Caruaru - Jan 2022

28/01


2022

Bolsonaro apaga a história. Até Dom Hélder atingido

O presidente Jair Bolsonaro decidiu cancelar os decretos de luto oficial a personalidades do mundo político, artístico, religioso e empresarial, que morreram durante governos passados. Além de famosos, vítimas de acidentes aéreos também tiveram suas homenagens canceladas. As informações são do site da Rádio Jornal.

Entre os famosos que tiveram seus lutos oficiais revogados estão o bispo católico Dom Hélder Câmara – indicado quatro vezes ao Nobel da Paz –, Frei Damião – respeitado religioso entre os nordestinos –, o empresário Roberto Marinho, ex-presidente das Organizações Globo e o antropólogo e cientista político Darcy Ribeiro.

As vítimas dos acidentes aéreos do voo 1907, da Gol, em 2006, e do voo 3054, da TAM, ocorrido em 2007, também perderam os lutos oficiais. 

A Presidência da República diz que o ato é uma tentativa de “desburocratização”, segundo o portal Poder360. O objetivo, segundo o governo, é manter um “processo contínuo de organização e racionalização normativa”.

Apesar disso, recentemente, Bolsonaro decretou luto oficial pelo escritor Olavo de Carvalho, morto esta semana. No total, pelo menos 25 decretos de luto oficial foram revogados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Verdadeiramente um acéfalo. Concede luto a um energúmeno imbecil como Olavo de Carvalho, e tira o luto oficial a pessoas como: dom Hélder Câmara e Frei Damião. O que aquele jornalista cloroquina do blog tem a falar sobre isso? Vai bozolóide fala algo?


ALEPE - Ações Sociais - Janeiro 2022

28/01


2022

Professor alerta para problemas de geração hidrelétrica

Resfriamento climático, fenômenos El Niño e La Niña e uma análise e diagnóstico do regime de chuvas no Vale do São Francisco nos últimos 180 dias. Estes foram alguns dos temas apresentados, na noite de ontem, em Petrolina, durante a palestra ‘Perspectivas do clima para 2022 e sua tendência para 15 anos', ministrada pelo professor, meteorologista e pesquisador da Universidade Federal de Alagoas, Luiz Carlos Molion.

No encontro, uma promoção do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR) e a UBYFOL (multinacional brasileira especialista em nutrição vegetal), o professor que também é PhD em Meteorologia e pós Doc em Hidrologia de Florestas, alertou para a perspectiva de invernos rigorosos nos próximos 10 ou 15 anos no sul e sudeste do Brasil, vazões reduzidas no Rio São Francisco e um grande problema com a geração hidrelétrica. "A grande solução, principalmente para os produtores agrícolas, será a criação de cooperativas de geração de energia termo solar (CSP)", sugeriu.

Molion também surpreendeu o público ao discordar da hipótese, amplamente divulgada pela mídia, que o clima do planeta esteja se aquecendo. "De acordo com essa hipótese, para frear o aquecimento é necessário reduzir as emissões de CO2. Demonstra-se que essa hipótese não tem bases físicas sólidas e que a tendência do clima é de resfriamento global nos próximos anos devido ao mínimo de atividade solar, que ocorre a cada 100 anos aproximadamente", argumentou. O professor encerrou a palestra detalhando algumas práticas agronômicas que contribuem para conservação de água e dos solos e para aumentar a produtividade dos pomares.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR), Jailson Lira, que participou da mesa na abertura dos trabalhos, o encontro foi muito esclarecedor e rico de novas informações para a categoria e para o agronegócio regional. Também fizeram parte da mesa o gerente regional da UBYFOL, Danilo Ferreira e o presidente do DINC – Distrito de Irrigação Nilo Coelho, José Loyo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

28/01


2022

CPI do Caso Beatriz está a uma assinatura de ser aprovada

O documento que cria a CPI do Caso Beatriz já conta com 16 assinaturas. É o que o deputado estadual Romero Albuquerque, autor do pedido, informa. De acordo com ele, a comissão conquistou o apoio de outros três deputados governistas esta semana. Com isto, o grupo que deu início à movimentação na Assembleia Legislativa de Pernambuco deve continuar pressionando os outros colegas. O aval da deputada Jô Cavalcanti, do coletivo Juntas, ainda é esperado para fechar o número mínimo de assinaturas necessárias.

O site criado para acompanhar o caso não foi atualizado, e Albuquerque prefere não revelar o nome dos colegas que aderiram ao pedido, segundo ele, para evitar que os pares sofram pressão do Governo do Estado. 

Na semana passada, os deputados colocaram a psolista Jô numa situação difícil. Defensora dos direitos humanos, sendo inclusive presidente do colegiado de mérito na Alepe, a deputada foi cobrada e exposta como a única a rejeitar publicamente a discussão do caso na Casa.

"O caso Beatriz foi bastante explorado quando era conveniente para alguns colegas, mas agora o interesse parece não ser o mesmo. Por qual motivo?", Albuquerque pontuou.

O grupo, agora, deve tentar fazer com que Jô mude de ideia e ainda mirar nos demais colegas que compõem a bancada evangélica, como é o caso de Dulcicleide Amorim que, por diversas vezes, se posicionou sobre o assassinato da menina Beatriz nas redes sociais. A parlamentar é autora de um requerimento que pede uma audiência pública para discutir as investigações, mas, até o momento, não se manifestou a favor da CPI. 

"Obviamente o objetivo é conseguir o mínimo necessário das assinaturas, mas o apoio dos demais colegas, principalmente daqueles que lutam em defesa da vida, como é o caso da bancada evangélica, é imprescindível", Romero afirmou. Além de Dulci, William Brígido, da Igreja Universal, também não deu apoio ao documento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Dezembro 2021

28/01


2022

Sebastião insiste com nome de Zé Neto

O secretário da Casa Civil, José Neto, foi o nome defendido pelo partido Avante para ser o candidato ao Governo do Estado pela Frente Popular de Pernambuco. A reunião que tratou do assunto foi encerrada, agora há pouco, e aconteceu no Palácio do Campo das Princesas. Além do governador Paulo Câmara e do deputado federal Sebastião Oliveira, o encontro contou com as presenças de Luís Tibé (deputado federal e presidente nacional do Avante), do deputado federal André Janones, que lançará a sua pré-candidatura à Presidência da República, amanhã, no Recife, e do deputado estadual Rogério Leão.

“O trabalho de Zé Neto é respeitado por todos os deputados estaduais que integram a base do Governo do Estado na Alepe. Nelson Rodrigues dizia que toda unanimidade é burra, mas Neto é uma notável exceção. Nunca vi alguém tão talhado para vida pública. Trata-se de um político, sério, fiel, leal e jeitoso. Ele conseguiu resolver todas as crises na relação da Assembleia com o Governo após assumir a Casa Civil. Tenho a certeza de que ele comandaria Pernambuco com muita competência”, destacou Sebastião Oliveira, que lidera a bancada do Avante na Câmara Federal. 

Oliveira ressaltou ainda que Zé Neto tem capacidade e habilidade para reacender a unidade construída por Eduardo Campos: “Existe um tensionamento na Frente Popular de Pernambuco, e Zé Neto é o nome ideal para resolver essa questão”, concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/01


2022

Deputado e secretário acompanham obra em Itaíba

O deputado federal Eduardo da Fonte e o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Claudiano Martins, acompanhado do vice-presidente do PP Pernambuco, Lula da Fonte, acompanharam, ontem, a construção da Escola Técnica Estadual Maria Ferreira Martins no município de Itaíba. O projeto foi solicitado ao Governo de Pernambuco por Claudiano, que contou com o apoio de Eduardo da Fonte. 

“Essa escola representa muito para mim e toda a população de Itaíba. O nome é uma homenagem a minha avó, que foi professora do município por mais de 30 anos. Fico muito feliz por ver que nossa solicitação foi atendida e que, agora, os estudantes vão ganhar uma unidade escolar nova, com estrutura de qualidade”, registrou Claudiano. 

“Essa escola chega para beneficiar toda a região, gerando mais oportunidades para os nossos jovens. Acompanhei toda a luta de Claudiano e estar aqui, vendo o projeto que saiu do papel, se torando realidade, é muito gratificante”, destacou Eduardo da Fonte. 

Na ocasião, o deputado e o secretário também se reuniram com lideranças políticas e deram entrevista em rádio local. Também participaram da programação o presidente da Câmara dos Vereadores de Itaíba, Eraldo Pequeno, o secretário de Governo de Manari, Otaviano Martins,  a empresária Rogéria Martins, além de vereadores e lideranças políticas da região.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde janeiro 2022 - 2

28/01


2022

No Sextou, Nelson na voz de Cristina Amaral

Imperdível o Sextou de hoje. Traz a história e os grandes sucessos do cantor Nelson Gonçalves, uma lenda da MPB, só atrás de Roberto Carlos em venda de discos. Convidada, a cantora pernambucana Cristina Amaral, que está lançando um CD Nelson Gonçalves, uma saudade, fala da trajetória do cantor romântico, canta e rememora episódios marcantes do intérprete de mais de 200 canções, entre elas A volta do boêmio.

Se você deseja ouvir pela internet, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

28/01


2022

Zeca diz que Miguel é chama acesa da esperança

Ex-prefeito de Arcoverde, ex-deputado federal, o médico Zeca Cavalcanti comprou uma bota de sete léguas para a campanha eleitoral. Candidato a deputado estadual, parte de Arcoverde com uma votação expressiva. Numa conversa com este blogueiro, ontem, em Arcoverde, revelou que está impressionado com a boa aceitação ao nome do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, do União Brasil, na disputa pelo Governo do Estado.

Zeca esteve acompanhando Miguel, ao lado do pai, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), em vários municípios da região. "Os apoios surgem naturalmente. Há um desejo muito grande de mudança em Pernambuco. O povo não aguenta mais PSB, cansou. Quer algo novo, testado e aprovado como gestor. É dessa associação que sopram os ventos de mudança, de esperança em favor de Miguel", disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

28/01


2022

CNM vai contra aumento a professores

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) orientou os prefeitos a não concederem reajuste de 33,24% no piso salarial de professores da educação básica. Em nota divulgada ontem, a entidade alertou para possível “difícil situação fiscal” das cidades com o aumento e afirmou que “o Brasil caminha para jogar a educação pelo ralo”.

No final da tarde de quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) determinou ao ministro Milton Ribeiro (Educação) a “missão” de conceder o reajuste máximo para o piso salarial de professores, conforme estabelece a Lei do Piso do Magistério (11.738/2008). Ontem, Bolsonaro oficializou a medida em seu perfil no Twitter.

A CNM calcula que os aumentos custarão a Estados e municípios em torno de R$ 30 bilhões neste ano. Para o governo federal, conforme apurou o Poder360, o valor seria de R$ 3,8 bilhões em 2022. A ideia do presidente é “cortar esse valor de outros ministérios”, segundo disse a seus ministros que acompanham o tema.

A CNM falou em “insegurança jurídica” no reajuste anunciado por Bolsonaro. De acordo com e entidade, o critério usado pelo governo federal perdeu validade com aprovação, no fim de 2021, do novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Esse entendimento, afirmou a CNM, “foi confirmado pelo próprio Ministério da Educação, no dia 14 de janeiro, com base em parecer jurídico da Advocacia-Geral da União (AGU)”.

“Afinal, o que deve ser de fato levado em consideração: parecer da AGU, Nota de Esclarecimento do MEC ou Twitter do presidente da República?”, questionou a entidade.

“Ao colocar em primeiro lugar uma disputa eleitoral, o Brasil caminha para jogar a educação pelo ralo. A CNM lamenta que recorrentemente ambições políticas se sobressaiam aos interesses e ao desenvolvimento do país”.

A CNM recomendou que os prefeitos corrijam o piso salarial com base em média do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) dos 12 meses anteriores ao reajuste. Essa é a mesma métrica usada para a correção do valor do salário mínimo. Em 2021, o índice foi de 10,16%.

A entidade pediu que essa regra seja usada até que “novas informações sejam fornecidas” pelo governo federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

28/01


2022

Pelas ruas de Arcoverde

Com minha Nayla morando em Arcoverde, virei de fato um cidadão arcoverdense, que vive a sua rotina. Hoje, cedinho, cumpri meus 8 km de corrida diária na Avenida Antônio Japiassu. Responsável pela emancipação política de Arcoverde, Japiassu foi o primeiro prefeito do município do Rio Branco, nome anterior da terra do cardeal.

Sou cidadão de direito. De autoria da vereadora Célia Galindo (PSB), decana da Câmara Municipal, recebi o título em 2017. Na ocasião, fiz um longo discurso sobre a história de Arcoverde e suaI brava gente. Disse que na pátria dos Sertões euclidianos, Arcoverde tem cara, forma e vocação de grandeza. Um cheiro impregnado a uma paisagem urbana que meus olhos enxergavam de longe, precisamente da janela de um trem que me levava para conhecer Recife, no colo do meu pai. 

Arcoverde é, hoje, uma cidade que respira ares de grandes centros urbanos, comércio pujante, polo médico nas mais variáveis especialidades, centro de educação, vocação universitária, diversificado calendário de festividades culturais tendo como grande símbolo o Cinema Rio Branco, o mais antigo em funcionamento do Brasil, de onde o povo deu o seu grito para conquistar a emancipação.

Impossível falar da cidade sem destacar o Cardeal Arcoverde, o primeiro cardeal do Brasil e da América Latina, nascido na Fazenda Fundão, em Olho d’Água, que era vizinha à Fazenda Santa Rita, do seu avô materno, Leonardo Pacheco Couto. Doutor José Maria da Silva Paranhos Jr., o barão do Rio Branco, histórico chefe da diplomacia brasileira, também é memória de orgulho e saudade.

Impossível não citar, também, Augusto Cavalcanti, que em 1917 trouxe a iluminação elétrica pública e particular, que, pouco tempo depois, foi responsável pela inauguração do primeiro cinema do distrito, o Cine Rio Branco. O Coronel Antônio Japyassu deu o start do processo de civilização.

Outra figura exemplar e memorável foi o médico, deputado e escritor Luís Wilson, que escreveu com muito amor e talento a história e as histórias de Arcoverde. Também o grande poeta, escritor, advogado, professor, vereador e fundador da Faculdade de Arcoverde, o mestre José Rabelo de Vasconcelos.

A área comercial de Arcoverde tem hoje grande variedade de produtos, tanto nos setores de vestuário, móveis, eletroeletrônicos e construção, como nos setores de serviços, com clínicas médicas, escritórios de advocacias, oficinas, entre outras especialidades. A cidade é, ainda, um importante polo médico do Estado, com hospitais públicos e privados, clínicas particulares e dezenas de consultórios médicos em todas as especialidades.

Esta área médica e de serviços é hoje uma das principais atividades econômicas de Arcoverde. A cidade recebe diariamente cerca de cinco mil pessoas, vindas de várias cidades da região, em busca de tratamento médico, compras no movimentado comércio local e estudos, desde o nível infantil ao superior de ensino.

Na área de lazer, Arcoverde oferece durante todo o ano uma vasta programação de eventos e shows artísticos, destacando o São João, a Fenospe, a Exposição de Animais e a Festa do Comércio. Além do cinema mais antigo em funcionamento da América Latina, o Cinema Rio Branco, Arcoverde tem uma grande casa de espetáculos, o Coliseu, teatros, bares, danceterias e restaurantes que fazem das noites arcoverdenses uma das mais movimentadas do interior do Estado.

Nas multifaces de Arcoverde, uma das suas magias é o samba de coco, que tem nos grupos Irmãs Lopes, Trupé e Raízes de Arcoverde seus maiores expoentes. A porta do Sertão também deu origem ao grupo Cordel do Fogo Encantado, que tinha à frente Lirinha e Cleiton Barros, e à Orquestra Super Oara do meu amigo Beto, que embalou muitas noites alegres e românticas na minha juventude e que permanece até hoje fazendo grande sucesso.

Arcoverde é berço de artistas, de gente famosa, como João Silva, um dos maiores compositores de Luiz Gonzaga; Paulinho Leite; Mazinho de Arcoverde; Preto; Gildo Moreno; Pablo Patriota; Neném; Maestro Josias Lima; Zezinho da Sanfona, dentre outros.

É para louvar e enaltecer também duas figuras simbólicas que têm um relevante serviço prestado na área social e religiosa: os padres Airton e Adilson Simões, o primeiro dono de uma instituição filantrópica que rompeu as fronteiras do território nordestino e é referência nacional.

Com obra social profícua e abrangente, o Padre Adilson Simões é o Papa de Arcoverde, se assim podemos dizer, reconhecendo a sua misericórdia e suas missões salvadoras, à frente do Santuário da Divina Misericórdia, cuja missão, como ele próprio faz questão de destacar, é “Viver e Propagar para o mundo inteiro a misericórdia de Deus”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

28/01


2022

Coluna da sexta-feira

Rejeitado pelos recifenses

Feita com exclusividade para este blog, a pesquisa do Instituto Opinião, de Campina Grande (PB), postada ontem, traz um cenário sombrio para o prefeito João Campos no julgamento do seu primeiro ano de mandato. Contabilizados os que, verdadeiramente, aprovam a gestão, apenas 35% dos recifenses consideram seu desempenho como ótimo ou bom, enquanto 19% consideram ruim ou péssimo.

Quando comparada com a gestão de Geraldo Júlio, seu antecessor, quase metade da população afirma que não houve mudanças, 11% afirmam que mudou para pior e apenas 34% acham que mudou para melhor. Quase metade dos entrevistados disseram que acham o prefeito inexperiente e 40% afirmaram ser experiente, enquanto 10% não responderam.

Outro item preocupante para o prefeito está no discernimento da população quanto ao futuro do Recife. Dos entrevistados, 48% disseram que a cidade está parada, sem grandes obras e investimentos, enquanto 31% disseram que a cidade está andando para frente e outros 18% acham que está andando para trás.

Entre os entrevistados, 43% disseram que os morros continuam sendo tratados da mesma forma, inadequada, 25% afirmaram que piorou e apenas 20% acham que melhorou. Na questão das palafitas, 40% disseram que não houve nenhuma mudança, 24% afirmaram que piorou e 22% avaliaram que melhorou. O instituto Opinião sondou a população ainda sobre a temática mobilidade urbana.

Para 39% dos entrevistados, não houve nenhuma mudança, 33% disseram que piorou e apenas 24% acham que houve alguma melhora. Ainda na avaliação por setores, o da Saúde piorou para 43% dos entrevistados e continua igual para 34%. Entre os que acham que melhorou, a soma é de apenas 20%. Quanto aos moradores de rua, outra promessa dele, 37% disseram que continua igual, 31% afirmaram que piorou e apenas 22% disseram que melhorou. No item morros, o julgamento da população também é negativo.

Caos na saúde – No início da pandemia, João Campos posou como o gestor mais eficaz no enfrentamento ao problema, chegando a fazer vídeos pelas redes sociais colocando Recife no topo em rapidez na vacinação. Mas a saúde, no geral, não mudou nada para os recifenses.  Quase metade dos entrevistados - 43% - disseram que a saúde mudou para pior e outros 34% afirmaram que continua igual, uma sinalização de que a população julga que não houve nenhuma intervenção para melhorar o atendimento da população no serviço público municipal de saúde.

Geraldo, o pior prefeito – O PSB tem lá suas razões para não ter insistido com a decisão do ex-prefeito Geraldo Júlio de abrir mão da sua postulação ao Governo do Estado. Na pesquisa do Opinião, ele aparece como o pior prefeito da capital ao lado do petista João da Costa, ambos com 15% de avaliação negativa. E olha que ele saiu da Prefeitura se apresentando como a bala que matou Kennedy. Chegou a propalar, em mídia estadual, Recife como a capital do Nordeste.

Federação tucana – PSDB e Cidadania deram, ontem, mais um passo para formação da federação partidária na disputa proporcional. Reunido em Brasília com o secretário-geral do PSDB, Beto Pereira, e os líderes do partido na Câmara, Adolfo Viana (BA), e no Senado, Izalci Lucas (DF), o presidente tucano Bruno Araújo escalou os aliados para conduzir as conversas, com o objetivo de mapear PSDB e aparar eventuais arestas regionais. Na semana passada, a Executiva Nacional do Cidadania já havia aprovado a federação com outra sigla pelos próximos quatro anos. Além do PSDB, o Podemos, o MDB e o PDT também estão no radar do partido comandado por Roberto Freire para uma eventual aliança.

Gesto com professores – O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou, ontem, que o Governo Federal concederá reajuste de 33,24% no piso salarial de professores da educação básica. “Esse é o maior aumento já concedido, pelo Governo Federal, desde o surgimento da Lei do Piso”, afirmou em publicação em seus perfis nas redes sociais. De acordo com nota oficial do Ministério da Educação, valor mínimo dos vencimentos de R$ 2.886,24 será de R$ 3.845,63.

Na cerca para fugir – Ao tomar conhecimento de que o deputado federal Daniel Coelho abriu mão da presidência do Cidadania no Estado, o marqueteiro Marcelo Teixeira matou a charada. Avalia que está se preparando para pular a cerca. "Brizola dizia que um político quando queria dar uma debandada se encostava na cerca até achar um buraco para fugir. Daniel está costeando a cerca", ironizou Marcelo. O publicitário tem razão. Daniel estava a caminho do PSDB, mas pode recuar diante do anúncio da federação partidária que está sendo fechada entre a legenda tucana e o Cidadania.

CURTAS

DEMORA UM POUCO – Raquel Lyra (PSDB) só assumirá, oficialmente, que deixará a Prefeitura de Caruaru para disputar o Governo do Estado após o PSB anunciar o seu candidato, provavelmente o deputado federal Danilo Cabral. Sua preocupação, no momento, é fortalecer a chapa proporcional tucana.

DOUGLAS FEDERAL – Ontem, por exemplo, Raquel teve uma longa conversa com o ex-senador Douglas Cintra, candidato a deputado federal. Empresário e produtor rural no Agreste, Douglas ainda está filiado ao PTB, mas deve ingressar no PSDB. É um dos nomes que Raquel quer ajudar em Caruaru.

Perguntar não ofende: Geraldo Júlio diante do espelho: "Espelho meu, existe pior prefeito do que eu?"


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros