O Jornal do Poder

24/09


2020

Coluna da quinta-feira

Dois turnos no 1º turno

Numa leitura mais aprofundada dos números da pesquisa do Instituto Opinião no Recife, postada ontem neste blog, não seria precipitado arriscar um palpite: a cidade tende a enfrentar duas eleições numa só eleição de primeiro turno: a de Marília Arraes (PT) contra João Campos (PSB) e a de Mendonça Filho (DEM) frente à Patrícia Domingos (Podemos). Traduzindo: não há espaço no Recife para uma disputa final entre candidatos que disputam um mesmo segmento eleitoral.

No caso Marília x João, a batalha se dará em cima do eleitor no chamado campo da esquerda, enquanto Mendonça x Patrícia perseguirão o eleitorado mais conservador, de centro-direita, segmento com mais aderência para o bolsonarismo. É sabido que Recife é uma cidade rebelde e libertária, mas Bolsonaro teve 44% dos votos dos recifenses no primeiro turno presidencial de 2018 e no segundo turno aumentou para quase 50%, precisamente 47,50% dos votos.

Eleição se faz com números, com parâmetros. Qual chance teria quase 50% do eleitor recifense que votou em Bolsonaro dar uma guinada para o PT ou PSB, votando em Marília e João na eleição para prefeito do Recife? Teoricamente, nenhuma. Esse eleitor tende a votar em candidatos que venham a se identificar com o seu pensamento e a sua linha ideológica. Mais uma vez, teoricamente, esse segmento eleitoral está muito mais para Mendonça do que para Patrícia.

Até porque Mendonça assume que quer o voto de bolsonaristas, enquanto Patrícia não é tão decidida assim. Esse eleitorado, alguém poderia corrigir, estaria mais inclinado para um candidato com perfil e defesa mais bolsonaristas, como Alberto Feitosa, candidato do PSC. Mas este leva a desvantagem de ser o mais desconhecido e para subir nas pesquisas teria que ter as benções de Bolsonaro na campanha. O presidente já reiterou que não se envolverá na campanha em nenhuma cidade.

Recife, portanto, terá duas eleições de segundo turno num primeiro turno. O adversário de Marília é João, o de João é Marília. O adversário de Patrícia é Mendonça, o de Mendonça é Patrícia. Se essa tese for contrariada lá na frente, na abertura das urnas, mais uma vez estaremos diante da confirmação de que a política está longe de ser uma ciência exata.

Pisada de bola – Ainda em relação ao eleitorado cativo de Bolsonaro, Mendonça ficou numa condição muito mais favorável para conquistar depois que o presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, postou em suas redes sociais que a candidatura de Patrícia Domingos, a qual o seu partido estava apoiando, representa também o voto do combate ao bolsonarismo, ou seja, mandou dizer que não seria bem-vindo o voto de eleitores simpáticos ao presidente da República ao projeto da delegada para o Recife. Miguel Arraes já dizia, com a sua sabedoria, que não deve rejeitar votos, venham de onde vier, para quem está no jogo em busca da vitória.

Na adversidade – Um dado que chamou atenção na pesquisa do Instituto Opinião, postada hoje no meu blog, sobre a corrida eleitoral no Recife: João Campos, candidato do PSB, além de ser o mais rejeitado, perde a eleição no segundo turno para todos os adversários. A campanha só começa no próximo domingo, mas ele terá pouco tempo para reverter esse quadro de dificuldades, até porque Geraldo Júlio, o seu padrinho, é reprovado por metade dos entrevistados. Geraldo vai encerrando sua passagem pela Prefeitura do Recife com baixos percentuais de aprovação. Não passa dos 45%, segundo a mesma pesquisa do Instituto Opinião, mesmo gastando rios de dinheiro com propaganda.

Sem efeito – Outra leitura interessante: a delegada Patrícia Domingos, candidata do Podemos, estagnou na faixa dos 12 pontos percentuais e o apoio do deputado Daniel Coelho (Cidadania), que saiu da disputa e aliou-se ao projeto da delegada, não surtiu nenhum efeito até o momento. E olha que Coelho vinha pontuando também entre 12% e 13%. Traduzindo: não é fácil transferir voto neste País, principalmente numa cidade rebelde e libertária como Recife. Daniel aposta numa exposição forte pelas mídias sociais nos próximos dias ao lado da delegada, para dar uma demonstração mais na frente, manifestada nas próximas pesquisas, de que tem de fato poder de convencer o seu fiel eleitor a votar na delegada.

Secretário pernambucano – O engenheiro pernambucano Roberto Andrade, que já foi secretário de Projetos Especiais de Pernambuco, é o novo secretário de Projetos Especiais do Distrito Federal, substituindo o também pernambucano Everardo Gueiros, que volta para o seu escritório de advocacia. Radicado em Brasília há duas décadas, Gueiros é sobrinho-neto do ex-governador Eraldo Gueiros. Roberto Andrade, que também já foi vereador do Recife em duas legislaturas, é considerado um profissional experiente, premiado com condecorações diversas por bons serviços prestados ao País, muito elogiado no Governo do Distrito Federal.

CURTAS

NORONHA – Preparem os biquínis e sungas. Fernando de Noronha será aberta para todos os turistas a partir do próximo dia 10. O anúncio foi feito, ontem, pelo governador Paulo Câmara, e pelo administrador de Noronha, Guilherme Rocha. Atualmente, a ilha está aberta só para quem já teve covid-19. O acesso dos visitantes seguirá um novo protocolo, elaborado pela administração do local e pelas autoridades de saúde do Estado. A principal regra é a obrigatoriedade da realização do teste RT-PCR (nariz e garganta) para detecção da Covid-19 no dia anterior ao embarque ou na data da viagem.

LIBEROU GERAL – Festas, casamentos, shows, peças de teatro e cinema estão liberados no Estado a partir da próxima segunda-feira. A mudança faz parte da nona etapa do Plano de Convivência com a Covid-19 e é válida para o Grande Recife, Zona da Mata e parte do Agreste. No interior, as regiões de Ouricuri e Afogados da Ingazeira avançam para a fase oito, onde as demais cidades já estão. Se não houver retrocessos no Plano de Convivência, todo o Estado deverá estar na última fase de liberações até 9 de novembro.

Perguntar não ofende: O torcedor vai voltar aos estádios de futebol sem sair a vacina da Covid-19?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

23/09


2020

Mais políticos burlam regras na pré-campanha

Em Tracunhaém, na Mata Norte pernambucana, a coligação apoiada pelo prefeito Belarmino Vasquez (PL), que tenta emplacar um correligionário, o vereador Irmão Aluísio, na sucessão, realizou uma carreata no domingo passado (13). O evento ficou marcado pela distribuição de duas mil cervejas e R$ 50 reais em vales combustíveis, de acordo com participantes.

Diante disso, diversas pessoas ficaram amontoadas, com direito à feijoada (assista ao vídeo). Na convenção para homologar a candidatura, os participantes não respeitaram o distanciamento social e ignoraram as orientações do TSE.

Já em Itapetim, no Sertão do Pajeú, o prefeito-candidato Adelmo Moura (PSB) celebrou o apoio do grupo jovem da sigla. Mesmo com máscara, os apoiadores do gestor não respeitam o distanciamento social e se amontoam para fazer uma foto.

Em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, o candidato a prefeito Vinicius Labanca (PSB) reuniu mais de cem pessoas para um encontro de campanha, ontem, em um espaço no centro da cidade.

Se você quer denunciar algum político que está desrespeitando as leis eleitorais e as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus na sua cidade, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

23/09


2020

Moradores de Tacaratu apontam ilegalidades de prefeito

Moradores de Tacaratu, no Sertão de Itaparica, relatam ao blog que o prefeito José Gerson (PSB) tem feito uma campanha ostensiva pela reeleição. Em reserva, um denunciante afirma que o gestor foi, ontem, à comunidade Bem Querer, povoada por índios da tribo Pankararu.

Para atender ao seu projeto de poder, o gestor tem importunado os povos indígenas. Ainda segundo uma fonte, Gerson foi “convidado a se retirar” da aldeia e por isso pediu escolta policial. “Ele estava com medo de levar um couro”, disse.

O blog recebeu imagens que atribuem a apoiadores do prefeito o uso de carros de som próximo a áreas de opositores e os seguidores circulando sem qualquer tipo de proteção contra a Covid-19. A Secretaria de Saúde de Tacaratu também não atualiza boletim epidemiológico desde 09 de julho.

Recentemente, o Ministério Público de Pernambuco deu um prazo para que o prefeito-candidato retire o excesso das cores vermelha e amarela dos prédios da administração municipal. De acordo com a promotoria, as duas cores são “uma clara alusão ao PSB”, legenda a que Gerson é filiado.

Se você quer denunciar algum político que está desrespeitando as leis eleitorais e as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus na sua cidade, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/09


2020

Democracia e as redes sociais

Por Ricardo de Figueiredo Caldas*

Assisti ao documentário “O Dilema das Redes”, da Netflix, e recomendo aos amigos. São situações que já conhecíamos, lendo aqui e ali a respeito da manipulação que sofremos no uso de redes sociais.

Entretanto, a riqueza de detalhes narrada por pessoas críveis, quase todas ex-funcionários do alto escalão de empresas como Twitter, Facebook, Google, Pinterest, etc., mostra a forma de manipulação psicológica utilizada contra os clientes, ou melhor, usuários, como definido no filme.

O documentário, além de depoimentos reveladores sobre a estratégia reinante nos bastidores, também traz pitadas de humor. Uma delas é dizer que existem apenas duas indústrias que chamam seus clientes de usuários: a de drogas e a de software.

É denunciado o uso de várias técnicas baseadas em pesquisas psicológicas para criação de vícios, como reforço contínuo e intermitente. Procura-se, através do vício, vender propaganda e, nessa esteira, manipular os clientes. Perdão, os usuários!

As redes sociais não conseguem dizer o que é a verdade. Apenas reafirmam o que cada usuário acha que é a sua verdade. Na verdade, as técnicas de tecnologia persuasiva reafirmam as crenças individuais, por mais loucas que sejam.

As constatações dessas empresas é que informações falsas são as que geram interesse. Informações verdadeiras seriam chatas – justificam. Portanto, os algoritmos das redes impulsionam o que interessa, em detrimento da verdade. Isso provoca a situação tenebrosa, pela qual não mais sabemos qual foi, realmente, o fato.

Sociedades com grande uso dessas redes sociais estão sendo enormemente manipuladas. O que veem é uma radical afirmação daquilo que imaginam e pensam. Portanto, creem que suas imaginações são a verdade, levando as sociedades a ficarem fortemente divididas.

O modus operandi das redes sociais acaba, ao final, promovendo um ataque global contra a democracia. Nações estão sendo divididas porque votaram num ou noutro candidato e os grupos não querem mais conversar uns com os outros, provocando a degradação das democracias.

Trata-se de um problema com escala global, que acirra os ânimos. Leva à radicalização das opiniões, quando o bom termo é justamente ter uma compreensão compartilhada das opiniões.

Construímos estas coisas e agora, precisamos ter responsabilidade para modificá-las. É necessário mudar o rumo dos acontecimentos.

Algumas soluções se apresentam, como o forte regramento, com elaboração legislativa robusta, e até mesmo o banimento das redes.

Eis um debate de alta relevância, capaz de juntar gregos, troianos e goianos!

*Presidente do Sinfor-DF


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/09


2020

CAB Motors quer Araripina como polo de carros elétricos

Fundada em 2017, a CAB Motors é uma companhia do Grupo Ferreira Souza que vem se destacando no mercado automotivo 4x4, direcionado ao campo corporativo. O empresário cearense Antonio Souza, 49, é seu fundador. A CAB é detentora dos direitos de produção e comercialização do Jipe Stark, um produto 100% nacional.

Ao blog, Souza informou que a expectativa da empresa é ter uma montadora em cada região do Brasil. Há negociações com Campina Grande (PB) para sediar a fábrica que abastecerá as montadoras. Brasília foi a primeira cidade a entrar na rota para produzir a série de carros Diesel 4x4. “Como o Distrito Federal praticamente não teve parada total durante a pandemia, direcionamos a implantação da montadora regional do Centro Oeste”, explica.

A intenção é de levar a empresa para o Pará, no Norte, Santa Catarina, no Sul, e Juazeiro do Norte, no Ceará. O empresário conta que está avaliando qual estado do Sudeste receberá a montadora.

Hoje, há tratativas com o Governo de Pernambuco para que Araripina, no Sertão, seja o centro no Norte-Nordeste da fabricação dos carros elétricos da CAB Motors, com os modelos eCab e eStark, o que vai gerar centenas de empregos diretos e indiretos, fortalecendo a economia da região.

“Escolhi Araripina para ser a nossa divisão de carros elétricos. A expectativa é de que os modelos eCab e eStark sejam lançados até janeiro. Nos próximos 60 dias, esperamos que os trâmites sejam finalizados para iniciarmos as obras”, revela Antonio Souza.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/09


2020

A nova cabo eleitoral de Marília

Sem querer, a delegada Patrícia Domingos, pré-candidata do Podemos à prefeita do Recife, prestou um enorme serviço à concorrente do PT, Marília Arraes. Hoje, em uma publicação nas redes sociais, Patrícia fez referência a uma matéria de capa da revista IstoÉ, publicada na última sexta-feira (18), sobre a nova geração de políticos que disputam a Prefeitura recifense.

A imagem da capa, contudo, traz Marília ao centro, em primeiro plano, ladeada pela própria delegada e por João Campos, nome escolhido pelo PSB para manter a sigla no poder. Não bastasse isso, na montagem feita pela Assessoria de Patrícia, aparece em destaque a frase “Marília e Patrícia lideram numa cidade que ainda não teve uma representante do gênero feminino na Prefeitura”, com o nome da petista também na frente.

A sensação é de que Patrícia Domingos está pedindo voto para a rival do PT, evidenciando que o setor de Comunicação de sua campanha bateu cabeça. Por linhas tortas, Marília ganhou uma nova entusiasta de sua eleição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ABAIXO FALSO MORALISMO

Vai tomar no cu esgoto do satanás , enviado do demônio, pau no cu, vagabundo, canallha, filho de uma chibateira, chupa rola de canudinho. Marcos chupa chupa . Passa Fome do carai, auxílio é 300 agora, visse?

marcos

Será que Marília vai fazer Mensalão ( como o PT sempre faz) com a cãmara de vereadores do Recife?



23/09


2020

FBC garante água do São Francisco a produtores de Cabrobó

A pedido do líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, autorizou, hoje, a abertura das comportas do reservatório Terra Nova, garantindo o acesso à água no Riacho Grande aos produtores rurais da região de Cabrobó, no Sertão de Pernambuco.

Após reunião com o ministro em Brasília, Fernando Bezerra explicou que a água do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco será liberada em 48 horas. “Vim aqui solicitar a liberação da água na altura da barragem de Terra Nova, pertinho de Cabrobó. Essa água vai chegar no Riacho Grande e atender os produtores no município de Cabrobó. Mais uma atenção do ministro Rogério Marinho a Pernambuco”, disse o senador.

“Fernando Bezerra Coelho tem sido um parceiro extraordinário do governo federal no processo de transformação do Brasil. É um pedido justo permitir que a água possa servir aos produtores da região de Cabrobó, para que possam trabalhar e gerar emprego e renda”, afirmou o ministro Rogério Marinho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/09


2020

No interior, atos políticos ignoram pandemia

Em Saloá, no Agreste Meridional, o candidato da situação a prefeito, Junior de Rivaldo (MDB), promoveu uma passeata, na quarta-feira passada (16), após convenção que homologou seu nome na disputa. Várias pessoas se aglomeraram nas ruas do município. O postulante é presidente da Câmara de Vereadores e primo do prefeito Ricardo Alves (MDB), que virou piada na cidade graças a um vídeo em que aparece pedindo para a população “ficar em casa” e depois ignorar o próprio apelo em prol do parente.

Já em Macaparana, na Mata Norte, adeptos do pré-candidato Valdecírio Cavalcanti (DEM) promoveram uma “moto carreata” com buzinaço no município, no último dia 16. O democrata foi prefeito por três mandatos e tenta retornar com o apoio do atual mandatário, Maviael Cavalcanti.

Um vídeo ironiza a convenção do Progressistas em Cumaru, no Agreste Setentrional, que confirmou a pré-candidatura de Mariana Medeiros à reeleição, na última quarta-feira (16). Com direito a fogos de artifício e centenas de pessoas sem qualquer tipo de distanciamento social, o som de fundo da imagem traz uma campanha da Prefeitura pedindo para que a povo se mantivesse em isolamento devido à pandemia.

Se você quer denunciar algum político que está desrespeitando as leis eleitorais e as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus na sua cidade, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/09


2020

Mendonça garante que habitação popular será prioridade

O candidato a prefeito pela coligação Recife Acima de Tudo (DEM, PSDB, PTB e PL), Mendonça Filho (DEM), garantiu, ontem, durante um bate papo na comunidade Alto do Eucalipto, no Vasco da Gama, que a habitação popular para os mais pobres será uma das prioridades na sua gestão. O objetivo é reduzir o alto déficit de moradias na capital. 

“A falta de projetos de moradia popular com esqueletos urbanos espalhados em vários locais da cidade, caso do conjunto Vila Brasil I, no Joana Bezerra, é uma demonstração clara do apagão habitacional no Recife, que hoje tem um déficit de 71 mil moradias, segundo cálculos da própria prefeitura. Nos últimos 20 anos, nas gestões do PSB e do PT, a oferta de moradia popular caiu drasticamente”, afirmou Mendonça Filho. Parado há mais de dez anos, o Vila Brasil 1 poderia estar ajudando cerca de 100 famílias que atualmente vivem em condições degradantes. 

O democrata lembrou que na audiência que teve com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, no início de agosto, debateu sobre o tema. Para Mendonça Filho, as famílias que não têm onde morar e vivem de forma precária, em palafitas e em condições sub-humanas necessitam de um olhar mais cuidadoso da gestão municipal. Ele defende que uma das possibilidades para solucionar o déficit habitacional no Recife é usar áreas pertencentes à União para ampliar a oferta de conjuntos residenciais que atendam a população mais pobre da capital.  

Na Bomba do Hemetério, também na Zona Norte, o democrata ouviu queixas sobre diferentes temas, como atenção básica na saúde, inclusão social de deficientes físicos e visuais, educação, combate às drogas e cultura, entre outros. Ele lembrou que, durante sua gestão no Ministério da Educação (MEC), desenvolveu importantes políticas de inclusão social, como o cinema destinado aos deficientes visuais e auditivos, na Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). “Na prefeitura, vamos nos dedicar da mesma forma que nos empenhamos no MEC para cuidar da cidade com muito zelo e solucionar os problemas enfrentados pelo povo do Recife”, finalizou Mendonça Filho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Com aval de Bolsonaro, Guedes lança ofensiva pública por criação de nova CPMF. Articuladores políticos começam agora trabalho para vencer resistências no Congresso