22/02


2021

Coluna da segunda-feira

Aprovado no primeiro teste

Articulistas da elite nacional da mídia em Brasília, as jornalistas Helena Chagas e Lídya Medeiros, ex-Globo, estão sempre antenadas com o que rola nos bastidores do Congresso. No relatório que produzem restrito a assinantes, o #Tag Repórter, avaliam que até adversários reconhecem que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), passou no primeiro teste de crise política. Fracassada a tentativa de acordo para relaxar a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) em troca de um processo de cassação no Conselho de Ética, o novo chefe do parlamento brasileiro teve habilidade para dar um cavalo-de-pau na estratégia e não confrontar o STF.

Com isso, segundo interpretam, passou a apoiar a manutenção da prisão de Silveira, posição da maioria da Casa, e articulou nesse sentido no plenário. Lira acabou por contrariar mais de uma centena de seus eleitores de três semanas atrás. Mas, ao deixar os bolsonaristas ideológicos na chapa quente, teve o cuidado de avisar o presidente da República para não entrar na briga, porque iria perder.

A leitura política do episódio é que o presidente da Câmara demarcou uma linha no apoio do Centrão ao Governo, que nem de longe é incondicional. Ao enquadrar o bolsonarismo, Lira mostrou que, antes de tudo, cuida de seus interesses. Investigado e denunciado no Supremo, não correria o risco de derrubar a prisão decretada pela Corte.

Espertamente, porém, criou uma comissão para propor mudanças no artigo da Constituição que trata da inviolabilidade e da imunidade do mandato parlamentar, regulamentando mais detalhadamente as ocasiões em que um deputado poderá ter sua prisão decretada pelo STF. Até os ácaros do tapete verde sabem que a PEC que resultar disso não irá ampliar, mas muito provavelmente restringir, as condições em que um parlamentar pode ir parar na cadeia.

SILVA E LUNA GARANTIDO – Apesar das primeiras especulações sobre uma “rebelião” no Conselho de Administração da Petrobras, dificilmente, segundo interlocutores de conselheiros, a indicação do general Silva e Luna será rejeitada. O presidente do Conselho, Eduardo Bacellar Leal Ferreira, almirante da reserva, não pretende deixar seu cargo. Além disso, o governo conta com os votos de seis dos onze conselheiros. A avaliação é que, em plena crise e com as ações da empresa em queda livre, não seria prudente criar um impasse dessa dimensão com o controlador — o Governo Federal. A expectativa é que o general Silva e Luna seja eleito conselheiro e depois assuma a presidência da estatal.

CHEIRO DE DERROTA – Deputados da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara acham que os mesmos ventos que sopraram no plenário para manter preso Daniel Silveira, por 364 votos contra 130, vão varrer da presidência da CCJ a também bolsonarista Bia Kicis, indicada pelo PSL com o apoio de Arthur Lira. Com sua escolha contestada desde antes do Carnaval, Kicis se manteve à distância da polêmica no caso Silveira. Mas a correlação de forças que se estabeleceu, separando o Centrão dos bolsonaristas de raiz — que estiveram juntos na eleição de Lira — está estimulando outros nomes do grupo a se candidatarem ao posto, com chances de derrotá-la na votação dentro da Comissão, em aliança com a oposição.

PERDA DO MANDATO – A expectativa dos deputados que mantiveram Daniel Silveira na cadeia na semana passada é que o próprio STF relaxe a prisão nos próximos dias, substituindo-a por medidas cautelares e, quem sabe, uso de tornozeleira. Pela ordem natural das coisas, o próximo passo na Câmara seria cassar o mandato dele no Conselho de Ética, que volta a se reunir amanhã. Como se trata do mesmo colegiado que nem sequer tomou conhecimento da representação contra a deputada Flordelis, acusada de mandar matar o marido, há dúvidas se isso vai mesmo acontecer.

INQUIETAÇÃO – Conhecedores do meio militar — da ativa e da reserva — acham que é preciso prestar atenção na relação tensa entre o comando do Exército e o Supremo Tribunal Federal. Alguns oficiais superiores concordam com críticas à Corte. Consideram que os ministros têm exorbitado, promovendo insegurança jurídica com decisões monocráticas, legislando no lugar do Congresso, e tolhendo espaço de poder do presidente da República, além de soltar bandidos e, em sua opinião, trabalhar para enterrar a Lava-Jato.

O MARIDÃO DEPUTADO – Na eleição de 2018, já no exercício do primeiro mandato, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), já com o poder subindo à cabeça, como está hoje, queria eleger a mãe Mércia Lyra ou o marido Fernando para Assembleia Legislativa. Foi contida pelo pai, o ex-governador João Lyra Neto. Agora, sonha acordada em transformar realidade o surto da picada do mosquito azul do maridão. Os aliados mais próximos acham uma grande aventura, até mesmo se for para valer o projeto da tucana de abandonar a Prefeitura para disputar o Governo do Estado, em 2022.

CURTAS

RECUOU – Da tacada em 600 pais de família tão logo foi reeleita, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, pode readmitir boa parte, principalmente na área da saúde. Há uma expectativa que as renomeações sejam assinadas e publicadas no Diário Oficial do Município no próximo dia 1º. Nem todo mundo aguenta a tortura do arrependimento quando põe a cabeça diante do travesseiro.

A RAZÃO – O prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira (PSB), preferiu ignorar a repercussão pelas redes sociais de um vídeo, postado ontem neste blog, sendo hostilizado durante o ato dos testes do Ramal do Agreste, sexta-feira passada, com a presença do presidente Bolsonaro. A gravação, segundo aliados, partiu de um politico sem expressão, que tentou um mandato de vereador por diversas vezes e nunca emplacou.

Perguntar não ofende: A Câmara dos Deputados rasgou a Constituição ao manter o deputado bolsonarista preso? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

marcos Lolita de camaragibe, o nosso Kit Gay é chegado a Cenoura, pepino e linguiça.

marcos

Haddad o nosso Kit Gay é chegado a Cenoura, pepino e linguiça.

marcos

Ainda bem que o partido comunista Chinês criou um vírus para matar muita gente. \"Luis Inácio Corona da silva \"

Fernandes

Brasil perdeu controle da pandemia ao não valorizar ciência, diz presidente do Einstein. O presidente do Hospital Albert Einstein, Sidney Klajner, afirmou ao Estadão que o Brasil perdeu o controle sobre a pandemia por não valorizar a ciência. “Uma das grandes causas que levaram à falta de um comando pautado pela ciência foi a presença de opiniões de pessoas que não detêm conhecimento e passaram a colocar suas posições muito focadas em ideologias”.

Fernandes

Bomba! Haddad, vai botar no papeiro do Bozo e do marcos Lolita de camaragibe, o mamador de piroca queima rosca.


Cabo 2021

21/02


2021

Jungmann: Bolsonaro quer armar povo para guerra civil

Ex-ministro da Defesa e Segurança Pública no Governo Temer, Raul Jungmann elaborou uma carta aberta a todos os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) fazendo um alerta sobre os novos decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro, que facilitam o acesso da população a armamento. Jungmann apela para que a Suprema Corte faça uma "urgente intervenção" para coibir a medida.

Ele também fez referência à recente invasão ao Capitólio nos Estados Unidos, organizada por apoiadores do ex-presidente Donald Trump. Para Raul Jungmann, "o armamento da cidadania para 'a defesa da liberdade' evoca o terrível flagelo da guerra civil, e do massacre de brasileiros por brasileiros".

Leia o texto de Jungmann na íntegra:

"Carta aberta ao Supremo Tribunal Federal

Sr. Presidente e Srs. Ministros do Supremo Tribunal Federal,

Srs. Ministros,

Dirijo-me a essa egrégia Corte na dupla condição de ex-ministro da Defesa Nacional e da Segurança Pública, com o objetivo de alertar para a gravidade do nefasto processo de armamento da população, em curso no Brasil.

É iminente o risco de gravíssima lesão ao sistema democrático em nosso país com a liberação, pela Presidência da República, do acesso massificado dos cidadãos a armas de fogo, inclusive as de uso restrito, para fins de "assegurar a defesa da liberdade dos brasileiros" (sic), sobre a qual inexistem quaisquer ameaças, reais ou imaginárias.

O tema do armamento dos cidadãos, até aqui, foi um assunto limitado à esfera da segurança pública em debate que se dava entre os que defendiam seus benefícios para a segurança pessoal e os que, como nós, e com base em ampla literatura técnica, afirmávamos o contrário - seus malefícios e riscos às vidas de todos.

Ao transpor o tema da segurança pública para a política, o Executivo incide em erro ameaçador, com efeitos sobre a paz e a integridade da Nação, pelos motivos a seguir. Em primeiro lugar, viola um dos principais fundamentos do Estado, qualquer Estado, que é o de deter o monopólio da violência legal em todo o território sobre a sua tutela, alicerce da ordem pública e jurídica e da soberania do país.

Em segundo lugar, pelo fato de que as Forças Armadas são a última ratio sobre a qual repousa a integridade do Estado nacional. O armamento da população proposto - e já em andamento -, atenta frontalmente contra o seu papel constitucional, e é incontornável que façamos a defesa das nossas FFAA. Em terceiro, é inafastável a constatação de que o armamento da cidadania para "a defesa da liberdade" evoca o terrível flagelo da guerra civil, e do massacre de brasileiros por brasileiros, pois não se vislumbra outra motivação ou propósito para tão nefasto projeto.

Ao longo da história, o armamento da população serviu a interesses de ditaduras, golpes de estado, massacre e eliminação de raças e etnias, separatismos, genocídios e de ovo da serpente do fascismo italiano e do nazismo alemão.

No plano da segurança pública, mais armas invariavelmente movem para cima as estatísticas de homicídios, feminicídios, sequestros, impulsionam o crime organizado e as milícias, estando sempre associadas ao tráfico de drogas.

Por essas razões, Estados democráticos aprovam regulamentos rígidos para a sua concessão aos cidadãos, seja para a posse e, mais ainda, para o porte. Dramaticamente, Srs. Ministros, estamos indo em sentido contrário à vida, bem maior tutelado pela lei e nossa Constituição, da qual sois os guardiães derradeiros.

Em 2018, pela primeira vez em muitos anos, revertemos a curva das mortes violentas, por meio de um amplo esforço que culminou com a lei do Susp - Sistema Único de Segurança Pública -, que permanece inexplicavelmente inoperante. Hoje, lamentavelmente, as mortes violentas voltaram a subir em no corrente ano e no ano anterior, enquanto explodem os registros de novas armas em mãos do público: 90% a mais em 2020, relativamente a 2019, o maior crescimento de toda série histórica, segundo dados da Polícia Federal.

Com 11 milhões de jovens fora da escola e do trabalho, os "sem-sem", vulneráveis à cooptação pelo crime organizado, a terceira população carcerária do planeta - 862.000 apenados, segundo o CNJ, e um sistema prisional controlado por facções criminosas, polícias carentes de recursos, de meios e de ampla reforma, mais armas em nada resolvem o nosso problema de violência endêmica - antes a agravam e nos tornam a todos reféns.

Está, portanto, em vossas mãos, em grande parte, impedir que o pior nos aconteça. Por isso apelamos para a urgente intervenção desta egrégia Corte, visando conjurar a ameaça que paira sobre a Nação, a Democracia, a paz e a vida.

Lembremo-nos dos recentes fatos ocorridos nos EUA, quando a sede do Capitólio, o congresso nacional americano, foi violada por vândalos da democracia. Nossas eleições estão aí, em 2022. E pouco tempo nos resta para conjurar o inominável presságio.

Respeitosamente,

Raul Jungmann"


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Concordo, Bozo é bandido.

marcos

Olha aí a guerra civil, catinga de suvaco!

marcos

Será que Raul já se esqueceu disso? .................. Sem-terra invadem Câmara, espalham destruição e ferem 24 Autor: Eugênia Lopes e Luciana Nunes Leal..............................................Fonte: O Estado de São Paulo, 07/06/2006,........................... Sob o comando de um dirigente petista, 545 militantes do Movimento de Libertação dos Sem-Terra (MLST), uma dissidência do MST, transformaram ontem o Congresso numa praça de guerra, em episódio de selvageria inédito na história da instituição. Depois de invadir à força um prédio anexo da Câmara, eles passaram a destruir tudo à volta e a agredir seguranças. No fim, 26 pessoas saíram feridas - 24 seguranças e 2 manifestantes. Um diretor da Casa foi internado na UTI de um hospital com traumatismo craniano.

marcos

Será que Raul já se curou da catinga de Suvaco?



21/02


2021

Márcia anuncia retomada do novo abatedouro de Serra

A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), conseguiu destravar, ontem, a construção do novo abatedouro da cidade. A obra, que havia parado, foi retomada pelo novo empreendedor. Com isso, o matadouro de Bom Jesus fica desativado em definitivo.

“Começamos o final de semana com muito trabalho e alegria em dar continuidade à obra do abatedouro, mais um sonho que se concretiza na vida dos serra-talhadenses. Um abatedouro padrão, que teve início na gestão do ex-prefeito Luciano Duque, do porte que Serra Talhada merece, todo pensado para ser complementado com outros investimentos”, detalhou a prefeita.

Ainda de acordo com ela, o novo abatedouro vai gerar mais de 60 empregos. "Isso garantirá qualidade no produto entregue para a população e vai melhorar a situação de trabalho de muitas pessoas", prosseguiu Márcia Conrado, em cerimônia que contou com as presenças do vice-prefeito Márcio Oliveira, do ex-prefeito Luciano Duque, de alguns vereadores e do empreendedor Antonio de Epitácio.

*Com informações do portal No foco com notícias


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner Jaboatao 2021

21/02


2021

Quinteto Violado homenageia Zé Dantas em live

O Quinteto Violado celebra a música do Nordeste do Brasil com uma live em Homenagem a Zé Dantas – o Doutor do Baião, autor de diversos sucessos até hoje entoados Brasil e mundo afora. Se estivesse vivo, ele completaria 100 anos em 27 de fevereiro, mesma data em que a Prefeitura de Carnaíba, cidade natal de um dos maiores parceiros de Luiz Gonzaga, presenteia o mundo com um show virtual comemorativo.

A apresentação ocorre às 21h pelo canal do Quinteto Violado no YouTube e com retransmissão pelo canal da Prefeitura. O grupo surgiu no ano de 1971, trazendo uma nova leitura para a música brasileira com ênfase no Nordeste. Neste período, Gilberto Gil definiu o estilo do conjunto como um “Free Nordestino”.

Ao longo de sua carreira, o Quinteto Violado concorreu a 9 Prêmios da Musica Brasileira e ganhou 4 deles, como Melhor Grupo Regional; foi indicado ao Latin Grammy Awards 2014; recebeu a OMC (Ordem do Mérito Cultural) do Ministério da Cultura, pelos seus feitos culturais ao pais; ganhou o Prêmio Profissionais da Música 2015, em Brasília; e realizou mais de 55 fonogramas registrados em LPs, CDs e DVDs, além do lançamento de 2 livros, entre outros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/02


2021

Vertentes, exemplo nacional: só uma morte por Covid

Vertentes, no Agreste Setentrional de Pernambuco, registrou um caso de óbito por Covid-19 até o momento. Com mais de 20 mil habitantes, a cidade teve 550 casos da doença confirmados. Conforme relatou o prefeito Romero Leal (PSDB) ao Blog, o município investiu em uma grande campanha de conscientização, informando à população sobre a necessidade de distanciamento social e o uso de equipamentos de proteção, como máscara e álcool em gel.

Os números de Vertentes são melhores do que o de outras cidades com menos habitantes, como Calçado, no Agreste Meridional do Estado, com duas mortes pelo novo coronavírus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina 2021

21/02


2021

Diário do Nordeste quer alcançar liderança na região

No caminho oposto ao do enxugamento drástico na folha salarial, com a demissão de aproximadamente 100 profissionais, o Diário do Nordeste vai obtendo excelentes resultados na sua fase digital. De acordo com dados do Google Analytics, divulgados pelo próprio jornal, foram mais de 12,8 milhões de usuários e 37,7 milhões de pageviews somente em janeiro deste ano – um crescimento de 78,70% em relação ao mesmo período em 2020.

Segundo informações colhidas da ComScore, o DN é o “veículo com números mais qualificados de audiência”: mais de 35,9 milhões de páginas vistas até dezembro e tempo total médio de 43,6 minutos por usuário. Estes números mostram um aumento de 139,3%.

O Diário do Nordeste, do Sistema Verdes Mares (Grupo Edson Queiroz), também vai iniciar o modelo de paywall de assinatura do portal. A direção destaca que trata-se de uma plataforma ágil e segura para as transações on-line que darão acesso ao conteúdo exclusivo do site através de login e senha. 

Para o diretor Comercial e de Marketing do Sistema Verdes Mares, Erick Picanço, estas ações estão embasadas em ferramentas bastante confiáveis. "Temos o maior banco de dados do mercado que consegue entender o consumidor por gênero, idade, classificação econômica e, inclusive, geolocalização através do IPC Maps. A gente compreende que o conteúdo é o herói desse novo modelo de comunicação e é nisso que o Diário do Nordeste está focando", afirma. 

O DN está investindo em novos produtos com a ambiciosa missão de ser tornar o mais lido do Nordeste. Também houve a contratação de colunistas com projeção nacional, a exemplo do jornalista Xico Sá, do ator Silvero Pereira, dos escritores Lira Neto, Socorro Acioli, Ruy Câmara e do ativista Preto Zezé.

Serão lançados ainda ao longo deste ano novos produtos que irão reunir conteúdos de entretenimento, prestação de serviços, formação educacional, esporte - com um nível de profundidade relevante para o público nordestino - e também de temas que buscam aprofundar a relação com as empresas e a sociedade. A transformação será feita em etapas, com a criação de novos produtos, serviços e modelos de mídia buscando atingir a liderança no Nordeste. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

21/02


2021

Estátua dedicada a Reginaldo Rossi é pichada

Menos de 20 dias após a inauguração, a estátua dedicada ao saudoso músico Reginaldo Rossi já foi alvo de depredação. A peça, feita em argila, está localizada no Pátio de Santa Cruz, no bairro da Boa Vista, área central da capital pernambucana. O custo total foi de R$ 35 mil e saiu dos cofres da Prefeitura do Recife, ou seja, do povo.

Criminosos, no entanto, já se sentiram confortáveis para atacar a escultura, criada pelo arquiteto e escultor Demétrio Albuquerque. A garrafa que compõe a estátua do Rei do Brega está pichada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

21/02


2021

Pirataria põe produtores de leite à beira da falência

Produtores de leite e derivados estão reclamando de prejuízos causados pela comercialização de alimentos falsificados. Em Ingazeira, o produtor Rildo Belo conta que há quatro anos sofre com esse tipo de ação, que inviabiliza a venda de produtos pela competitividade desleal.

“Isso está quebrando todos nós. Os falsificadores vendem com o preço baixo, a gente não tem como acompanhar, perde as vendas e tem de diminuir a produção”, relata. Ainda de acordo com Rildo, o material pirata comercializado leva nata, margarina e óleo de soja, mais baratos do que os que utilizam leite puro.

Por esse motivo, ele apela para políticos da região, como deputados federais, e ao governador Paulo Câmara para que aumente a fiscalização para impedir a venda desses produtos falsos, que tornam a disputa desleal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

21/02


2021

Calçado é a cidade com menos óbito por Covid em PE

Blog do Roberto Almeida

Tem um site, denominado brasil.io, com dados completos sobre a situação da Covid no País e em Pernambuco. Fazendo uma leitura atenta do número de casos e de óbitos em cada cidade do Estado, se vê claramente que a situação é preocupante, e não dá pra entender porque tanta gente parece “não dar bola para a pandemia”.

Alguns municípios têm situação pior do que os outros. Levando-se em conta a população e o número de pessoas que perderam a vida por conta do vírus, chegamos a conclusão que o cenário é mais drástico em lugares como Recife, Paulista, Jaboatão, Caruaru,  Vitória de Santo Antão e Serra Talhada.

Nos municípios citados os índices de mortalidade são maiores, quando a conta é feita de acordo com o número de habitantes. O índice de letalidade do vírus na capital, por número de habitantes, é de 182, em Paulista é de 148, Vitória 131,  Caruaru 117, Arcoverde 113, Jupi 100, Serra Talhada 108, Garanhuns 86.

O vírus tem tirado vidas nas cidades grandes, médias e pequenas. Belo Jardim e Petrolina têm um índice pequeno,  quando comparadas a outras cidades de porte médio de Pernambuco. Na região do Agreste Meridional, Calçado e Angelim são os municípios que tiveram menos óbitos devido à Covid. Foram três na primeira cidade e quatro na segunda.

Jupi, com 15 óbitos, tem a pior situação dentre os municípios pequenos da região. Levando em conta a população de pouco mais de 14 mil moradores, por lá o índice de mortes está acima de Garanhuns e próximo de cidades como Vitória e Caruaru.

Garanhuns, que somou até o momento 121 óbitos, não está em situação confortável, porém em cidades como Vitória de Santo Antão (que tem população semelhante), Caruaru (três vezes o número de habitantes) e Serra Talhada (menor) o vírus tem feito mais vítimas, proporcionalmente.

Segue abaixo  uma relação de cidades pernambucanas com o número de óbitos. Os dados são do último dia 19:

Cidades grandes e de porte médio

Recife – 3.015

Paulista - 465

Caruaru - 430

Petrolina – 185

Vitória de Santo Antão - 184

Garanhuns -  121

Serra Talhada – 94

Gravatá - 90

Goiana – 93

Arcoverde - 85

Palmares - 82

Limoeiro - 72

Belo Jardim - 43

Cidades pequenas

Jupi - 15

Capoeiras – 13

Paranatama – 10

Caetés – 10

Brejão – 3

Angelim - 4

Correntes – 3

Calçado – 2

Jucati – 4

Em Pernambuco 10. 839 pessoas perderam a batalha para a Covid. O Estado vacinou até agora 328. 310 pessoas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Roberto Moreira Adauto

FALTOU A INFORMAÇÃO DE OLINDA



21/02


2021

Procura-se Raquel Lyra

Poucos dias após assumir o segundo mandato, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), promoveu demissão em massa ao exonerar mais de 600 comissionados. Com uma só canetada, a gestora, conhecida pelos seus admiradores como "mainha", fez essa varredura, que provocou protestos ainda em janeiro.

Já este ano, acomodou ex-vereadores em sua administração, com salários que superam R$ 4 mil, bem acima do que recebe a maioria da classe trabalhadora, que rala todos os dias para ter o que comer. As últimas decisões de Raquel estão comprometendo os serviços públicos de Caruaru e geraram um desabafo do apresentador Dilson Oliveira, na última sexta-feira (19), no programa "O Povo na TV", da TV Jornal Interior.

"Desapareceu todo mundo, fugiu todo mundo. Mainha desapareceu também. Mainha sumiu. Quem encontrá-la na cidade, traga aqui que ganha um prêmio", ironizou. "Que coisa absurda é essa que está acontecendo em Caruaru. Parece até que virou terra sem lei. Não tem Justiça, o município não obedece a nada que o Ministério Público manda. Você aí, amigo professor, que na eleição vivia dizendo 'é mais quatro, mainha', está demitido agora. Você, coveiro, da zona rural, que dizia 'é mais quatro, mainha', também está demitido", prosseguiu Dilson.

Assista ao desabafo do apresentador na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha