Lavareda

30/10


2020

Bolsonaro dá vice-liderança no Congresso ao PL

Em mais um gesto de aproximação com o centrão, o presidente Bolsonaro avalizou o nome do senador Jorginho Mello (PL-SC) para a vice-liderança no Congresso. As informações são do Blog da Andréia Sadi.

O posto estava vago desde a saída do deputado Ricardo Barros (PP-SC), que virou líder do governo na Câmara.

As lideranças e vice-lideranças são, além de cargos de confiança do governo, responsáveis pela articulação política de projetos que interessam ao governo no Congresso.

Jorginho Mello foi escolhido pelo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO). “É um nome excelente e foi responsável pelo Pronampe (programa de apoio às microempresas e pequenas empresas)”.

A distribuição de postos como a vice-liderança para partidos do centrão faz parte da estratégia do governo de buscar apoio entre parlamentares do bloco para garantir a sobrevivência política do governo em caso de crise, além de votação de matérias importantes.

O PL (antigo PR) tem como seu principal líder Valdemar Costa Neto, que chegou a ser condenado no escândalo do mensalão do PT.

Ainda falta o governo decidir quem assumirá a vaga do senador Chico Rodrigues (DEM) na vice-liderança do Senado. O centrão também pleiteia a vaga deixada pelo parlamentar, que foi flagrado com dinheiro na cueca pela Polícia Federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

30/10


2020

Osvaldo Coelho é declarado patrono da Irrigação

O ex-deputado federal Osvaldo Coelho, que faleceu em novembro de 2015, foi declarado patrono dos Projetos de Irrigação do Estado de Pernambuco. O governador Paulo Câmara sancionou a Lei nº 17.086 n último dia 20. O projeto, que já havia sido aprovado na Assembleia Legislativa, é de autoria do deputado estadual Clodoaldo Magalhães (PSB).

Osvaldo Coelho fez uma extensa carreira na política em Petrolina, no Sertão pernambucano, mas teve feitos que refletiram em todo o estado e até mesmo pelo Brasil. O ex-deputado foi um dos grandes nomes defensores da irrigação e da educação para o Vale do São Francisco. Foram mais de 40 anos dedicados às políticas pelo Nordeste, para desenvolvimento do Semiárido.

Conhecido como o “Deputado da Irrigação”, Osvaldo Coelho era visto como a “Força do Sertão”, justamente por priorizar o homem sertanejo nos projetos de desenvolvimento. Em um dos artigos, que frequentemente publicava, Osvaldo Coelho finalizou com a frase: “Espero que as pessoas lembrem de mim como aquele que fez de tudo para fortalecer os mais fracos”.

Em Petrolina, foi de Osvaldo Coelho a luta pela implantação do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, que transformou o cenário local em uma das maiores potências na fruticultura irrigada do país. A produção em larga escala de frutas, como manga e uva, fez do Vale do São Francisco um local atrativo para grandes investidores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

30/10


2020

Decisão do TRE prejudica João, segundo aliados

Aliados do candidato do PSB a prefeito do Recife, João Campos, receberam como uma ducha fria a decisão do pleno do Tribunal Regional Eleitoral, proibindo atos de campanha no Estado a partir de hoje por causa de uma nova fase, desta feita com mais intensidade, da pandemia do coronavirus. Eles acham que o socialista vinha crescendo por apresentar nas ruas a campanha com maior presença e visibilidade.

“Com isso, sua campanha será reduzida a campanha de Feitosa ou Mendonça”, interpreta um desses aliados, adiantando que sai perdendo em qualquer cidade o candidato que vinha tendo melhor desempenho de rua, com maior número de candidatos a vereador pedindo voto para ele, como é o caso de João, no Recife, que tem a maior coligação, o maior número de partidos fechados com sua candidatura.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

30/10


2020

Coluna da sexta-feira

Discurso da oposição continua errado

A nova pesquisa Ibope/Rede Globo/JC, divulgada ontem, foi ruim para João Campos, boa para Marília Arraes e Patrícia Domingos, mas péssima para Mendonça Filho. Mostrou que João tem teto e tende a não subir mais. Recuou de 33% para 31% e ainda apareceu na liderança do ranking dos mais rejeitados, batendo Mendonça. Foi boa para Marília porque ela se manteve, numericamente, em segundo lugar, e na estratificação do levantamento foi a que mais cresceu.

A petista cresceu de 12% para 23% entre os eleitores na faixa etária de 35 a 44 anos, de 14% para 23% entre os eleitores de cor branca e de 8% para 16% entre os eleitores com grau de instrução no ensino fundamental. Já João Campos caiu entre os evangélicos de 35% para 27% e entre os eleitores com renda familiar de mais de dois a cinco salários-mínimos, saindo de 32% para 25%.

Mendonça Filho, por sua vez, apresentou recuos em praticamente todos os estratos analisados, mas principalmente entre eleitores: renda familiar de mais de cinco salários mínimos: de 26% para 15%; 55 anos ou mais: de 27% para 17%; homens: de 22% para 13%; ensino fundamental: de 20% para 12%; católicos: de 20% para 13%; 35 a 44 anos: 18% para 11%.

Por que Mendonça despenca? Sua propaganda no rádio e na televisão não bate com consistência em ninguém, atendo-se apenas a apresentar proposições. De promessas, o povo está de saco cheio e o que ele diz que vai fazer para mudar o Recife todos os demais concorrentes prometem, não se diferenciando de ninguém.

A delegada oscilou positivamente três pontos, indo de 13% para 16%, porque seu discurso é sustentado no que o povo está querendo ouvir: combate à corrupção. Mendonça tem ao seu dispor um grande arsenal nessa linha, mas não usa. A gestão de Geraldo Júlio, que tenta eleger João Campos, já foi objeto de seis operações da Polícia Federal, mas Mendonça ignora. Quando cita isso, não vai aos meandros do problema, mostrando que muita gente morreu porque faltaram respiradores adequados enquanto a Prefeitura optou por equipamentos testados em porcos.

O candidato que conseguir colocar no eixo da discussão a pandemia será eleito. A oposição no Recife precisa despertar: esta é a eleição da pandemia do coronavírus, onde a saúde da população está em jogo. É um salvem-se quem puder. Ninguém quer saber quantas casas populares serão feitas a mais no Recife nem se o saneamento vai alcançar níveis satisfatórios numa cidade em que grande parte da população vive sobre esgotos e respira lama.

Basta observar como espelho a eleição dos Estados Unidos. Trump está ameaçado de não ser reeleito porque geriu mal a pandemia, que subestimou a inteligência do povo. Quem mostrar no Recife que uma empresa com capital social de apenas R$ 100 mil celebrou um contrato de R$ 18 milhões para compra de respiradores incompatíveis para salvar vidas em hospitais enxotados de doentes entra em sintonia com a maioria da população, pode ganhar a eleição.

Sem corrupção – O presidente Bolsonaro voltou a reafirmar que “não existe uma só notícia de corrupção” em seu Governo. “Isso devemos, obviamente, pelos ministros e pelos parlamentares também, que trabalham em conjunto, visando a um só objetivo: o bem-estar do seu Estado e do nosso Brasil”, afirmou. As declarações foram feitas em visita a obras de trecho da BR-135, em São Luís, capital do Maranhão. Assim que chegou ao Maranhão, o presidente da República motivou aglomeração e cumprimentou apoiadores sem usar máscara de proteção, contrariando as recomendações para reduzir os riscos de transmissão do coronavírus. O uso do equipamento é obrigatório no Maranhão.

Protesto – O jornalista José Nêumanne Pinto ficou indignado com a iniciativa da TV Cultura, estatal paulista, em colocar no centro do programa Roda Viva, na última segunda-feira, o marqueteiro João Santana, condenado na Lava Jato e ainda usando tornozeleiras. "Deu nojo", escreveu Nêumanne ao governador de São Paulo, João Dória (PSDB). E acrescentou: "Na condição de cidadão que cumpre deveres e exige direitos do Estado, manifesto, governador, meu protesto pelo programa Roda Viva com João Santana. Um bandido condenado, portando tornozeleiras, usar o programa de maior prestígio de uma TV pública para oferecer seus serviços e ainda fazer galhofa é algo que leva vergonha e pudor aos esgotos mais profundos da gestão estatal".

Sem reeleição – João Santana disse no programa Roda Viva que, “ao contrário do que se diz hoje, é muito mais provável que Bolsonaro perca as eleições [do ano de 2022] do que ganhe”. “Bolsonaro é um fenômeno eleitoral, sim, mas ele não contrariou todas as lógicas de campanha. A campanha de 2018 é que contrariou todas as lógicas da história política eleitoral brasileira”, disse. Segundo Santana, na próxima campanha, Lula é “o vice ideal” de Ciro Gomes (PDT), candidato derrotado em 2018. Ele comparou a ideia da atual vice-presidente da Argentina Cristina Kirchner de se candidatar ao lado de Alberto Fernández, mas com ele na cabeça de chapa.

Piada – Na passagem pelo Maranhão, ontem, o presidente fez piada de tom homofóbico em uma parada não programada no município de Macabeira. No trajeto da capital, São Luís, até Imperatriz, o mandatário parou para cumprimentar apoiadores, que ofereceram para o presidente um copo de Guaraná Jesus, refrigerante de cor-de-rosa tradicional do Estado. "Agora virei boiola igual maranhense, é isso?", disse ao beber o refrigerante. "É cor-de-rosa do Maranhão aí, ó. Quem toma esse guaraná aqui vira maranhense hein", acrescentou. Sem máscara, o presidente causou a aglomeração de pessoas no local, onde posou para fotos. A interação foi transmitida ao vivo pelas redes sociais do chefe do Executivo.

CURTAS

NOVO SANTOS CRUZ – Depois de uma entrevista na TV Globo e um artigo no Correio Braziliense, o ex-porta-voz do Governo, general Rêgo Barros, passou a ser chamado de "novo Santos Cruz", no Palácio do Planalto, em referência ao general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo, que passou a se posicionar contra a gestão Bolsonaro. Nas palavras de um interlocutor de Bolsonaro, os dois generais, embora críticos, são considerados "inofensivos”. Sem mencionar nominalmente o presidente, Rêgo Barros escreveu, no artigo, que "infelizmente, o poder inebria, corrompe e destrói".

Perguntar não ofende: Por que os candidatos nanicos no Recife não renunciam e apoiam quem de fato tem mais chances na oposição?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Noblat questiona se Bolsonaro começou a usar sutiã. Jornalista Ricardo Noblat questionou aparência de Jair Bolsonaro durante sua live nas redes sociais

Fernandes

Só lembrando que, marcos é o maior queima a rosca de camaragibe, segundo se comenta na cidade.

Fernandes

marcos o maior queima rosca o Alcoólatra que faz piadas com o nome de Deus. Está grávida!

Fernandes

Segundo comentários. Quem bota mais Gaia, é marcos o maior queima a rosca de camaragibe, ele está sempre trocando de parceiro.

marcos

Só lembrando que o ex presidiário Lula é Ladrão. E o lugar de Ladrão é na Cadeia.



29/10


2020

Decisão do TRE só beneficia João Campos

A resolução do Tribunal Regional Eleitoral suspendendo todo e qualquer ato de campanha no Estado, sob a alegação da volta da pandemia do coronavírus com mais intensidade, só traz benefícios a quem está na liderança das pesquisas.

O que se ouve nos bastidores, diante do impacto da medida, é que foi tomada para evitar o crescimento dos candidatos da oposição no Recife.

Polêmica à parte, a medida, na verdade, coincide com a estagnação do candidato do PSB, João Campos, constatada em pesquisa do Ibope divulgada, há pouco, na TV Globo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rafael C.Soares Quintas

Em 2018 pelo Ibope Dilma tava eleita senadora por MG, Bolsonaro perdia no 2.turno para qualquer candidato que disputasse com ele, ainda vamos acreditar no Ibope?

Carlos

Os candidatos da oposição precisam recorrer imediatamente ao TSE, isso é um GOLPE, um ato de desespero da turma do PSB. Essa decisão não tem o menor cabemento, já que o próprio governo do Estado anunciou hoje a entrada, na próxima semana, na última fase de reabertura das atividades econômicas. ABSURDO! Querem ganhar no tapetão.


Banco de Alimentos

29/10


2020

Pesquisa de Arcoverde só amanhã de 11h30 pela Itapuama

Devido à parceria com a Rádio Itapuama, do meu amigo João Ferreira, integrante da Rede Nordeste de Rádio, que retransmite o Frente a Frente, a pesquisa de intenção de voto para prefeito de Arcoverde, que seria postada hoje de meia noite, ficou para amanhã de 11h30, na abertura do Jornal da Itapuama.

rcoverde inteira vai tomar conhecimento do levantamento pela Itapuama nesta parceria inédita com o meu blog. Aos mais ansiosos, um alento: a expectativa faz parte do prazer.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/10


2020

Álvaro reage e chama ex-prefeito de Lajedo de ladrão

Por Houldine Nascimento, da equipe do blog

O deputado estadual Álvaro Porto (PTB) reagiu com veemência, ontem, a uma declaração dada pelo ex-prefeito de Lajedo Antônio João Dourado (PSB), que tenta retornar à administração do município do Agreste Meridional pernambucano. Por meio de um vídeo, o parlamentar se pronunciou sobre menções negativas que o ex-gestor lajedense chegou a fazer sobre ele na última terça-feira (27).

"Canhotinho tem homens de bem, igual a Lajedo. Canhotinho teria bandidos se a família Dourado morasse aqui. Isso que tenho em minhas mãos é a ficha corrida do ex-prefeito de Lajedo Antônio João, e quem tem ficha corrida é bandido, é ladrão. Por onde você passa, deixa rastro. Foi secretário no Cabo e lá fraudou licitações. Você está sendo processado por roubo e roubou a população de Lajedo", disparou Porto.

Nascido em Canhotinho, cidade vizinha a Lajedo, o deputado petebista prosseguiu com fortes declarações sobre Antônio João Dourado. "Seu desespero é grande porque você vai mais uma vez perder a eleição para Adelmo. O povo de Lajedo não aguenta mais esses Dourado. Por último, fabricaram um deputado de proveta", disse, em referência ao deputado estadual Marcantônio Dourado Filho (PP), sobrinho de Antônio.

"A única coisa boa que você trouxe para Lajedo, que você diz que é uma coisa boa, é um presídio. É lá que você vai morar", continuou. Antônio João Dourado administrou Lajedo por três mandatos. Em uma live no Facebook, criticou o grupo político alinhado a Álvaro Porto na cidade, hoje representado pelo prefeito Rossine Blesmany e pelo candidato à Prefeitura Adelmo Duarte (ambos do PSD).

"A incompetência que está implantada aqui é a mesma coisa que o deputado Álvaro Porto fez em Canhotinho. É a mesma escola. É uma família que está dominando Canhotinho há muitos anos e vence lá as eleições. E por que vence? Tira os homens de bem e bota os bandidos dentro da cidade. Canhotinho ficou para trás e talvez seja a pior cidade do Agreste Meridional. E querem fazer de Lajedo a mesma coisa", declarou Antônio João. Canhotinho tem como prefeito Felipe Porto (PSD), sobrinho de Álvaro, que também já geriu o município.

A reportagem procurou o candidato do PSB à Prefeitura de Lajedo para que comentasse o vídeo gravado por Álvaro Porto. "Eu não vou entrar nessa de bater boca com ele. Essa agressividade e esse ódio simplesmente confirmam tudo o que eu falo. Isso não é modo de um deputado se dirigir à população, mas ele está acostumado. O povo de Lajedo está cansado e não vou partir para baixaria. Tenho projetos para a cidade", disse Antônio.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/10


2020

TRE decide proibir atos de campanha no Estado

Em sessão encerrada, há pouco, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral aprovou por 6 votos a 0 resolução proibindo qualquer tipo de ato de campanha política no Estado, a partir de amanhã, devido ao recrudescimento da pandemia do coronavírus no País. Veja abaixo a íntegra da decisão com exclusividade:

“Aprovada resolução do TRE/PE através de proposta feita pelo Presidente Frederico Ricardo de Almeida Neves na sessão de hoje, 28.10.2020, proibindo, em todo o estado de Pernambuco os atos presenciais relacionados à campanha Eleitoral 2020, causadores de aglomeração, ainda que em espaços abertos, semi-abertos ou no formato drive-in, tais como: comícios; bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares; e confraternizações ou eventos presenciais, inclusive os de arrecadação de recursos de campanha, ainda que no formato drive-thru”.

Clique aqui e leia a resolução na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos

ABSURDO! Isso é um verdadeiro GOLPE, para beneficiar quem está à frente das pesquisas e tem maior tempo de TV.



29/10


2020

Lapon Farmacêutica anuncia nova unidade em Limoeiro

A Lapon Indústria Farmacêutica recebe, amanhã, o evento de inauguração do parque industrial de Limoeiro, no Agreste Setentrional de Pernambuco, com a presença do governador do estado, Paulo Câmara. Na ocasião, será também anunciada a nova unidade fabril da empresa. Com investimento de R$ 52 milhões e previsão para empregar 274 pessoas, a nova fábrica funcionará paralelamente à antiga planta, também em Limoeiro.

A nova unidade faz parte do planejamento estratégico para o futuro da Lapon. Além da fabricação dos produtos atuais, a planta contará também com setor de medicamentos sólidos. Atualmente, a empresa emprega 92 colaboradores e fabrica apenas medicamentos líquidos e suplementos sólidos, como cápsulas, comprimidos, pós e drinks. O projeto tem previsão de duração de cinco anos, isto é, as obras devem ser concluídas em 2025. A inauguração, porém, pode acontecer antes. Os principais impactos no parque industrial da cidade serão a geração de empregos qualificados e o aumento da arrecadação do município, que precisa de investimentos para crescer e se consolidar como uma das principais cidades da região.

O presidente e fundador da Lapon, Renato Celso, enfatiza que esse investimento é um marco nos 30 anos de história da empresa e, com ele, será possível expandir o negócio de forma sustentável, gerando empregos e oportunidades para a população local, como tem sido feito ao longo dessas três décadas. “Na cidade de Limoeiro, onde nasci e cresci, tive a oportunidade de empreender e viver 30 anos de muita luta dentro desta empresa. Fico muito honrado de ter a possibilidade de expandir ainda mais nossa operação, por meio de uma parceria muito importante com o governo do estado e a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), que acreditaram em nosso sonho. Com isso, temos a oportunidade de, cada vez mais, fazer a diferença dentro de nosso mercado e trazer mais recursos para a cidade de Limoeiro”, afirma.

História

Com o objetivo de transformar recursos naturais em produtos elaborados, foi fundado em 1990 o laboratório Lapon Química e Natural, hoje, Lapon Indústria Farmacêutica. Ao longo dos anos, houve um sólido e sustentável crescimento, que se traduziu em reconhecimento nacional e inúmeros prêmios conquistados. A empresa inovou em processos e investiu em pesquisa e desenvolvimento, a fim de atender e superar as expectativas dos clientes. A busca incansável pela excelência e a inovação na saúde, utilizando-se sempre dos mais atuais conceitos da medicina e nutrição, têm levado ao alto grau de qualidade dos produtos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/10


2020

Ibope: João 31%; Marília 18%; Patrícia 16% e Mendonça 13%

Do G1/PE

A pesquisa Ibope divulgada hoje aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a prefeitura do Recife nas Eleições 2020:

  • João Campos (PSB): 31%
  • Marília Arraes (PT): 18%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 16%
  • Mendonça Filho (DEM): 13%
  • Claudia Ribeiro (PSTU): 1%
  • Coronel Feitosa (PSC): 1%
  • Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): 1%
  • Carlos (PSL): 1%
  • Branco/nulo: 14%
  • Não sabe/não respondeu: 4%

Charbel (Novo) e Thiago Santos (UP) tiveram menos de 1% das intenções de voto. Victor Assis (PCO) não foi citado no levantamento.

Destaques por segmentos

As intenções de voto em João Campos são mais expressivas entre eleitores de 16 a 24 anos (39%). Na comparação com a pesquisa anterior, o candidato não apresenta crescimento além da margem de erro, porém, é possível notar uma queda de respostas nos seguintes perfis: evangélicos: de 35% para 27%; renda familiar de mais de dois a cinco salários-mínimos: de 32% para 25%.

Comparativamente ao levantamento anterior, a petista Marília Arraes amplia suas respostas entre os seguintes estratos de eleitores: 35 a 44 anos: vai de 12% para 23%; autodeclarados brancos: de 14% para 23%; ensino fundamental: de 8% para 16%.

Já Delegada Patricia se sobressai entre os eleitores que possuem renda familiar mensal superior a cinco salários-mínimos (25%).

Mendonça Filho, por sua vez, apresenta recuos em praticamente todos os estratos analisados, mas principalmente entre eleitores: renda familiar de mais de cinco salários mínimos: de 26% para 15%; 55 anos ou mais: de 27% para 17%; homens: de 22% para 13%; ensino fundamental: de 20% para 12%; católicos: de 20% para 13%; 35 a 44 anos: 18% para 11%.

Evolução dos candidatos

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, divulgado no dia 15 de outubro:

  • João Campos foi de 33% para 31%
  • Marília Arraes foi de 14% para 18%
  • Delegada Patrícia foi de 13% para 16%
  • Mendonça Filho foi de 18% para 13%
  • Claudia Ribeiro se manteve com 1%
  • Coronel Feitosa se manteve com 1%
  • Marco Aurélio Meu Amigo se manteve em 1%
  • Carlos se manteve com 1%
  • Charbel se manteve com menos de 1%
  • Thiago Santos se manteve com menos de 1%
  • Victor Assis continuou sem ser citado pelos entrevistados
  • Branco/nulo se manteve em 14%
  • Não sabe/não respondeu saiu de 3% para 4%

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

  • João Campos (PSB): 33%
  • Mendonça Filho (DEM): 30%
  • Coronel Feitosa (PSC): 28%
  • Marília Arraes (PT): 21%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 20%
  • Carlos (PSL): 18%
  • Charbel (Novo): 18%
  • Thiago Santos (UP): 16%
  • Claudia Ribeiro (PSTU): 14%
  • Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): 14%
  • Victor Assis (PCO): 14%
  • Poderia votar em todos (resposta espontânea): 1%
  • Não sabem ou preferem não opinar: 5%

Votos válidos

Pela primeira vez, a pesquisa Ibope trouxe o percentual de votos válidos de cada candidato. Isso corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos. Um candidato é eleito no 1º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

Nessa seção, a pesquisa traz, ainda, uma comparação entre o percentual de votos válidos neste levantamento e no anterior, divulgado no dia 15 de outubro. Confira os números:

  • João Campos: tinha 40% dos votos válidos; agora tem 38%
  • Marília Arraes: tinha 17% dos votos válidos; agora tem 22%
  • Delegada Patrícia: tinha 15% dos votos válidos; agora tem 20%
  • Mendonça Filho: tinha 22% dos votos válidos; agora tem 15%
  • Coronel Feitosa: tinha 2% dos votos válidos; agora tem 1%
  • Carlos: tinha 2% dos votos válidos; agora tem 1%
  • Marco Aurélio Meu Amigo: se manteve com 1% dos votos válidos
  • Claudia Ribeiro: se manteve com 1% dos votos válidos
  • Thiago Santos: se manteve com menos de 1% dos votos válidos
  • Charbel: se manteve com menos de 1% dos votos válidos
  • Victor Assis: não foi citado pelos entrevistados nos dois levantamentos

Simulações de segundo turno

Cenário 1: Delegada Patrícia 38% x 45% João Campos. Branco/nulo, 15%. Não sabem ou preferem não opinar, 1%

Cenário 2: Delegada Patrícia 44% x 39% Marília Arraes. Branco/nulo, 15%. Não sabem ou preferem não opinar, 1%

Cenário 3: Delegada Patrícia 45% x 33% Mendonça Filho. Branco/nulo, 19%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Cenário 4: João Campos 41% x 34% Marília Arraes. Branco/nulo, 24%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Cenário 5: João Campos 46% x 32% Mendonça Filho. Branco/nulo, 20%. Não sabem ou preferem não opinar, 5%

Cenário 6: Marília Arraes 43% x 34% Mendonça Filho. Branco/nulo, 21%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo, em parceria com o Jornal do Commercio.

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1.001 eleitores da cidade do Recife

Quando a pesquisa foi feita: entre os dias 27 e 29 de outubro

Número de identificação no TRE-PE: PE-00353/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao carlos da silva

Esse filme assisti há 02 anos. Bolsanaro tal qual.Mendinca Filho, perdia pra todo mundo. E hoje, quem é o Presidente?

Carlos

Mendonça nas pesquisas está igual a rabo de cavalo, só cresce para baixo, quem diz que irá votar nele ou para de brincadeira e vota em Patrícia ou Marília Petralha irá para o 2° turno com João Campos.



29/10


2020

PE libera aulas presenciais para crianças e adolescentes

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou, hoje, durante coletiva de imprensa, a autorização para o início do processo de retomada das aulas presenciais do Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Anos Finais) e da Educação Infantil. O retorno – que neste momento contempla apenas as unidades de ensino da Rede Privada – será realizado por etapas, começando no dia 10 de novembro com as turmas dos Anos Finais (6º ao 9º ano). No dia 17 de novembro, as escolas retomam as aulas dos Anos Iniciais (1º ao 5º ano) e, concluindo o processo, no dia 24 de novembro será a vez dos alunos da Educação Infantil retornarem às escolas. As aulas do Ensino Médio já haviam sido retomadas desde o dia 09 deste mês.

Para o retorno, as instituições de ensino devem continuar observando todas as normas estabelecidas no protocolo setorial da Educação, respeitando regras de distanciamento social, medidas de proteção e prevenção, bem como o monitoramento e orientações e de vigilância epidemiológica. O protocolo traz pontos importantes como o uso obrigatório de máscaras, distanciamento de 1,5 metros em todos os ambientes das escolas, inclusive dos estudantes em sala de aula, lavagem e higienização das mãos e uso do álcool em gel. Além disso, todos que estiverem nas unidades devem ser orientados, monitorados e testados em casos suspeitos, assim como seus contactantes.

“É importante destacar que esse retorno é opcional e, por se tratar de estudantes menores de idade, a decisão de voltar à escola caberá aos pais ou responsáveis. A retomada feita em etapas é importante, pois permite às áreas de saúde e Educação acompanharem o processo. Para a escola também é relevante, pois pode ir se preparando para receber em etapas e em grupos esses alunos. Com isso, a gente pode avançar não apenas no processo de retomada, mas também no cumprimento dos protocolos”, ressaltou o secretário estadual de Educação e Esportes, Fred Amancio. O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 continuará monitorando os dados da pandemia e, se necessário, poderá rever todo esse planejamento.

Na Rede Pública, a retomada das aulas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental (Anos Finais) segue suspensa. No dia 21 de outubro, as escolas da rede deram início ao processo de retomada das aulas presenciais para as turmas do Ensino Médio, com as turmas do 3º ano. Na última terça (27), retornaram as turmas do 2º ano e no dia 03 de novembro voltam as de 1º ano, Ensino Técnico Concomitante e Subsequente e da Educação de Jovens e Adultos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha