Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

07/05


2008

Pedido de Loreto adia votação do caso dos delegados

 Um pedido de vistas do conselheiro Marcos Loreto adiou para a próxima quarta-feira a decisão do Tribunal de Contas sobre o concurso para delegado de polícia, ora em fase de execução por parte do Governo do Estado.

Mês passado, o TCE aprovou Medida Cautelar recomendando à Secretaria Estadual de Administração que se abstivesse de nomear os concursados enquanto a Corte não se pronunciasse oficialmente sobre a legalidade do Edital, contra o qual foram feitos diversos questionamentos na Ouvidoria do órgão.

O procurador geral do Estado, Tadeu Alencar, questionou a decisão do TCE e o caso foi levado ontem a julgamento pela conselheira Teresa Duere.

Segundo ela, o único interesse do TCE neste caso é com a legalidade do Edital e a segurança jurídica dos concursados. ''Tive e tenho, como cidadã, as mesmas preocupações do Governo do Estado com a segurança pública. Mas, na condição de relatora deste caso, a nossa preocupação é que os delegados concursados tenham um ingresso seguro na carreira. Nossa atuação é preventiva e também de legalidade'', afirmou Teresa Duere.

Conforme adiantou na semana passada, a inclinação dela é pela manutenção da Medida Cautelar até que a Secretaria de Administração convoque para fazer a segunda etapa do concurso (aulas na Academia de Polícia Civil) todos os candidatos aprovados na primeira fase e não apenas os 165 primeiros colocados, o que corresponde, exatamente, ao número de vagas.

Segundo ela, o Edital é claro a esse respeito: a nota será atribuída com base na média aritmética das duas fases, de onde se deduz que todos os candidatos que foram aprovados na primeira têm o direito de fazer a segunda. Chamar apenas os 165 primeiros colocados, na opinião da conselheira, equivale a fazer uma pré-nomeação, pois significa que cada candidato está concorrendo com ele mesmo.

O procurador Tadeu Alencar fez a defesa oral do Governo do Estado, mas antes que o caso fosse a julgamento o conselheiro Marcos Loreto pediu vistas ao processo. Loreto explicou que a sua atitude não tem finalidade ''procrastinatória'' e visa tão-somente a uma análise mais aprofundada das peças do processo para ter condições de proferir o voto.

O presidente Severino Otávio, ao conceder as vistas, disse que é dever do Tribunal de Contas zelar pelo interesse público e, também, pela legalidade admnistrativa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

07/05


2008

Gilmar representa o MPCO na reunião de Surubim

 O procurador Gilmar Severino de Lima representou o TCE, ontem, em Surubim, na reunião conjunta com o Ministério Público, para o acerto de detalhes da "Operação Eleições". Foi a terceira reunião conjunta das duas instituições para combinarem a ação preventiva que será desenvolvida no Estado com vistas ao combate à utilização de recursos públicos com finalidade eleitoral.

Na primeira, em Caruaru, o Ministério Público de Contas foi representado pelo procurador Ricardo Alexandre. Na segunda, anteontem, de manhã, na sede das Inspetorias Metropolitanas, no bairro das Graças, o órgão se fez representar pelos procuradores Dirceu Rodolfo de Melo Júnior e Maria Nilda da Silva. E, ontem, em Surubim, por Gilmar Severino de Lima. Na quarta reunião conjunta, em Salgueiro, no próximo dia 20, o MPCO será representado pelo procurador Paulo Roberto e na quinta, dia 21, em Arcoverde, pelo procurador Gustavo Massa. A idéia do procurador geral é que todos os procuradores tenham acesso a essas reuniões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

07/05


2008

Promotor suspeita de crime eleitoral em Petrolina

O Ministério Público e a Polícia Militar flagraram na noite de ontem (6), dois ônibus levando moradores da zona rural de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, até o centro do município para regularizar o título de eleitor.

O primeiro transporte coletivo foi abordado no centro da cidade, depois que o promotor eleitoral Gustavo Tourinho recebeu denúncia anônima de que cabos eleitorais estariam arregimentando eleitores para tirar o título ou transferir o domicílio eleitoral.

“Esse pessoal foi arregimentado por determinado cabo eleitoral, prestando interesse a algum candidato daqui de Petrolina”, disse o promotor. (Do portal pe360graus)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/05


2008

PSB lança candidato a prefeito de Serra Talhada

O presidente do Diretório Municipal do PSB de Serra Talhada, Milton Coelho, lançou o nome do vereador socialista Ronaldo Melo para disputar a Prefeitura local. Em seguida, justificou a importância política e sócio-econômica do município na Região e argumentou que, ao eleger um prefeito do PSB, Serra Talhada antecipará seu futuro desenvolvimentista.

 

O lançamento da pré-candidatura ocorreu durante concorrida solenidade de posse da Diretoria Executiva do PSB, no auditório da Câmara Municipal, na manhã do último sábado (3).

 

Os prefeitos socialistas Adelmo Moura (de Itapetim) e Anchieta Patriota (de Carnaíba) apoiaram publicamente a pré-candidatura de Ronaldo Melo, enquanto o secretário de Agricultura Ângelo Ferreira enfatizou que Serra Talhada vive uma nova e importante fase política, a partir do lançamento do pré-candidato socialista.

 

“Aqui existem outras forças políticas, mas Ronaldo Melo vai surpreender pelo seu trabalho, sua juventude e vamos estar aqui com todos os companheiros para vencer essa eleição”, destacou o secretário.

 

Por sua vez, o deputado federal Gonzaga Patriota disse ver a “candidatura de Ronaldo Melo com todas as condições de ganhar as eleições de Serra Talhada, mesmo contra duas forças políticas do município”, e que o candidato do PSB “terá todo meu apoio para sair vencedor das urnas este ano”.

 

O vereador Ronaldo Melo disse que o PSB de Serra Talhada se encontra reestruturado e muito forte. “Além disso, como homem de partido não posso deixar de aceitar este chamamento do PSB, até porque estamos preparados para administrar o município”, ressaltou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ZONA 71, SEÇÃO 10

João vai cuidar da sua depressão que é melhor... ñ conheço vc com voto em canto nenhum...

joao daniel neto

Paulo,que fez Lex Luthor(dudu) governador infelizmente foi Inocêncio,e Lex não tem voto no interior,assim como Inocêncio não tem voto na capital,então se a eleição de Serra tiver 3 ou mais candidatos não precisa nem eu dizer quem será o prefeito...

joao daniel neto

Acompanho as eleições municipais desde 82,quando tem mais de 2 candidatos o grupo de Inocêncio ganha com facilidade,quando só tem 2 o grupo de Augusto Cesar ganha,sempre foi assim pode pesquisar...Ou seja nunca uma 3 via passou de 5mil votos...

joao daniel neto

Olha Paulo com certeza o Ronaldo é um bom nome para nossa cidade,assim como o Dr Fonseca,pois não tem rejeição ainda,mas temos que ser realistas,os 2 grupos tem voto Augusto e Inocêncio se não se aliar a eles,não ganham...

paulo ferraz

joao vale frizar que a candidatura agora tem o apoio do governador



07/05


2008

Oposição reclama das ações do Pacto pela Vida

 Às vésperas das comemorações do primeiro ano do Pacto pela Vida – um dos mais importantes programas da gestão do governador Eduardo Campos (PSB) – a oposição na Assembléia Legislativa empenhou-se ao máximo para pôr água no chope da festa prometida pelo Palácio – se é que se pode festejar a tímida redução da violência.

 

Para o líder da oposição, Pedro Eurico (PSDB), não há motivos para comemorações, porque “não houve cumprimento das metas e a violência é a realidade das ruas”. Terezinha Nunes (PSDB) e Ciro Coelho (DEM) botaram ainda mais gasolina da fogueira das críticas, enquanto Maviael Cavalcanti (DEM) cobrou providências diante da desafagem no número de delegados no interior do Estado.

 

Coube ao líder governista, Isaltino Nascimento (PT) assumir o papel de bombeiro em defesa do programa. Bateu na velha tecla da “herança” e debulhou o rosário dos méritos: o competente serviço de inteligência policial, a criação de novos batalhões, a renovação da frota das polícias, as prisões de grupos de extermínio. Isaltino não esqueceu os concursos e contratações de novos policiais na defesa da gestão Eduardo Campos. Em reforço, ocuparam o microfone de apartes também os deputados Geraldo Coelho (PTB), Airinho e João Fernando Coutinho e Soldado Moisés (os três do PSB) e Esmeraldo Santos (PR).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Kigrer

A equivocada insistência de ter delegado federal comandando polícia local, é evidente... o modelo administrativo implantado em Pernambuco demonstra sobejamente que algo deve ser feito... A SDS foi uma tentativa aceitável, porém, se mostrou desarticulada com o resto da tropa...

milton tenorio pinto junior

Eduardo deveria fazer como Lula: convocar politicos de outros partidos, como Jobim, Mucio , Roseana Sarney. Esse pessoal do PT não tem competencia pra nada. Só pra mentir e quebrar sigilo fiscal de caseiro.

milton tenorio pinto junior

correção:..ao escolher.

milton tenorio pinto junior

...Como deputado sempre foi mediocre, e como lider pior. As vezes penso que Eduardo desampredeu politica ou escolher um despreparado desse nivel.

milton tenorio pinto junior

A competencia do pacto pela vida é igual a do Dep. Isaltino. Instituir o Dia Estadual do Torcedor Rubro Negro é de uma incompetencia, despreparo sem tamanho.


Banco de Alimentos

07/05


2008

Prefeito de Garanhuns aciona jornalista na Justiça

O prefeito de Garanhuns Luiz Carlos de Oliveira (foto) está processando o jornalista Fernando Rodolfo na 1ª Vara Cível. Por ocasião da primeira audiência realizada no fim da manhã de hoje (7), o prefeito chegou ao Fórum acompanhado do vice-prefeito Almir Penaforte e de praticamente todos os secretários, além de um advogado contratado no Recife.

Para o jornalista, essa foi uma tentativa do prefeito de mostrar ao juiz poder e prestígio. Mas a estratégia não deu resultado porque o magistrado mandou que os auxiliares do prefeito se retirassem da sala e que permanecessem apenas as partes.

“Prepotente, o prefeito foi logo dizendo que não queria acordo e a audiência acabou sendo suspensa pelo magistrado”, comentou Fernando Rodolfo. O jornalista salientou que “o prefeito me processou porque não aceita que eu seja independente na minha profissão e quer me calar de todo jeito. Como não conseguiu, resolveu entrar na Justiça”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

que fez essa coisa MALDITA Prefeito de Garanhuns. Xo Luiz Lalau( Carlos ) e Zé Bobinho ( Da Luz). Garanhus tá com um futuro mt promissor com esses canidadtos.É de dar pena com essa cambada de marginal e asaltantes dos R$ público..............

marcos

LUIZ MALVADEZA( CARLOS ), vc devia ter um pouco de UMILDADE, e ver q vc é uma LASTIMA pra essa cidade. Pois a unica coisa q falta é vc virar PISTOLEIRO ainda. Esse cidadão com uma carinha de inocente, está dando aula de MALANDRAGEM em Adinistra com TRAMBIQUE de toda especié, o culpado é Silvino



07/05


2008

Suposto dossiê pode ser enterrado, diz Romero Jucá

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (foto), do PMDB de Roraima, elogiou a postura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, na Comissão de Infra-Estrutura, e considera que o assunto do suposto dossiê com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pode ser enterrado.

''A ministra é tão vítima do vazamento quanto qualquer outra pessoa. A partir de agora temos que esperar os resultados da investigações da Polícia Federal e da sindicância interna da Casa Civil'', disse Jucá.

Para o senador, Dilma prestou informações técnicas possíveis sobre o banco de dados organizado pela Casa Civil e o governo tem todo o interessse em esclarecer a questão do vazamento. ''Nem ministra, nem governo tem nada a esconder. Esse assunto no Senado se esgota e vamos aguardar a investigação'', reafirmou.

Jucá considerou que Dilma estava bem preparada para o debate e que mostrou equilíbrio emocional e político. (Agência estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

QUANDO SÃO ERROS DELES E FICAM COM VAREIS HISTÓRIAS PARA SE JUSTIFICAREM EXPLICA MAS NÃO JUSTIFICA ESTE É O TERMO APARECE ESTE PUXA SACO DO GOV.O JUCÁ QUERENDO ENTERRAR O DORSSIÊ.COMO ROLA DINHEIRO PARA ESTES DEFENSORES.

milton tenorio pinto junior

Suposto é a vovozinha!


Jornao O Poder

07/05


2008

Vereadores de Campina querem afastar prefeito

Suetoni Souto Maior - Agência Nordeste

 Os vereadores de Campina Grande aprovaram a criação de uma Comissão Processante da Câmara Municipal para investigar denúncias de irregularidades na Prefeitura da cidade, localizada a 120 km de João Pessoa. Os trabalhos serão presididos pelo vereador João Dantas (PTN.

A Comissão terá cinco dias para notificar o prefeito Veneziano Vital do Rêgo (foto), do PMDB, que poderá ser afastado do cargo por 90 dias, para evitar prejuízos às investigações.

As denúncias que serão investigadas dizem respeito às suspeitas de emissão de notas frias pela administração municipal e fraudes em licitações. O caso também está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/05


2008

Gabeira não usará tempo de exílio para aposentadoria

 O deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ) retirou o pedido que havia feito para somar a sua aposentadoria o tempo em que ficou no exílio, durante parte do período da Ditadura Militar (1964-1985) no Brasil.

O pedido do parlamentar fluminense havia sido feito em 2003, mas só agora julgado pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça. ''Não preciso mais, nem vou mais me aposentar'', assinalou.

De acordo com Gabeira, este assunto só foi divulgado para o grande público neste ano para prejudicar a sua carreira política, já que ele deve ser candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro nas eleições de outubro. Do Diário do Grande ABC.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao daniel neto

Já sei vai querer usar as horas de canecagem...