FMO janeiro 2020

23/11


2021

Prefeito de Águas Belas pede apoio para bacia leiteira


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jaboatão - Família Acolhedora

23/11


2021

PSDB decide contratar novo aplicativo para as prévias

O PSDB anunciou, hoje, que contratou um novo aplicativo em busca de um “plano B” para concluir a votação das prévias do partido. No último domingo, a ferramenta contratada pela legenda, desenvolvida pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, apresentou falhas e instabilidade, o que levou à suspensão da votação. Tucanos estimam que apenas 8%, dos quase 44.000 votantes, conseguiram confirmar o voto.

As prévias vão definir quem será o candidato tucano na eleição para presidente da República em 2022. Os governadores Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, e João Doria, de São Paulo, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio disputam o apoio tucano.

Nesta terça, sócios da empresa RelataSoft se reuniram com representantes das três campanhas e fecharam um contrato que abrange desde a fase de testes até a conclusão da votação. Está prevista para a noite desta terça a realização de uma fase de “ataques” para checar as vulnerabilidades da ferramenta.

Isso não significa que o aplicativo usado no domingo será necessariamente substituído. Ele pode ser consertado e usado para dar continuidade às prévias.

A definição se essa empresa será utilizada nas prévias depende ainda de outras fases, como o resultado dos testes no aplicativo e o aval das três chapas à mudança de ferramenta. O PSDB também mantém reuniões com a desenvolvedora do aplicativo utilizado no último domingo e ainda não descartou a manutenção do sistema original.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE - Ações Sociais

23/11


2021

Cidades do interior de SP cancelam carnaval

Ao menos 27 cidades do interior de São Paulo não terão carnaval de rua em 2022. O temor é que o evento, sinônimo de aglomeração, favoreça a propagação de Covid. Entre os municípios que cancelaram o evento estão Mogi das Cruzes, Ubatuba e Taubaté.

O Carnaval de rua de 2022 na capital paulista ainda depende das aprovações dos órgãos de Saúde que avaliam o cenário epidemiológico da pandemia da Covid-19. A prefeitura recebeu 867 inscrições de desfiles de blocos de rua – os cortejos serão entre os dias 19 de fevereiro e 6 de março.

Em Franca, o prefeito Alexandre Ferreira (MDB) anunciou, ontem, que não haverá eventos promovidos pela prefeitura no Carnaval do ano que vem. Ele alegou que o trânsito de pessoas de outros municípios para a cidade é uma preocupação, mesmo com a maior parte da população já tendo recebido duas doses da vacina contra a Covid-19.

"Atravessamos a pior fase da pandemia neste ano. Todos nós sofremos muito, perdemos muitas pessoas. [...] Depois de tanto sofrimento, tanta angústia, dor e esforço, não podemos mais correr riscos", afirmou o prefeito.

Numa reunião conjunta em Guariba (a 339 km de São Paulo), 12 prefeituras decidiram não realizar o Carnaval do ano que vem, entre elas Jaboticabal, Taquaritinga e Monte Alto. "Foi decidido por unanimidade que as cidades não realizarão o Carnaval em respeito às vítimas da Covid-19 e também o receio de uma nova onda do coronavírus", afirmou o prefeito de Guariba, Celso Romano (PSDB).

Na última terça-feira (16), a Secretaria de Cultura de Taubaté se reuniu com os presidentes de escolas de samba e blocos da cidade e informou sobre o cancelamento do Carnaval do ano que vem. Clique aqui e confira a matéria da Folha de São Paulo na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

23/11


2021

Jaboatão firma PPP com BNDES e Banco Mundial

Jaboatão dos Guararapes é o primeiro município do Estado a firmar cooperação técnica com o BNDES e o International Finance Corporation (IFC), membro do Grupo Banco Mundial, para desenvolver projetos de parcerias públicos e privadas (PPP) na área da saúde. A assinatura da parceria aconteceu em Brasília, hoje, com as presenças do prefeito Anderson Ferreira (PL); do superintendente da Área de Governo e Relacionamento Institucional do BNDES, Pedro Bruno Barros de Souza; e do Principal Investment Officer da IFC no Brasil, Bernardo Tavares. A PPP da saúde terá um investimento de R$ 250 milhões e tem previsão de vigorar a partir do próximo ano.

A assessoria técnica vai envolver investimentos previstos para a ampliação e modernização do atendimento médico à população do município pernambucano. A elaboração do projeto contemplará o levantamento das necessidades para a construção e instalação de equipamentos nas unidades básicas de saúde (UBS) no padrão do Ministério da Saúde. Além desses investimentos, o modelo denominado de “bata cinza” incluirá os custos de manutenção das unidades.

“Mais uma vez Jaboatão parte frente ao viabilizar novos investimentos, agora na área de saúde, visando aprimorar o serviço e aumentar o número de unidades. Essa união entre o poder público e entidades privadas já provou que dá resultado, por isso não há dúvida que no nosso município vamos avançar ainda mais num setor tão importante que é a saúde”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

O representante do BNDES, Pedro Bruno Barros de Souza, ressalta que “as PPPs em atenção primária à saúde são focadas na melhoria da infraestrutura, aprimorando as condições de trabalho e propiciando a melhoria da qualidade do atendimento à população”.

“As PPPs têm sido utilizadas no País como ferramenta de gestão para a melhoria da infraestrutura do setor público em diferentes áreas. A parceria com Jaboatão dos Guararapes vai abrir caminhos para que diversas municipalidades no Brasil implementem PPPs na área de saúde. Esse projeto viabiliza investimentos importantes na infraestrutura, fundamental para o atendimento à população, melhor eficiência e ganhos na gestão. E permitirá que governos municipais cumpram a missão de prover o bem-estar ao cidadão”, acrescenta Bernardo Tavares, Principal Investment Officer da IFC.

O escopo de trabalho do BNDES e da IFC envolve a realização de estudos técnicos, jurídicos, ambiental e análise econômico-financeira, assim como apoio na elaboração dos documentos licitatórios, promoção do projeto e na adoção de inovações tecnológicas e contratuais baseadas nas melhores práticas nacionais e internacionais no setor.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/11


2021

Lira diz que Câmara não tem resistência para o Auxílio

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou, hoje, em entrevista à GloboNews, que os deputados não têm resistência contra tornar o Auxílio Brasil de R$ 400 permanente.

Lira também afirmou que a Câmara não se opõe à criação de uma comissão no Congresso que ficaria responsável por acompanhar e fiscalizar as despesas com precatórios.

As duas ideias (Auxílio de R$ 400 e comissão dos precatórios) estão sendo sugeridas no Senado para serem incluídas no texto da PEC dos Precatórios.

"Em relação a propostas de transformar o auxílio temporário em permanente e criar uma comissão permanente de avaliação e acompanhamento de precatórios no Congresso Nacional, não teria por parte da Câmara nenhum tipo de resistência", disse Lira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina outubro 2021

23/11


2021

Lambança do PSDB facilita terceira via

Por José Nêumanne*

que aqui vou narrar ninguém me contou: eu vi, ouvi, testemunhei e conferi. Luiz Inácio Lula da Silva era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, hoje ABC, ao engajar-se na candidatura alternativa do PMDB na eleição vencida por Franco Montoro para o Senado. Montoro ganhou a primeira eleição direta para governador do Estado de São Paulo e Fernando Henrique Cardoso assumiu a vaga no Senado. Lula e FHC juntaram-se de novo no palanque das Diretas Já, ao lado de Tancredo Neves e Teotônio Vilela, o Coração de Estudante, de Milton Nascimento e Fernando Brant. A polarização PT-PSDB não era naquela luta contra a ditadura militar sequer um presságio.

O feijão com arroz versus caviar da politicagem rasteira os separou. Após ter perdido para Fernando Collor no voto popular e antes de assumir a narrativa do golpe contra Dilma votando no impeachment do alagoano do Leblon, contudo, o Partido dos Trabalhadores (PT), que ajudou a tornar viável a melhor gestão presidencial da história da República, sob Itamar Franco, perdeu duas vezes no primeiro turno para o ex-chanceler da gestão provisória dele. E FHC não se opôs muito a Lula derrotar seu ex-ministro da Saúde José Serra no segundo turno. Desde então, apesar dos insultos grosseiros de hábito do PT, o sociólogo nunca detratou o ex-parceiro de palanque. E o tucano que tentou impedir a reeleição de Lula, Geraldo Alckmin, teve menos votos no segundo do que no primeiro turno. E agora, quem diria, trata-se até de uma chapa Lula-Alckmin.

Em 2014, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) perdeu, de novo com Serra, para a dupla Dilma Rousseff & Michel Temer numa disputa que os derrotados tentaram invalidar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas logo desistiram. Àquela ocasião, o neto do dr. Tancredo preferia enxovalhar a honra do avô preferindo a folga permanente na praia ao mandato de senador por Minas Gerais. É a maior frustração da história política recente do Brasil, por ter a margem apertada de votos nutrido a ilusão de que viesse a ser alternativa à desastradíssima indigestão de madame sabe-nada, que fez tudo errado, pedalou e perdeu a mamata. Aecinho foi pilhado pela Lava-Jato e passou a integrar a turma majoritária no Congresso de antilavajatistas. Chamá-lo de militante seria uma hipérbole. Mas o frustrador-geral da República passou a morar no curral discreto do gado bolsonarista. E ali estava ao lado do PT, na condição dupla de suspeito e vingador. Hoje, o dono da sigla por quem ninguém mais tem respeito algum atua na articulação sem militância, a favor não de Lula nem de Bolsonaro isoladamente, mas de ambos contra a terceira via.

Tucano que se preze, mesmo tendo virado urubu, como virou, respeita mais aparências do que fatos. Então, o bolsonarismo aecista foi a cereja do bolo na farsa das prévias do PSDB em que o aplicativo foi inculpado pela lambança de prévias que não houve. A deputada Mara Rocha, do baixo clero acriano, anunciou a saída do partido e a adesão ao capetão. Eduardo Leite, assumindo sua porção Ninho, não assumiu a candidatura presidencial, o que é conveniente para seu bolsoaecismo.

E o PSDB, que se orgulhava de suas gestões estaduais de Mário Covas, Alberto Goldman e José Serra no maior Estado da Federação, deixará a terceira via livre para sua vocação apolítica, a ser o destino do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. A recente filiação do ex-juiz da Operação Lava Jato ao Podemos pode ser a chave do cumprimento de uma formalidade legal – não há autorização constitucional de candidaturas sem partidos em eleições brasileiras, mais um defeito de nossa enxundiosa Carta Magna – para assumir o posto de apolítico da vez. De fato, Bolsonaro, com 30 anos de tramas politiqueiras no baixo clero clandestino da política profissional, andou sujando as fraldas desse tipo de precocidade praticando a maior série de traições a promessas eleitorais da História do Brasil de Tomé de Sousa a Michel Temer. E Moro errou ao aceitar assumir a mais antiga e prestigiada das pastas da governança federal sob a égide do capitão-terrorista. Mas milhões de cidadãos brasileiros não se disporão a atirar a primeira pedra nele, de vez que não será o único entre os arrependidos por terem acreditado que as instituições são comandadas no Brasil por gente capaz de destronar um aventureiro experimentado somente em revender óleo de cobra em feira livre.

Há bons nomes na expectativa de trilhar a terceira via. Os senadores Alessandro Vieira e Simone Tebet e o ex-deputado Luiz Henrique Mandetta não deixam o autor destas linhas mentir. Mas os dois dígitos que começam a aparecer nos levantamentos de opinião desde que Moro voltou dos EUA para assumir a pretensão presidencial indicam que a falta de experiência no manejo de agulhas do tricô parlamentar não o prejudicará. João Doria não assumiu o altar de padroeiro da vacinação, que merecia, talvez por ter sido escolhido como inimigo do falso antipolítico no poder.

Na linha de mira dos lulistas, que apostam na saudade do povo de seus oito anos de presidência e no esquecimento dos processos de que foi expelido por inimigos de ocasião do ex-juiz nos tribunais politiqueiros, e dos bolsonaristas, que ainda apostam no antipetismo como corrente de fé, a terceira via apolítica forma uma consistente assessoria trazendo de volta à cena o economista Affonso Celso Pastore, O ex-presidente do Banco Central reforça a esperança de que o candidato não pregue apenas o fim da corrupção, mas lidere um programa consistente de governo para restaurar a economia e erradicar a fome, como recomendou o jurista Modesto Carvalhosa, em entrevista ao Estadão de 5 de novembro.

*Jornalista, poeta e escritor


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

23/11


2021

Novo feriado nacional em homenagem a Irmã Dulce

A Comissão de Educação do Senado aprovou um projeto de lei que cria o feriado de Santa Dulce dos Pobres, em homenagem a Irmã Dulce. Segundo a proposta, o dia a ser celebrado anualmente será 13 de março.

O projeto é do senador Angelo Coronel (PSD-BA). A proposta agora precisa ser analisada na Câmara dos Deputados e, se aprovada, precisa de sanção presidencial para entrar em vigor.

Irmã Dulce foi canonizada em outubro de 2019, 27 anos após a sua morte, e é a primeira santa genuinamente brasileira. Conhecida como "Anjo Bom da Bahia", Santa Dulce dos Pobres tem o dia comemorado em 13 de agosto.

O dia 13 de março foi escolhido por ser o dia da morte da religiosa. O relator do projeto, senador Flávio Arns (Podemos-PR), ressaltou que esse dia já é tradicionalmente voltado à lembrança de Irmã Dulce na Bahia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Novembro

23/11


2021

Cabo anuncia injeção de quase R$ 90 milhões em um mês

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém (PL), anunciou, ontem, uma série de adiantamentos de pagamentos aos servidores municipais. Com as medidas, entre o dia 26 de novembro e 27 de dezembro, a gestão municipal vai injetar quase R$ 90 milhões na economia local, movimentando as compras das festas de final de ano. 

Os adiantamentos começam na próxima sexta-feira (26), quando os servidores receberão o salário de novembro. Em seguida, dia 10 de dezembro, será a vez de receberem a segunda parcela do décimo-terceiro. 

A primeira parcela já foi paga em junho deste ano. No dia 20 de dezembro será depositado o salário do mês e, para fechar o ciclo de antecipações, no dia 27 de dezembro, será pago um terço das férias de todos os professores da Rede Municipal de Ensino. Tradicionalmente, o salário é pago no dia 28 ao pessoal da Saúde, Educação e aposentados, e no dia 29 aos demais servidores.

De acordo com o prefeito Keko do Armazém, a iniciativa tem o intuito de movimentar a economia local para as festas de Natal e Réveillon. “Estamos passando por um momento muito difícil economicamente, reflexo da pandemia da covid-19. Com os adiantamentos de pagamentos, queremos proporcionar que nossos servidores curtam essas festas e queremos dar um fomento à economia local nesta época tão expressiva de vendas”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Feira da Sulanca

23/11


2021

Faltam assistência e apoio à Bacia Leiteira do Agreste

Maior bacia leiteira de Pernambuco, o Agreste Meridional sobrevive pela persistência e espírito de luta dos seus criadores. Se fosse depender da boa vontade do Governo do Estado em estimular a produção, lançando mão de programas de apoio e subsídios, muitos já teriam dado adeus à atividade leiteira, deixando de gerar renda e emprego no campo.

"Nem assistência técnica o Governo dá aos criadores", desabafa o prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo (PT). Segundo ele, Águas Belas se mantém hoje na condição de segunda maior participação na produção de leite entre os municípios da chamada Bacia Leiteira do Estado pela sua vocação, tradição e apoio da Prefeitura. "Aqui, até o IPA, grande aliado da cadeia produtiva do leite, fechou o seu escritório, encerrando as atividades de assistência técnica aos criadores", afirmou.

O Governo se omite em tudo. Na questão da assistência técnica, há uma grande carência de veterinários, zootecnistas, agrônomos e técnicos agrícolas. "Os produtores precisam também de assistência social. Há muita gente que trabalha com depressão e isso se observa quando as dificuldades crescem, dificultando a produção do leite", acrescenta o prefeito, que já foi um dos maiores criadores e produtores de leite do município, obrigado a suspender a atividade para se dedicar aos afazeres impostos pela vida pública como gestor municipal.

Mesmo diante de tamanhos entraves por falta de sensibilidade do Governo, Águas Belas dá exemplo da sua vitalidade no campo. A família Malta, liderada pelo pecuarista Ronaldo Malta e seu filho Ruan, se destaca na região como responsáveis pela manutenção do melhor plantel de gado holandês leiteiro do Estado. Através da técnica de manejo envolvendo inseminação artificial na fazenda Belo, a 6 km do centro da cidade, saem hoje para o mercado nordestino as melhores espécies de gado holandês no que tange à genética. Isso está a olhos vistos numa simples visita ao rebanho. Da vaca leiteira ao bezerrinho, o atestado genético é top de linha.

"Já estamos no mercado há 30 anos mantendo o padrão do rebanho. Nossa média na lactação é entre 20 a 30 litros, mas tem vaca aqui que já deu até 72 litros por dia", diz Ruan, que cuida da criação no seu dia a dia e ainda se dedica a uma média empresa de produção de queijo de qualho e iogurtes instalada na mesma área da fazenda, com 50 hectares. Seu plantel hoje é de 120 vacas holandesas em lactação. 

A família dá um forte suporte a Águas Belas para o município se manter na vice liderança em produção na Bacia Leiteira do Estado. Abaixo apenas de Itaiba, a campeã estadual, Águas Belas 40 mil cabeças de gado, dos quais 17 mil vacas, que produzem 250 mil litros de leite por dia. "Se houvesse mais investimento do Estado, mais assistência técnica e uma ração subsidiada, com certeza a produção de leite em nossa região estaria hoje em outro patamar", diz o prefeito Luiz Aroldo.

IOGURTES E FÁBRICA 

Do laticínio da fazenda Belo, além do queijo de boa qualidade, o que está de vento em popa é a produção do melhor, mais natural e gostoso iogurte do Estado. Com vários sabores, com destaque para o morango, o produto pode ser adquirido em qualquer loja do ramo na região. Na visita ontem à fazenda degustei o produto e sai impressionado com o seu padrão de qualidade.

À propósito, o Governo de Pernambuco, através do ProRural, felizmente reagiu e vai beneficiar os produtores familiares do Agreste Meridional e estimular ao mesmo tempo a cadeia produtiva da bovinocultura do leite nos municípios da região. Com um investimento de aproximadamente R$ 5 milhões, o projeto vai possibilitar o funcionamento de uma fábrica de laticínios que permitirá aos agricultores familiares o alcance de novos mercados para comercialização do leite e derivados. 

A obra contempla a construção de reservatório de água e adutora, casa de caldeira e subestação de energia, entre outros investimentos necessários para o funcionamento da Fábrica de Laticínio de Águas Belas, onde será processada a produção de leite que hoje é vendida in natura. O projeto, pleiteado pela Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares do Vale do Ipanema, beneficiará diretamente cerca de 150 produtores locais com o aumento da renda e melhor qualidade de vida para os criadores da região.

Segundo o diretor geral do ProRural, Fábio Fiorenzano, o Agreste Meridional, especialmente os municípios de Garanhuns, Águas Belas, Bom Conselho, Saloá, Itaíba, Iati, Caetés, Capoeiras, Arcoverde e Buique, concentram a maior produção de leite e derivados do Estado de Pernambuco, já ultrapassando 2,6 milhões de litros por dia. “A região tem grande potencial para a bovinocultura de leite, no entanto vender só o leite não é lucrativo. O que vamos fazer é possibilitar que seja agregado valor ao produto, de forma que a atividade gere mais lucro para o agricultor e, consequentemente, mais emprego, renda e qualidade de vida", diz.

A fábrica em funcionamento na sua capacidade máxima prevê o processamento de até 7.1 mil litros/dia de leite pasteurizado, 3 mil litros/dia de bebida láctea e 2.4 mil litros/dia de iogurte, uma expectativa de faturamento superior a R$ 11,8 milhões/ano. “Com a industrialização e certificação os agricultores terão também condições de alcançar novos mercados privados e institucionais como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)”, completa Fiorenzano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde novembro 2021

23/11


2021

Paraná Pesquisas: Lula 35,1%, Bolsonaro 29,8% e Moro 11%

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida eleitoral ao Palácio do Planalto com 34,9% das intenções de voto. Em seguida, estão o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com 29,2%, e o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro, com 10,7%.

A pesquisa utilizou uma amostra de 2.020 eleitores, estratificada de acordo com sexo, faixa etária, grau de escolaridade, nível econômico e posição geográfica, por meio de entrevistas presenciais.

O levantamento entrevistou eleitores com 16 anos ou mais, em 26 Estados e no Distrito Federal e em 164 municípios brasileiros, entre os dias 16 e 19 de novembro de 2021. A margem estimada de erro é de 2%.

No 1º cenário avaliado, Ciro Gomes (PDT) aparece em 4º lugar, com 6,1% das intenções de voto. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), marca 3,1%. Luiz Henrique Mandetta (DEM) aparece com 1,2%.

Os outros 3 possíveis candidatos da chamada “3ª via” têm menos de 1%. Simone Tebet (MDB) aparece com 0,6% e Alessandro Vieira (Cidadania) e Rodrigo Pacheco (PSD) têm 0,4% cada. Clique aqui e confira a pesquisa na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

23/11


2021

Coluna da terça-feira

Desafio do PSDB é a união pós-prévia

Por Ítala Alves, editora do Blog

Em entrevista ao programa Frente a Frente, na noite de ontem, o ex-senador Armando Monteiro Neto falou sobre a importância dos próximos passos após as prévias nacionais do PSDB. Ainda sem data para uma nova votação, depois do fracasso do último domingo, a legenda agora terá que enfrentar os problemas internos e lutar pela união em torno do nome escolhido, seja ele o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ou o governador de São Paulo, João Doria, caso queira apresentar um nome forte como terceira via em 2022.

No âmbito local, o grupo de Armando, também composto pela presidente estadual do partido e prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, votou no candidato Eduardo Leite. O jovem governador aparece como liderança promissora na legenda e, apesar da pouca idade, tem serviços relevantes já prestados e perfil agregador. “Ele (Leite) tem um ambiente com sinalização de alianças, diferente do governador João Doria, que tem um perfil mais combativo e, num primeiro momento, sem expectativas para alianças, mesmo tendo um bom Governo, reconhecido até por adversários”, disse Armando.

Questionado se Raquel apoiaria a candidatura de João Dória, caso ele vença as prévias, já que ela depositou seu voto em Leite, Armando foi categórico e afirmou que o grupo está unido ao partido independentemente do candidato que vier a ser escolhido. Da mesma forma que Raquel não sofrerá retaliações como pré-candidata ao Governo de Pernambuco, visto que Doria tem apreço por ela e uma excelente relação com o seu pai, o ex-governador João Lyra Neto.

“Não haverá problema se for Doria ou Leite, vamos estar juntos. O grande desafio do PSDB, hoje, é o pós-prévia. Precisamos garantir que o partido possa juntar os segmentos e atestar a unidade. A luta já se assegura difícil na chamada terceira via, o ambiente está congestionado, então imagine se o partido não estiver unido? O nosso objetivo é a união do partido”, concluiu o ex-senador.

Aumento de 107% em propaganda – O vereador Alcides Cardoso (DEM) questionou, em reunião plenária na Câmara dos Vereadores, ontem, o aumento de 107% do orçamento da Prefeitura do Recife destinado à propaganda, que saiu de R$ 26,8 milhões para os atuais R$ 55,8 milhões, após várias suplementações. Para o parlamentar, há uma “completa inversão de prioridades” ao se comparar a execução do orçamento da área com o da habitação. “É uma propaganda do mundo do faz de conta. O que está na televisão não é o que acontece nas ruas do Recife. Uma cidade marcada por graves problemas sociais crônicos, tendo sido considerada a capital mais desigual do País”, disse o parlamentar.

Mais estrutura para os bombeiros – O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), deu entrevista à Rádio Arari FM, ontem, e cobrou mais estrutura para os bombeiros militares do Araripe. “A gente sabe que se tivermos um incêndio de grandes proporções, como ocorreu na última sexta-feira, um carro apenas não seria suficiente para combater o fogo. Graças a Deus não tivemos vítimas, mas a tensão foi muito grande, porque o incêndio colocou em risco o tempo todo as lojas vizinhas. Então eu quero registrar aqui, mais uma vez, a falta de estrutura que os nossos bombeiros sofrem para trabalhar, tanto aqui na região como no Estado”, ressaltou.

Irregularidades em Sirinhaém – A Prefeitura de Sirinhaém abriu sindicância para apurar possíveis irregularidades no leilão ocorrido na gestão anterior, que apontam indícios de falha na avaliação nos valores dos automóveis. Como exemplo, duas Amaroks (ano 2015) foram arrematadas por R$ 35 mil e R$ 40 mil, valores bem abaixo dos praticados no mercado. Entre os indícios de irregularidades, não houve comprovação de que os veículos realmente não serviam para uso, além de vícios no edital para o chamamento da empresa leiloeira. Se confirmados os indícios, o Poder Público Municipal deverá entrar com a devida ação legal para reparar os danos aos cofres públicos.

Sem fonte para o Auxílio-Brasil – O secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, afirmou que o governo ainda não identificou uma fonte de recursos permanente que permita custear um Auxílio Brasil de pelo menos R$ 400 nos próximos anos. Até esta segunda, o governo federal dizia que o Auxílio Brasil – programa que substitui o Bolsa Família – seria complementado até o valor mínimo de R$ 400 apenas até o fim de 2022. “O que nos falta tecnicamente para que o programa seja permanente é a questão da fonte permanente [de recursos]. A gente não tem hoje uma fonte permanente para que essa despesa seja permanente”, disse Colnago durante divulgação do relatório de receitas e despesas do governo federal.

Sudene – O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, deu posse, ontem, ao novo superintendente da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), general Carlos César Araújo Lima. Desde março do ano passado, o cargo era ocupado por Evaldo Cruz Neto. Ao ser empossado, o novo superintendente fez questão de ressaltar que é cearense e que, portanto, conhece profundamente as limitações e, também, as possibilidades do Nordeste. "Ao sair do Exército Brasileiro, imediatamente, eu fui trabalhar no Governo do Estado do Rio Grande do Norte, na Secretaria de Recursos Hídricos, onde eu tive a oportunidade de conhecer praticamente todo o interior do Nordeste e, depois de algumas experiências, vi que é possível ampliá-las para todo o Nordeste. A minha intenção é exatamente essa, contribuir com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) reduzindo os desequilíbrios regionais", afirmou.

CURTAS

BOM JARDIM – Após a vereadora do município de Bom Jardim Jêssica de Janjão (PSC) se licenciar do mandato para assumir a Secretária Municipal de Desenvolvimento Urbano e Obras, o suplente Damião Ruan Silva do Nascimento, o “Ruan de Herculano” (PSC), assumiu a cadeira na Câmara Municipal. A cerimônia aconteceu na manhã de ontem e foi comandado pelo presidente do Legislativo, o vereador Lenílson Lima (PSC). Abastecimento, infraestrutura das estradas e ações para saúde deverão estar na pauta de reivindicações do novo parlamentar.

AÇUDES – Análises de satélites feitas ao longo de três décadas apresentaram mudanças graves na Caatinga, bioma situado predominantemente na região Nordeste. Na região, foi constatada a perda de cobertura vegetal em áreas de conservação do Oeste baiano e o aumento do albedo, energia solar que é refletida de volta à atmosfera, no Sertão pernambucano. Além disso, mais de 1.300 açudes desapareceram no interior de Alagoas. A degradação do meio ambiente no Semiárido nordestino foi avaliada em uma pesquisa da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Perguntar não ofende: O PSDB tem força para ser uma terceira via?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

22/11


2021

Morre o cônsul honorário da Eslováquia, João Alixandre

O cônsul honorário da Eslováquia, Dr. João Alixandre, faleceu, hoje. O velório e cremação serão amanhã, das 10h às 16h, no Cemitério Morada da Paz.

Natural de Calumbi, Pernambuco, ele se formou em medicina e estudou na instituição de ensino LFUK Bratislava, na Eslováquia. Trabalhou como médico na Funasa e Fundação Altino Ventura.

A Aliança Consular lamentou a perda do Dr João Alixandre. "Em nome da Aliança Consular lamentamos o falecimento do Dr. João Alixandre, Cônsul A.H. da Eslováquia. Homem de grande valor. Uma grande perda para toda a família e para nós também, seus amigos e colegas", afirmou.

*Com informações do Blog da Folha


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

22/11


2021

Duque defende candidatura própria PT em Pernambuco

Em meio a agenda da “Caravana Pernambuco Mais Forte”, no Vale do São Francisco, o ex-prefeito de Serra Talhada Luciano Duque se encontrou com o ex-prefeito de Petrolina e ex-deputado estadual Odacy Amorim, para falar sobre a conjuntura política atual e a necessidade de fortalecer a campanha de Lula em Pernambuco.

“Conversamos sobre a conjuntura política de Pernambuco e do Brasil e sobre os desafios que vamos enfrentar na próxima eleição, sobretudo, na tarefa que temos prioritariamente que é eleger o presidente Lula para um novo mandato à frente do país, para que possamos tirar o Brasil do abismo em que se encontra”, afirmou Duque, que também aproveitou o encontro para reforçar sua posição em defesa da candidatura própria do PT ao governo de Pernambuco.

Luciano ainda reforçou que o PT tem grandes quadros que podem contribuir com o partido no próximo ano. “O que reforça ainda mais que chegou a hora de sermos protagonistas e termos um nome concorrendo ao Governo de Pernambuco”, concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

22/11


2021

Garanhuns luz!

Depois de passar o dia em Águas Belas, terra dos índios Fulniôs, cheguei na Garanhuns luz. A cidade já está toda colorida, linda para receber os turistas na temporada do Natal. O start da Cidade Luz foi dado na última sexta-feira pelo prefeito Sivaldo Albino (PSB), num ato que contou com a presença do governador Paulo Câmara.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/11


2021

Educação: TCU quer ação contra TCE

EXCLUSIVO

O TCU vai oficiar ao Procurador Geral da República para que seja proposta uma ação contra o TCE-PE, após os conselheiros do órgão editarem resolução autorizando a gestão do PSB em Pernambuco, por mais três anos, continuar a utilizar recursos carimbados dos 25% da educação para pagar aposentados e pensionistas. A prática foi proibida pela Emenda do Novo FUNDEB, aprovada em 2020 pelo Congresso Nacional.

Apesar desta proibição, em julho de 2021, o TCE-PE autorizou por resolução o uso dos recursos da educação por mais três anos para o pagamento de aposentadorias e pensões. A informação de que o TCU vai pedir à Procuradoria Geral da República para acionar o TCE-PE foi confirmada ao Blog, por fonte no TCU. O ofício já está sendo elaborado pelo TCU.

Na semana passada, o TCE-PE divulgou em nota oficial com ataque ao TCU, presidido pela ministra Ana Arraes. Segundo fonte em Brasília, os conselheiros do TCE-PE não avisaram a ministra Ana Arraes antes de lançar a nota oficial com ataques ao TCU, presidido por ela.

"Vale destacar, ainda, que é motivo de preocupação as determinações da Corte de Contas da União sobre fontes de recursos exclusivamente estaduais, o que pode pôr em risco a harmonia federativa e a autonomia de todo o sistema de Tribunais de Contas", diz um trecho da nota, acusando o TCU de supostamente "pôr em risco a harmonia federativa" e atentar contra "autonomia de todo o sistema de Tribunais de Contas". O motivo dos ataques do TCE ao TCU foi a decisão cautelar da semana passada, que desfavorece os interesses do PSB na gestão dos recursos da educação do Estado, segundo fontes no Poder Executivo local.

A intenção de tomar providências contra o TCE-PE já tinha ficado clara no voto do ministro do TCU Walton Alencar, proferido em 10 de novembro. "Por fim, cabe, desde já, dar ciência dos fatos ao Procurador-Geral da República, legitimado universal para o ajuizamento de ações diretas de inconstitucionalidade, nos termos do artigo 103 da Constituição Federal, para que adote as providências que entender cabíveis", disse trecho do voto do ministro do TCU.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros