04/03


2021

Perigo de um colapso nacional

Da coluna de João Alberto

O neurocientista Miguel Nicolelis, professor catedrático da Universidade de Duke nos Estados Unidos, que pediu demissão da coordenação do Comitê Científico do Nordeste de combate ao coronavírus, revela que o Brasil, principalmente pela restrição da implantação do lockdows, corre o risco de um colapso da rede de saúde em todos os estados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo 2021

04/03


2021

ACP quer participar de comitês de enfrentamento a Covid

Nota da Associação Comercial de Pernambuco

Desde o início da pandemia foi ouvido, por boa parte da população, que as medidas restritivas são tomadas sob um viés político, causando desconfiança e tensão política, o que prejudica ainda mais a economia. Essa desconfiança só gera desgastes políticos e prejudica tanto os governantes quanto a população, que sente os efeitos diretos e fica insegura quanto à realidade dos fatos.

A fim de evitar especulações e garantir a confiabilidade das informações, nós, da Associação Comercial de Pernambuco, pleiteamos junto ao Governo Estadual a representatividade no Comitê Especial Intermunicipal de Enfrentamento ao Coronavírus e no Comitê Estadual Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus.

O objetivo é acompanhar a evolução dos casos da Covid-19 e a quantidade de leitos disponíveis no Estado, além de outras informações relevantes no que diz respeito à evolução dos casos e a estrutura da Saúde, visando maior transparência e confiança da população. Reiteramos que esta solicitação não tem nenhuma conotação política, mas de colaboração.

Como integrantes destes comitês, poderemos acompanhar de perto e informar a toda comunidade empresarial e à população os detalhes sobre a situação da pandemia no Estado de Pernambuco, com a finalidade de analisar a pertinência das medidas adotadas pelo Governo.

Tiago Carneiro – presidente da Associação Comercial de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


04/03


2021

Ipojuca: Impasse na votação da LOA vai parar na Justiça

A Justiça negou um mandado de segurança impetrado por seis vereadores aliados da prefeita de Ipojuca, Célia Sales (PTB), que tentavam anular a aprovação do orçamento de 2021 por não haver a presença de dois artigos. Em sentença proferida no último dia 1º, a juiza Nahiane Ramalho de Mattos não considerou válida a alegação dos parlamentares de que, por se tratar de matéria orçamentária, a rejeição dos artigos 10 e 11 necessitaria de 09 votos (2/3 da casa). O mesmo argumento foi endossado pela Prefeitura.

Os dois artigos retiram a possibilidade da Prefeitura de realizar remanejamento de recurso de até 20% da despesa geral por meio de decretos que gerem créditos suplementares, além da abertura do mesmo percentual de créditos adicionais em outras áreas, que se aproximaria dos 80%. Com a redação final aprovada pelo plenário da Câmara, a prefeita Célia Sales terá de encaminhar qualquer pedido de crédito à Casa legislativa via projeto de lei.

“Não desconhece essa magistrada que o resultado da votação pelo Legislativo trará dificuldades práticas de gestão ao Executivo. No entanto, a vontade de 06 vereadores não pode prevalecer no presente caso – e nem mesmo poderia a vontade de um magistrado se sobrepor”, avaliou a juiza Nahiane Ramelho.O grupo de vereadores governistas que tentaram impetrar mandado de segurança é formado por Adilma Lacerda (PTB), Flávio do Cartório (PSD), Irmão Ricardo (PSD), Paulo Alves (PTB), Washington Antônio (PTB) e Genival Ferreira (PTB).

Mesmo com a decisão judicial, a prefeita sancionou a Lei Orçamentária Anual com a inclusão dos dois artigos, o que levou o presidente da Câmara Municipal, Deoclécio Lira (PSD), a apresentar notícia-crime à Procuradoria Geral do Estado, Tribunal de Contas de Pernambuco e outros órgãos de controle, comunicando “possível correção de crime de responsabilidade por parte da chefe do Poder Executivo de Ipojuca”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

04/03


2021

PCR restringe acesso do público aos prédios municipais

A prefeitura do Recife decidiu restringir o acesso do público aos órgãos municipais, a partir de amanhã, e estabeleceu a adoção de um rodízio de trabalho para os servidores. As informações são do Portal G1/PE.

As medidas foram adotadas para reduzir os riscos de contaminação pela Covid-19 no prédio-sede da prefeitura, na Avenida Cais do Apolo, no Bairro do Recife, na área central da cidade, e nos demais órgãos municipais.

O acesso aos locais da administração do município passa a ser restrito aos servidores e prestadores de serviço. O público em geral só pode ter acesso mediante autorização. De acordo com a prefeitura, um decreto deve ser publicado para oficializar essas determinações.

Ainda segundo a gestão municipal, cada órgão deve estabelecer um regime de rodízio para reduzir o quantitativo de pessoas em trabalho presencial. O decreto deve restringir também a realização de eventos presenciais, a não ser que haja autorização e cumprimento de todos os protocolos sanitários.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


04/03


2021

Líderes cristãos querem igrejas como atividade essencial

Inconformados com o novo decreto do Governo do Estado, que reduz o horário de funcionamento das igrejas durante a semana e proíbe o funcionamento dos templos nos finais de semanas, pastores e líderes cristãos uniram forças e fizeram um apelo ao presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Eriberto Medeiros, para que coloque na pauta de votação, o quanto antes, projeto de lei que reconhece as igrejas como atividade essencial.

Eles fizeram vídeos direcionados ao presidente da Casa Joaquim Nabuco, ressaltando a importância das igrejas para a população, destacando o quanto são essenciais para toda a sociedade e cobrando que seja colocada em pauta a votação da matéria. A deputada Clarissa Tércio que também está engajada nesta luta, repostou os vídeos das lideranças religiosas em suas redes sociais.

Entre as lideranças que participaram desse movimento, representando o segmento religioso estão o cantor gospel, Sérgio Lopes, os pastores Francisco Tércio, presidente da Assembleia de Deus Ministério Novas de Paz, Paulo Hortêncio, representando a Igreja da Família, o deputado federal Pastor Eurico, entre outros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

paulo roberto da silva

Essencial para o bolso desses fundamentalista!


Petrolina 2021

04/03


2021

Grupo de mulheres lança projeto beneficente

A fim de reforçar seu compromisso com o enfrentamento à violência contra a mulher, um grupo de empresarias pernambucanas lançou, no dia 1º de março, o projeto ‘Todas Por Ela”. A iniciativa partiu das empresarias: Sangela Cavalcante, proprietária da Magis Essência; Barbara Albuquerque, da Doris Heir; Renata Martins, Farmácia Definitiva; Giovana Sabino, Espaço Terapêutico Essência; Patrícia Barroca, proprietária de clinicas veterinárias; Maria Doroteia, agente imobiliária; Rafaella Jordao, designer; e a jornalista Cassia Cruz.

Com a chegada do Dia Internacional da Mulher, elas resolveram se reunir e fazer uma campanha única para arrecadar fundos para o abrigo feminino do Estado. Serão 8 dias de eventos, começou no dia 1º e vai até o dia 08 de março. Os eventos serão online, nas redes sociais, onde serão promovidos debates sobre o tema e venda de serviços e mercadorias. As lives podem ser acompanhadas pelo Facebook e Instagram no @todasporelapernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

04/03


2021

Em reunião com a Amupe, Pazuello promete acelerar vacinação

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, participou, ontem, por videoconferência, de reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. O encontro foi comandado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) com a participação dos presidentes das 26 entidades estaduais e discutiu o enfrentamento da pandemia baseado na aquisição e distribuição de vacinas. O ministro prometeu defender o SUS e cumprir com o pacto federativo, no qual a responsabilidade de compra da vacina é do governo federal.

O ministro Eduardo Pazuello também afirmou que o Brasil já distribuiu 17 milhões de doses de vacina e que até o meio do ano a expectativa é vacinar 50% da população prioritária definida no PNI; e que após o dia 20 deste mês será duplicado o número de vacinas com entrega regular semanal. O ministro alertou para que os municípios se preparem para aumentar a sua capacidade de vacinação, e que não faltará recursos para compra de vacinas, embora haja dificuldade de fornecimento por parte do mercado. Por fim, Pazuello ficou de encaminhar à CNM um cronograma de distribuição das doses.

O presidente da Amupe, José Patriota, questionou o ministro quanto a um possível confisco, por parte do governo federal, de doses compradas independentemente pelos municípios. Como resposta, Pazuello afirmou que "nenhum Estado ou município é melhor que o outro. Vamos seguir com o Plano Nacional de Imunização e cumprir com o pacto federativo".

Patriota avaliou a reunião de maneira positiva pelo estabelecimento do diálogo com o Ministério da Saúde e ressaltou que “o momento é de muita ansiedade, face à gravidade da situação, mas estamos buscando caminhos. A Amupe e a CNM estão de prontidão em busca de soluções assertivas", concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Anuncie Aqui - Blog do Magno

04/03


2021

Bolsonaro sobre pandemia: Vão ficar chorando até quando?

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, hoje, que é preciso parar de "frescura" e "mimimi" com a pandemia de Covid-19 e questionou até quando as pessoas irão ficar "chorando". Para Bolsonaro, é preciso "enfrentar nossos problemas". O novo coronavírus já matou quase 260 mil brasileiros, e a mortes estão em alta, batendo recordes nos últimos dias.

A declaração ocorreu durante inauguração de um trecho da ferrovia Norte-Sul, em São Simão (GO). O presidente elogiou produtores rurais por terem continuado trabalhando durante a pandemia e questionou em seguida "onde vai parar o Brasil se nós pararmos", em referência a medidas que estão sendo tomadas por governadores e prefeitos para diminuir a circulação de pessoas, em uma tentativa de frear o avanço da Covid-19.

“Vocês (produtores rurais) não ficaram em casa, não se acovardaram. Nós temos que enfrentar nossos problemas. Chega de frescura, de mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos que enfrentar os problemas. Respeitar, obviamente, os mais idosos, aqueles que têm doenças, comorbidades. Mas onde vai parar o Brasil se só pararmos?”, disse Bolsonaro.

Na quarta-feira, o Brasil bateu, pelo segundo dia consecutivo, o recorde de registros de mortes em 24h foram 1.840 óbitos contabilizados pelas secretarias estaduais de saúde. A média móvel dos últimos sete dias também bateu um novo recorde: 1.332. É o quinto dia consecutivo que isto ocorre.

Nesta quinta, Bolsonaro disse lamentar as mortes, mas afirmou que "tem que ter uma solução". “Até quando vão ficar dentro de casa, até quando vai se fechar tudo? Ninguém aguenta mais isso. Lamentamos as mortes, repito, mas tem que ter uma solução. Tudo tem que ter um responsável”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Genocida. FDP

João Felipe de Souza Leão

O presidente, com o seu jeito polido, papel de embrulhar prego, está certíssimo!!


Jornao O Poder

04/03


2021

Milton Coelho assume a presidência do PSB em Olinda

Membro da Executiva Nacional do PSB, ex-presidente do diretório do Recife e ex-presidente estadual do partido, o deputado federal Milton Coelho assumiu, hoje, a presidência do PSB em Olinda. A presença de Milton no comando do partido no município é o primeiro movimento do PSB para intensificar as articulações na RMR visando as eleições 2022.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

04/03


2021

Belo Jardim formaliza interesse em compra de vacinas

A Prefeitura de Belo Jardim oficializou, ontem, o interesse em participar do consórcio nacional para compra de vacinas contra a Covid-19, liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Até então, a aquisição e a distribuição das vacinas são coordenadas pelo governo federal, por meio do Ministério da Saúde.

A FNP reúne prefeituras de cidades com mais de 80 mil habitantes, mas qualquer município pode aderir ao consórcio público para aquisição de vacinas. Isso porque em 23 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou, por unanimidade, a autorização para que os estados e municípios comprem e distribuam vacinas contra a Covid-19. A previsão é de que a associação seja constituída, legalmente, até 22 de março para que, depois disso, possa atuar na aquisição de imunizantes.

“Estamos em busca de fazer o melhor pela nossa população. Pode parecer repetitivo, mas a pandemia não acabou e precisamos continuar tomando atitudes para minimizar os casos de coronavírus no município. É um trabalho em conjunto: os belo-jardinenses se cuidam e nós, como gestão, vamos em busca do que for melhor para a cidade, como é o caso desse consórcio para compra de vacinas”, explicou o prefeito Gilvandro Estrela.

Outros 39 municípios pernambucanos também oficializaram o interesse em participar desta associação. O prazo dado para que as cidades façam a adesão é até sexta-feira (5).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha