Lavareda

30/11


2020

Geração e Transmissão da Chesf em alta

A geração e a transmissão de energia elétrica da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) têm sido fundamentais para a segurança do abastecimento elétrico do País, devido à situação de escassez hídrica no Sul e Sudeste, regiões que estão importando energia. “O Nordeste está exportando cerca de 5 mil megawatt (MW) de energia elétrica, principalmente com geração hidráulica da Chesf e com a geração de parques eólicos privados, mas que contam com a transmissão feita pela Companhia”, explicou o diretor de Operação da Chesf, João Henrique Franklin.

Atualmente, segundo João Franklin, 40% da energia gerada no Nordeste é das hidrelétricas da Chesf, outros 40% são gerados pelos parques eólicos e interligados ao Sistema Interligado Nacional (SIN) pelas linhas de transmissão de alta tensão da Empresa e os 20% complementares são de termelétricas e energia solar. “O Nordeste já passou por escassez hídrica e precisou de energia em períodos anteriores”, disse.

João Henrique Franklin voltou a ressaltar a importância do Reservatório de Sobradinho, que encontra-se com 51% de seu volume útil e liberando cerca de 1.700 metros cúbicos por segundo (m³/), o que representa uma situação de segurança hídrica para o Nordeste, tendo em vista que iniciou neste mês o período úmido na Bacia Hidrográfica do São Francisco e a previsão é de chuvas. Ele reafirmou a segurança da Barragem de Sobradinho, rechaçou boatos que circularam na região, e afirmou que todos os treinamentos realizados pela Chesf em suas instalações são feitos com regularidade, previstos em legislação e fiscalizados por órgãos reguladores. “Estamos numa situação de inteira tranquilidade em Sobradinho”, declarou.

O diretor participou, hoje (30), de entrevista no Programa Nossa Voz, da Rádio Grande Rio FM.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

30/11


2020

João promete implantar Crédito Popular no primeiro trimestre

Do G1/PE

Prefeito eleito do Recife, com 56,27% dos votos válidos, João Campos (PSB) afirmou, hoje, que vai implementar o Crédito Popular, uma de suas propostas de campanha, nos primeiros 90 dias de gestão. Campos também disse que, nos quatro anos de mandato, vai aumentar em 50% a área de saneamento na capital pernambucana.

O engenheiro alegou, ainda, que vai destinar 50% dos cargos de liderança para mulheres e que a primeira reunião de transição da equipe ocorre na terça (1º), com o prefeito Geraldo Julio (PSB).

Segundo João, o Crédito Popular busca beneficiar trabalhadores que desejam investir ou já têm algum negócio montado. “Serão R$ 3 mil à disposição de quem quer começar a investir ou já tem algum negócio. A gente vai poder dar acesso também a quem está negativado para receber, com aquele período de carência. Nós vamos fazer no mínimo dez mil operações de crédito dessa por ano”, disse.

O prefeito eleito do Recife também anunciou que vai investir R$ 70 milhões na recuperação de calçadas da cidade e a expansão de 50% da rede de saneamento na capital pernambucana nos próximos quatro anos.

“A gente vai fazer nas áreas mais vulneráveis, as áreas que não são saneadas, não-urbanizadas. E a prefeitura ela vai fazer a ligação hidrossanitária, que muitas vezes tem muitas ruas na cidade que você tem a rede coletora, mas não tem a ligação da casa para a rede. Então a Prefeitura vai ajudar a fazer essa ligação para garantir que o saneamento efetivamente chegue, e a gente vai conseguir com isso, nos próximos quatro anos, expandir em 50% a cobertura na cidade”, afirmou.

A tecnologia, segundo o prefeito eleito, também vai ter vez durante a gestão, seja para o combate à corrupção, a geração de empregos, com a criação de centros de empreendedorismo nas Zonas Sul e Norte e no Centro da Cidade, ou com a comunicação com a gestão.

“O meu compromisso é de não tolerar nenhum ato desse tipo [de corrupção] na nossa gestão. Segundo, é fortalecer os mecanismos de controle interno. [...] Nós vamos fazer com que a Prefeitura do Recife tenha um modelo de gestão, um grande choque de gestão para transformação digital que vai ser referência no Brasil. Isso vai possibilitar que a gente melhore mecanismos de segurança e que a gente otimize, consiga economizar recursos, porque a eficiência deve ser um elemento presente na vida pública”, disse.

Sem adiantar nomes da nova equipe, João afirmou que, mesmo com o partido à frente da gestão municipal por oito anos, vai imprimir sua marca pelos próximos quatro anos e que a prefeitura vai contar com a participação de mulheres em cargos de liderança.

“Fomos a única candidatura que apresentou o compromisso de metade dos cargos de liderança da gestão serem ocupados por mulheres. Nós vamos ter uma ampla participação feminina na nossa gestão, entendendo que isso é mais do que um compromisso simbólico. A gente vai poder trazer a disciplina, o perfeccionismo, a boa qualidade de gestão e de cuidado que é particular das nossas mulheres da nossa cidade”, disse.

Relações políticas

Apesar de ocupar cargos na atual gestão do PSB, o Partido dos Trabalhadores (PT), legenda que disputou o segundo turno com Marília Arraes como candidata, não deve ter espaço no governo de João Campos. “Não vai ter nenhuma indicação política do Partido dos Trabalhadores, nos quatro anos da nossa gestão”, disse.

Sem receber o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a campanha, João Campos também afirmou que o diálogo com o Congresso e com o governo federal é fundamental para desenvolver ações na cidade.

"Não teremos nenhuma dificuldade em dialogar, é importante fazer projetos bem feitos, um diálogo institucional entre a Prefeitura do Recife, o governo federal, os ministérios, para poder mostrar que é possível, sim, fazer parcerias, porque quem precisa são as pessoas que moram na cidade", afirmou.

A respeito do carnaval 2021, indefinido até esta segunda-feira (30), João Campos afirmou que é preciso dialogar com autoridades sanitárias e com o setor cultural.

“Se fosse pelo prefeito, a gente gostaria de ter o maior carnaval em linha reta. Em qualquer alteração a ser feita, a gente vai dialogar com o segmento todo para a gente tomar uma decisão conjunta, de maneira muito serena”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

30/11


2020

Fórum de Desenvolvimento do Semiárido começa quinta-feira

O Fórum de Desenvolvimento do Semiárido 2020 vai acontecer na semana que vem, entre os dias 3 e 5 de dezembro, em Mossoró (RN), com objetivo de promover um amplo debate para fomentar o Plano de Desenvolvimento do Semiárido (PDS). O evento acontecerá no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado Maia e Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa).

A programação do evento conta com a participação de várias autoridades do país, dentre elas, o vice-presidente, Hamilton Mourão, que marcará presença na abertura do Fórum.

O desenvolvimento do PDS está em curso e, com a sua implementação, estima-se que 1 milhão de hectares poderão se beneficiar com a produção irrigada e alta tecnologia, principalmente com a ampliação de fruticultura irrigada podendo gerar anualmente um valor bruto de R$ 70 bilhões, injetando cerca de R$ 10,5 bilhões em impostos e pelo menos três milhões de empregos diretos. Se agregar alta tecnologia e grandes indústrias, a flutuação de mão de obra pode ser ainda maior.

O Fórum irá promover dois dias de debates e discussões sobre os 13 Eixos Temáticos selecionados: Recursos Hídricos, Energia, Agronegócio, Mercado, Relações Exteriores (comércio), Recursos Minerais, Segurança - Jurídica e Fundiária, Educação - Capacitação Turismo, Transporte e Logística, Novas tecnologias e Inovação, Comunicação -TI e Meio Ambiente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

30/11


2020

Armando testa positivo para o coronavírus pela 2ª vez

Ex-senador por Pernambuco, Armando Monteiro testou positivo para o novo coronavírus no último dia 24. Monteiro está clinicamente bem, sendo medicado e acompanhado mais de perto por médicos no Hospital Português, onde foi internado ontem. A medida de internação é preventiva e se deu por se tratar de um paciente que apresenta a doença pela segunda vez.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/11


2020

Abstenção de 30% nas eleições surpreende

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, lamentou o alto índice de abstenção dos eleitores (cerca de 30%), no segundo turno das eleições municipais. As informações são do Blog do Riella.

É um percentual bem maior do que o desejável.

Barroso acha que a pandemia pode ter sido fator determinante para a ausência dos eleitores.

Nas cidades de Rio de Janeiro e Goiânia, os não-votantes “ganharam” dos candidatos eleitos a prefeito, o que surge como um resultado surpreendente e frustrante.

Nas principais cidades, São Paulo e Rio, a abstenção ultrapassou a média de 30%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Osmar Costa Lima

Enquanto estava prestando atenção a quem não foi às urnas, fez de conta que não viu a boca de urna e a compra de votos, pelo PSB. Inocência ou conivência?


Banco de Alimentos

30/11


2020

No Rio, abstenção, brancos e nulos ganharam de Paes

Grande vencedor das eleições de segundo turno, brancos, nulos e abstenções vão entrar para a história. Se no Recife, a soma dos três ingredientes derrotou Marília Arraes, no Rio esse fenômeno foi muito mais cruel: ganhou do prefeito eleito Eduardo Paes.

Já em São Paulo, maior colégio eleitoral do País, bateu um recorde: quase 30% de abstenção. Para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, o grande número de eleitores ausentes das urnas se justifica pelo temor da pandemia do coronavírus. 

Será mesmo ou o povo está de saco cheio de político?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/11


2020

Presidente de seção eleitoral morre após passar mal

Uma mesária que trabalhava como presidente de seção eleitoral morreu, ontem, dia de segundo turno das eleições municipais, no Recife. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) hoje, que apontou que passou mal logo no começo dos trabalhos (veja vídeo acima).

O caso aconteceu por volta das 7h em uma seção localizada na Escola Pintor Lauro Vilares, no bairro do Bongi, na Zona Oeste da cidade. Ainda de acordo com o TRE, agentes da Polícia Militar que estavam no local fizeram o socorro de Ana Cláudia de Souza.

De acordo com o diretor do TRE, Orson Lemos, a filha da presidente de seção também trabalhava como mesária no mesmo colégio, mas em outra seção eleitoral. "A filha dela era secretária da seção ao lado, a mãe era presidente da seção. Então, a filha foi liberada e substituímos elas depois", declarou.

Lemos afirmou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a mulher acabou sendo socorrida por um carro particular até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro do Torrões, na Zona Oeste da cidade, onde faleceu.

"Em Pernambuco eu desconheço outro caso. Já teve caso de passar mal, ficar doente, mas falecer é o primeiro", declarou o diretor do TRE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/11


2020

PT arrastou Marília para o fundo do poço

De todos os fatos relevantes para explicar a derrota de Marília Arraes no Recife, o mais óbvio e incontestável: a rejeição ao PT. A estrela, que brilhou na era Lula, se apagou depois dos escândalos que levaram o próprio Lula ao xadrez.

Dos 57 municípios da disputa em segundo turno, encerrada ontem, o PT só elegeu quatro prefeitos, nenhum de capital: Mauá e Diadema, em São Paulo, e Contagem e Juiz de Fora, em Minas Gerais. 

Perdeu em Vitória, Recife, Caxias do Sul, Guarulhos,  São Gonçalo,  Anápolis, Feira de Santana, Cariacica,  Pelotas, Vitória da Conquista e Santarém.

Não tem candidato à Presidência da República nem potenciais candidatos a governador em nenhum Estado da Federação.

Só falta a missa de réquiem.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Roberto de Lima Barros

O blog do magno é pé frio não elegeu a esposa do dono e nenhum grande aliados.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Não somente o Partido da Trambicagem. A própria candidata que, de maneira arrogante e prepotente, indo contra tudo e todos, se achando a última bolacha do pacote. Inclusive contra seus companheiros de partido onde se daria a eleição. Outra fator que enganou a candidata e seus apoiadores, foram as pesquisas fajutas e interpretadas pelos \"cientistas políticos\" que, ainda não entendi, serem sempre esquerdista. Esquerdistas caviar, é claro O povo já deu seu recado por três vezes. Um grande não aos petralhas, ao Mendonça Filho e ao Armando Monteiro. Vamos aguardar os candidatos para Governador. Será que o Mendonça e o Armando ainda tem cara de pau de sair candidato?



30/11


2020

O grande vencedor: brancos, nulos e abstenções

Detendo-me mais a fundo nos números da eleição no Recife, uma constatação irrefutável: ficou difícil para o eleitor escolher no segundo turno entre João Campos, o prefeito eleito, e Marília Arraes, a derrotada. Se não, vejamos:

Marília perdeu para o somatório dos votos brancos, nulos e abstenções, que totalizaram 363.285 votos, enquanto ela teve apenas 347.029 votos, uma diferença de 16.256 votos.

Já João Campos foi eleito com 445.922, soma superior apenas 82.637 votos da contabilidade dos brancos, nulos e abstenções. Para um colégio de 1.156.000 eleitores, nenhum dos dois dois chegou perto da chamada representativa, que seria de  578.001 votos .


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Mais uma análise incorreta. O eleitor escolheu bem. Primeiríssimo lugar o João Campos com 447.913 votos, em segundo os brancos, nulos e abstenção com 361.285. Em último e terceiro, a Marília candidata do Partido da Trambicagem com 348.126 votos. Partido que tem como seu chefe maior e ídolo o bandido julgado e condenado o Lula ladrão.