Nova Orla Jaboatão

01/08


2021

PRTB não pode compor com PSB

Por Fernando Gordinho*

O PRTB 28 é um partido democrático de direito e o nosso eterno líder, Levy Fidelix, em memória, sempre defendeu a nossa ideologia de direita: Deus, pátria e família. Fico muito triste em ver alguns dos nossos líderes querendo levar o PRTB para o palanque do PSB, um partido de esquerda que, junto com o PT, levou o país e Pernambuco a passar por dias muito difíceis.

De compra de respiradores para porcos a bandeja de ovos por 25 reais, além da séria crise na saúde e a perseguição aos nossos policiais e empresários empregadores. No segundo mandato, o governador não disse a que veio. Em Jaboatão, não conheço uma obra empreendedora desse governo.

O PRTB tem nomes com pontencial para tocar esse Estado e, junto com o governo federal, levar Pernambuco a ser o Leão do Norte. Nosso vice-presidente, general Hamilton Mourão, é cidadão recifense e, em breve, será pernambucano.

Ele tem serviços prestados a Pernambuco, quando por aqui passou, e tem uma filha pernambucana. É um homem com serviços prestados também ao Brasil e ao mundo. Com Mourão, Pernambuco vai entrar na rota do desenvolvimento.

*Ex-vereador de Jaboatão


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Julho 2

01/08


2021

A amante de US$ 100 milhões do ex-rei da Espanha

Veja

Imaginem a seguinte situação: um homem numa posição importante recebe uma comissão por baixo do pano e, para não expor seu nome, deposita o dinheiro na conta da amante num banco suíço, prevendo que garantiria um pé de meia quando finalmente ele largasse a esposa e os dois assumissem o romance.

Mas os dois rompem e, inconformado, ele começa a pressionar a ex-amante a devolver a bolada. Ela diz que o dinheiro foi um presente e o acusa de assédio moral.

Este é basicamente o roteiro que envolve Juan Carlos I, o desmoralizado rei emérito da Espanha, e Corinna Larsen, sua ex-amante.

A quantia envolvida não é pouca: 100 milhões de dólares, que promotores de dois países, Suíça e Espanha, querem associar a uma comissão paga pelo rei da Arábia Saudita a Juan Carlos, por ajudar a diminuir o valor orçado por uma empresa espanhola para implantar o trem-bala de Meca.

O caso já é conhecido há algum tempo e contribuiu para a vexaminosa saída pelas portas dos fundos do rei emérito, seu título oficial, quando deixou a Espanha na surdina e se homiziou nos Emirados Árabes Unidos, temendo que a polícia acabasse batendo à sua porta.

O escândalo voltou à tona porque Corinna Larsen agora acusa o ex-rei de assédio e difamação na justiça da Inglaterra, onde foi morar depois de deixar seu duplex em Mônaco, onde se dedicava à arte de promover contatos e negócios do mundo dos muito ricos e, eventualmente, aristocratas. 

Ela diz ter ouvido do ex-amante que as consequências “não seriam boas” se não devolvesse o dinheiro que considerou, na época, uma prova de “amor e afeto”. Também acusa o então diretor do serviço secreto espanhol, general Félix Sanz Roldán, de pressioná-la a mando de Juan Carlos,  insinuando ameaças sobre sua segurança e a de seus filhos.

O maior mal que o processo de Corinna, uma dinamarquesa que usou durante algum tempo o sobrenome e o título do segundo marido, o príncipe alemão Casemir Zu Seyn Wittgenstein, pode causar é ao rei Felipe VI, o filho certinho que procura se distanciar cada vez mais das trapaças do pai, mas que sempre pode ser prejudicado por aproximação.

Juan Carlos não tem mais reputação a salvar. Seu mundo começou a desabar em abril de 2012, quando sofreu uma queda durante uma caçada em Botswana e precisou ser levado de volta à Espanha. As aparências que mantinha, com uma certa cumplicidade da imprensa, desabaram. 

Vieram à tona o caso com Corinna, os contatos suspeitos – o safári em Botswana tinha sido pago por um empresário sírio – e, mais chocante de tudo, a foto de uma caçada anterior, onde ele posava com a filha Elena ao lado de um elefante morto.

O processo de desmoralização desencadeado a partir daí, com o risco de levar junto para o buraco a monarquia, o levou a abdicar em favor do filho dois anos depois.

O caso com Corinna havia terminado há tempo. Segundo ela, quando ele lhe disse que não mantinha uma relação de exclusividade – e não existe ciúme maior do que o das amantes.

Os dois haviam se conhecido durante uma caçada na propriedade espanhola do duque de Westminster. Corinna trabalhava nesses eventos para pouquíssimos privilegiados promovidos por um fabricante de armas de caça da Inglaterra. 

Depois de estabelecida praticamente como amante oficial do rei da Espanha, ela se mudou para o ramo de promoção de contatos e negócios. 

Juan Carlos foi loucamente apaixonado por ela, a ponto de ter consultado advogados sobre a possibilidade de se divorciar da rainha Sofia. Chegou a pegar um avião para ir à Alemanha pedir a mão dela em casamento ao pai, o dinamarquês Finn Bonning Larsen, que durante muitos anos foi diretor da Varig na Europa.

Nas monarquias constitucionais europeias, reis e rainhas têm apenas um papel simbólico, que depende muito da imagem e da aprovação da opinião pública. Um dos argumentos dos defensores desse tipo de sistema é que o papel de chefe de Estado fica mais sólido e respeitável quando não envolve políticos.

Quando reis se comportam como aqueles que pretendem substituir com mais elegância, o argumento desmorona.

Na Espanha existe uma esquerda antimonarquista forte e a opinião pública flutua. O sistema todo se desmoraliza quando escândalos de corrupção solapam seus fundamentos. 

Felipe é totalmente dedicado a criar uma imagem de monarca moderno, de comportamento impecável. Afastou a própria irmã, Cristina, da família quando o marido dela se enredou num caso de corrupção que o levou à cadeia. Renunciou publicamente a qualquer herança que viesse a receber do pai, como beneficiário de duas fundações de fachada que Juan Carlos criou para administrar seus recursos não contabilizados.

Na Inglaterra, são os filhos – e netos – que criam problemas para a rainha. No caso dos espanhóis, é o pai que cria problemas para o filho.

Existe ainda algum segredo inconveniente que o processo de Corinna contra o o rei aposentado possa revelar? Dificilmente. 

Mas sempre é bom não subestimar a capacidade destrutiva de uma ex-amante que não quer devolver um presentinho de 100 milhões de dólares.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

01/08


2021

Alepe retoma os trabalhos amanhã

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) retoma os trabalhos amanhã (2) com uma agenda de trabalhos mais intensa e reforço às iniciativas que buscam uma integração maior com os demais poderes e instituições e na retomada do crescimento econômico do Estado. 

Para o segundo semestre estão previstos além da votação de matérias e promoção de audiências públicas visando à melhoria da qualidade de vida da população, novos projetos da Alepe que atenderão os setores produtivos do Estado. Também estão programadas iniciativas que darão suporte às Câmaras Municipais em áreas como tecnologia, legislação e capacitação.

 “O momento exige cada vez mais trabalho e integração com as instituições. A economia vai ocupar lugar central nos debates da Assembleia Legislativa, pois na medida em que avançamos com a vacinação, é urgente construir as condições para impulsionar a competitividade do nosso setor produtivo, gerando mais oportunidade, emprego e renda”, afirmou o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros.

Para cumprir o protocolo de segurança recomendado por conta da pandemia do coronavírus, as sessões plenárias e reuniões das comissões serão mantidas de forma remota, sendo exibidas pela TV Alepe (28.2) e pelo canal do Youtube. O primeiro semestre de trabalhos legislativos foi concluído em 30 de junho, mas interrompido entre os dias cinco e doze de julho para análise e votação de proposições em regime de urgência, solicitadas pelo Executivo.

Dentre as votações, estava a prorrogação por mais de 90 dias do reconhecimento do estado de calamidade pública em Pernambuco e em 131 municípios. Outro momento em que o recesso parlamentar foi interrompido ocorreu na última sexta-feira (30), quando a Comissão de Justiça da Alepe promoveu uma reunião para debater a possibilidade de exclusão do ramal Suape na execução da Ferrovia Transnordestina.

Ficou decidido que a Alepe terá uma comissão suprapartidária para acompanhar a discussão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Muro de Arrimo

01/08


2021

Duque diz que é possível Pajeú ter três nomes na Alepe

O ex-prefeito de Serra Talhada e pré-candidato a deputado estadual Luciano Duque (PT) afirmou que é possível o Sertão do Pajeú ter três representantes na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) na próxima legislatura. As declarações foram dadas, ontem, em entrevista ao jornalista João Calos Rocha e ao blogueiro Marcello Patriota na Rádio Gazeta FM, em São José do Egito.

Além do petista Duque, os nomes dos pajeuzeiros José Patriota e Paulo Jucá (ambos do PSB) são cotados para a Alepe. O ex-prefeito de Serra Talhada segue em agendas por cidades do interior pernambucano.

Neste fim de semana, ele visitou Brejinho, Itapetim e São José do Egito. “Nós estamos conversando com várias lideranças da região, buscando fortalecer um projeto que inclua o interior na rota do desenvolvimento e que tenha uma voz na Assembleia Legislativa que defenda os interesses do nosso povo”, disse.

Duque também fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), definindo como "um desastre". Em Pernambuco, ele defende que o PT tenha candidatura própria ao Governo do Estado e criticou a gestão do governador Paulo Câmara (PSB) ao pontuar que Pernambuco está atrás de Ceará e Bahia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/08


2021

O preço da incompetência

Pernambuco paga o preço da incompetente gestão de Paulo Câmara e seu secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Covidão: o fim do sonho de contar, como o Ceará, da maior obra de escoamento do Nordeste: um ramal da Ferrovia Transnodestina. 

Obra fundamental, anunciada e  iniciada após longos estudos e parcerias com a iniciativa privada, a Ferrovia não vai beneficiar o complexo de Suape. Tudo graças a um misto de falta de capacidade de articulação política e empresarial.

Não importa quem está no poder, os interesses do Estado estão acima de tudo. A notícia é lamentável e mostra a necessidade urgente do Estado voltar ao bom caminho.

O Estado não ter um secretário, envolvido em tantos escândalos à frente de uma pasta tão importante, que atrai investimentos e gera confiança, pré-requisitos que faltam a Covidão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Novas Creches

01/08


2021

Praia de Piedade sem banho de mar após veto

Folha de Pernambuco

O trecho da Praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, onde ocorreram dois incidentes com tubarão em um intervalo de 15 dias, tem seu primeiro final de semana com proibição do banho de mar. 

O veto abrange uma área de 2,2 quilômetros, que se estende da Igrejinha até o Barramares Hotel. Nesse trecho, já foram registrados 14 incidentes do tipo. A interdição é uma medida inédita da prefeitura do município e está em vigor desde a última terça-feira (27). 

Neste domingo (1º), a movimentação no local foi tranquila, com as pessoas aproveitando apenas a área da praia, longe do mar. Apesar da restrição ao banho de mar, a caminhada e o comércio na faixa de areia permanecem liberados. 

A Secretaria de Defesa Social do município garantiu a presença de 80 fiscais para orientar os banhistas sobre a proibição. As pessoas que se recusarem a sair do mar serão conduzidas pela Polícia Militar e podem responder por desacato policial.

No trecho de 2,2 quilômetros, foram instalados dez banheiros químicos e dez chuveiros, para atender a demanda do público que frequenta o local e evitar que as pessoas se arrisquem entrando no mar. 

Essas instalações têm com base o contexto dos últimos ataques registrados. Segundo os relatos, ambas as vítimas foram para o mar para tirar areia do corpo ou urinar.

A decisão pela proibição foi tomada em uma reunião na sede da Secretaria de Defesa Social do Estado, na última segunda-feira (26), que resultou em um decreto publicado no Diário Oficial do município pela Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

01/08


2021

Bolsonaro: Sem eleições limpas, não haverá eleição

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) novamente colocou em dúvida a realização de eleições em 2022 ao se dirigir a apoiadores que realizam ato, hoje, em Brasília, em defesa do voto impresso.

"Vocês estão aí, além de clamar pela garantia da nossa liberdade, buscando uma maneira que tenhamos uma eleições limpas e democráticas no ano que vem. Sem eleições limpas e democráticas, não haverá eleição", disse Bolsonaro, por vídeo, a manifestantes concentrados em frente ao Congresso Nacional.

Ontem (31), Bolsonaro ignorou apelos de líderes e dirigentes de partidos do centrão que dão sustentação ao seu governo e voltou a atacar o sistema eleitoral durante manifestação a seu favor em Presidente Prudente (SP). Ele afirmou em palanque que a democracia só existe com eleições limpas e que não aceitará uma "farsa”.

"Queremos eleições, votar, mas não aceitaremos uma farsa como querem nos impor. O soldado que vai à guerra e tem medo de morrer é um covarde. Jamais temerei alguns homens aqui no Brasil que querem impor sua vontade", disse no interior paulista.

Aliados de Bolsonaro avaliam a renovação do discurso golpista do presidente como uma tentativa de manter sua base radical mobilizada diante de uma sucessão de acontecimentos que têm desgastado o governo ou colocado em xeque o discurso com o qual se elegeu em 2018 após a aliança com o centrão, consolidada com a indicação de Ciro Nogueira para chefiar a Casa Civil na semana passada.

*Com informações da Folha 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

01/08


2021

Apoiadores de Bolsonaro no Recife pedem voto impresso

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se encontraram na Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, em um protesto para pedir o voto impresso nas eleições brasileiras. A manifestação começou por volta das 14h de hoje e, às 14h30, o grupo saiu em caminhada pela via. As informações são do G1 PE.

O ato, realizado simultaneamente em outras cidades brasileiras, foi convocado pelo próprio presidente nas redes sociais. O objetivo é demonstrar pressão popular favorável à Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que tramita na Câmara.

A concentração do protesto foi em frente à Padaria de Boa Viagem. O protesto ocorre com manifestantes a pé, de carro e de moto.

Os participantes do protesto, a maioria deles vestindo camisas nas cores verde e amarela, em referência à bandeira brasileira, fecharam a avenida por alguns momentos.

Muitos manifestantes estavam sem máscaras de proteção contra a Covid-19 e houve aglomeração, desrespeitando o distanciamento social necessário devido à pandemia.

Trios elétricos também foram levados até o local. Em alguns deles, havia faixas com mensagens sobre o pedido da volta do voto impresso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

01/08


2021

Capitais registram atos em defesa do voto impresso

Manifestantes foram às ruas em algumas cidades brasileiras, hoje, para defender o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o "voto impresso auditável". A maioria dos que participaram do ato vestia roupas nas cores verde e amarela, além de carregar cartazes e faixas com mensagens pedindo a impressão do voto e "contagem pública dos votos".

Também havia faixas pregando a destituição dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o que fere a Constituição. Em Brasília, manifestantes se concertaram no Museu da República e seguiram até o gramado do Congresso.

Três carros de som comandavam o ato. A deputada federal Bia Kicis (PSL/DF), que é autora da PEC 135/19, em tramitação numa Comissão Especial da Câmara, chegou a discursar no protesto.

Há registros de manifestações em outras capitais, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Goiânia, Belém e Maceió.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/08


2021

Crimes que abalaram Pernambuco

Da coluna de João Alberto

João Pessoa

O então presidente da Paraíba, João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, que tinha sido candidato a vice-presidente da República, na chapa de Getúlio Vargas, veio ao Recife no dia 26 de julho de 1930, uma sexta-feira. Visitou um amigo, o juiz Cunha Mello, que se restabelecia de cirurgia, no Hospital dos Servidores, almoçou no Leite, com Agamenon Magalhães e o usineiro Caio de Lima Cavalcanti. 

Depois de uma volta pelo centro, foi tomar um café na Confeitaria A Glória, na esquina das Ruas Nova e Palma. Eram 17h30, quando o advogado e jornalista João Duarte Dantas, seu adversário político, entrou e depois de ríspida troca de palavras, deu três tiros, à queima-roupa, com um revólver 32, matando João Pessoa, diante de muita gente. 

A razão do crime não foi política, mas vingança. A polícia da Paraíba, a mando de João Pessoa, tinha invadido o escritório do assassino, retirando cartas íntimas trocadas com a professora Anaíde Beiriz, sua amante, que foram publicadas no jornal “A União”, do Governo do Estado. João Dantas foi preso na hora e levado para a Casa de Detenção do Recife, que ficava perto. 

Menos de quatro meses depois, foi vítima de chacina na sua cela, praticada por oito homens, apesar da informação oficial que teria cometido o suicídio. Já Anaíde Beiriz, pivô da história, tentou se refugiar no Abrigo Bom Pastor, onde chegou morta, depois de ter praticado o suicídio. O corpo de João Pessoa foi levado para João Pessoa, onde foi embalsamado e seguiu de navio para ser enterrado no Rio de Janeiro. 

Em vários portos recebeu homenagens. Foi enterrado no dia 8 de agosto, no Cemitério São João Batista. Logo depois da sua morte a capital da Paraíba, que se chamava “Parahyba”, ganhou o nome de João Pessoa. E o Estado adotou a bandeira vermelha e preta com o termo Nego, representando o luto e a luta.

Chico Alicate

O deputado federal Ney Maranhão no dia 28 de janeiro de 1958, depois da apresentação de um musical na Festa da Mocidade, saiu com as famosas vedetes Anilsa Leoni e Lia Mara para jantar, num restaurante de Boa Viagem. Estava em companhia de Manoel Correia de Paula, ex-prefeito de Moreno, o Zinho Correia, que marcou época no Recife com a boate “Rosa Amarela”, o bar “Canavial” e o restaurante “Mourisco”, em Olinda. 

Ao passar em frente à então Rodoviária do Recife, no Cais de Santa Rita, seu carrão foi trancado várias vezes por um caminhão de carga. Deu tiros nos pneus do caminhão, dizendo que iria chamar a Rádio Patrulha. O motorista Francisco Nunes, conhecido como Chico Alicate, que era do Rio Grande do Norte, e muito forte, desceu e avançou contra o deputado. 

Sentindo-se ameaçado, Ney Maranhão deu um tiro com sua pistola 44 na perna dele, que caiu sangrando. Pegou então o motorista e levou-o para o Hospital Jayme da Fonte, o pronto socorro mais conhecido da cidade. O tiro atingiu a artéria femoral e ele não resistiu, já chegou morto. Depois, deixou as “amigas” no hotel São Domingos e viajou para o Rio. 

O inquérito foi conduzido por Paulo do Couto Malta, que além de delegado de Polícia era cronista social do Diario de Pernambuco. Edson Moury Fernandes foi seu advogado e ele acabou absolvido.

“Bamba”

Edvar Lemoini Silva era conhecido como “Bamba”, termo que designa alguém que é muito bom naquilo que faz, perfeito para ele. Um exímio pianista, muito querido e chamado para os grandes eventos da cidade. Muito discreto, sabia tudo de música, cheguei a entrevistá-lo na então TV Tupi. 

Tocava todas as noites no Côte D’Azur, uma casa noturna de sucesso na Avenida Boa Viagem, que hoje tem um edifício com aquele nome. onde sabia as preferidas dos principais clientes, que executava sempre que eles chegavam. 

A minha era “New York, New York”. Nunca se furtava a ficar tocando depois do encerramento do seu horário, sempre recebendo boas gorjetas. Morava pertinho, no Edifício Holiday, onde apareceu morto, no dia 6 de maio de 1980. Apesar de todo o esforço da Polícia e do interesse dos amigos influentes, nunca se descobriu quem foi o assassino.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores