Lavareda

23/11


2020

Vice de Marília conversa com ambientalistas

Na manhã de ontem, João Arnaldo (PSOL), candidato a vice-prefeito de Marília Arraes (PT), esteve no Sítio da Trindade, na Zona Norte do Recife. João conversou com representantes do Instituto Casa Amarela Saudável e Sustentável. Dani Portela (PSOL), vereadora eleita do Recife, também compareceu ao encontro.

O grupo de ambientalistas entregou uma carta a João Arnaldo com uma série de apontamentos e reivindicações para o Sítio da Trindade. Um dos pontos apresentados é a criação de um museu com os achados históricos do local. Outras demandas para o espaço, um dos poucos locais públicos com área verde no meio do centro urbano, também foram apresentadas.

O Instituto reclama que há poucos serviços disponíveis utilizando o Sítio como equipamento de promoção da saúde e atividades físicas. O grupo também quer transformar o Sítio da Trindade em um polo de educação ambiental permanente. "É preciso pensar nesse parque do Sítio da Trindade como o coração da Zona Norte, mas integrado às comunidades do entorno, com a população dos morros que cortam o bairro", defendeu Dani Portela.

"A gestão do PSB tem praticado essa política de acabar com os espaços públicos e gerir apenas os que eles criaram. O povo quer uma gestão popular e participava. Essa vontade de mudança tem deixado a atual gestão desesperada", afirmou João Arnaldo.

"Compromisso de luta não é compromisso de eleição. Ganhando ou perdendo a eleição, é preciso defender os espaços para o povo do Recife. Nosso compromisso na Prefeitura, ganhando a eleição, é garantir, na primeira oportunidade, a criação de um conselho gestor no Sítio da Trindade. A prefeitura precisa ser um espaço de escuta para entender qual o melhor uso dos espaços públicos. Uma conversa ampla com a população", argumentou o candidato a vice-prefeito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

23/11


2020

Panfletos contra Marília são distribuídos na porta de igreja

Dois panfleteiros foram flagrados, na noite de ontem, nas proximidades de uma igreja evangélica distribuindo material apócrifo com calúnias contra a candidata a prefeita do Recife pelo PT, Marília Arraes. Em tom apelativo, panfletos traziam a mensagem "Cristão de verdade não vota em Marília Arraes", com uma série de ilações. Chama atenção que folders da campanha de João Campos (PSB) estavam sendo distribuídos em conjunto, com dizeres positivos sobre o prefeiturável: "A esperança que acolhe e transforma".

 

Este tipo de ação contra a candidatura de Marília vem sendo vista com maior intensidade pelo menos desde a quinta-feira passada (19), quando cartazes foram espalhados pela cidade em tom pejorativo e difamatório sobre lideranças do Partido dos Trabalhadores e a candidata a prefeita do Recife pela legenda.

A atitude gerou protestos de nomes conhecidos do PT em Pernambuco, a exemplo da deputada estadual Teresa Leitão: "Hoje foi o dia em que o PSB de João Campos foi para as portas das Igrejas negar o que, certamente, está nos estatutos do partido. Em nome da disputa eleitoral distribuem panfletos com ataques fundamentalistas, misóginos e inverídicos. Carluxo vai contratá-los", disparou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Agora é MARÍLIA 13.

Fernandes

Bolsonaro fez escola.

marcos

Onde está a banda podre do TRE, esse órgão era para ter um quadro próprio de funcionários, Juízes, promotores e desembargadores, fica a mercê desse povo do Estado, ai já sabe, o PSB faz o que quer em PE, não aparece um DESEMBARGADOR para proibir essas FAKE, deve ser muito difícil de descobrir de onde vem, Hoje só tem 2 candidatos, Isso é uma Vergonha, um órgão desse, todas as pessoa que tem poder de decisão, são do Estado. Viva o PSB..................


O Jornal do Poder

23/11


2020

Crivella e Campos jogam sujo para tentar reverter derrota

Por Ricardo Noblat, da revista Veja

É assim por toda parte, aqui e no exterior, quando o fantasma da derrota bate à porta dos candidatos na reta final da campanha. Eles apelam para qualquer coisa, de preferência a mentira, como derradeira arma para impedir a vitória dos adversários.

A seis dias do segundo turno, a disputa em São Paulo parece uma guerra travada por monges piedosos desprovidos de armas letais se comparada com o que ocorre de maneira particularmente dura em pelo menos duas capitais: Rio e Recife.

Campeão nacional de rejeição entre os candidatos a prefeito das maiores cidades do país, Marcelo Crivella (Republicanos) mandou distribuir no fim de semana 1,5 milhão de panfletos impressos em uma gráfica do Rio com pesadas acusações a Eduardo Paes (DEM).

Acusações que, de fato, não passam de fake news. Crivella diz que Paes é a favor da legalização do aborto, da liberação do consumo de drogas e do uso do “kit gay” para educar alunos da rede municipal. “Kit gay” foi invenção de Bolsonaro na eleição de 2018.

A mais recente pesquisa Datafolha conferiu a Paes 71% das intenções de voto contra 29% de Crivella. Só entre os evangélicos, Crivella, bispo da Igreja Universal, ainda vence Paes. O apoio de Bolsonaro será incapaz de salvá-lo de uma derrota humilhante.

Nada indica que uma derrota por diferença gigantesca esteja no radar de qualquer dos candidatos a prefeito do Recife que restaram no páreo – João Campos (PSB), bisneto de Miguel Arraes que governou Pernambuco três vezes, e Marília (PT), neta.

Mas Campos, herdeiro do pai Eduardo, que governou o Estado e morreu em um acidente aéreo em 2014 quando concorria à presidência da República, foi ultrapassado pela prima nas pesquisas e 10 pontos percentuais separam os dois.

A luz vermelha acendeu para Campos. E a saída encontrada por estrategistas de sua campanha foi desqualificar Marília. Na propaganda de televisão, ela foi acusada de ser contra a Bíblia. Em panfletos apócrifos, de ser pau mandado do PT.

A justiça proibiu Campos de questionar a religiosidade de Marília, católica, e que ontem ganhou o apoio de 13 igrejas evangélicas. Quanto à suposta subserviência de Marília ao PT, nada fez nem poderia fazer. É uma acusação política. Ela que se defenda.

O antipetismo no Recife é forte, e nisso Campos joga sua última cartada. Acontece que ele e o PSB sempre foram aliados do PT. Estiveram juntos na campanha por Lula livre e Fernando Haddad presidente. Juntos, ainda governam Pernambuco.

Do primeiro para o segundo turno, Campos não conquistou novos apoios e viu Marília crescer no eleitorado que votou nos candidatos da direita – Mendonça Filho (DEM) e a Delegada Patrícia (Podemos), avalizada por Bolsonaro em live no Facebook.

Esta semana, 3 pesquisas de intenção de voto darão uma ideia de como vai o humor dos recifenses. Ou Marília ampliará a vantagem sobre Campos ou assistiremos, domingo, a uma apuração dramática de votos. A primeira hipótese parece mais provável.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Agora é MARÍLIA 13.


Abreu no Zap

23/11


2020

MPF investiga Paulo por decreto que reduz transparência

O Ministério Público Federal (MPF) instou o Governo do Estado de Pernambuco a prestar esclarecimentos a respeito da edição do Decreto Estadual 49.707/2020. A norma revoga parágrafo do Decreto Estadual 32.539/2008 – que dispõe sobre a modalidade eletrônica de pregão no estado – e dispensa a necessidade de publicação de íntegra do edital de licitação no Diário Oficial. A informação está no site oficial da Procuradoria da República em Pernambuco. 

O documento foi expedido no âmbito de inquérito civil que apura a possível ausência de transparência nos gastos para o combate à covid-19 por parte do estado de Pernambuco e do município do Recife, com recursos vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) e oriundos do Fundo Estadual de Saúde. Os ofícios, assinados pelos procuradores da República em Pernambuco Cláudio Dias e Silvia Regina Pontes Lopes, foram encaminhados ao governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

De acordo com o MPF, a justificativa apresentada para a publicação do Decreto Estadual 49.707 foi a simetria com o Decreto Federal 10.024/2019, que regulamenta o pregão eletrônico na esfera federal e que, conforme alegado, não teria previsto a necessidade do aviso de edital. 

No entanto, os procuradores da República entendem que a Constituição Federal, as normais gerais de licitação e contratos, a legislação federal que disciplina o pregão e o próprio decreto federal consideram imprescindível a publicação em Diário Oficial e no site do órgão ou da entidade promotora da licitação, inclusive no caso de utilização de recursos federais por parte dos estados.

O MPF provoca o governo de Pernambuco para que apresente, no prazo de dez dias, as justificativas fáticas e jurídicas que possibilitaram a edição do Decreto Estadual 49.707/2020. 

Em junho, o MPF ajuizou ação civil pública contra o Estado de Pernambuco, União e três organizações sociais da área de saúde para que seja dada transparência nas despesas realizadas no enfrentamento da pandemia da covid-19 com recursos oriundos do SUS, em observância à Lei de Acesso à Informação (Lei 15.527/2011) e à Lei de Regime Especial da Covid-19 (Lei Federal 13.979/2020).

Também em junho, o MPF, por intermédio do procurador-geral da República, Augusto Aras, encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) ação direta de inconstitucionalidade contra a Lei Complementar 425/2020 do Estado de Pernambuco. A norma trata de procedimentos para contratações necessárias à prevenção e ao combate à pandemia do novo coronavírus no Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/11


2020

Ex-vereador Maré Malta morre vítima de infarto

O policial federal e ex-vereador do Recife Mareval Malta faleceu, na manhã de hoje. Maré, como era conhecido, tinha 49 anos e foi vítima de um infarto durante a madrugada. De acordo com assessoria, Maré dormiu bem na noite anterior, mas não respondeu a esposa que tentou acordá-lo na manhã desta segunda-feira. O policial deixa esposa e dois filhos de 13 e 15 anos. As informações são do JC Online.

De acordo com o sindicato da Polícia Federal, o velório do policial será hoje no Morada da Paz, na Capela VIP, das 14 às 18 horas. A cremação também será no Morada da Paz às 18h30.

Mareval foi vereador suplente do Recife por dois mandatos pelo PSD, sendo o primeiro em 2011 até 2012 e o segundo em 2013 até 2016.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

23/11


2020

Anderson Ferreira reforça apoio à Marília em vídeo

O prefeito reeleito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), publicou, hoje, em suas redes sociais, um vídeo em apoio à candidatura de Marília Arraes (PT) no Recife. Uma grande liderança do eleitorado evangélico, ele falou sobre as fake news contra a prefeiturável. 

"Anunciei meu apoio à candidatura de Marília Arraes no segundo turno por entender ser o melhor para o Recife, mas nos últimos dias, o desespero tem tomado conta dos adversários. Uma verdadeira campanha de ódio, buscando dividir o Recife através de fake news e chegando ao absurdo de tentar manipular a fé das pessoas", disse Anderson.

"Esse é o retrato da inexperiência, do despreparo e da imaturidade do candidato do PSB, mas o Recife vai saber escolher o seu caminho. Um caminho de paz e de unir todos para enfrentar o atraso dos últimos oito anos. É preciso respeitar as mulheres e o Recife", concluiu o prefeito reeleito de Jaboatão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Ele vai trazer os eleitores de Jaboatão para votar no Recife kkkkkkkkkkkk



23/11


2020

Ala política defende prorrogar auxílio emergencial

Diante da indefinição sobre o novo programa social do governo, a ala política voltou a defender a prorrogação do auxílio emergencial por dois ou três meses em 2021.

Assessores afirmam, porém, que o presidente Jair Bolsonaro ainda não tomou nenhuma decisão sobre o tema e deve fazê-lo logo depois do segundo turno das eleições municipais.

"A decisão é do presidente Bolsonaro e, até agora, ele não tomou uma posição. Deve se decidir entre essa e a próxima semana, sabendo da importância do benefício para a população que está em situação de vulnerabilidade", disse ao blog do Valdo Cruz um assessor presidencial.

O assessor reconhece que as pressões pela prorrogação do auxílio voltaram, mas destaca que será preciso garantir o cumprimento do teto dos gastos públicos.

Pelo texto em vigor, o pagamento do benefício – criado em meio à pandemia do novo coronavírus – vai até dezembro deste ano.

A possibilidade de prorrogação do auxílio, sem a definição de cortes de gastos para acomodar a despesa no Orçamento do ano que vem, tem gerado tensão no mercado. A semana passada terminou com dólar em alta e juros futuros também subindo.

Líderes do governo no Congresso ainda nutrem uma esperança de aprovar a chamada PEC Emergencial neste ano e de incluir no texto o novo programa social do governo. Mas a própria base aliada do presidente da República no Legislativo considera isso praticamente impossível.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/11


2020

Jefferson: decisão de Armando é desenlace

Ouvido, há pouco, pelo blog, sobre a decisão de intervir na executiva estadual, colocando o Coronel Meira no comando do partido no lugar de Armando Monteiro, o presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, disse que Armando, ao apoiar Marília Arraes (PT), selou o desenlace com o trabalhismo.

"Ele não me comunicou nada, mesmo sendo uma decisão pessoal. Mas mesmo que tivesse me dado uma justificativa ou pedido uma autorização não teria o meu consentimento, porque existe uma resolução da executiva nacional que veda alianças com o PT ou qualquer partido de esquerda", afirmou.

Jefferson disse, ainda, que designou o Coronel Meira por ser o legítimo representante do partido. "Meu amigo, fiel aos princípios programáticos e ideológicos do trabalhismo", reforçou.

Sobre o destino de Armando, disse que o ex-senador está fora da legenda porque ele próprio fez a opção da divergência e passou por cima de uma resolução. "Não existe decisão pessoal. Partidos e pessoas são inseparáveis", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Os bozoloides tão arretados. kkkkkkkkk

marcos

Hora hora, quem conhece ARMANDO MONTEIRO já sabia que ele ia sair desse PTB, desde quando ARMANDO MONTEIRO iria ficar sob ordens de um PICARETA, BANDIDO feito Roberto Jefferson, esse bandido era para está PRESO e não comandando um Partido como o PTB, isso que entristece a Politica, e fico muito triste quando vejo hoje, até Presidente dando bolas a esse PICARETA desse Roberto Jefferson. e a todos os bandidos envolvidos nos maiores escândalos do Brasil. Parabéns ARMANDO MONTEIRO. Por ser uma rara exceção na politica

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Armando, o grande perdedor, vai agora se filiar ao PT. Seu pai fosse vivo, estaria mais decepcionado. Mais ainda que da quebradeira que ele fez com suas empresas.



23/11


2020

Cinco fabricantes de vacina para o Brasil

O Ministério da Saúde informou que se reuniu com cinco laboratórios, tratando das vacinas contra a covid-19. Foram recebidos representantes da Pfizer, Janssen, Bharat Biotech, Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) e Moderna. As informações são do Blog do Riella.

Requisitos que precisam ser cumpridos: segurança, eficácia, capacidade de produção em escala e a oferta em tempo oportuno para inserir as vacinas no Programa Nacional de Imunizações (PNI). Será levado em conta o preço proposto, assim como as condições logísticas oferecidas.

O Ministério da Saúde tem acordos contratuais para o possível acesso a 142,9 milhões de doses de vacinas, que poderão imunizar um terço da população brasileira. Não houve contato, nesse momento, com os produtores da vacina SinoVac.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha