FMO janeiro 2020

28/11


2021

Empresário bolsonarista chama secretário Longo de Curto

Responsável pelo sucesso da motociata de Bolsonaro em Pernambuco, saindo de Santa Cruz do Capibaribe em direção a Caruaru, o empresário Robson Ferreira está indignado com a decisão do Governo do Estado de exigir passaporte sanitário das pessoas no acesso às repartições públicas. Num ataque direto ao secretário de Saúde, André Longo, ele ironiza: "Pela besteira que fez, ele não é Longo, é Curto". Assista!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Imbecil bolsonarista, se achando o rei da cocada, inflado por lambe-botas e blogs bozolóides!

gilson

O que passa na cabeça de um ser deste.

gilson

Deixem o gado não se vacinar, que arquem com as consequências.


Jaboatão - Família Acolhedora

28/11


2021

Após aceno de Doria, Moro combina encontro

O ex-ministro Sergio Moro ligou ontem à noite para o governador de São Paulo, Joao Doria, para parabenizá-lo pela vitória nas prévias do PSDB. Na conversa, ambos combinaram de se encontrar para discutir os cenários para 2022. As informações são de Caio Junqueira, analista político da CNN Brasil. 

“Gosto do Sergio Moro. E somos amigos. Importante estarmos juntos nesta Frente Democrática Liberal Social pelo Brasil”, disse Doria à CNN.

O encontro deve ocorrer após o retorno de Doria de uma viagem que fará aos Estados Unidos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Dois oportunistas bolsonaristas, acham que pode se livrar disso rapidamente. O gado eleitor de vocês não é maioria, picaretas!


ALEPE - Ações Sociais

28/11


2021

Os maiores pintores de Pernambuco: parte 3

Da coluna de João Alberto

Vicente do Rêgo Monteiro: Nasceu no Recife em 1889 e desde cedo, demonstrou vocação para a pintura. Iniciou-se na arte sob a orientação de sua irmã, a também pintora Fédora do Rego Monteiro. Em 1911 mudou-se para Paris, onde estudou desenho, pintura e escultura na Académie Julian. Com a Primeira Guerra Mundial, voltou ao Brasil, em 1914,. Em 1918 realiza sua primeira exposição individual no Teatro Santa Isabel, no Recife. Em 1920, estuda a arte marajoara da coleção do Museu Nacional. No mesmo ano, expõe em São Paulo onde apresenta quadros que exploram motivos indígenas, que foi considerada pela crítica como futuristas. Nessa época, aproximou-se da corrente modernista de pintura de São Paulo, especialmente de Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral. 

Em 1922, voltou a Paris deixando oito óleos e aquarelas para serem expostas na Semana de Arte Moderna de São Paulo. Viajou por diversos países da Europa, em companhia de Gilberto Freyre. Pintou várias telas com temas religiosos, sempre adaptando para uma linguagem moderna, os temas tradicionais da arte sacra. Como muitos artistas, mesmo fazendo quadros valliosos, não fez fortuna. No final da vida, cheio de dívidas, passou a morar num quitinete no Edifício Holiday, pago por Carlos Ranulpho, que se tornou seu marchand. Morreu em 1970, de um ataque cardíaco quando se preparava para viajar para o Rio. Deixou seu nome entre os maiores pintores brasileiros de todos os tempos.

Gil Vicente: Nascido no Recife em 1958, Gil Vicente Vasconcelos de Oliveira, filho de uma tradicional família pernambucana, iniciou seus estudos em 1972 na Escolinha de Artes do Recife e frequentou ateliês da UFPE. Em 1975 recebeu o primeiro prêmio do Salão de Novos do Museu de Arte Contemporânea de Olinda. Ganhou uma bolsa do Governo da França em 1980 e estudou dois anos em Paris. Na volta ao Recife, participou do Ateliê Coletivo, fazendo xilogravuras sob orientação de Gilvan Samico. Participou de várias exposições no país e exterior e teve o documentário “Gil Vicente- Ofício e Silêncio” lançado juntamente com sua exposição Figuras/Pinturas em 1996 na Galeria Futuro 25.

Luciano Pinheiro: Nasceu no Recife, em 1946. Desenhista, gravador, pintor e arquiteto, transitou nessas linguagens artísticas abrindo fronteiras e diálogos entre elas. Participou de diversos agrupamentos de artistas plásticos destacando-se por sua atuação como sócio fundador e diretor artístico da Oficina Guaianases de Gravura  e no ateliê Coletivo de Olinda. Formou-se em arquitetura pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1973, onde também faz o curso de especialização em Restauração de Monumentos e Conjuntos Urbanos, entre 1974 e 1976. Estudou em Paris, participou de mais de 20 exposições no Brasil e no exterior e há muitos anos mora numa casa no Sítio Histórico de Olinda.

Paulo Neves: Nascido em 1935 em Paudalho, Paulo José Neves de Oliveira começou a pintar como autodidata, no Recife, para onde veio cedo. Aconselhado por amigos, em 1957, decidiu ingressar na Escola de Belas Artes de Pernambuco, para fazer o curso de Cerâmica e Azulejos. Depois, estudou pintura e arte barroca no Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco. Também se destacou como pesquisador de arte, especialmente voltado para as telas da pintura holandesa dos séculos XVI e XVII e peças de cerâmica pintadas com esmaltes e cristais.

Sobre sua pintura, trago o depoimento de José de Souza Alencar, Alex, que foi cronista social, mas também crítico de arte: “Paulo Neves é um pintor pernambucano dos nossos dias. Tem mais de 20 anos de pesquisa do traço da figura humana, o seu grande tema. E ao conceber a figura, ele se distancia no tempo, preferindo a influência, como tanto outros artistas, mas nunca a imitação, dos detalhes, da riqueza de expressão do período renascentista, o mais rico, livre, criativo, renovador da arte universal”. O pintor faleceu em 1997, deixando uma robusta obra, depois de participar de um grande número de exposições no Brasil e exterior.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

28/11


2021

Bolsonaro no PL deve provocar saída de deputados

Ao menos cinco deputados devem deixar o Partido Liberal após a filiação do presidente Jair Bolsonaro, que está marcada para a próxima terça-feira (30). Entre as razões apontadas estão alianças locais e diferenças ideológicas.

A lista inclui dois deputados do Norte e três do Nordeste. São eles: Cristiano Vale (PA), Marcelo Ramos (AM), Fabio Abreu (PI), Junior Mano (CE) e Sergio Toledo (AL). 

Ramos é vice-presidente da Câmara e faz oposição sistemática a Bolsonaro. Vale é aliado do governador Helder Barbalho (MDB-PA). Junior Mano mantém aliança com os irmãos Gomes (PDT), já Abreu foi secretário do governador Wellington Dias (PT-PI) e segue próximo ao gestor. Toledo, por sua vez, já esteve em partidos de esquerda antes de se filiar ao PL.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/11


2021

PF e Ibama fazem operação em região de garimpo ilegal

A Polícia Federal, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), a Força Nacional e a Marinha do Brasil realizaram operação para conter o avanço do garimpo ilegal na região da Amazônia. Segundo o ministro Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública), foram destruídas 69 balsas.

A operação resultou ainda na prisão de um garimpeiro e na apreensão de ouro. As informações são do Poder360.

Na última semana, imagens de centenas de garimpeiros instalados no Rio Madeira, no Amazonas, expuseram um dos problemas centrais da região: o garimpo ilegal. A atividade implica em grandes impactos ambientais, como afirmou ao Poder360, Pedro Walfir, coordenador de pesquisa sobre mineração do MapBiomas.

“Conforme determinei, o Ministério da Justiça e Segurança Pública agiu imediatamente contra o crime”, escreveu o ministro em seu perfil no Twitter. Torres divulgou um vídeo com imagens de balsas incendiadas.

Em nota, o Ibama disse que a operação teve início na última quarta-feira (24), quando helicópteros do órgão “fizeram o reconhecimento do local, ajustando todos os pontos necessários para intervenção das forças de repressão do Estado, trazendo assim resultados efetivos no combate aos crimes ambientais naquela região”.

Em áudios vazados na semana passada, um homem identificado como um garimpeiro fala em reagir a abordagens de fiscalização no rio. “Vocês que têm muita balsa aí, montar um paredão aí”, disse ele.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina outubro 2021

28/11


2021

Santa Cruz do Capibaribe abre programação natalina

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, realiza hoje a abertura oficial do Natal Encantado. Diversos pontos da cidade foram amplamente decorados com enfeites e luzes. A abertura oficial acontecerá na Praça dos Estudantes (ao lado da árvore gigante), na Avenida 29 de Dezembro, a partir das 19h. 

As famílias poderão passear e levar suas crianças para que se divirtam. O Natal Encantado segue até o dia 6 de janeiro. O prefeito Fábio Aragão (PP) celebrou o projeto e afirma que, além de trazer a beleza do natal para a cidade, aquecerá a economia local neste período de alta temporada das vendas do comércio.

“É com imensa alegria que vamos dar início ao nosso Natal Encantado. Esse projeto colocará Santa Cruz do Capibaribe ainda mais na rota do turismo de final de ano, onde as pessoas virão não somente para nossa feira, como também, para apreciar as decorações e o clima natalino na nossa cidade. Além disso, nossa população terá um belíssimo espaço para se divertir e levar seus filhos no final de semana”, declarou.

Durante o Natal Encantado, as Avenidas 29 de Dezembro e Padre Zuzinha serão palco para apresentações teatrais, musicais, cinema, além da Vila Gastronômica e a Vila do Papai Noel, que irá encantar os visitantes. A PE-160 também receberá iluminação decorativa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

28/11


2021

Novo Código Eleitoral deve sofrer ajustes no Senado

Veja

O controverso projeto de lei de mais de 300 páginas que altera o Código Eleitoral deve sofrer ajustes no Senado, onde ainda precisa ser analisado pelos parlamentares para entrar em vigor. Na Câmara, a proposta provocou polêmica ao esvaziar as atribuições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), permitir que o Congresso derrube resoluções do tribunal e exigir quarentena para juízes, membros do MP e policiais que decidam largar a carreira para disputar um mandato nas urnas. O senador Antonio Anastasia (PSD-MG), relator da matéria, pretende apresentar nas próximas semanas o seu parecer sobre o texto.

Anastasia sinalizou nos bastidores que vai manter um dos pontos mais espinhosos do novo Código Eleitoral: a possibilidade de partidos contratarem empresas privadas para atestar a legalidade das suas contas. A medida preocupa técnicos do TSE, que apontam para o risco de um conflito de interesses, já que as legendas utilizariam dinheiro público para contratar uma empresa que fiscalizaria justamente o uso dessa verba pública. Nesse cenário, o TSE poderia reprovar as contas apenas se o relatório da auditoria “apresentar incongruências graves e insanáveis”, ou seja, sem fazer uma análise mais aprofundada das despesas. Todo o processo passa a ter natureza meramente administrativa, sem grandes punições.

“Da forma como saiu da Câmara dos Deputados, na prática o projeto acaba com a transparência e inviabiliza a fiscalização das contas partidárias pela Justiça Eleitoral, especialmente porque acaba com o sistema eletrônico de auditoria implementado em 2018”, critica o diretor executivo do Transparência Partidária, Marcelo Issa. “E mesmo que seja identificado algum desvio, a penalidade só poderia ser aplicada se o gasto fosse superior a 20% do total recebido via Fundo Partidário, com multas limitadas a no máximo 30 mil reais. Para os maiores partidos, isso significa uma verdadeira licença para gastar irregularmente dezenas de milhões de reais em recursos públicos.”

Anastasia, por outro lado, deve retirar a possibilidade de o Congresso derrubar resoluções do TSE nos casos em que os parlamentares concluam que a Corte extrapolou suas competências. A avaliação é que essa medida viola o princípio da separação dos poderes. O senador também deve ressuscitar a possibilidade de parlamentares acionarem o TSE por meio de consultas, que servem para o tribunal esclarecer pontos em aberto na legislação — foi por meio de uma consulta, por exemplo, que o tribunal entendeu que a divisão de recursos entre candidatos brancos e negros deve seguir a proporção de candidaturas de brancos e negros em cada legenda. Esse entendimento contrariou dirigentes partidários, que acusaram o tribunal de se intrometer na gerência das legendas. O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, é um defensor apaixonado das consultas, que haviam sido varridas do mapa pela Câmara — e ajudam o tribunal a adotar entendimentos a favor de ações afirmativas.

Um dos pontos ainda em aberto é o dispositivo que proíbe a exclusão das contas de candidatos durante o período eleitoral de 2022. O texto proíbe expressamente que as plataformas realizem “o banimento, cancelamento, exclusão ou a suspensão” de contas de qualquer candidato durante a próxima campanha, independentemente de publicação de fake news ou discurso de ódio, por exemplo. Esses conteúdos e postagens controversos até podem ser removidos, mas as contas desses políticos não poderiam mais ser tiradas do ar.

Mesmo que um candidato ataque minorias e tumultue o processo eleitoral levantando acusações de fraude, por exemplo, ele não poderá ter o perfil removido por redes sociais. “Blindar os perfis de candidatos em redes sociais de candidatos pode criar um privilégio inexplicável perante os demais cidadãos. Pode também ser considerado um cheque em branco para os candidatos, que seriam imunes diante das regras das plataformas, enquanto todo o resto do mundo estaria sujeito a essas regras”, alerta Diogo Rais, especialista em direito eleitoral digital da Mackenzie.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Novembro

28/11


2021

Gilson pede apoio ao Forró como patrimônio imaterial


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Feira da Sulanca

28/11


2021

Sebastião Oliveira lamenta morte de vereador aliado

"NOTA DE PESAR

Hoje é um dia triste para a cidade de Frei Miguelinho, que perde um filho ilustre. O competente vereador Moisés era um amigo de longas datas, que nunca me faltou. Das nossas boas conversas sempre busquei tirar algum aprendizado. Ele deixa uma grande lacuna na política do município e na vida dos amigos e familiares. Neste momento de imensa tristeza, solidarizo-me com a dor de todos e todas que tiveram a oportunidade de usufruir da sua convivência. Que Deus conforte os nossos corações e receba-o na Morada Eterna. Fica a saudade!

SEBASTIÃO OLIVEIRA
DEPUTADO FEDERAL
"


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde novembro 2021

28/11


2021

Frei Miguelinho: vereador Moisés morre de infarto

O vereador Moisés Ferreira dos Santos (Avante), de Frei Miguelinho, no Agreste pernambucano, morreu hoje aos 63 anos. Ele sofreu um infarto e foi levado para o Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, mas não resistiu. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do legislador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

28/11


2021

Política pública no combate à invisibilidade que o Enem desnudou

Por Roberto Claudio*

De acordo com a nossa Carta Magna de 1988, cidadão é aquele indivíduo a quem são conferidos direitos e garantias (individuais, políticos, sociais, econômicos e culturais) dando-lhe o poder de seu efetivo exercício, além de meios processuais eficientes contra a violação de seu gozo ou fruição por parte do Poder Público.

Vê-se logo que a Constituição Federal aborda a cidadania sob o enfoque da garantia da dignidade humana “lato sensu”. Embora a nossa população, em sua maioria, não saiba o conteúdo da Constituição, é por meio dela que se garante o princípio da cidadania com os direitos fundamentais, onde se preconiza que ser cidadão não é apenas ter o direito a votar e ser votado, mas, principalmente, ter direitos e garantias individuais, políticos, sociais, econômicos e culturais.

É a Constituição Federal que assegura ao cidadão os meios processuais eficientes contra a violação do gozo destes direitos por estabelecer princípios como a isonomia e a proteção social dos trabalhadores, para que o cidadão tenha consciência da importância da preservação de sua dignidade como pessoa humana.

Da mesma forma, busca a percepção coletiva dos deveres de respeito à dignidade do outro, estabelecendo a contribuição e o aperfeiçoamento de todos.

Mas em nosso país, “nem todos os iguais são iguais”. E explico: segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 3 milhões de brasileiros não possuem sequer o registro civil de nascimento. O instituto acompanha, desde 2015, a estimativa de crianças que não receberam certidão de nascimento no primeiro ano de vida.

São dados que confirmam até o quadro das disparidades regionais em nosso País. Os números de 2019, por exemplo, revelaram que no Sul, 0,28% da população não tinham registro civil; no Sudeste, 1,1%; Centro-Oeste, 1,23%; Nordeste, 2,5% e no Norte, 7,5%.

Com essa situação, onde o primeiro registro social não se verifica, inicia-se o processo de “invisibilidade social” em nossa Nação, fenômeno que agrava o fosso social e que, segundo o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) tem raízes em fatores como desinformação, alto índice de analfabetismo e comunidades isoladas.

Vale lembrar que, aqui no Brasil, a emissão da primeira via da Certidão de Nascimento é totalmente gratuita para todos os que nascem em solo brasileiro, direito garantido por lei federal, a Lei Nº 9.534/97.

A consequência mais evidente desta invisibilidade é que sem “ser visto” no aspecto documental, o “cidadão deixa de existir” para usufruir das garantias e direitos assegurados no texto constitucional.

Muito oportunamente, o tema da redação da edição deste ano do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”, quando os participantes puderam refletir, tendo que produzir um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre a elaboração de uma proposta de intervenção a esse problema.

Ao ver essa provocação via Enem, pude refletir ainda mais sobre uma política pública implantada, aqui em Fortaleza, há mais de quatro anos, quando eu ainda exercia o cargo de prefeito municipal. Num esforço conjunto com outras instituições públicas, nós nos debruçamos sobre essa problemática e implantamos o Programa “Sim, Eu Existo!”, onde a Prefeitura de Fortaleza ajuda pessoas a conseguirem o registro de nascimento.

De acordo com dados do IBGE, eram 4% das crianças que nasciam em Fortaleza e que acabavam não sendo registradas. Desde 2018, o programa já ajudou mais de 600 crianças na construção do primeiro alicerce de sua cidadania.

Hoje, quem nasce ou mora em Fortaleza e precisa fazer um registro tardio de nascimento (1ª via da Certidão de Nascimento), pode ligar gratuitamente para o número 0800 285 0880 e se cadastrar junto à Prefeitura.

O programa é desenvolvido por equipes da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci) em parceria com as diversas secretarias do Município, buscando dá acesso a qualquer serviço público.

A cidade mantém, inclusive, um Comitê Gestor Municipal de Políticas de Erradicação de Sub-registro Civil de Nascimento e Ampliação do Acesso à Documentação Básica que também pode ser acessado pelo e-mail: [email protected]

Fortaleza foi além: a Prefeitura disponibiliza para a população de baixa renda do município, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, até a segunda via da certidão de nascimento, como também a certidão de casamento ou óbito de forma totalmente gratuita.

São ações consideradas até simples na perspectiva do poder público, mas que alcançam extrema relevância na vida cotidiana de quem mais precisa.

Pode ajudar a erradicar esse quadro da invisibilidade civil e social, com a consequente perda de cidadania, torna a atividade pública um exercício pleno de fraternidade e solidariedade com os mais vulneráveis. Exatamente aqueles que o nosso texto constitucional buscou amparar.

*Ex-prefeito de Fortaleza (CE) e presidente do Diretório Municipal do PDT. Médico sanitarista, com PhD em Saúde Pública pela Universidade do Arizona.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

28/11


2021

Petrobras e Cade chegam a acordo para vender refinaria

Por Lauro Jardim, de O Globo

A direção da Petrobras e o comando do Cade entraram num acordo sobre a venda da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

O prazo máximo dado pelo Cade era 30 de outubro. Mas a última tentativa de venda fracassou em agosto, quando as duas candidatas — ambas empresas da Índia — desistiram de fazer uma oferta no momento final do leilão.

Agora, a Petrobras tem até o fim de 2022 para tentar se desfazer do negócio.

Num ano eleitoral, coalhado de incertezas, não será um processo simples, mesmo sendo a refinaria mais moderna da estatal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

28/11


2021

TV Pernambuco completa 37 anos

A TV Pernambuco completa 37 anos hoje. Para comemorar com o público, veiculará uma série de reportagens especiais que registra nomes e feitos da emissora pública do Estado. A exibição será na segunda quinzena dezembro. Todo material que subsidia a série está sendo, inclusive, digitalizado, para ficar como acervo da emissora, podendo ser posteriormente acessado por interessados.

A série, que está sendo preparada há mais de cinco meses, vai mostrar o pioneirismo e o papel de destaque como emissora aberta, uma produção feita em várias etapas e que contou com o auxílio importante da tecnologia. Foi na TV Pernambuco que Graça Araújo (1956-2018), uma referência na Comunicação, fez sua estreia no telejornalismo. O canal também destaca que abriu espaço para a primeira narradora em um programa esportivo.

Onde assistir a TV Pernambuco?

Recife, 46.1; Caruaru, 12.1; Petrolina, 13.1.

Online: http://tvpe.tv/

https://youtu.be/MAAfAtxQ6nc


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

28/11


2021

Raquel cumprimenta Doria por vitória nas prévias

"Mais de 30 mil filiados votaram nas prévias que escolheram o candidato do PSDB à Presidência do Brasil em 2022. Uma iniciativa importante, que fortalece a nossa Democracia em um momento tão crítico da nossa história.

Parabenizo o ex-senador Arthur Virgílio, o Governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite e o Governador de São Paulo João Doria pela disposição de participar das prévias. Tivemos a oportunidade de recebê-los e ouvir a proposta de cada um deles em Caruaru e no Recife.

Como Presidente do PSDB em Pernambuco, saúdo o Governador João Doria pela vitória nas prévias. Um homem público com experiência de governar a maior cidade e o maior estado do Brasil. Vamos em frente, fortalecer a Democracia e construir uma solução para o Brasil que seja capaz de vencer a polarização e melhorar a vida de quem mais precisa."

Raquel Lyra - presidente do PSDB Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/11


2021

De bigu com a modernidade

O que levar em conta na hora de comprar um carro? 

Uma pesquisa da Webmotors Autoinsights mostra que oito (77%) em cada 10 brasileiros  pretende comprar carro ou moto neste fim de ano. Foram quase 4 mil entrevistados, que estão de olho em melhores taxas (57%) e condições de pagamento (48%). Mas o que deve ser observado pelo comprador na compra de um automóvel? Outra pesquisa, desta vez feita pela OLX, plataforma de compra e venda de veículos, mostra que o preço e a segurança ofertados pelos modelos são fatores decisivos. O estudo Brand Health Tracker 2021 revela que preço e segurança são seguidos pelo consumo de combustível, conforto, manutenção, marca, tecnologia, espaço interno/porta-malas e custo de seguro - nesta ordem.

“A tomada de decisão para adquirir um automóvel se baseia na demanda. O consumidor quer comprar um carro porque a família cresceu, ou porque precisa de um porta-malas maior, ou porque vai se tornar motorista de aplicativo, por exemplo”, explica Flávio Passos, vice-presidente de Autos e Comercial da OLX. “E fica evidente na pesquisa que, seja qual for a necessidade de cada um, o custo-benefício ainda é relevante na escolha do modelo e do ano do carro”, ressalta.

A pesquisa também notou um aumento de 14 p.p. na quantidade de pessoas que comercializam automóveis - em que 54% deles se identificaram como compradores e vendedores. Isso significa que a maioria das pessoas pretende vender o automóvel que já possui para comprar outro. O estudo também revelou a diminuição de 8 p.p. daqueles que se dizem compradores, com um total de 17%, mostrando um cenário mais contido dentre aqueles que utilizariam suas economias para adquirir um veículo. A comparação é feita entre a pesquisa atual de 2021 e a anterior de 2020.
 
Os entrevistados foram questionados sobre o quanto seria importante a digitalização na jornada de compra e venda de veículos. A maioria afirmou que deseja processos menos burocráticos e mais digitais como os trâmites relacionados ao levantamento do histórico veicular (81%), à transferência de documentação (79%) e às tratativas com os Detrans (76%).

Outro estudo, desta vez realizado pela Route Automotive nas nove principais regiões metropolitanas do país, mostra outros fatores decisivos na escolha de carro - neste caso, 0km: design, potência do motor, cor etc.  No entanto, são preponderantes os equipamentos que garantem o conforto, a segurança e, cada vez mais, a conectividade. O trabalho constatou, por exemplo, que 79,7% dos brasileiros fazem questão do ar-condicionado. Em segundo lugar, com 55,5%, está o sensor de ré. 

Foram ouvidas 575 pessoas (52% homens e 48% mulheres) com mais de 18 anos em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Amazonas, Paraná, Pernambuco, Pará e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

Segundo o diretor da Route Automotive, Wladimir Molinari, o perfil dos compradores mudou no decorrer dos últimos anos. Ele diz que itens que melhoram o bem-estar do motorista e dos passageiros, cada vez mais valorizados, levam as montadoras ao desenvolvimento constante dos seus modelos.

"As montadoras estão em uma verdadeira disputa pelo modelo que oferece o melhor kit multimídia, o melhor ar-condicionado etc. E quem ganha com isso são os consumidores", avalia Molinari.

A segurança é outro fator determinante: 23,9% dos entrevistados se dispõem a pagar mais para ter a câmera 360 graus, e 21,7%, pelo monitor de ponto cego. A conectividade também vem ganhando relevância: 55,5% pagariam um valor adicional para ter o aplicativo no carro e 46,3%, para ter o serviço de assinatura mensal.

"O consumidor não aceita um veículo sem itens de segurança básica, como air bag, freios ABS e travamento de portas. Porém, itens de conectividade, além de oferecerem conforto, aumentam a sensação de segurança por se ‘conectarem’ full-time com a montadora", destaca Molinari.

Curiosidades

O top 10 da tecnologia
Pesquisa da empresa americana AutoPacific, e divulgada pela Mobiauto, mostra quais equipamentos tecnológicos são mais procurados pelos consumidores norte-americanos. O trabalho envolveu 100 itens e 90 mil compradores. Veja os dez itens mais procurados:

Aquecimento dos assentos: 66% dos entrevistados afirmaram buscar o item
Monitoramento de ponto cego: 60%
Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro: 55%
Tração nas quatro rodas: 54%
Alerta de troca de faixa: 54%
Apple CarPlay e Android Auto: 53%
Banco do passageiro da frente com ajuste elétrico: 52%
Iluminação de LED: 52% 
Ventilação ou resfriamento de assentos: 50%
Banco do motorista com memória: 49%
________________________

Stonic híbrido - A Kia Motors mostrou esta semana o SUV compacto Stonic, que vem em versão única por R$ 150 mil, importado da Coreia do Sul. Ele é equipado com um sistema elétrico de 48V, também chamado de híbrido leve - em que o elétrico age apenas como auxiliar ao motor a combustão e substitui o de partida. O sistema MHEV de 48 volts permite ao carro desligar o propulsor em várias situações, com desacelerações ou declives mais longos, e assim economizar combustível. Pelo Inmetro, o suvinho da Kia tem classificação A e faz 13,3 km/l na cidade e  13,2 km/l na estrada. Ele já está disponível nas 76 lojas da marca, mas são apenas 150 carros por enquanto: a meta para 2022, porém, é vender 400 unidades/mês. O Stonic vem com um motor três cilindros, 1.0 turbo a gasolina que rende 120cv e 20,4mkgf com o elétrico. O conjunto está acoplado ao câmbio automático de 7 velocidades e dupla embreagem DCT. E as intenções da Kia para o Brasil são ambiciosas: no ano que vem, deve trazer outros quatro modelos. 

Novo Mercedes-Benz Classe C - As primeiras unidades da sexta geração do novo Classe C já têm data para desembarcar no Brasil: final de janeiro de 2022. Oferecido em duas versões eletrificadas, o sedã ganha um design exterior mais esportivo e um interior futurista com novo console central. As versões C 200 e C 300 receberão novo motor a gasolina de 4 cilindros eletrificado de até 258cv, equipado com o sistema de bordo de 48V “EQ Boost” que, em sua segunda geração, gera até 27cv e 2,0kgfm de torque adicionais para tornar as acelerações e retomadas ainda mais ágeis. Ambas as versões serão equipadas com o “AMG Line”, pacote de acabamentos para deixá-las mais esportivas, com para-choques e rodas diferenciadas. A também nova geração do Mercedes-Benz User Experience (MBUX) agora tem tela central de 12 polegadas, ou duas vezes maior que a versão anterior.

Todos os comandos principais, como os programas de condução, assistentes ativos de direção ou o ar condicionado, agora podem ser operados através de comandos por toque, por voz com o “Hey Mercedes” ou por teclas de acesso rápido. O pacote de tecnologia inclui os radares de condução semiautônoma, novos faróis em LED e navegação com realidade aumentada. Preços: R$ 350 mil para o C 200 AMG Line e de R$ 400 mil para o C 300 AMG Line.

Honda Civic: fim de uma era - O sedã médio Honda Civic deixou de ser produzido no Brasil esta semana (30/11), após 24 anos - desde que foi instalada a fábrica em Sumaré, em São Paulo. O encerramento foi comunicado pela marca japonesa aos seus fornecedores, mas ainda não foi oficializado pela fabricante. Mas, mesmo com o encerramento da produção no Brasil, o veículo histórico da Honda continuará no portfólio da montadora por meio da importação do mercado norte-americano. Essa decisão deve demorar para ser sentida de fato no mercado de reposição de autopeças, e apesar dos efeitos “comerciais”, não deve ocorrer riscos de desabastecimento de produtos, pelo menos no mercado de reposição independente, que é responsável por mais de 80% das manutenções veiculares no Brasil.

Segundo dados da Master de Produtos – Fraga Inteligência Automotiva, maior base de dados de informações de produtos e marcas do mercado de reposição brasileiro, a cadeia de abastecimento do Honda Civic conta com mais de 180 fabricantes de peças mecânicas e mais de 1400 SKU’s (unidades de manutenção de estoque) em venda, o que garante ampla disponibilidade de produtos de reposição. O Honda Civic atualmente é o 19º veículo de maior frota no nosso mercado,com 600 mil unidades em circulação, divididas em 6 gerações. Sua trajetória no mercado brasileiro se inicia na quinta geração global, a popular G5, importada entre 1992 (EUA) e 1995 (Japão). 

A síndrome da faixa da esquerda - Quem viaja pela duplicada, mas muito mal cuidada, BR-232, sabe: grande parte dos motoristas ‘aluga’ a faixa da esquerda e, se brincar, sai do Recife a São Caetano sem mudar uma vez só para a pista da direita. Você sabia que é um comportamento irregular, que provoca multa? Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em trechos de pistas duplas as faixas da esquerda são destinadas à ultrapassagem e ao deslocamento dos veículos de maior velocidade. O condutor, ao perceber que outro veículo tem o propósito de ultrapassá-lo, deverá, se estiver circulando pela faixa da esquerda, deslocar-se imediatamente para a faixa da direita.

Reforçando: deixar de dar passagem, quando solicitado, é uma infração média. Todos os condutores deverão deixar livre a passagem pela faixa da esquerda, indo para a direita da via e parando, se necessário, se encontrarem viaturas da PRF, ambulâncias ou veículos destinados a socorro de incêndio, com os dispositivos de alarme sonoro e de iluminação intermitente acionados. Caso contrário, poderão ser autuados por uma infração de natureza gravíssima.

Confira:
Art. 185 II – Deixar de conservar nas faixas da direita o veículo lento e de maior porte – Média
Art. 198 – Deixar de dar passagem pela esquerda quando solicitado – Média
Art. 189 – Deixar de dar passagem a veículo policial/emergência/fiscalização em situação de emergência e devidamente identificado – Gravíssima.

Ah, pelo artigo 199, ultrapassar pela direita é infração média, com 4 pontos na CNH e R$ 130,15 de multa.
E outra: dar sinal de luz para pedir ultrapassagem não é errado, uma ‘afronta’, como muitos pensam. 
___________________

Polo de Goiana: 450 mil carros - O Renegade, primeiro modelo da Jeep a ser produzido no Polo Automotivo Stellantis em Goiana (PE), inaugurado em 2015, acaba de alcançar a marca de 450 mil unidades produzidas. O modelo é ainda o Jeep mais comercializado de 2021 no Brasil, com mais de 67 mil unidades emplacadas até o momento, e ocupa a quarta posição entre os veículos mais vendidos no país. O Renegade é exportado para outros 12 países da América Latina, como Argentina, Uruguai e Chile.

Novo Fiat Fiorino - A montadora italiana Fiat lançará no dia de dezembro mais um modelo renovado: desta vez, o sempre valente utilitário Fiorino 2022. O portal Motor 1 publicou flagras do utilitário. Ele terá mudanças no visual, mas na verdade a boa nova vem da opção pelo motor 1.3 Firefly (para a versão mais cara) associado a mais equipamentos de segurança.

Mini série especial de 15 unidades - Nascido há 98 anos, John Cooper representa grandes sucessos na Fórmula 1 e também o tradicional espírito esportivo da marca Mini - quando, há 60 anos, lançou as bases para uma lendária vitória de corrida no Mini clássico - hoje Mini Cooper. Para celebrar o aniversário dessa conquista, a marca britânica apresentou uma edição especial do Mini 3 portas. No Brasil, são oferecidas só 15 unidades, importado diretamente da planta de Oxford, na Inglaterra, por R$ 300 mil. John Cooper faleceu em 2000 e foi um reconhecido construtor que identificou grande potencial no compacto, adicionando mais potência e outros ajustes técnicos a um modelo compacto, leve, com baixo centro de gravidade e com suas rodas posicionadas nas extremidades do carro. Com ela, nascia a divisão de esportivos John Cooper Works.

Preços dos carros usados - A InstaCarro, startup que auxilia a venda de veículos usados ou seminovos, constatou que em outubro, e pela primeira vez desde o início da pandemia, houve um recuo nos preços dos automóveis. Em relação a setembro, o valor médio caiu 3%. “Sentimos uma desaceleração e fomos checar diretamente o que a motivou. E dois pontos foram os mais levantados. Primeiro, a questão do IPVA. Se os lojistas não conseguem revender o veículo, precisam pagar o valor obrigatório em janeiro, que será mais alto em 2022, devido à valorização da tabela Fipe. Além disso, há a possibilidade de normalização do mercado de carros novos, o que afetaria diretamente o preço dos usados", explica Luca Cafici, CEO e fundador da InstaCarro. Os lojistas ainda apontaram que, com o aumento de taxas de juros, as vendas ficam mais difíceis, pois a maioria dos brasileiros contam com financiamento e parcelas que cabem no bolso.

E com a alta inflação gerada por diversas questões econômicas, muitos estão preferindo trabalhar com estoques enxutos, evitando grandes prejuízos. Mas mesmo com essa desaceleração, alguns veículos ainda estão sendo negociados pela plataforma por valores acima da tabela FIPE. "Em outubro, por exemplo, os preços ainda estão 6% acima daqueles praticados em janeiro deste ano", aponta Luca. No Top 10 do ranking da startup, que considera os veículos negociados apenas pela plataforma, o Fiat 500, modelos 2014 e 2012, foram os mais valorizados, com 9% e 8%, respectivamente, em relação a tabela. Em seguida, o Renault Sandero 2021 (8%), Hyundai i30 2015 (6%), Volkswagen Cross Up 2018 (5%) e Mitsubishi Pajero TR4 2012 (3%). 

Kwid elétrico - A versão elétrica do Renault Kwid será mesmo lançada no Brasil, segundo diretores da empresa. E com uma missão: ser o elétrico mais barato à venda por aqui. Deve chegar em meados do ano que vem. Na Europa, o modelo - que é Dacia Spring - tem bons preços (vários países dão incentivos aos motores elétricos - e faz sucesso em lugares como Espanha e Itália.

*Renato Ferraz, ex-Correio Braziliense, tem especialidade em jornalismo automobilístico.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros