23/02


2021

Petrobras deve aprovar hoje mudança na direção

O tema dominante no Brasil é a questão da Petrobras, cujo Conselho Diretor deve se reunir hoje para aprovar o nome do General Luna e Silva para presidente da empresa, em substituição ao presidente Castelo Branco. As informações são do Blog do Riella.

Esta iniciativa do presidente Bolsonaro impactou a Bolsa de Valores, com queda de 4,87% ontem.

Houve impacto negativo também nas ações de outras estatais, como Banco do Brasil e Eletrobras, diante da proposta do Bolsonaro de influir no rumo dessas empresas.

O suspense é a reunião do Conselho da Petrobras, onde haverá reação de alguns conselheiros contra a mudança. No entanto, as previsões indicam que o Governo tem maioria assegurada nesta votação.

Ontem, Bolsonaro afirmou que exige apenas “transparência e previsibilidade” da companhia. Ele ressaltou que o contrato de Roberto Castello Branco como presidente da estatal acaba no dia 20 de março. “É direito meu reconduzi-lo ou não. E não ser reconduzido. Qual é o problema?”, questionou


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo 2021

23/02


2021

Coluna da terça-feira

Fim do ciclo da traição

Ao se despedir, hoje, do gabinete que ocupou por menos de dois meses, o agora prefeito afastado de Arcoverde, Wellington Maciel (MDB), põe fim ao chamado ciclo da traição, instalado pela ex-prefeita Madalena Brito (PSB). Em política, é sabido, só os inimigos não traem. “Vivam os meus inimigos! Eles, ao menos, não podem me trair”.

Esta frase, o ex-prefeito de Arcoverde, Zeca Cavalcanti (PTB), poderia proclamar aos quatro cantos da terra que governou por dois mandatos em relação a quem quer fosse entre os seus mais declarados históricos adversários, com exceção da também ex-prefeita Madalena, que era inimiga, mas fingia amor eterno. Madalena, está na Bíblia, foi a seguidora mais fiel de Jesus Cristo. Ela viu Jesus ser executado e teve o privilégio de assistir o Salvador ressuscitado, nas nuvens.

A Madalena de Arcoverde não tem o mesmo dom nem a mesma piedade da Madalena de Cristo. Ungida candidata em 2012 pela fé cega que Zeca tinha nela como uma das auxiliares de maior destaque, a criatura se voltou contra o criador e o apunhalou pelas costas antes mesmo de tomar posse, eleita que foi pela força, o prestígio e a popularidade de um dos prefeitos mais influentes e realizadores da cidade.

Maria Madalena apoiou generosamente o Ministério de Jesus e foi uma seguidora leal dele. A Madalena, de Arcoverde, parece ignorar a história da outra Madalena e só conjuga o verbo trair. Não aprendeu com a Madalena de Jesus que traição é para os fracos, porque os fortes jamais trocam um verdadeiro amor por uma aventura qualquer. Ainda que a traição agrade, o traidor é sempre odiado. Arcoverde verte ódio a sua Madalena.

A traição, porém, tem caminhos tortuosos e há sempre os que aparecem para bajular. Ao se afastar de Zeca sem nenhum motivo aparente, apenas pela fome de poder, a Madalena, que não é a de Cristo, ganhou um séquito, formado em sua maioria pelos que juravam amor eterno ao ex-prefeito. A política tem dessas coisas.

Empolgado na época pelo seu poder de fogo, apontado como ótimo e bom por mais de 80% da população de Arcoverde, faltou em Zeca, quando escolheu Madalena sucessora, despertar para uma simples realidade, cruel na arte da política, que Roberto Magalhães chama de diabólica: quanto maior a confiança, maior a traição.

Prefeito interino – Caberá ao presidente da Câmara de Arcoverde, Weverton Siqueira, o Siqueirinha (PSB), assinar, hoje, na posse como prefeito interino, o atestado comprobatório do fim do ciclo da trairagem política no município. Por votação unânime dos sete integrantes do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, a eleição do prefeito Wellington Maciel (MDB) foi anulada por abuso de poder econômico, na última sexta-feira. Cabe recurso ao TSE, mas com a publicação do acordão ontem, pelo TRE, Siqueirinha assume até que o TSE se manifeste em liminar ou marque a data da nova eleição.

Auxílio emergencial – O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), vai esperar o Governo mandar a proposta de auxílio emergencial logo depois que o Senado aprovar a PEC Emergencial. Esta seria apenas uma sinalização de responsabilidade fiscal, que daria a segurança necessária para o Executivo agir. “O que nós vamos pretender é que, uma vez aprovado no Senado Federal [a PEC Emergencial], já haja por parte do governo uma efetivação do auxílio emergencial considerando que há uma tendência muito clara da Câmara diante da importância disso para o País também aprová-la no tempo que seja adequado”, afirmou.

Revolução – Segundo o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), a gestão de Silva e Luna, o novo presidente da Petrobras, na Itaipu Binacional, foi marcada por “recordes de investimentos, geração de energia, obras de infraestrutura e gestão eficiente e moderna”. “Não tenho dúvidas que ele vai transformar a empresa e revolucionar a gestão da Petrobras assim como ele fez com a Itaipu, no Paraná. Sua gestão foi marcada com recordes de investimentos, geração de energia, obras de infraestrutura e gestão eficiente e moderna”, disse.

Desoneração – A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que autoriza a concessão de uma nova rodada do auxílio emergencial pode abrir uma brecha para o governo conceder a desoneração dos combustíveis sem medidas de compensação, se for decretado o estado de calamidade no futuro. Por enquanto, a minuta da PEC prevê a concessão do auxílio emergencial na forma residual, sem a decretação do Estado de calamidade pública. Artigo da minuta da PEC diz, porém, que as propostas do Congresso e os atos do Poder Executivo que provoquem ampliação de despesas, isenções e renúncia de receitas para o enfrentamento da covid-19 ficam dispensados das limitações legais que existem hoje para fazer esse tipo de medida.

PE na Petrobrás – O novo presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, é pernambucano. Nasceu em Barreiros, na Zona da Mata, e fez carreira no Exército em Brasília. Para o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), que conhece a trajetória vitoriosa do general, ele fará uma revolução na estatal petrolífera. “Vai transformar e revolucionar a Petrobras”, disse Ratinho, após lamentar pelas redes sociais a saída de Joaquim do comando da Itaipu Binacional. “O Paraná ficou triste com a sua saída de Itaipu”, acrescentou.

CURTAS

RESTRIÇÕES – Duas cidades da Zona da Mata Norte publicaram decretos, ontem, para controlar a circulação de pessoas e evitar a disseminação do novo coronavírus. As prefeituras de Carpina e Tracunhaém proibiram aulas nas escolas, restringiram o funcionamento de bares e restaurantes e limitaram o número de fiéis em igrejas.

POSSE – A posse do deputado João Roma Neto (Republicanos-BA) no Ministério da Cidadania está marcada para amanhã, ao final da tarde, no Palácio do Planalto. Não fossem as restrições impostas pela pandemia, uma delegação de pernambucanos, à frente o ex-governador Joaquim Francisco, com quem Roma trabalhou, estaria lá para prestigiá-lo.

Perguntar não ofende: Quem da Bahia vai bater continência para João Roma em sua posse amanhã?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Você votaria no Jumento Gay?

Fernandes

Só lembrando. marcos Lolita de camaragibe mamador de piroca e queima rosca

marcos

PT lança chapa para 2022, Haddad /Dilma. .......... É o \" Jumento Gay \".

Fernandes

5ª Turma do STJ anula quebras de sigilo de Flávio Bolsonaro no caso das \'rachadinhas\' Ministros se manifestaram sobre recursos da defesa, que apontou supostas irregularidades na quebra de sigilo fiscal e bancário do senador no caso das chamadas rachadinhas. Votaram pela anulação os ministros João Otávio de Noronha, Reynaldo da Fonseca, Ribeiro Dantas e Joel Ilan Paciornik. O único voto contrário foi o de Felix Fischer.

Fernandes

Para destruir Tróia os Gregos usaram um cavalo. Para destruir o Brasil, o gado usou um jumento.



22/02


2021

Reunião em Vitória debate combate à Covid-19

Uma força-tarefa será criada em Vitória de Santo Antão para combater a proliferação do novo coronavírus. A intenção é criar estratégias coletivas, principalmente para se evitar as aglomerações que estão acontecendo nos finais de semana na Praça Dom Luís de Brito, conhecida como Praça da Matriz. Vídeos com imagens preocupantes têm circulados nos grupos de conversa e também nas redes sociais.

Além do prefeito Paulo Roberto, e do vice, Edmo Neves, estiverem presentes o juiz Uraquitan Santos; a promotora, Joana Cavalcanti; diversos secretários municipais; representantes da direção dos três hospitais que estão cuidando de pacientes da covid na cidade; o subcomandante do 21º BPM, Major Carvalho Cerqueira; o delegado seccional, Guilherme Mesquita; o capitão André Pereira, do Corpo de Bombeiros; e conselheiros tutelares.

De acordo com Eudes Lorena, secretário de Saúde, a cidade registra 2.681 casos confirmados de Covid-19 e 184 pessoas já morreram por complicações da doença. Além disso já foram 2.391 pessoas vacinadas, quase 500 testes rápidos realizados. Ainda de acordo com dados apresentados por Lorena, os bairros da Bela Vista, Matriz e Cajá, lideram o ranking de casos confirmados, enquanto os bairros da Matriz, Bela Vista e Loteamento Conceição, lideram o ranking de residência de pessoas que morreram.

Para o secretário, “são diferentes problemas que transversalizam o problema das aglomerações na Praça da Matriz”. O prefeito sugeriu que cada instituição pudesse indicar ações para direcionar a operacionalização das iniciativas da força tarefa. A promotora, por exemplo, destacou que o lockdown deve ser observado como última alternativa. O juiz, propôs que as ações escolhidas aconteçam de forma gradativa. A irmã Zezinha, conselheira tutelar, ressaltou que os adolescentes são de responsabilidade dos pais e que eles (os pais) também precisam ser lembrados disso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner Jaboatao 2021

22/02


2021

Igarassu cria auxílio emergencial para artistas da cidade

A Prefeitura de Igarassu, através da secretaria de Turismo, criou benefício financeiro especial para amparar grupos culturais, técnicos, músicos e artistas do município que não puderam se apresentar este ano no período de Momo por causa das consequências da pandemia da Covid 19.

Com a aprovação, por unanimidade pela Câmara Municipal na última quinta-feira, a gestão vai conseguir minimizar a difícil situação dos profissionais da área cultural. O valor a ser pago será de R$ 500,00 em parcela única depositada em conta corrente que será informada pelo profissional no momento de sua inscrição no edital.

Para receber o benefício, o artista ou técnico deve ter participado no Carnaval de 2020 da cidade e ter residência fixa em Igarassu. O edital completo será publicado em breve no site da prefeitura e o público deve se inscrever comprovando os requisitos solicitados. O cronograma do pagamento também será divulgado nas redes sociais da prefeitura após o prazo de inscrição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/02


2021

Natal aumenta medidas restritivas

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), anunciou novas medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19. Hoje, em seu Twitter, o gestor da capital potiguar anunciou novos limites e proibições para bares, restaurantes, lojas de conveniências e similares. As informações são do Blog da Folha.

Para bares e restaurantes, o limite de funcionamento será até 22h. Também foi proibida a venda de bebidas alcoólicas após esse horário em conveniências e similares. Música ao vivo também será proibida nesses estabelecimentos.

O último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Natal, nesse domingo, totalizou 44.473 casos do novo coronavírus e 1.157 mortes causadas pela Covid-19 desde o início da pandemia. Outros 28.868 casos suspeitos aguardam respostas sobre os exames para detectar o vírus.

De acordo com o prefeito, um decreto será publicado ainda hoje com o detalhamento dessas medidas.

Defensor da Ivermectina como tratamento precoce contra a Covid-19 mesmo após a fabricante responsável pelo medicamento negar sua eficácia no combate ao novo coronavírus, o prefeito de Natal reforçou o pedido por respeito às medidas de prevenção.

"Infelizmente são medidas necessárias em virtude da situação atual. Volto a fazer um apelo para mantermos as medidas de prevenção como máscara, álcool e o distanciamento social”, disse Álvaro Dias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina 2021

22/02


2021

Prefeitos de Jaboatão e Ipojuca firmam parcerias

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), recebeu a prefeita do Ipojuca, Célia Sales (PTB), hoje, para tratar de parcerias entre os dois municípios. Uma delas é na área de iluminação pública através de consultoria a ser feita pela Empresa Municipal de Energia e Iluminação Pública (Emlume), do Jaboatão, que vem se destacando em iniciativas pioneiras no setor. O objetivo é garantir que a receita seja maior que a despesa e, assim, assegurar mais investimentos na iluminação do município.

Durante a reunião em seu gabinete, Anderson colocou que, ao assumir o governo em Jaboatão, encontrou uma conta elevada na iluminação pública, mas que o quadro mudou quando a empresa passou a ter maior controle do consumo de energia. “Hoje a Emlume é superavitária. Com mais recursos, implantamos dez mil pontos de LED e mais seis mil serão instalados na cidade. Isso proporciona mais economia e reduz o consumo”, contou. Ele acrescentou que, através da Parceria Público Privada com o BNDES, Jaboatão terá 100% de LED até 2022.

“Me sinto honrado em poder firmar essa parceria e poder contribuir com o excelente trabalho que a prefeita Célia Sales vem realizando. Cada município tem uma dificuldade e com unidade podemos encontrar soluções conjuntas. Jaboatão sempre está de portas abertas para troca de experiências com todos os municípios do Estado”, disse Anderson Ferreira.

A prefeita Célia Sales também conheceu a Central de Monitoramento do Jaboatão dos Guararapes e falou como a Secretaria de Defesa Social conseguiu fazer do Ipojuca o município da Região Metropolitana que mais reduziu os índices de criminalidade. “Estamos buscando esta integração entre Ipojuca e Jaboatão, através de projetos bem sucedidos dos dois lados. A nossa população só tem a ganhar”, falou a prefeita, ao agradecer a receptividade. Acompanharam a visita ao Complexo Administrativo da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, os secretários de Infraestrutura, Cícero Morais; o de Governo, Romero Sales; a chefe de Gabinete, Ana Paula Guimarães; e o deputado estadual Romero Sales Filho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

22/02


2021

Igarassu no Frente a Frente

A partir da próxima segunda-feira, a rádio Cuieiras 98.1 FM, a emissora oficial e do coração de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, passa a integrar a Rede Nordeste de Rádio, que retransmite o Frente a Frente em Pernambuco, Alagoas e Bahia. O martelo foi batido, há pouco, com o meu amigo Ubiratan de Castro, ex-vereador de Olinda, proprietário da líder em audiência naquele município.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

22/02


2021

Prefeito de Belo Jardim veta PL da Câmara sobre nepotismo

O prefeito de Belo Jardim, Gilvandro Estrela, vetou, integralmente, hoje, o projeto de lei 003/2021, proposto pela Câmara de Vereadores, solicitando a alteração da Lei 3.176/2017, que regulamentava sobre o nepotismo na cidade. A lei em vigor, de 2017, é de autoria do próprio Gilvandro, enquanto vereador.

Defensor da legalidade e contra o nepotismo, Gilvandro esclareceu que a tentativa de mudança na referida lei não visava extinguir o crime de nepotismo e se deu de forma correta e legítima pela Câmara de vereadores, mas que, por ter sido ele o autor da lei não estaria de acordo com a alteração proposta.

“Acreditamos que muitas melhorias têm acontecido desde o dia 1º de janeiro e sabedores que muito ainda tem que se mudar. A Lei do Nepotismo, produzida de maneira mais “dura” que os ditames federais acerca do nepotismo muito nos ajuda no combate incansável em prol de mais igualdade social”, relatou o prefeito em sua justificativa à Câmara.

Com o veto, a matéria, que não beneficia o prefeito ou vice com a autorização de contratações, retorna para a Câmara Legislativa para análise, cabendo aos vereadores votar novamente, mantendo ou derrubando o mesmo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

22/02


2021

Salvador vai fechar praias, quadras e clubes

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou novas medidas para complementar o novo toque de recolher determinado pelo governador Rui Costa, hoje. Na capital baiana, as praias voltarão a ser fechadas por ao menos sete dias.

O fechamento será a partir da quarta-feira (24), para que barraqueiros e vendedores possam se organizar. Clubes sociais também voltarão a ser fechados na quarta.

Já a partir de amanhã, todos os campos e quadras da cidade serão fechados e a prefeitura vai retirar a iluminação desses locais. Assim como as praias, as medidas também serão válidas por sete dias, e podem ser prorrogadas.

“Essas medidas não descartam que outras medidas mais necessárias sejam aplicadas nessa semana. Nem eu e nem o governador, hesitaremos em fechar tudo e desativar a segunda fase e primeira fase, se houve risco de colapso. O risco existe e está aí", disse o prefeito Bruno Reis.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/02


2021

Danilo critica fim de piso de gastos para saúde e educação

A divulgação do relatório da PEC Emergencial, hoje, causou reação dos parlamentares. Líder do PSB na Câmara dos Deputados, Danilo Cabral afirmou que a proposta de extinguir o piso para gastos de saúde e educação vai provocar o subfinanciamento destas áreas. O parlamentar defende que o pagamento do auxílio emergencial não pode estar condicionado a cortes em áreas essenciais para a população. Segundo ele, a saúde, a educação e a proteção social são três pilares necessários ao país, especialmente por causa da pandemia, que, "na verdade, deveriam passar por ampliação de gastos e não o contrário".

"Desde que chegou ao governo, o ministro Paulo Guedes tenta emplacar a desvinculação do orçamento da Educação e Saúde. Tentou-se unificar os dois pisos em 2019 e, dessa vez, a proposta aparece no texto da PEC Emergencial como condicionante para a renovação do auxílio emergencial. A matéria não busca espaço fiscal para o pagamento do benefício, mas promove o desmonte de políticas públicas essenciais”, criticou Danilo Cabral.

A Constituição, atualmente, determina que a União deve destinar 15% de seus recursos para a saúde e 18% para a educação. Já os estados e municípios devem destinar 12% e 25%, respectivamente.  Os valores são corrigidos anualmente com base na inflação do ano anterior, como ficou estabelecido com a regra do teto dos gastos.

“Somos contra a qualquer proposta de retirada de recursos de áreas que deveriam ser prioritárias no governo. Em meio à pandemia, desvincular recursos da saúde pode gerar um caos ainda maior do que estamos vivenciando no país”, avaliou Danilo Cabral. Segundo estudo do Conselho Federal de Medicina (CFM), o valor per capita para cobrir as despesas com saúde no Brasil é de R$ 3,83 por dia, considerando os três níveis de gestão, federal, estadual e municipal. É um dos menores do mundo.

Danilo também ressaltou os dados divulgados hoje sobre a execução orçamentária do Ministério da Educação. Na educação básica, o governo federal fez o menor investimento da década. “Essa é uma área que, além de falar para o futuro do país, foi uma das mais atingidas na pandemia, com milhares de crianças fora da escola e sem acesso ao conteúdo, mesmo à distância, por causa de desigualdades sociais. O governo federal, mais uma vez, vai na contramão dos outros países: ao invés de ampliar os investimentos do Estado, pretende reduzi-los”, declarou Danilo Cabral.

O deputado reforça que o ajuste fiscal não pode ser feito promovendo o subfinanciamento da saúde, educação e proteção social. “Nós, do PSB, temos uma proposta clara para a criação de uma alternativa para o financiamento do auxílio emergencial: a taxação de grandes fortunas e de lucros e dividendos. Falta ao governo vontade política para fazer as escolhas. Temos visto que a prioridade é sacrificar ainda mais os vulneráveis”, completou.

O texto do senador Márcio Bittar (MDB-AC) só chegará à Câmara dos Deputados após a análise da proposta pelo Senado. A expectativa é de que ele seja votado na próxima quinta-feira (25).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha