Lavareda

27/11


2020

Frente a Frente especial do segundo turno

No próximo domingo, quando eleitores de 18 capitais e mais 39 cidades acima de 200 mil eleitores voltam às urnas, em eleição decisiva de segundo turno, volto a ancorar o programa especial da marcha das eleições transmitido pela Rede Nordeste de Rádio.

Desta vez, ao lado dos convidados José Nivaldo Júnior, Ângelo Castelo Branco e Roberto Santos estarei nos estúdios da Rede Nordeste de Rádio, mas a cabeça do sistema continua sendo a Hits 103,1 FM, no Grande Recife. No primeiro turno, nossa base foi a própria Hits. 

Meus convidados formam um time de craques na análise da política e dos seus bastidores. Escritor, jornalista e marqueteiro, José Nivaldo Júnior é, também, comentarista do Frente a Frente e meu sócio no jornal O Poder.

Ângelo Castelo Branco, jornalista tarimbado, ex-secretário de Imprensa do Governo de Pernambuco, é autor de vários livros sobre política, entre eles Marco Maciel, o Artífice do Entendimento, que conta bastidores do ex-vice presidente da República, de quem foi secretário e assessor no Ministério da Educação.

Roberto Santos, por sua vez, é cientista político e blogueiro em Jaboatão dos Guararapes. O especial da marcha das eleições começa às 17 horas e só encerra na contagem do último voto, com destaque para Recife e mais sete capitais do Nordeste, além de Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Se ligue nessa!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

27/11


2020

Yves pede mais rigor na repressão ao crime eleitoral

A coligação .”Pra Paulista ser Feliz (MDB, Rede e PV)”, que dá sustentação política à candidatura de Yves Ribeiro (MDB) à Prefeitura de Paulista, protocolou ofício aos juízes eleitorais do município, ao superintendente da Polícia Federal e ao comandante da Polícia Militar de Pernambuco solicitando providências acauteladoras para garantir a lisura da eleição no próximo domingo (29).

O representante da coligação, Wellington Hermógenes de Figueiredo, disse que na eleição do primeiro turno ocorreram fatos que afrontaram gravemente os princípios do direito eleitoral.

Segundo Wellington, denúncias, fotografias e filmagens que circulam pelas redes sociais demonstram que a fiscalização e repressão aos agentes públicos foram insuficientes do ponto de vista ostensivo e enérgico. "Do contrário, muito provavelmente teria sido flagrado e também apurado o crime de compra de voto, distribuição de panfletos e a presença de pessoas padronizadas fazendo abordagem visando a captação de votos", comentou.

Ainda de acordo com ele, esses crimes devem ser combatidos pela Justiça Eleitoral. "Todavia, não houve oposição necessária para a repressão ostensiva. Talvez por falta de contigente dos agentes públicos civis e militares, capitaneados pela própria Justiça Eleitoral", observou.

Em vídeo postado nas mídias sociais, que foi anexado ao documento, um homem dentro de um carro, com um pacote de dinheiro, vangloriasse do poder que tem para comprar votos a pessoas e ainda promete repetir a prática no dia da eleição do segundo turno.

Para o responsável pela coligação, tudo isso merece uma rigorosa investigação por parte da Polícia Federal, porque põe em dúvida a capacidade de ação do estado para coibir o odioso crime.

Em razão dos fatos relatados, o pedido encaminhado às autoridades recomenda que os agentes públicos em serviço nas seções e prédios coíbam de maneira veemente o ingresso de eleitores na cabina de votação portando celular, máquina fotográfica ou filmadora, de acordo com o artigo 14 da Constituição Federal, sob pena de responderem por crime eleitoral. 

Além disso, reivindica a presença de policiamento efetivo e de viaturas para impedir o derrame de santinhos em frente aos colégios, a exemplo do que foi verificado na primeira etapa da eleição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

27/11


2020

Lavareda em live com O Valor

Meu amigo César Felício, editor de política do jornal O Valor, entrevista, daqui a pouco, às 11 horas, o professor Antônio Lavareda, na condição de presidente do Ipespe. Uma boa oportunidade para conhecer a visão de quem entende como ninguém do processo eleitoral no País, com foco em pesquisas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

27/11


2020

Secretário da PCR orienta servidores em campanha para João

O secretário de Administração e Gestão de Pessoas da Prefeitura do Recife, Marconi Muzzio, foi visto orientando uma equipe de campanha do candidato da situação a prefeito, João Campos (PSB). Vários vídeos mostram o titular da pasta dando inúmeras orientações a um grupo de apoiadores do candidato, no qual estariam diversos servidores da administração municipal, entre comissionados e terceirizados.

Tudo isso ocorreu durante o dia, no horário de expediente. "Não vamos aqui falar palavras fáceis: é uma eleição duríssima. O resultado do primeiro turno e a reversão da primeira pesquisa e da segunda mostram uma realidade duríssima para a gente enfrentar. A chance que a gente tem de reverter esse quadro é fazendo o que a gente vem fazendo nesses seis dias, sete dias: não tem mais feriado, não tem mais descanso. É todo dia, todo mundo", fala Muzzio.

Em dado momento, ele menciona a presença de outros membros do primeiro escalão da Prefeitura, a exemplo de Ana Rita Suassuna, titular da pasta de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos.

Essa prática flagrada em vídeo é vedada pelo Tribunal Superior Eleitoral e pela própria Constituição Federal. O TSE é bastante claro ao caracterizar como abuso de poder político: "O abuso de poder político ocorre nas situações em que o detentor do poder vale-se de sua posição para agir de modo a influenciar o eleitor, em detrimento da liberdade de voto. Caracteriza-se, dessa forma, como ato de autoridade exercido em detrimento do voto."

Ainda de acordo com o Tribunal, esta atitude pode levar à inelegibilidade do candidato beneficiado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fabiano

Magno, o patético. Kkkkkkk

Fernandes

Esse cara é chato, insuportável.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Mais um erro do Magno. Fora do horário de Trabalho e fora das dependências da instituição pública, não existe nenhuma anormalidade. Tá demais o Magno. Agora ele passa a ser censor. Desespero total; 29 está chegando e os eleitores decidirão em quem votar. Democracia é isso e pronto.



27/11


2020

Coluna da sexta-feira

Datafolha desmoraliza Ibope

O que está acontecendo com o Ibope? Por que tantos e repetidos erros sem fim nessa eleição para prefeito do Recife? Isso merece, inclusive, uma investigação pela Polícia Federal. Os resultados do Ibope são propagados pela Rede Globo, com imenso impacto psicossocial. Induz para os dois lados: anima a militância de uma parte e abate a da outra.

Não pode ficar assim, sem explicação. A verdade é que o DataFolha vem confirmar os resultados do Ipespe e mostram que Marília Arraes está na frente, apesar de todas as violências e bombardeios físicos e eletrônicos por parte do grupo que domina e manipula Pernambuco já há quase 14 anos e o Recife há 8 anos.

Isso tem que acabar! São manobras escabrosas demais: colocar o Ministério Público Estadual e a própria Justiça para atacar a candidata na liderança, usar as máquinas públicas das maneiras as mais despudoradas e criminosas, além de outros acontecimentos sem fim. O que se espera, entre hoje e amanhã, é que Marília reaja e não repita o que a Marina Silva permitiu Dilma fazer em 2014: ataques incessantes que impediram a vitória da líder ecologista.

O sentimento das ruas é de mudança, há um incômodo gigante pelos desastres administrativos de Geraldo Júlio e de Paulo Câmara, patrocinadores do candidato mirim. Muitas vozes dissonantes chegaram aos ouvidos de Marília e sua equipe, sobre a forma como a campanha está sendo conduzida, mas ela se recusou a cair no jogo do adversário.

A militância, entretanto, apareceu nas ruas para avermelhar a cidade em contraste ao amarelo do PSB. A campanha curta, baixa e agressiva de segundo turno chega ao seu final prometendo muita ação na contagem dos votos no próximo domingo.

O grande debate – Diante de eleição tão disputada, conforme atesta o Datafolha, o debate de hoje na TV-Globo, mediado por Márcio Bonfim, pode ter influência entre os poucos eleitores ainda indecisos. Poderia ser maior se a emissora global não engessasse tanto o confronto. Serão três blocos, o primeiro e o terceiro com temas livres e o segundo por temas determinados por sorteio. Começa logo após a novela Força do Querer, por volta das 22h30m, bem tarde para quem trabalha amanhã, mesmo sendo sábado.

A frente – Se as urnas confirmarem no domingo os números do Datafolha de ontem, com Marília quatro pontos à frente, a diferença para a petista sobre João Campos, do PSB, ficará em, aproximadamente, 30 mil votos. Até lá, entretanto, o cenário tende a sofrer alterações a depender do humor e da onda eleitoral. O fato é que existe uma tendência de vitória para Marília, manifestando o sentimento de mudança que se observa nas ruas e nos mais diversos segmentos da população recifense.

Protesto – Marília resiste em ir para a guerra da baixaria com João, mas sua militância já começou, ontem, a mudar o tom da campanha por conta própria, difundindo vídeos com ataques mortais ao PSB, com foco em cima do escândalo da compra de respiradores para porcos pela Prefeitura do Recife. Também ontem um grupo fechou o trânsito nas imediações da sede do Palácio do Capibaribe, no Cais do Apolo, exibindo homens, mulheres e crianças com máscaras de porcos.

Carrasco do PSB Reeleito em Araripina, a capital do gesso e do Araripe, a 680 km do Recife, o prefeito Raimundo Pimentel (PSL) derrotou pela segunda vez o grupo do ex-prefeito Alexandre Arraes e por isso ganhou o apelido de “carrasco” do PSB. Em entrevista, ontem, ao Frente, Pimentel disse que Araripina fez a opção pela continuidade de uma gestão que prima pelo ajuste fiscal, que paga os servidores em dia e que tem alcançado avanços na educação, na saúde e na área social. “Araripina deu um sim ao seu futuro e um não ao atraso”, assinalou.

CURTAS

LAPA – Ex-deputado estadual, ex-líder do Governo Arraes na Assembleia Legislativa, Carlos Lapa, que ontem deu entrada com sintomas de Covid-19 no Hospital Português, fez de lá uma carta à candidata do PT à Prefeitura do Recife, Marília Arraes, manifestando solidariedade e acusando diretamente a viúva Renata Campos como principal responsável por todos os ataques que Marília passou a sofrer, tão logo apareceu liderando as pesquisas, na propaganda eleitoral no rádio e na TV.

DECIDIDOS – É de 87% o índice de eleitores totalmente decididos sobre seu voto para prefeito no Recife, mesmo patamar para aqueles que declaram voto na candidata do PT (88%) e no deputado do PSB (87%), segundo o Datafolha. No eleitorado que ainda pode votar em branco ou nulo, 88% estão convictos dessa opção, e 12% ainda podem mudar de ideia. Entre os que ainda podem mudar seu voto até o dia da eleição, metade (49%) migraria para voto branco ou nulo, e os demais se dividiram entre Campos (28%) e Marília (15%), com 7% de indecisos.

Perguntar não ofende: Do jeito que vai o nível de agressão e a tensão nas ruas, será preciso tropas federais para as eleições no Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Mais de 120 mil filhas solteiras de militares recebem pensão vitalícia, ou até que se comprove um casamento. Muitas delas trabalham e são maiores de idade, mas o benefício continua à disposição. Os valores vão de R$ 4 mil a R$ 35 mil. O gasto anual gira em torno de R$ 6 bilhões.

Fernandes

Saiu na CNN uma notícia que o marcos Lolita mamador de piroca de camaragibe começou a queimar a rosca no jardim da infância.

Fernandes

Jair Renan Bolsonaro, o quarto filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foi o articulador de uma reunião entre um patrocinador de sua empresa recém-aberta e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, de acordo com reportagem da revista \"Veja\". A revista relata que em 13 de novembro Renan esteve em uma reunião com o ministro e um grupo de empresários da Gramazini Granitos e Mármores, empresa do Espírito Santo que patrocina o negócio do filho do presidente, batizado de Bolsonaro Jr Eventos e Mídia.

marcos

Saiu na CNN uma notícia que o Brasil todo já sabe, Lula é Ladrão.

marcos

Ô Gretchen o que porra é lolita?


Banco de Alimentos

26/11


2020

Diretoria de sindicato pressiona por voto em João

Um áudio obtido pelo blog, hoje, evidencia que a diretoria do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Estado de Pernambuco (Sindacs PE) tem pressionado trabalhadores a votarem no candidato a prefeito do Recife pelo PSB, João Campos. Uma mensagem de quase quatro minutos é atribuída à secretária de Comunicação do Sindacs, Fábia Andrade, que foi flagrada fazendo campanha ostensiva para o prefeiturável socialista, coagindo profissionais que atuam na atual gestão.

"O pessoal que está nos cargos, agentes de saúde e agentes de combate a endemias, pensa que o PT vai deixar vocês nos cargos? Quem tiver cargo, minha gente, vamos brigar", diz a representante do Sindacs em um grupo de WhatsApp. "A gente tem um cargo na gestão (de Geraldo Julio)", fala mais adiante. 

Um dos trechos comprova que trata-se de uma diretora do Sindacs. "A gente enquanto direção do sindicato sabe da realidade do que a gente passou na gestão do PT", comenta. Em dado momento, volta a pressionar membros do grupo de WhatsApp: "A gente tem que ir arregaçar as mangas e ir à luta. Não é só tá aí, vendo o grupo, e (ficar) caladinho não. Não pensem que eles vão passar a mão... Está na hora da gente correr atrás do voto. É um a um. Eles estão aí por todo o lugar. Hoje mesmo, eu estava na feira do UR-1, corpo a corpo com a comunidade, mas a gente tem que reverter esse voto."

Presidente do Sindacs é ligado a vereador do PSB no Recife

Hoje, o Sindacs é presidido por Graciliano Gama, nome ligado ao vereador reeleito do Recife Luiz Eustáquio (PSB). Na última semana, houve um flagrante de distribuição de material apócrifo com conteúdo falso contra a candidata a prefeita do Recife Marília Arraes (PT) nas proximidades de uma igreja evangélica no bairro da Torre, Zona Norte da cidade. De acordo com a coligação Recife Cidade da Gente, liderada pela candidata petista, o carro utilizado para distribuir os panfletos teria sido alugado pelo parlamentar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Deixa de ser chato!

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Os Sindicatos sempre fizeram e fazem das suas sedes comitê eleitoral do PT demais partidos da esquerda caviar. Deveriam serem punidos e nunca foram.



26/11


2020

Com quem está a delegada?

Nesta acirrada eleição no Recife, um personagem destacado como fenômeno eleitoral das urnas em 2018, a delegada Gleide Ângelo (PSB), que rompeu a casa dos 400 mil votos, conseguiu a façanha de outro fenômeno: falar de todos os assuntos, até do sexo dos anjos, nas redes sociais, menos de política. Quem adivinhar de que lado está ou conseguir uma fala dela sobre a disputa eleitoral, ganha um doce.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/11


2020

Governo de PE cede secretários para campanha de João

Além da presença de cargos comissionados da Prefeitura do Recife na campanha de João Campos (PSB), há a participação de integrantes do Governo de Pernambuco, inclusive do primeiro escalão. O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Bruno Schwambach, é um dos que têm se envolvido diretamente pedindo votos para o candidato socialista a prefeito. Nas próprias redes sociais, não faz qualquer cerimônia ao se mostrar na militância de Campos.

Outro nome flagrado nas ruas do Recife, apelando pelo prefeiturável do PSB, é o secretário executivo de Pessoal e Relações Institucionais de Pernambuco, Adailton Feitosa Filho, que também é auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Deixa de ser chato!

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Sim! E daí? Qual problema? fora do horário de expediente, funcionário e/ou servidor público pode fazer campanha para quem quiser. Estranho e notícia seria eles estarem fazendo campanha para... Marília.



26/11


2020

Deputado sai em defesa de instituições de segurança

Durante a reunião plenária de hoje, o deputado estadual Fabrizio Ferraz, presidente da Comissão de Segurança e Defesa Social da Alepe, relembrou o caso do policial militar alagoano, Jhonson Bulhões, vítima de latrocínio, em Porto de Galinhas, no último dia 20. Bulhões estava em Pernambuco a passeio com a família, quando reagiu às investidas dos criminosos e foi morto a tiros. Ferraz lamentou a morte do policial e exaltou a atuação das forças policiais no caso.

“O suspeito de atirar no policial foi preso em flagrante, passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva decretada. Outro suspeito de envolvimento, que possivelmente pilotava a moto usada no dia do crime, também foi preso e liberado em virtude da autoridade competente não ter vislumbrado materialidade suficiente para promover a autuação do mesmo, que segue sob investigação. O trabalho policial foi executado com maestria”, afirmou ferraz.

Ainda em pronunciamento, Fabrizio Ferraz rebateu as críticas do deputado estadual de Alagoas Cabo Bebeto, que na última terça-feira, se posicionou, durante a sessão ordinária da Casa Legislativa do estado vizinho criticando as instituições de segurança de Pernambuco.

“Fomos surpreendidos por um infeliz pronunciamento do deputado Cabo Bebeto, criticando de maneira descompensada a Polícia Militar de Pernambuco, o comando da PM e a Secretaria de Defesa Social do nosso Estado. Nós repudiamos com veemência a forma descabida e desrespeitosa que o parlamentar se referiu às nossas instituições”, disse.

O deputado Fabrizio Ferraz afirmou ainda que, desde o ocorrido, comando da Polícia Militar de Pernambuco trocou informações e manteve contato com o comando da Polícia Militar de Alagoas. “O comando de Pernambuco autorizou, inclusive, que membros da inteligência da polícia alagoana e guarnições policiais acompanhassem o andamento da ocorrência”, ressaltou.

“É uma lástima que o deputado Cabo Bebeto, claramente desinformado sobre a competência e o brilhantismo das nossas instituições de segurança, tenha posto em dúvida o trabalho que nossas forças desempenham. Não sei exatamente o que o nobre parlamentar quis sugerir, mas aqui em Pernambuco nós não praticamos justiça com as próprias mãos. Fazer justiça fica a cargo do Poder Judiciário”, finalizou


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

O grande problema da segurança são nossas leis. Leis que existem para defender bandidos. A famosa Constituição Cidadã de 88 e as demais leis legislada pelos excelentíssimos políticos.