Congresso Nordestino de Educação Médica

08/05


2011

Morre ex-vereador Tibúrcio Cavalcanti

Está sendo velado no hall de entrada da Câmara Municipal do Recife o corpo do ex-vereador Ireno Tibúrcio Cavalcanti, 82 anos, que participou da resistência democrática nos anos de chumbo ao ajudar a fundar o MDB – Movimento Democrático Brasileiro.

Ele também era considerado um dos últimos “vereadores do asfalto”, termo usado para denominar as lideranças comunitárias que se elegiam e permaneciam morando em suas comunidades. Durante mais de  60 anos, ele morou na Bomba do Hemetério.

Outra comunidade que ele freqüentava e área de sua atuação era o Alto Santa Terezinha, ambas em Casa Amarela. Daqui a pouco, o corpo será levado para a cidade de Limoeiro, cidade natal, onde será sepultado à tarde no Cemitério Urucuba.

“Ele foi um político de vida intensa. Fez política sem se esconder do povo. Nunca mudou do bairro que o elegeu e nunca fechou a porta para os amigos. Como chefe de família, foi exemplar, sempre inspirou os filhos para os melhores sentimentos”, disse Ivan Tibúrcio, filho mais velho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo - Limoeiro

Bom dia. Meus sentimentos a família do ex- vereador Ireno Tiburcio, o qual é tio da minha mãe Cremilda Cavalcante, que é filha de Heleno Tuburcio e Maria Eugênia (ambos in-memorian). Na minha infância lembro que o chamavamos de Tio Ireno, nas vezes que nos encontravamos no Cedro. Paulo José


Governo de PE

Confira os últimos posts



31/10


2008

Crise faz GM dar férias coletivas em São Paulo e MG

 A General Motors do Brasil vai dar férias coletivas aos metalúrgicos em duas de suas fábricas. Serão 16 dias de férias em Gravataí (RS) e 11 dias em São Caetano do Sul (SP). Em nota, a montadora informou que a medida visa a adequar os estoques da fábrica em face "à restrição de crédito que já impacta as vendas de veículos no mercado interno ".

Essa foi a primeira vez que a GM reconheceu a queda de vendas no mercado interno. A empresa ressaltou que espera "que atual situação do mercado seja passageira e deverá retornar à normalidade no prazo de dois a três meses." A unidade de Gravataí tem 5,2 mil funcionários, considerando a GM e as empresas sistemistas.

A fábrica produz 800 automóveis por dia, dos modelos Corsa e Prisma. Em São Caetano do Sul são 5 mil metalúrgicos que produzem os modelos Vectra, Astra e parte do modelo Corsa. Lá são produzidos 1.140 carros por dia, segundo informações do sindicato.(Tribuna da Imprensa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose carlos da silva

Crise ? Que crise ? É apenas uma marola, segundo Luis com fúcio da Silva.


Prefeitura de Caruaru

31/10


2008

PTB manobra para salvar Collor da inelegibilidade

 Uma manobra do PTB, encabeçada pelo 3º vice-presidente da Comissão Mista de Orçamento, senador Gim Argello (PTB-DF), tenta impedir a aprovação do parecer que rejeita as contas de 1991 do ex-presidente Fernando Collor, hoje senador pelo PTB de Alagoas. Segundo o deputado Dagoberto Nogueira (PDT-MS), se funcionar, a artimanha poderá se multiplicar nos estados e municípios para livrar gestores que desviarem recursos públicos.

Se for barrada e o parecer aprovado, como defende Nogueira, Collor se tornará inelegível por cinco anos, a contar do fim do atual mandato. O deputado acredita que o roteiro "cuidadosamente traçado" está à espreita de um "descuido" da comissão para ser aprovado. "Estão mudando as regras do jogo", diz Nogueira, membro da comissão.

No parecer pela rejeição das contas de Collor, datado de 1997, o então relator Fetter Júnior (PP-RS) - hoje prefeito de Pelotas - afirma que o ex-presidente "não cumpriu as normas constitucionais na execução dos orçamentos públicos federais".

Destaca que, além de o Tribunal de Contas da União (TCU) afirmar que "não foram cumpridos os programas previstos na lei orçamentária daquele ano", a CPI que investigou o esquema de corrupção no governo Collor constatou que o ex-presidente também foi favorecido pelas irregularidades. Cita entre elas a existência de contas fantasmas, o uso de dinheiro público no pagamento de suas despesas pessoais e a aquisição de um automóvel Fiat Elba para seu uso particular.

(Tribuna da Imprensa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

E não vai faltar assunto para os jornais, especialmente para os do PIG.

Raimundo Eleno dos Santos

Se isso tira de cena os políticos viciados, os que confundem a sua fazenda com a fazenda pública, tudo bem. Mas se não, e assunto para boi dormir. O povo não ganha nada com isso. Porque se for para escarafunchar mesmo, vai dar uma dor de cabeça...


Prefeitura de Gravatá

31/10


2008

Projeto de Serra é de centro-direita, diz prefeito de BH

 O prefeito eleito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), afirmou ontem que o PSDB de Minas Gerais é diferente do PSDB paulista ao classificar de "centro-esquerda" a aliança que o elegeu -que contou com a participação informal do partido e formal do PT- e ao chamar de "centro-direita" a aliança que apoiou Gilberto Kassab (DEM) em São Paulo.

"O PSDB em Minas Gerais é social-democrata. Em São Paulo, o projeto vitorioso é de centro-direita", afirmou o eleito.O comentário ocorre após o governador José Serra (PSDB), que costurou a aliança vitoriosa em São Paulo, ter classificado a coligação petista-tucana em torno de Lacerda como "um projeto eleitoral complexo que deu certo, na perspectiva de Aécio [Neves]", e ter considerado que se trata de uma "fórmula local" que não tem como se repetir nacionalmente.

Afinado com o governador de Minas e presidenciável, Aécio Neves (PSDB), Lacerda disse que ninguém será eleito em 2010 se não conseguir aglutinar forças e que, nesse aspecto, os políticos mineiros levam vantagem: "Sou mineiro e a capacidade que o Estado tem de buscar convergências é algo histórico. O país precisa disso. Sem aglutinar várias forças nem o Serra se elege", afirmou ele.
Estreante no PSB, Lacerda disse que irá defender na disputa presidencial de 2010 uma composição semelhante à costurada em Belo Horizonte. "Defendo que seja um projeto de centro-esquerda o mais amplo possível", declarou.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


31/10


2008

Governo pressiona bancos a ampliar crédito no país

 Diante da resistência dos grandes bancos que atuam no país em injetar dinheiro nos seus concorrentes de menor porte, o governo Lula impôs prejuízos àqueles que preferirem deixar seus recursos parados nos cofres do Banco Central em vez de usar o dinheiro para ampliar o crédito no país.

Na medida mais dura já aplicada pela administração petista no setor bancário, o BC anunciou que tentará forçar bancos maiores a destinar até R$ 28 bilhões para comprar parte da carteira de bancos menores.A medida ocorre uma semana depois de Lula ter conversado com representantes dos grandes bancos  pressioná-los a abrir as torneiras do crédito. Como ouviu respostas desanimadoras, pediu à equipe econômica medidas para pressioná-los.

O BC espera que, com a medida, seja aliviada a secura do crédito. Com o agravamento da crise, as linhas externas ao Brasil secaram, e bancos e empresas passaram a ter dificuldades para financiar suas operações.Assim como a maioria das medidas adotadas até agora contra a crise, a mudança de ontem atinge as regras do compulsório, parcela dos depósitos que os bancos são obrigados a recolher no BC. A Febraban (associação brasileira dos bancos) não comentou a medida.

(Portal Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

31/10


2008

Piadas e bom humor marcam encontro Lula/Raul Castro

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou na noite desta quinta-feira, 30, a Havana e se reuniu a portas fechadas com o presidente de Cuba, Raúl Castro. Os dois assinam nesta sexta-feira, 31, um acordo para que a Petrobras possa explorar petróleo nas águas profundas de Cuba. Também será inaugurada em Havana uma sede da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX).

O encontro dos dois foi marcado pelo bom humor do cubano. Quando os fotógrafos pediram que se cumprimentassem para as câmeras, Raúl Castro disse: "Todos falam da ditadura do proletariado, mas aqui é a ditadura do protocolo. Vamos fazer cara de políticos da União Européia".

Lula visitará ainda na sexta-feria o estado maior da defesa civil de Cuba onde receberá informações sobre os danos provocados pelos furacões e falará sobre a ajuda brasileira à ilha. A programação não prevê nenhum encontro entre Lula e o ex-presidente Fidel Castro, com quem se reuniu em janeiro deste ano.(Portal Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

zileyde freitas

É não dá mesmo.O Brasil ajuda Cuba, esquece que tem milhões de famintos, filas de gente morrendo nos hospitais públicos, exército de desempregados e um curral de esmoleiros ao bel prazer do Lulão. Assim nosso país fica como está e o Lula fica podre de rico as custas do nosso pre-sal.

suricato

Pois é, enquanto o Crasso genro pede punição para os torturadores no Brasil ,Lulão e equipe voa as nossas custas para lamber as botas e beijar a mão do maior torturador e assassino sanguinário de todos os tempos em Cuba .Dá prá levar esses caras à sério?


Asfaltos

30/10


2008

Ministro vai pedir a AGU que não defenda torturador

 O ministro Paulo Vanucchi (Secretaria de Direitos Humanos) disse nesta quinta-feira que irá pedir à AGU (Advocacia Geral da União) uma reconsideração sobre a decisão de defender o ex-coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, apontado pelo Ministério Público Federal como torturador no período em que dirigiu o DOI/Codi (Destacamento de Operações de Informações do Centro de Operações de Defesa Interna do Exército, com base em vários depoimentos de torturados.

Na ação, Ustra e seu colega Audir dos Santos Maciel (já falecido) são acusados pela tortura de presos políticos e morte de, pelo menos, 64 deles, entre os anos de 1970 e 1976.

"Com a maior humildade, sem nenhum sentimento litigante, pedirei ao meu colega ministro [José Antonio Dias Toffoli, da AGU] que reveja, sim, e faça isso o mais urgentemente possível", afirmou Vanucchi, após participar da entrega da 3ª edição do Prêmio Sócio Educando, no Ministério da Justiça, que valoriza práticas voltadas para a ressocialização de jovens e adolescentes em conflito com a lei.

Segundo Vanucchi, o documento apresentado pela AGU à 8ª Vara Federal Cível de São Paulo para justificar a posição do governo se mostra "equivocado" em três pontos. Primeiro, ao considerar que a Lei da Anistia protege torturadores e autores de crime continuado. Depois, ao dizer que o MPF invadiu alçada da advocacia privada por se tratar de direito individual. E terceiro, ao passar a idéia de que não há documentos nem arquivos a serem revelados, quando o assunto está sendo conduzido pela própria Casa Civil da Presidência da República. (Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/10


2008

A diferença entre eles. Na derrota e na vitória

Folha de S. Paulo - Jãnio de Freitas

 O CONTRASTE entre os vitoriosos José Serra e Aécio Neves, de uma parte, e de outra Lula, é bastante sugestivo. Os dois coincidiram na recusa a qualquer toque triunfalista por seus êxitos, minimizando-os como feitos e logo negando, com a conveniente mudança de assunto, algum reflexo dos resultados em São Paulo e Belo Horizonte na disputa da sucessão presidencial. Era a percepção de que não precisavam se promover: com o primeiro movimento efetivo, o jogo mudou de tática e deixou de ser para a platéia.

Lula, na contramão, passou recibo de seu embaraço. Derrotado que nega maior interesse na disputa em que entrou para valer não precisaria dizer mais nada, seu ressentimento já está todo na negação. Lula quis um acréscimo, porém. Para a insinceridade de negar a importância de São Paulo -não ficou claro se política, eleitoral ou ambas- no processo sucessório de 2010.

É consenso que o feitio da crise financeira sobre o Brasil tende a influir muito na disputa pela Presidência. Vista essa possibilidade de um ângulo mais presente, a derrota em São Paulo é ainda mais onerosa para Lula: além de um tiro talvez letal no projeto de Serra, a vitória eloqüente daria a Lula uma reserva adicional de prestígio para contrapor aos efeitos políticos da crise. Lula chega ao limiar desses efeitos com perda de massa muscular.

As vitórias de Aécio Neves e José Serra não conduzem, por ora, a deduções razoáveis sobre seus reflexos nos projetos de ambos. Reconhecido o peso possível do PMDB na sucessão, embora sem candidato próprio, no entanto é preciso notar, também, que o PMDB são vários, e todos problemáticos. A aliança do PMDB paulista com José Serra, por exemplo, nada mais sugere do que isso mesmo. É só o PMDB de Quércia, que, fora dos limites paulistas, mal é lembrado no próprio partido.

Por seu lado, Aécio Neves contrariou pretensões mineiras do PMDB, como as do ministro Hélio Costa e do ex-governador Newton Cardoso, paralelo local de Orestes Quércia. Já Lula tem em mãos, e tem usado sem o mais leve pudor, tudo de que o peemedebismo atual mais gosta. Com todos os seus números eleitorais, portanto, o PMDB continua a ser apenas uma interrogação negocial.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Nas eleições municipais, por elas terem particularidades únicas, as vitórias e derrotas ñ devem ser atribuidas a terceiros, assim como Lula ñ venceu p João da Costa e Luiziane, também ñ perdeu em SP, a derrota pertence exclusivamente a Marta e sua lingua solta.

Fabio Lira

Outras necessidades são mais urgentes num país cheio de problemas... A FAB têm in~umeros aviões, menores mais bem confortáveis... A megalomania dos PTralhas com o dinheiro do povo é que é uma vergonha Nacional... Lulla devia ter ido pro inferno com avião e tudo!


Bm4 Marketing 7

30/10


2008

STJ: Garotinho indenizará Serra por danos morais

 Está mantida a decisão que condenou o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho a pagar indenização de 300 salários mínimos por danos morais ao governador de São Paulo, José Serra. O desembargador convocado à 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, Carlos Fernando Mathias, negou o pedido da defesa de Garotinho para examinar o Recurso Especial para reverter a decisão que determinou o pagamento da indenização.

José Serra entrou com ação de indenização por danos morais porque, durante a campanha eleitoral para a presidência da República, em 2002, Garotinho afirmou que a candidatura de Serra era financiada com recursos criminosos vindo do pagamento de propinas no processo de privatização de empresas públicas.

Serra apelou e o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou Garotinho a pagar 300 salários mínimos de indenização por danos morais. Na decisão, foi determinado que a quantia deverá ser paga de uma só vez, em valores vigentes à época da liquidação de sentença. Garotinho entrou com Recurso Especial. O TJ paulista negou a subida do recurso para o STJ.(Consultor Jurídico)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/10


2008

Griro pelo Interior: protestos aumentam em Barreiros

Muita gente esteve em frente ao prédio da Prefeitura de Barreiros, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, hoje.Os moradores da cidade acumulam queixas contra a administração do prefeito Cleto Gilberto.

A Prefeitura estaria sem pagar salários há três meses, além de ter cortado os ônibus que levam as crianças da zona rural do município para as escolas e ter reduzido a verba para merenda escolar. Até o hospital da cidade estaria enfrentando problema de falta de medicamentos.

A denúncia foi feita pelo NETV 2ª Edição da quarta-feira (29). Nesta quinta, os protestos aumentaram. Mas o prefeito não esteve na sede da administração municipal. Ele também não foi encontrado em casa pela reportagem da TV Globo.

Os alunos da zona rural estão sem transporte. A dona de casa Rosalva Silva confirma a denúncia de que a Prefeitura cortou os ônibus municipais que transportavam os meninos para as escolas.

No hospital do município, o diretor Luís Alves recebeu a equipe para dizer que estava tudo normal. No pátio da unidade, as pessoas diziam outra coisa. No estacionamento, várias ambulâncias quebradas. E os pacientes saíam sem remédio. 

Um assessor da Prefeitura, Pedro Ivo Wanderley, recebeu a reportagem e garantiu que o prefeito já assinou uma ordem de depósito para pagar todos os débitos.(pe360graus)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/10


2008

Governo americano declara que confia no Brasil

A decisão do Federal Reserve (Fed), o banco central norte-americano, de criar uma linha de troca de dólares por reais (swap) é uma demonstração de confiança dos Estados Unidos no Brasil. A avaliação foi feita hoje  pelo secretário adjunto para Assuntos do Hemisfério Ocidental do Departamento de Estado norte-americano, Thomas Shannon. Anunciada ontem  pelo Banco Central brasileiro, a medida incluiu México, Cingapura e Coréia.

“Foi uma medida histórica do Federal Reserve e sublinha a importância do Brasil como parceiro econômico e nossa confiança no Brasil como um parceiro financeiro”, afirmou Shannon, em entrevista coletiva de imprensa no Itamaraty.

Shannen frisou, ainda, a necessidade de cooperação e intercâmbio comercial entre os países e para enfrentar a crise financeira internacional. Segundo ele, a reunião convocada por George W. Bush para o dia 15 de novembro com as maiores economias desenvolvidas e emergentes do mundo é uma prova da disposição norte-americana de trabalhar em parceria.

“Mesmo no meio dessa crise financeira, entendemos que temos que manter nossas economias abertas, temos que resistir ao protecionismo, temos que resistir a nos fecharmos para o mundo. Ao contrário, a solução do problema exige políticas fiscais, cooperação entre parceiros e a manutenção de mercados abertos para que o comércio continue nos levando ao crescimento econômico”, argumentou.(Agência Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

francisco sales

sair daqui pra ir falar besteira com esse cachorro pulguento é perda de tempo ! esse cara pintou e bordou, tá em fase terminal e apita tanto quanto um gandula ! é hora de dar um coice nessa alma sebosa denominada Bush !



30/10


2008

Prefeito reeleito de Salvador recebe 29,8% de aumento

Três dias depois de ser reeleito prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (PMDB) recebeu ontem da Câmara Municipal mais um presente: os vereadores concederam a ele, a seu vice e aos secretários municipais um aumento de 29,8% no salário. No ano que vem, os vencimentos dos membros do Executivo municipal passarão de R$ 8.586 para R$ 11.146, no caso do prefeito, e de R$ 7.155 para R$ 9.288, nos de vice-prefeito e secretários.


Para aprovar o reajuste, os vereadores derrubaram um veto do próprio prefeito, dado em 19 de setembro, às vésperas do primeiro turno, depois de uma votação na Câmara que havia aprovado o aumento não só dos salários do Executivo municipal, mas também do Legislativo. No caso, os vereadores reajustaram os próprios salários em 29,8% e não tiveram o aumento vetado pelo prefeito.


Ontem, 35 dos 41 legisladores participaram da votação, feita de forma secreta. Apenas dois deles votaram a favor do veto do prefeito. À época, a derrubada do reajuste causou reações fortes na oposição, que acusou o Executivo de ter proibido o aumento apenas para não sofrer desgaste da opinião pública. "Se o veto fosse sério, a bancada governista teria sido orientada a manter a decisão", disse a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), reeleita para o cargo.(Agência Nordeste)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/10


2008

Pernambuco: deputados demitem parentes

 Dois meses depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir pelo fim do nepotismo - que é a contratação de parentes sem concurso público - os deputados estaduais de Pernambuco dizem que já dispensaram os familiares que trabalhavam nos gabinetes.

Na linguagem jurídica,  a decisão do STF  é chamada de "súmula vinculante", o que significa dizer que tem força de lei e deve ser acatada pelo poder público.

A Assembléia Legislativa de Pernambuco tem sido generosa com os parentes dos deputados ao longo dos anos. Um levantamento, feito há três meses, revelou que 25, dos 49 deputados empregavam 38 parentes. A decisão da suprema corte está mudando velhos hábitos entre os parlamentares.
 
O procurador-geral da Assembléia, Ismar Teixeira, elaborou o parecer sobre a decisão do supremo e repassou a recomendação aos políticos e funcionários. “Esta é uma lei do STFe, portanto, precisa ser cumprida por todos”, reforçou.

Os deputados trataram de obedecer a decisão do STF e os parentes foram exonerados. O deputado Soldado Moisés (PSB), por exemplo, teve de demitir dois parentes: “demiti meu irmão, Antônio Moraes e também meu filho”, revelou.

O presidente da assembléia, deputado Guilherme Uchoa (PDT), demitiu o filho e assegura que os deputados pernambucanos vão obedecer a corte suprema do país.(pe360graus)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

No mínimo o ex-juiz e atual deputado deve cumprir a lei. Deveria tê-lo feito no primeiro momento. Mas deixou para fazê-lo agora, dando mal exemplo de ex-magistrado. Prova de que nada aprendeu na magistratura. É um como outro qualquer que se apodera do cofre do Estado para se dar de bem. Que horror!



30/10


2008

Jaboatão: promotora pede garantias de vida

Ameaçada de morte, por conta de sua atuação no inquérito que apura possíveis irregularidades administrativas na Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, a promotora de Justiça do Patrimônio Público deste município, Dalva Cabral, foi ao gabinete do procurador-geral de Justiça, Paulo Varejão, na tarde desta quinta-feira , denunciar o fato e pedir garantias de vida.

 

Diante da gravidade das ameaças, Paulo Varejão disponibilizou sua segurança pessoal, enquanto formaliza pedido neste sentido à Secretaria de Defesa Pessoal. Ao mesmo tempo designou a promotora de Justiça do Patrimônio Público de Carpina, Janaína do Sacramento Bezerra, para reforçar o trabalho no Jaboatão dos Guararapes.

 

Durante o encontro com Paulo Varejão, também ficou acertado que os atos procedimentais da Promotoria no Jaboatão dos Guararapes serão realizados no gabinete da Procuradoria Geral de Justiça, com apoio da Central de Apoio Operacional às Promotorias do Patrimônio Público (Caop-Patrimônio Público). Com a medida as testemunhas do processo estarão livres da coação de pessoas envolvidas nas investigações.

 

 Com Dalva Cabral sobe para dez o número de promotores de Justiça ameaçados de morte em Pernambuco. Todos contam com escolta policial 24 horas. No ano passado, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) conseguiu com ajuda da Polícia Militar colocar atrás das grades três acusados de fazer ameaças a promotores. “Como têm antecedentes criminais, os três homens foram presos com base em outros inquéritos policiais”, destacou Paulo Varejão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Quem mexe em vespeiro pode colher ferroadas. No mínimo. Nilton e carneiro, e carneiro, como se sabe, gosta de dar marradas.



30/10


2008

Alepe presta homenagem ao Balé Popular do Recife

Os 30 anos do Balé Popular do Recife foram comemorados, na noite de ontem, com Sessão Solene na Assembléia Legislativa de Pernambuco. A homenagem aconteceu no auditório da Casa e contou com a presença de artistas, produtores culturais, jornalistas e admiradores do grupo.

Balé Popular do Recife surgiu no dia 20 de maio de 1977, como ''Grupo Circense de Dança Popular''. Era composto por 12 bailarinos, grande parte da família Madureira. O primeiro espetáculo foi o ''Brincadeiras de um circo em decadência'', que logo conquistou o público, a crítica e a simpatia do mestre Ariano Suassuna, que batizou o grupo de  ''Balé Popular do Recife”.

O requerimento que deu origem a homenagem foi de autoria do deputado Sérgio Leite (PT).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Não serve pra nada. É a Casa dos Festejos!



30/10


2008

Câmara: 102 parentes de parlamentares são exonerados

A pressão do Ministério Público contra o nepotismo no Câmara resultou na exoneração de 102 parentes de parlamentares ou funcionários que ocupam cargo de chefia. As demissões foram anunciadas uma semana depois de o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, anunciar que investigaria a postura assumida pelo Congresso para cumprir a súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal (STF) que baniu o nepotismo nos três poderes. 

Segundo o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), o documento do procurador-geral ainda não chegou à Câmara. O petista explicou que diante do universo dos 10 mil cargos comissionados, que poderiam abrigar os casos de nepotismo, a Casa utilizou um banco de dados do sistema de informática para identificar os parentes. "O mais fácil já foi feito e até havia fatos que não eram tão fáceis. Nos socorremos da informática e descobrimos outros casos. Foi feito um trabalho silencioso e eficaz", disse o presidente da Câmara.

Chinaglia disse que a Câmara está à disposição para ajudar o Ministério Público Federal a fiscalizar a existência de nepotismo na Casa. "No momento em que o Ministério Público quiser fazer esse trabalho aqui na Câmara, nós vamos disponibilizar o banco de dados, tudo aquilo que fizemos. Se o Ministério Público entender que outras medidas ele deva fazer, nós auxiliaremos", declarou. (Agência Nordeste)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores