O Jornal do Poder

15/03


2011

A farra de nepotismo cruzado no governo do Pará

 Levantamento da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) identificou ao menos seis parentes de desembargadores do Pará nomeados para cargos subordinados diretamente ao governador Simão Jatene (PSDB). Entre os familiares listados, há filhos e mulheres de magistrados. Um dos casos levantados, após análises no "Diário Oficial", é o de Rosa de Fátima Queiroz das Neves, mulher do desembargador Claudio Augusto Montalvão Neves. Ela foi nomeada neste ano "assessora especial 2" no governo do Estado. Em 2006, o desembargador nomeou a nora de Jatene para trabalhar no Tribunal de Justiça, conforme o magistrado disse à Folha.

Neves afirma, no entanto, que isso não configura nepotismo. O governo Jatene também refuta as suspeitas da OAB.A lista ainda aponta, entre outros nomes, a nomeação pelo governo de Karla Karime Vasconcelos Guerreiro, filha do desembargador Constantino Augusto Guerreiro. O "Diário Oficial" mostra que a irmã dela, Kamille Kelly, também foi nomeada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

15/03


2011

Ex-ministro absolvido no processo por uso de aviões da FAB

 O ex-ministro de FHC e atual presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, foi absolvido pela Justiça Federal de Brasília em ação que pedia a devolução de dinheiro que o governo federal gastou para pagar viagens e hospedagem suas para Fernando de Noronha, informa a Folha de S.Paulo. As viagens aconteceram quando Sardenberg era ministro de Ciência e Tecnologia do governo Fernando Henrique Cardoso, de 1996 a 1998. Ele fez uso privado de aviões da Força Aérea Brasileira e ficou hospedado no Hotel de Trânsito de Oficiais em Fernando de Noronha.

A ação foi movida em 2008 pelo Ministério Público Federal e pedia que o ex-ministro devolvesse o dinheiro que teria sido gasto com as viagens.
Na decisão, o juiz substituto da 14ª Vara Federal, Roberto Luchi Demo, diz que era uma "praxe" o uso da estrutura da Aeronáutica por parte de ministros à época e por isso, o ministro entendeu que não havia "má-fé" nas viagens de Sardenberg.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

15/03


2011

Objetivos ocultos

 Geddel Vieira Lima, ex-ministro da Integração Nacional no governo Lula,  e José Maranhão, ex-governador da Paraíba, pretendem ser nomeados para  vice-presidências da Caixa Econômica Federal. Orlando Pessutti, que por seis meses  substituiu Roberto Requião no governo do Paraná, quer uma diretoria do Banco do Brasil.  São todos do PMDB,  derrotados em outubro e em busca de compensações.

A pergunta  é  que  contribuição poderão levar aos dois estabelecimentos financeiros federais. Na verdade, muito pouca. Imaginam, mesmo, formar bases de influência política para retornarem nas próximas eleições.(Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

ze maranhão, o conhecido zetrocesso vai acabar achando uma boquinha a mais.

Roberto Teixeira

Geddel é o mesmo que quando ministro da integração do governo Lula, passou a mão na grana do ministério para finaciar sua campanha na Bahia, e não deixou um tostão pra socorrer as vítimas das chuvas no Rio, Paraná e Pernambuco, e hoje esse pobre coitado vai tomar conta de dinheiro na CEF, pode???

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

esse Gediel, é um tremendo puxa saco, tanto que puxou, quem não gostaram, como a presidenta não tem saco, vai ser muito dificil, esse vergonhoso, GEDIEL,implacar, seus filhos devem estar morrendo de vergonha dele. Jandilson



15/03


2011

Obama oferecerá navios como ''''bonificação'''' para vender caças

O governo dos Estados Unidos preparam uma proposta que classifica como “irrecusável”, segundo fontes diplomáticas, para vender 36 aviões de combate F-18 à Força Aérea Brasileira. O presidente Barack Obama considera oferecer, durante a visita ao Brasil, de graça, uma espécie de “brinde” milionário: um número ainda não fixado de navios americanos quase novos, como contribuição para reequipar a Marinha do Brasil.

Os EUA também estão dispostos a baixar o preço dos seus caças F-18. O Brasil definiu que vai gastar até R$ 10 bilhões nessa compra. Os cortes orçamentários fixados pelo congresso de lá obrigam a Marinha dos EUA a retirar de operação cem navios de combate. Barack Obama alegará que o Brasil é parceiro preferencial dos EUA no continente, daí o interesse em ajudar a melhorar a defesa do País. (Cláudio Humberto)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/03


2011

Radiação pode chegar a Tóquio em dez horas, diz a França

Uma nova explosão de hidrogênio no reator número 2 e um incêndio no reator número 4 do complexo nuclear de Fukushima I (Dai-ichi) aumentaram o risco de uma catástrofe nuclear no Japão.A embaixada francesa no Japão alertou nesta terça-feira (15) que uma nuvem radioativa pode atingir a capital Tóquio no prazo de 10 horas, levando em consideração a velocidade atual dos ventos. O comunicado pede que os cidadãos franceses na cidade não entrem em pânico e fiquem dentro de suas residências, com as janelas fechadas.

O porta-voz do primeiro-ministro do Japão, Yukio Edano, admitiu nesta terça-feira (15, horário local) que o nível de radiação na área da usina nuclear de Fukushima está ''perigoso'' para a saúde da população (Do portal G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

uilma

MY KAI! COITADO DOS HERMANOS NIPONICOS.



14/03


2011

Maia diz que imagens de Jaqueline Roriz são “fortes”

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), classificou nesta segunda-feira (14) como “fortes” e “contundentes” as imagens em que a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) aparece recebendo dinheiro de Durval Barbosa, delator do mensalão do DEM, informa o R7.

Ainda assim, o parlamentar adotou um tom cauteloso ao falar do caso e afirmou que ainda é cedo para assumir posições.  - Não posso orientar o meu comportamento por minha impressão pessoal. Tenho de me orientar pelo procedimento da Câmara dos Deputados, garantindo que ele venha a ser adotado de maneira adequada.

O petista lembrou que já encaminhou ao Ministério Público um pedido para que seja informado sobre o andamento das investigações que envolvem Jaqueline.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

MP contesta decisão do TRE no Ceará

 O Ministério Público Eleitoral contestou no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a decisão que não considerou irregular a propaganda eleitoral em favor dos então candidatos tucanos a senador e a governador, Tasso Jereissati e Marcos Cals, informa a Folha Online.

Segundo a ação, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Ceará não observou a regra prevista no artigo 37, da Lei das Eleições, que cuida da proibição de publicidade eleitoral em bens públicos.

O Ministério Público ajuizou representação por propaganda eleitoral irregular contra os então candidatos tendo em vista a fixação de placas, assemelhadas a outdoor, às margens da rodovia CE-060 (entre a localidade de Umarizerias e o distrito de Caipu), sem observância da mobilidade.

Conforme a ação, "os recorridos, mesmo tendo sido notificados das irregularidades, não promoveram a retirada da propaganda em bem público". O TRE considerou que houve a afixação de propaganda eleitoral em bem público, entretanto entendeu que "a natureza da publicidade não a caracteriza como de efeito outdoor", julgando improcedente a representação.

O Ministério Público alega que a lei proíbe, sem ressalvas, qualquer tipo de propaganda eleitoral em bens públicos ou equiparados, inclusive nos de uso comum, além dos jardins e árvores situadas em áreas públicas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

STJ: Operação Castelo de Areia tem ''dia D''

O Ministério Público Federal (MPF) dará nesta terça feira, 15, a última cartada no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar manter de pé a Operação Castelo de Areia. Antes do início da sessão de julgamento do habeas corpus 159159/SP, por meio do qual a defesa pede trancamento da ação penal, o Ministério Público Federal entregará aos dois ministros e aos dois desembargadores convocados da 6.ª Turma do STJ cópias do memorial - documento com suas alegações finais e argumentos. É o dia D para a Castelo de Areia, informa O Estadão.

A operação é uma investigação da Polícia Federal sobre suposto esquema de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, crimes financeiros e repasses ilícitos para políticos, não só em épocas eleitorais, envolvendo três executivos da Construtora Camargo Corrêa. Foi desencadeada em abril de 2009.

Por meio desse memorial, a Procuradoria da República sustenta que a investigação identificou “mais de 300 operações financeiras ilícitas” em 14 meses – período em que a PF monitorou os alvos. Onze foram os denunciados à Justiça Federal pela Procuradoria, que apontou “provas cabais” de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Itamar corrige informações sobre sua aposentadoria

O senador Itamar Franco (PPS-MG), em discurso nesta segunda-feira (14), questionou informações divulgadas pelo Senado Federal a respeito de seu pedido de suspensão de aposentadoria, já que não pode acumular os vencimentos recebidos com os de senador. Ele questionou o fato de o ato da Diretoria Geral sobre a suspensão da aposentadoria não informar que esta foi solicitada por ele, não tendo sido, portanto, uma ''decisão unilateral'' do Senado, informa a Agência Senado.

Itamar informou ainda que embora o Boletim de Pessoal informe que ele deixará de receber R$ 13.027,53, na verdade sua aposentadoria, líquida, é de R$ 6.477,81, subtraídos os descontos regulamentares de Imposto de Renda e do Plano de Seguridade dos Congressistas.

- Descuido, erro, negligência, má-fé. A mim nem importa tanto qual foi a causa. Não advogo, claro, que se escamoteiem dados, especialmente os que apontem o destino de recursos do erário. Importam-me, sim, sob pena de sermos injustos - eu diria até levianos - a clareza, a justeza que devem pautar a divulgação dessas informações, reduzindo biografias e nivelando, pelo piso, o nível ético que deve pautar a conduta do homem público - disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Exoneradas servidoras ''fantasmas'' do gabinete de Efraim Morais

Quase um ano depois das denúncias contra o ex-senador Efraim Morais (DEM-PB), o Senado exonerou nesta segunda-feira servidoras acusadas de trabalharem como "fantasmas" do ex-parlamentar, informa a Folha Online.

A exoneração das irmãs Kelriany e Kelly Nascimento da Silva foi publicada no Boletim Administrativo da Casa. As duas não vão receber indenização nem qualquer tipo de pagamento rescisório até que o Senado conclua as investigações.

Além das irmãs, a servidora Mônica da Conceição Bicalho também foi exonerada nas mesmas condições.  O caso foi revelado em maio do ano passado. As duas irmãs foram nomeadas para os cargos de assistentes parlamentares no Senado, com salário mensal de R$ 3.800. Mas alegaram não saber que eram servidoras.

À Polícia Civil, elas disseram que duas amigas pediram seus documentos e autorização para abrir conta em banco para receberem uma suposta bolsa de estudos da UnB (Universidade de Brasília). Uma das amigas que teriam pedido os documentos é Mônica, que na época prestava assessoria jurídica para o senador.

Em junho de 2010, o Senado instaurou processo de investigação para apurar as denúncias. A Polícia Legislativa encaminhou o inquérito contra Efraim ao STF (Supremo Tribunal Federal), que ainda não foi concluído.

Como o ex-senador não foi reeleito para o Congresso, perderá direito ao foro privilegiado --o que vai levar o caso à Justiça comum. Na época, a Justiça bloqueou os bens de seis acusados da fraude, entre eles Mônica Bicalho e membros da sua família que trabalhavam no gabinete de Efraim.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Plágio de projetos está no DNA

Lembra do deputado Weliton Prado (PT-MG), que  estreou na Câmara com 114 projetos, mas que pelo menos 90 deles eram plagiados de outros deputados? Pois é, seu irmão, o deputado estadual Elismar Prado (PT-MG), também deu entrada numa penca de projetos: 243. De acordo com o Poder Online, Elismar até ameaçou dormir na porta da Assembleia para ser o primeiro a protocolar suas propostas.

Mas cometeu o mesmo pecado do irmão, segundo o jornal Estado de Minas: cerca de 90% das proposições foram copiados de parlamentares que não se reelegeram ou viraram deputados federais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha