FMO janeiro 2020

26/01


2013

Alagoas: MP investiga programa Minha Casa, Minha Vida

O Ministério Público Federal em Alagoas vai investigar o progra­ma Minha Casa, Minha Vida. Os procuradores da República no Es­tado querem saber se houve ato de improbidade administrativa por parte dos gestores públicos ao escolherem uma construtora ligada ao candidato à presidência do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), além de outras em­presas contratadas no Estado para execução do programa e distri­buição de moradias populares. O MPF vai requisitar informações à Caixa Econômica Federal, ao Mi­nistério das Cidades e às prefeitu­ras beneficiárias do programa.

Na quinta-feira, o Ministério das Cidades também determi­nou a abertura de um procedi­mento interno para apurar o uso político do programa em Ala­goas. Já a Caixa Econômica Fede­ral vai vistoriar as unidades habi­tacionais entregues em Alagoas. Moradores denunciaram a baixa qualidade da construção e irregularidades na documentação das moradias populares. (Do Estado de S. Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

IPTU Cabo

26/01


2013

Senador defende direito de Eduardo ser candidato

DO DIARIO DE PERNAMBUCO

 Depois de DEM, PSDB e PPS manifestarem o desejo de ver o governador Eduardo Campos (PSB) encampando uma candidatura de oposição à presidente Dilma Rousseff (PT) na disputa pela Presidência, ontem foi a vez do PSol. A defesa foi feita pelo senador Randolfe Rodrigues (AP). Pernambucano de nascimento, mas com carreira política consolidada no Amapá, o parlamentar esteve no Recife para participar da Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE). Para ele, uma disputa socialista seria importante para o país.

“Oxalá que seja assim! É bom que Eduardo seja (candidato). Ele não será uma alternativa para o PSol, mas será muito bom para a democracia. Tem que haver eleição de dois turnos e um amplo debate para o Brasil”, disse Rodrigues, que, curiosamente, também tem planos para disputar a Presidência, em 2014. Isso, ele lembra, ainda está sendo discutido com o partido e será definido até abril. “O PSol tem que apresentar alternativa para o país”, enfatizou, acrescentando que o seu partido representará uma alternativa pós-PT.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jairon Pacheco

PE.......................

Jairon Pacheco

PE lÁ.......................

Raimundo Eleno dos Santos

A eleição com vários candidatos é muito bom para a democracia e para o exercício da cidadania.São aulas ministradas das várias correntes de opinião.O povo fica mais escolarizado com esse exercício. Escolherá melhor!



26/01


2013

PGR denuncia deputado por duplo homicídio

O ex-governador de Mato Grosso Júlio Campos, atualmente deputado federal pelo DEM-MT, foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) por duplo homicídio e formação de quadrilha, sob a suspeita de ter sido o mandante de dois assassinatos ocorridos em 2004, em meio a uma disputa por terras. O pedido de abertura de uma ação penal contra o parlamentar foi encaminhado na quinta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), em documento de 18 páginas, assinado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

O inquérito foi autuado no Supremo em abril de 2012, quando Campos voltou a exercer o mandato de deputado federal. A PGR apura a participação do parlamentar nos homicídios do empresário brasileiro Antônio Ribeiro Filho e do geólogo húngaro Nicolau Ladislau Ervin Haraly. Ambos teriam sido mortos a mando do político, que estaria interessado em terras ricas em metais e pedras preciosas, como diamantes, em Mato Grosso.

Campos nega envolvimento com os crimes. Mas, segundo a denúncia, ele foi o mandante dos homicídios e teve como objetivo se apropriar das terras produtoras de pedras preciosas.A primeira das vítimas a ser assassinada foi o geólogo Nicolau Haraly, executado em julho de 2004, em frente ao escritório onde trabalhava, em São Paulo. De acordo com os autos, foi ele quem descobriu que as terras da fazenda eram ricas em pedras preciosas.

A denúncia aponta que, no mês seguinte, o empresário Antônio Ribeiro foi morto no Guarujá (SP), no momento em que caminhava no calçadão da praia. “Foram assassinados por ordem de Júlio José de Campos (…) O crime teve por objetivo garantir que Júlio permanecesse no controle da empresa adquirida de forma inidônea. Os assassinatos foram cometidos para impedir que Antônio Ribeiro Filho impugnasse a falsificação do contrato social da empresa”, detalha o texto da denúncia. (Do Correio Braziliense)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

26/01


2013

Criação de empregos tem pior resultado desde 2009

 O total de empregos com carteira assinada criados em 2012 foi de 1,301 milhão, o menor desde 2009, quando foram abertos 1,296 milhão de postos de trabalho. Em relação a 2011, houve queda de 34,7%, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho.

Na comparação dos dois primeiros anos da presidente Dilma Rousseff com igual período do governo Lula, ela está à frente, com criação de 3,2 milhões de empregos (2011/2012), contra 2,6 milhões (2003/2004). Do total de empregos criados no ano passado, a maioria foi no setor de serviços, com 666,1 mil postos. Em segundo lugar, vieram o comércio (372,3 mil) e a construção civil (149,2 mil). Informações de O GLOBO - Eliane Oliveira

Clique e leia matéria completa Criação de empregos tem o pior resultado desde 2009


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/01


2013

Estilo e ambições do governador mais popular do país

EPOCA - Luiz Maklouf Carvalho

 O governador Eduardo Campos, de Pernambuco, é um ótimo piloto de cadeira giratória de rodinhas. Logo ao sentar-se, elegante e espaçoso, já sublinha a que veio. A cadeira é uma das 13 de uma grande mesa preta, em forma de U, na sala de reuniões contígua a seu gabinete. Não terá um minuto de sossego por quase três horas. Campos a manobra para todos os lados possíveis, a esporeia com o ritmo acelerado de sua fluência verbal e, quando a leva, num tiro curto, em direção ao interlocutor, o dorso ainda atlético de 47 anos também assoma, enfático. Seus translúcidos olhos verdes são, surrupiando um autor contemporâneo, como pássaros querendo voar para fora da cara. Campos é, sobretudo, olhos.

Na beleza variante da cor, que fisga a atenção, e, principalmente, na mirada, no manejo que lhes sabe dar, ora águia, ora cobra, focados na sedução. “Sedutor” é um recorrente qualificativo até entre adversários regionais – como o senador Humberto Costa, do PT, ou o deputado federal Mendonça Filho, do DEM. Campos sabe que, nos dois casos, o sentido é “cuidado com ele!” – ambos, afinal, são vítimas de peia eleitoral. Mesmo assim, não desgosta.

Não é o caso quando é chamado de “coronel”, como fez a revista britânica The Economist em reportagem recente, que também registrou seu lado de gestor dinâmico e empreendedor à frente do Estado que governa pela segunda vez, com aprovação recorde – 89% na última pesquisa. Provocado – “O senhor leva mesmo um jeitão de coronel...” –, Campos não esconde o desconforto. Leva a cadeira para a frente e para trás, dá uma brusca freada de general e responde:

– Isso só acontece quando alguém nasce por aqui. Nunca vi um rótulo desses num político carioca, paulista ou mineiro. Então lamento, porque é uma coisa desqualificando. Que maneira tenho de botar ordem aqui? “É um coronel.” Tá bom. (Falar) é um direito (deles). Fazer o quê?  Clique aí e Continue lendo a matéria na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

Na música, Luís Gonzaga tornou-se o rei do baião e Roberto Carlos o rei da jovem guarda. Na política, Eduardo é o rei no bom sentido. Todos em suas áreas são sábios e com muito talento. Pernambuco está descobrindo-o e o Brasil ainda vai descobri-lo.

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

Eduardo Campos é um político denso, não gosta de firula. Tem a alma quente, as ideias fervilhante e o pensamento em ebulição. Ele está pronto para transforma um riacho num manancial de realizações. A conjuntura tornou-se uma represa da vontade de realizações que ele tem. Vejo-o um iluminado.

luiz carlos da silva

é nisso que dá, viado escrever.

SERTANEJO SIM SENHOR

Magnífica a reportagem da revista Època. Nas últimas décadas nosso Estado nunca teve um empreendedor da qualidade do governador Eduardo Campos. Às vezes o nosso povo precisa de um "coronel" para governar para todos, e o Eduardo sabe bem fazer isso. Valeu Eduardo.... nosso futuro PRESIDENTE.

JOSE PINTO DA SILVA

de 10 anos neste sofrimento este e o meu apelo passo por esta situaçao a mais de 12 aqnos sou muito revoltado com isto porque sinto na carne e na pele como pernambucano e servidor publico estadual vendo o sofrimento dos meus irmaos e semelhantes servidores como eu sou passando por isto socorro dudu.


Cúpula Hemisférica

26/01


2013

Reviravolta em Serra: Evandro pode assumir controle do PSB

Mesmo com o desconforto no ninho socialista em Serra Talhada, avançam as conversas entre o ex-prefeito Carlos Evandro (sem partido) e o governador Eduardo Campos, para que o PSB seja conduzido no município pelo ex-prefeito.

Mesmo não tendo apoiado Luciano Duque, prefeito eleito e integrante do grupo de Evandro, o governador reconhece que o ex-prefeito saiu fortalecido ao eleger seu sucessor, diante de uma aliança política gigantesca que foi formada em torno do candidato derrotado Sebastião Oliveira (PR), noticia o blog de Júnior Duarte, de Serra Talhada.

A cúpula socialista em Pernambuco, segundo ele, entende que o partido precisa crescer em Serra Talhada na proporção em que cresceu no Estado e no País.

''Carlos Evandro pode ser esse impulso que falta'', diz o blogueiro. Mesmo sendo aliado de primeira hora do PR de Inocêncio, o PSB não conseguiu emplacar sequer a vice na chapa de Sebastião Oliveita, candidato derrotado por Duque. De última hora, a indicação partidu do deputado estadual Augusto César (PTB).

Esse episódio causou enorme insatisfação nos socialistas. Carlos Evandro mantém mistério sobre o dia e local que decidirá seu futuro na política, mais já está certo que será no Recife em uma reunião com Eduardo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

26/01


2013

Fábrica de confecções fechada em Afogados será reaberta

Fechada há nove anos, com 30 mil metros quadrados, duas miniusinas geradoras de energia, uma subestação de enerfia para gerar 300 kva e 300 máquinas de costura de alta precisão, a INVESA – Indústria de Vestuário S/A - foi adquirida por um grupo de Toritama e será reaberta. 

Quem negociou a sua reabertura foi o prefeito José Patriota (PSB), primeiramente com grupos empresariais e depois com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Stefani.

“A participação do governador foi deciva. Ele nos ajudou bastante no diálogo com o setor empresarial para que pudéssemos reabrir a fábrica,” afirmou Patriota.

Quem assume o empreendimento é o grupo Evenus, há 27 anos atuando no segmento de confecções, em Toritoma. Com o seu controle, os investimentos iniciais ultrapassam R$ 4 milhões. 

A saturação do mercado e a escassez de mão de obra na região de Santa Cruz do Capibaribe, além da excelente infraestrutura já existente na INVESA, fez o grupo optar por investir no Sertão do Pajeú.

Serão gerados mais de 350 empregos diretos, com a seleção de pessoal já se iniciando na próxima segunda-feira. Com a reabertura da fábrica, a expectativa é que outros investimentos no setor sejam consolidados no Pajeú.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

Se jogarem dejetos como jogam no Capibaribe, adeus Rio Pajeú..


Prefeitura de Limoeiro

26/01


2013

PF: denúncia de propina a Renan e Henrique Eduardo

Ilustração: Paulo Caruso

ÉPOCA - Diego Escoteguy,  Murilo Ramos, Marcelo Rocha, Flávia Tavares e   Leandro Loyola

Distinto público: abrem-se nesta semana as cortinas para o mais bufo dos espetáculos políticos deste ano. A partir da sexta-feira, os parlamentares escolherão os presidentes do Legislativo. O voto deles é livre e secreto. Ao que tudo indica, duas estrelas da política subirão ao palco sob unânime aplauso.

Na Câmara, será eleito presidente o deputado Henrique Eduardo Alves, do PMDB do Rio Grande do Norte, que há 42 anos engrandece o Parlamento brasileiro. No Senado, após cinco anos de ensaios forçados na coxia, voltará à presidência da Casa Renan Calheiros, também do PMDB, este por Alagoas.

Henrique e Renan – ou Renan e Henrique, conforme pareça melhor à plateia – têm o mesmo estilo de atuação: gestos contidos, expressão ladina e repertório riquíssimo.

Nos cofres da Polícia Federal, onde se encontram vários registros do trabalho dos dois, ÉPOCA descobriu uma pequena e inédita obra-prima, estrelada por ambos, mas que ficara esquecida por não tão misteriosas razões. Trechos dela também podem ser encontrados no Superior Tribunal de Justiça.

Trata-se da íntegra da Operação Navalha, que, em 2007, revelou ao país a existência de um esquema comandado pelo empreiteiro Zuleido Veras, da construtora Gautama, que pagava propina a políticos e burocratas em troca de contratos com ministérios de Brasília e governos estaduais.

Apenas uma minúscula fração da enorme quantidade de provas produzidas pela PF veio a público naquele momento. Na papelada, há evidências fortes de pagamentos de propina para Renan e Henrique. Ou Henrique e Renan.

Clique aí e leia na íntegra  As acusações de pagamento de propina contra Renan Calheiros e Henrique Eduardo Alves


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

enoque viana de oliveira filho

Pode procurar que tem mais !!!


Banner de Arcoverde

26/01


2013

PSDB agora ameaça processar Dilma

DO BLOG DE JOSIAS DE SOUZA

 Em nota pendurada em sua página na internet, o PSDB informou que estuda processar Dilma Rousseff. Escorou a ameaça num gerúndio que a fragiliza. Anota o texto: o partido “está analisando a possibilidade de entrar com uma representação contra a presidente […] pelo uso irregular da rede nacional de radio e TV.”

O pronunciamento que eriçou as plumas do tucanato foi ao ar na quarta-feira (23). Nele, Dilma trombeteou o desconto na conta de luz –18% para os consumidores residenciais, 32% para as empresas. Mais do que prometera no ano passado, na véspera do feriado de 7 de Setembro.

O PSDB informa que sua assessoria “já comprovou a presença de elementos publicitários no pronunciamento” de Dilma. Elementos que deixam a peça parecida “com os filmes exibidos na campanha eleitoral e nos horários reservados à propaganda” do PT. Aqui, as imagens colecionadas pelo tucanato.

É a segunda vez que os tucanos falam em processar Dilma por conta do trombone da energia elétrica. No ano passado, a propósito da exploração do tema em plena celebração do Dia da Pátria, o partido escrevera noutra nota: “O PSDB vem a público mais uma vez para anunciar que usará dos meios legais e compatíveis para defender a democracia brasileira e denunciar o uso indevido e eleitoral do último pronunciamento da presidente Dilma em cadeia nacional de rádio e TV.”

Decorridos mais de quatro meses, os “meios legais” ainda não foram acionados contra Dilma. Mas o PSDB, na sua oposição boa de bico, assegura que “está analisando a possibilidade”. Recomenda-se à plateia que puxe uma cadeira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/01


2013

Minha cidade é linda
















A colaboração para o painel de hoje é do leitor Leandro Munhoz e traz a imagem da cidade de Buenos Aires (Zona da Mata Norte, a 79 km do Recife).

Uma cidade divertida e animada, conhecida pela hospitalidade da sua população, Buenos Aires também já foi destaque nacional em diversos noticiários televisivos por possuir o mesmo nome da capital da Argentina.

O lugar oferece aos turistas atividades voltadas para o lazer rural e dispõe de uma paisagem marcada por extensos canaviais, capelas e antigos engenhos com suas construções coloniais, como o Criméia, Conceição, Bandeirantes, Cavalcanti, entre outros.

O artesanato local também é muito rico, destacando-se as peças feitas com papel reciclado, golas dos caboclos de lança do maracatu e adereços dos grupos culturais como o caboclinho e pelos estandartes. Lá, também se encontram bordados, bruxas de pano, cestarias e trançados, plásticos-tapetes, bolsas de tricô e tapeçaria.

Faça uma foto bonita da sua cidade e nos envie para postagem neste quadro:
[email protected]


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores