento de guerra por seis meses. Querem ainda a suspensão do pagamento de precatórios, além da manutenção da suspensão dos pagamentos de amortização e juros à União.

Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul (além do DF) não referendaram esta carta. A Câmara dos Deputados e o Senado elegem suas novas Mesas no início da próxima semana, quando retomam os trabalhos legislativos.

O documento ao Congresso é assinado por: Piauí, Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha