Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

08/05


2008

Agripino diz que Dilma se vitimizou em depoimento

O senador José Agripino (foto), do DEM-RN, reagiu nesta quinta-feira às críticas à sua conduta no depoimento da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Comissão de Infra-Estrutura do Senado.

O senador disse que Dilma adotou postura de "vítima", conseguindo transformar em "emoção" palavras que não tinham como objetivo constrangê-la perante a comissão.

"Acho que fui mal interpretado. Houve uma emocionalização da minha pergunta porque a ministra foi esperta e conseguiu vitimizar-se. Ela com esperteza política e com o uso da emoção conseguiu se vitimizar usando um argumento que não era o da minha pergunta", afirmou.  (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Roberto Leite Muniz

Tenha a santa paciência e cale-se pelo menos enquanto nos lembrar-mos das tolice que voce fez. Tem que se enquadrar urgentemente.

Raimundo Eleno dos Santos

AgRiPiNo, O IDIOTA.

Garanhuense

Esse agripino é muito cara de pau mesmo. Quer a todo custo justificar a merda q fez. Oleo de peroba nele...


O Jornal do Poder

08/05


2008

Senador cobra freio para "uso eleitoral do PAC"

Márcio Vinícius - Agência Nordeste

A seqüência de viagens do presidente Lula País afora para inaugurar obas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) voltou a ser atacada pelo Congresso. O senador Jarbas Vasconcelos (foto), do PMDB-PE, afirmou que Lula utiliza o PAC como instrumento de campanha política.

Jarbas endureceu o discurso e cobrou que a Justiça Eleitoral se posicione e, se necessário, enquadre o presidente e seus ministros, que transformam o programa em um "palanque eleitoral". O peemedebista disse que Lula, ao visitar Pernambuco e Amazonas, deixou claro o uso eleitoreiro do PAC ao avisar à oposição que iria fazer seu sucessor na Presidência da República.

Para Jarbas, as viagens do PAC fazem parte de uma estratégia de Lula para eleger seu sucessor e, em curto prazo, prefeitos e vereadores em todos os municípios brasileiros. "Se isso não é campanha eleitoral, não sei mais o que é campanha eleitoral", afirmou Jarbas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

Sérgio Guerra estará atiçando Jarbas contra Lula e Eduardo...Será ?

Pedro Batista Filho

Esse senador, rei do marketing, usou e abusou da mídia local, totalmente a seu favor(Até hoje) e ainda tem a cara de pau de fazer críticas ao presidente. Parodiando o inútil Rei da Espanha "Por não te calas Senador"

joao daniel neto

Se trancar o Grangeiro numa sala com Jarbas ele morre,que raiva é essa macho?

Garanhuense

Jarbas esta perdido!!! Defiinitivamente perdeu o bonde da história

stefano

Ele não tem competênia para presidir nada.


Abreu no Zap

08/05


2008

Bancos pagarão caro pelos salários da Câmara

A Câmara dos Deputados assinou hoje (8) um contrato com o Banco do Brasil e com a Caixa Econômica Federal (CEF) formalizando a "venda" da folha de pagamento dos funcionários e dos deputados, de R$ 1,8 bilhão por ano. O contrato prevê que os dois bancos terão a exclusividade de ficar com as contas dos salários da Casa pelos próximos cinco anos.

 

A "venda" da folha de pagamento renderá à Câmara R$ 220 milhões. O Banco do Brasil pagará R$ 187 milhões e a CEF, R$ 33 milhões. No entanto, de acordo com resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN), a partir de janeiro de 2012 todos os trabalhadores, inclusive os da Câmara, poderão escolher em que banco querem receber seu salário. (Último Segundo)

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/05


2008

Governo criar mais cartões corporativos

O governo federal vai encerrar até julho o uso das chamadas contas tipo B utilizadas para despesas de servidores e transformá-las em cartões corporativos, disse nesta quinta-feira o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (foto).

Ele defendeu que Estados e municípios também terminem com o uso desse mecanismo em que os servidores se utilizam de cheques bancários para realizar despesas emergenciais com materiais e serviços.

Os gastos nas três esferas de poder alcançam 1 bilhão de reais, sem o devido controle de irregularidades.

"Nós queremos 100 por centro de trasparência e as contas tipo B são zero de transparência. Contas tipo B são do século anterior", disse Bernardo a jornalistas no Congresso. (Agência Reuters Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Os cartões corporativos, uma da boas coisas criadas pelo governo FHC, deve ser ampliado sim, pela maior facilidade de fiscalização, qualquer opinião contrária é pura falta de informação ou má fé.

S. C. B. M.

É IMPRESSIONANTE COMO ESTE GOV.AGE COM A MAIOR NATURALIDADE EM FAZER DE CONTA Q NADA ACONTESE DE IRREGULAR COM O USO DESTES CARTÕES ;E AINDA CRIA MAIS.ELE ZOMBA COM NOS Q PAGAMOS IMPOSTOS,NOS RIDICULARIZA COM PROPAGANDAS ENGANOSAS;NUNCA SE FEZ TANTO NESTE PAIS COMO ESTE GOV..AINDA TEM QUEM O DEFENDA



08/05


2008

Jarbas acusa Dilma de mentir e Lula de saudar ditadura

 O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) usou a tribuna do Senado, nesta quinta-feira, para repercutir o depoimento da ministra Dilma Rousseff no Congresso Nacional. Para ele, o senador Agripino Maia (DEM-RN) foi infeliz ao lembrar que a ex-militante de esquerda mentiu enquanto esteve presa e era vítima de tortura, na época da ditadura. O ex-governador de Pernambuco, no entanto, acredita que a petista mentiu novamente em seu depoimento e que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mudou seu conceito sobre a ditadura militar. Criticando a falta de organização da oposição no Senado, o peemedebista disse que por conta disso decidiu não comparecer ao depoimento.

''Tivemos, inclusive, a infelicidade de um dos nossos membros fazer uma pergunta inadequada, inoportuna, que não deveria ter sido feita. A ministra respondeu o que deveria, sobretudo por ser uma pessoa que sofreu perseguição, prisão e tortura pelo Regime Militar. A resposta dela não poderia ser outra, inclusive, hoje, com o respaldo e o reconhecimento dos formadores de opinião pública do Brasil'', reconheceu Jarbas.

M
as ele não poupou críticas a Dilma Rousseff, possível candidata do PT à Presidência da República em 2010. ''A ministra não desmentiu até hoje um encontro que teve em São Paulo, com empresários, onde se referiu ao dossiê, dizendo que ''a oposição se comportasse, que o FHC se comportasse porque ela possuía em mão provas de comportamento inconveniente do Governo em relação aos cartões corporativos e outras coisas''. Falou em dossiê claramente'', citou Jarbas. 

O peemedebista completou: ''O Governo tem ojeriza à verdade, não gosta da verdade, e a ministra, ontem, que tanto falou aqui, também não é nenhuma amante da verdade. Ela se esquivou de dizer, porque negou, nunca esclareceu, sobre o tal do dossiê a que se referiu lá em São Paulo, para empresários, com aquela sua prepotência, com aquela sua arrogância''.

Lula também entrou na mira do senador, que lembrou que o presidente da República tem elogiado, ''reiteradamente'', o Regime Militar e os ditadores. ''Desde a tomada do poder, sabe-se que o golpe de 1964 foi uma insubordinação militar que afrontou a ordem jurídica e democrática do País. Ele vivia numa fábrica e talvez não tivesse a dimensão para ver isso. E, vez por outra, inclusive nesta semana, ele tem não somente se utilizado de slogans, de princípios adotados pela ditadura militar, que infelicitou o País, como também tem enaltecido as qualidades daqueles que torturaram estupidamente a sua ministra da Casa Civil''.(Agência Nordeste)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

Quando governador Vasconcelos tratou o lulismo com bolo souza-leão e outros mimos...Agora esse surto oposicionista soa oportunista... Hipócrita !

Pedro Batista Filho

Os ataques constantes do Senador raivoso ao presidente |Lula, mostram além da sua inveja mortal a vontade de rotular-se como o "Anti-Lula", achando ele q isso irá beneficia-lo de alguma forma. Aconselho o senador procurar outro caminho, pois este é o da perdição.

joao daniel neto

vixe como o povo tá educado...

joao daniel neto

nós

joao daniel neto

Jarbas tem que ser eterno em Pernambuco,foi o melhor governador que nos comerciantes tivemos...


Banco de Alimentos

08/05


2008

Inaugurações do PAC são fio da navalha, diz ministro

O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto (foto), disse que a inauguração de obras em ano eleitoral "é um fio de navalha".

Indagado se as inaugurações das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva representariam comício antecipado, o ministro frisou que a linha que separa o legal do ilegal é muito tênue. "Esse tema é um fio de navalha porque a linha que separa o legal do ilegal é muito tênue", ressaltou.

Ele disse acreditar que o tema será alvo de discussões na corte eleitoral. Mas fez questão de não antecipar seu posicionamento. (ABC Politiko)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Nem deveria. Com certeza ele não é o boquiroto Marco Aurélio Mello.



08/05


2008

Justiça manda fechar ONG de amigo de Lula

A Justiça determinou que seja extinta a Associação para Projetos de Combate à Fome (Ágora), ONG de Mauro Dutra, amigo do presidente Lula. O juiz Aiston Henrique de Sousa, da 6ª Vara Cível de Brasília, tomou a decisão terça-feira (6), numa ação de dissolução de sociedade proposta pelo Ministério Público do Distrito Federal (MPDF).

A entidade também foi responsabilizada pelo sumiço de R$ 1 milhão do Ministério do Trabalho, caso que lhe rendeu um procedimento administrativo na Procuradoria da República no Distrito Federal.

Segundo os promotores do MPDF, a Ágora descumpriu a legislação do terceiro setor ao remunerar seus diretores, emitir R$ 887 mil em notas fiscais frias e fugir de seus objetivos estatutários. O objetivo da entidade era apenas promover estudos e projetos para combater a fome até 1997. (Do Congresso em Foco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

É COMO DIZ O MATUTO, SÃO TODOS DA MESMA PANELA.CALCULEM A QUANTOS DESTA TURMA TEM NO BRASIL A FORA.


Jornao O Poder

08/05


2008

Câmara enterra auxílio-defunto para deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (foto), do PT-SP, anunciou hoje (8) que a Mesa Diretora da Casa arquivou o projeto que instituía o auxílio-funeral, uma verba extra de R$ 16.500 para a família de deputados falecidos.

A proposta destinava cota para o ressarcimento à família dos gastos efetuados com o enterro a ainda abria a possibilidade de a Câmara bancar as despesas funerárias até mesmo de ex-deputados.

Magistrados e membros do Ministério Público procurados pelo Congresso em Foco criticaram o projeto de resolução da Câmara que cria o auxílio-funeral. Na terça-feira desta semana, Chinaglia chegou a admitir que assinou o auxílio-funeral sem ler o projeto


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Pesquisa: Vc é a favor do auxilio funeral pago a deputados? Respostas:1-Sim, se ele levar o suplente junto 2-Não, agente carrega a vida inteira e ainda tem q enterrar? 3-Sim, mais pode enterrar vivo? (De José Simão).

Gilberto Carvalho Moura

Lembrei de um samba de Adoniran: "Na praça Clóvis minha carteira foi batida, tinha 20 cruzeiros e o teu retrato, te confesso, francamente, foi barato, prá me livrar do meu atraso de vida". TE APRUMA CHINAGLIA !

Gilberto Carvalho Moura

Com o devido acato e reverência, tem certos tipos de Deputado que R$ 17.000,00 é muito pouco para o prazer de vê-lo vestindo um elegante paletó de madeira. Esse Arlindo mesmo, se quizesse morrer hoje eu bancava um enterro de R$ 20.000,00 prá ele e servia uisque 18 anos.

Raimundo Eleno dos Santos

Nos armazéns de conrtução está faltando picareta. Todos estão em Brasília.



08/05


2008

Dilma é motivo de orgulho para o país, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou nesta quinta-feira (8) o desempenho da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que depôs ontem na Comissão de Infra-Estrutura do Senado.

O elogio foi feito publicamente durante solenidade de lançamento do Plano Amazônia Sustentável (PAS), na qual estavam presentes ministros, sete governadores e parlamentares, no Palácio do Planalto.

"O que é importante no nosso governo é que a gente não tem medo de debate. Quero lhe parabenizar, Dilma, por sua participação ontem no Senado. Certamente você foi motivo de orgulho para quem junto com você participa do governo e para o povo brasileiro", afirmou o presidente, sendo aplaudido.
 
Dilma reagiu ao comentário de Lula com um sorriso. Antes ela havia recebido elogios do colega e ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), que foi o primeiro a discursar na solenidade. (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Quem assistiu o depoimento da ministra na integra com imparcialidade e sem paixão politica, tirou qualquer dúvida quanto a seu carater e competência.Lula está certissimo em fazer elógios já q até oposicionistas o fizeram.

joao daniel neto

bateria

joao daniel neto

Dilma presidente da bataria da escola de samba Salgueiro...

Paulo Kigrer

PUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMMMM!!!

Raimundo Eleno dos Santos

Ontem foi o coroamento da nossa futurra presidente.O DEMO Agripino Maia puxou o côro da sua vitória. VOTO NELA. Muito firme nas suas convicções. Gostei.O Brasil precisa tê-la como presidente.