FMO janeiro 2020

11/07


2020

Possibilidade de adiantamento de benefícios do INSS

Por Fábio Roberto* e Rafael Lucas Leão**

Desde o advento da pandemia da COVID-19, diversas medidas foram tomadas para minimizar seus efeitos na ponta da economia e possibilitar uma manutenção básica para aqueles mais necessitados.

Ponto chave desta política é o Instituto Nacional do Seguro Nacional - INSS, responsável por boa parte da distribuição de renda do nosso país. Era de se imaginar a imprescindibilidade de medidas a partir da autarquia para minimizar seus efeitos.

Juntamente com o auxílio-emergencial, a Lei 13.982, de 2 de abril de 2020 possibilitou o adiantamento das parcelas de dois benefícios, bastando uma análise preliminar. O artigo 3º do referido dispositivo trazia a possibilidade do adiantamento do benefício de prestação continuada por três meses, ou até a ocorrência da avaliação da deficiência, se for o caso.

Já o artigo 4° permitia o adiantamento do auxílio-doença a partir da análise remota de laudo médico, limitado a um salário mínimo, pelo período de três meses.

Dada a permanência do cenário de incertezas econômicas e sanitárias, a prorrogação de tais medidas era a postura mais esperada, tendo sido concretizada no dia 02 de julho de 2020, com a publicação do Decreto 10.413.

O dispositivo prevê a extensão do adiantamento até o dia 31 de outubro de 2020. Ainda, a antecipação do BPC ficará a cargo do Ministério da Cidadania, enquanto a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia ficará responsável pelo auxílio-doença. Vejamos seu teor:

Art. 1º Fica o Instituto Nacional do Seguro Social - INSS autorizado a conceder as antecipações de que tratam os art. 3º e art. 4º da Lei nº 13.982, de 2 de abril de 2020, até 31 de outubro de 2020.

Parágrafo único. Os efeitos orçamentários e financeiros das antecipações concedidas nos termos do disposto no caput deverão ficar limitados ao exercício de 2020.

Art. 2º A operacionalização das antecipações de que trata o art. 1º será disciplinada em ato conjunto:

I - do Ministério da Cidadania e do INSS, em relação à antecipação de que trata o art. 3º da Lei nº 13.982, de 2020; e

II - da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e do INSS, em relação à antecipação de que trata o art. 4º da Lei nº 13.982, de 2020.

O Decreto vem em consonância, também, com a concessão de mais duas parcelas do auxílio-emergencial.

Neste ínterim, é possível crer numa extensão das políticas afirmativas até o vislumbre de um horizonte mais próspero economicamente, não sendo possível descartar novas prorrogações destas medidas.

*Fábio Roberto Duarte Leão é advogado pós graduado em direito previdenciário e diretor da Associação dos Advogados Previdenciários de Pernambuco (AAPREV).

**Rafael Lucas Torres Leão é graduando em Direito pela UFPE e estagiário da área jurídica.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

Confira os últimos posts



14/08


2020

Ex-servidora denuncia rachadinha em Joaquim Nabuco

Houldine Nascimento, da equipe do blog

Uma ex-funcionária da Prefeitura de Joaquim Nabuco, na Mata Sul pernambucana, protocolou uma denúncia na Câmara de Vereadores contra a administração municipal, na última quarta-feira (12). A enfermeira Jhenyffe Carolyne da Silva Castro acusa o prefeito Neto Barreto (PTB) de implantar um esquema de “rachadinha”.

O caso veio a público por meio do vereador Fred Malaquias (PROS), que leu a denúncia em sessão plenária. Com vencimento base de R$ 2,4 mil e adicional de R$ 231,08, o salário de Jhenyffe totalizava R$ 2.631,08. Ela conta que a situação mudou a partir de março de 2019, quando passou a ter uma gratificação de R$ 2,4 mil e que foi forçada a repassar os valores a um servidor a mando do prefeito.

“Fui informada pelo Departamento Pessoal da Prefeitura, na pessoa do servidor Wanderson Eugênio Cabral da Silva, que, por ordem do prefeito, Senhor Antonio Raimundo Barreto Neto, passaria a ter uma gratificação de 100% sobre os meus vencimentos e que esse adicional deveria ser devolvido ao mesmo servidor para que fosse entregue ao prefeito”, declarou Jhenyffe por escrito.

Ainda segundo a denunciante, a prática seguiu durante vários meses, o que a incomodou. “Procurei o servidor Wanderson para dizer-lhe que não colocasse mais as referidas gratificações. Para minha surpresa, recebi uma ligação do prefeito para que pudesse falar com ele pessoalmente. Ao chegar, o prefeito foi logo dizendo que, se eu não concordasse com a situação exposta, tinha quem concordasse. Eu me recusei a continuar com isso e fui demitida”, detalhou.

A ex-funcionária de Joaquim Nabuco também afirmou que há outras servidoras envolvidas no esquema de “rachadinha” e citou nomes. Jhenyffe Carolyne alertou, ainda, que as folhas de pagamento não são atualizadas desde 2017 no portal da transparência da Prefeitura. “Por estar inconformada com esta imoralidade e improbidade administrativa, apresento esta denúncia, requerendo a adoção de medidas que visem à apuração dos fatos”, prosseguiu.

No documento, a ex-servidora anexou cópias de contracheques e informou que a denúncia foi entregue ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Justiça Federal e ao Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco).

Segundo o vereador Fred Malaquias, outras suspeitas pairam sobre a atual gestão em Joaquim Nabuco. "Como fiscalizador, tenho o dever de apurar com prudência o fato narrado pela denunciante. Tenho certeza que os colegas vereadores, com muita cautela e imparcialidade, também cumprirão com excelência o seu papel de legisladores. Joaquim Nabuco está vivendo uma situação difícil em diversos setores, com muitas denúncias para serem apuradas. No momento que estamos vivendo, com um sistema de saúde tão precário na cidade, uma denúncia dessas requer muita atenção, principalmente por se tratar de profissionais da saúde".

Diante da acusação, a Câmara de Vereadores de Joaquim Nabuco se comprometeu a marcar a ouvida da denunciante.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

14/08


2020

PTB oficializa pré-candidatura de Elcione em Igarassu

O PTB oficializou a pré-candidatura de Professora Elcione Ramos à Prefeitura de Igarassu. O anúncio foi feito pelo prefeito Mario Ricardo – que também preside a sigla no município – em uma transmissão feita pela internet, na noite de hoje.

A divulgação nas redes sociais contou com o apoio de presidentes de partidos e vereadores aliados à base do governo, que utilizavam máscaras durante o evento. Professora Elcione é vice-prefeita de Igarassu e foi exaltada por Mario: “Elcione enfrentou os desafios ao meu lado, sempre foi leal e determinada. Caminhou todos esses anos lado a lado com nossa gente e vai continuar cuidando da cidade. Se Deus quiser, a partir de agora vou chamá-la de prefeita porque o povo de Igarassu vai honrar você pelo que você fez: a política da honradez”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

14/08


2020

Pré-candidato de Buíque aparece na lista do TCE

O ex-prefeito e pré-candidato à Prefeitura de Buíque, Jonas Camelo de Almeida Neto, teve seu nome citado na lista entregue pelo Tribunal de Contas do Estado à Justiça Eleitoral. As suas contas de Governo referentes ao exercício de 2015 foram rejeitadas. O processo tem o número 16100151-8 e foi julgado irregular em junho de 2018 pela Câmara Municipal de Vereadores.

Entre os motivos que levaram a rejeição estava o déficit de execução orçamentária da ordem de R$ 6.813.922,96, a significar a realização de despesa em volume superior às receitas arrecadadas e a aplicação de apenas 9,78% dos recursos na Saúde quando o mínimo é de 15% da receita.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

PDT define candidatura própria em Olinda

Blog Cenário

Com a formalização da comissão provisória do Partido Democrático Trabalhista (PDT) em Olinda, no último mês, a nova direção se comprometeu em fortalecer a construção de um plano de desenvolvimento municipal. Nesta perspectiva, a sigla reafirma a indicação do advogado e presidente do PDT Olinda, Guto Santa Cruz, como pré-candidato à prefeitura da cidade.

Com essa definição, o projeto pedetista na Região Metropolitana do Recife ganha força. Além de Santa Cruz para disputar a majoritária em Olinda, o PDT também apresenta a pré-candidatura do deputado federal Túlio Gadêlha na capital pernambucana; a advogada e professora Maíra Villar em Jaboatão dos Guararapes; e o professor e vereador Fábio Barros em Paulista.

Para Santa Cruz, a apresentação de um nome pedetista na cidade é muito importante para a consolidação do projeto metropolitano articulado pelo grupo. “Olinda entra no circuito afim de repensarmos as práticas políticas no município e apresentar uma nova perspectiva para o cidadão olindense”, comenta


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Messer diz que entregava dólares aos Marinho da Globo

Em sua delação homologada na quarta, 12, com o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, Dario Messer citou supostos serviços prestados para a família Marinho, dona da Rede Globo. Em depoimento realizado no dia 24 de junho e que consta no anexo 10 da delação que tem mais de 20 capítulos, o doleiro afirma ter realizado repasses de dólares em espécie para os Marinho em várias ocasiões. Segundo o delator, a entrega dos pacotes de dinheiro acontecia dentro da sede da Rede Globo, no Jardim Botânico. Messer diz que um funcionário de sua equipe entregava de duas a três vezes por mês quantias que oscilavam entre 50 000 e 300 000 dólares

No depoimento, Messer diz ter começado a fazer negócios com os Marinho por intermédio de Celso Barizon, supostamente gerente da conta da família no banco Safra de Nova York. De acordo com o delator, os repasses teriam começado no início dos anos 90, quando Messer tocava sua operação de dólar a partir do Rio de Janeiro. Segundo a versão de Messer, os valores em espécie entregues no Brasil seriam compensados pelos Marinho no exterior, por intermédio da conta administrada por Barizon. Os Marinho depositariam para Messer (no exterior também) o valor entregue em dinheiro vivo no Brasil.

De acordo com o delator, a pessoa que recebia o dinheiro na Globo era um funcionário identificado por ele como José Aleixo. Messer não apresenta provas dessas entregas de dólares e cita em depoimento que nunca teve contato direto com os Marinho, segundo autoridades que leram a delação, em Brasília. Apesar disso, o doleiro sustenta em depoimento que os destinatários do dinheiro seriam os irmãos Roberto Irineu (Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo) e João Roberto Marinho (vice-presidente do Grupo Globo).

Em nota encaminhada à redação de VEJA, a assessoria de Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho negou as informações dadas por Messer: “A respeito de notícias divulgadas sobre a delação de Dario Messer, vimos esclarecer que Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho não têm nem nunca tiveram contas não declaradas às autoridades brasileiras no exterior. Da mesma maneira, nunca realizaram operações de câmbio não declaradas às autoridades”.

O histórico dos últimos anos de delações na Justiça brasileira recomenda muito cuidado com acusações do tipo, muitas vezes feitas de forma irresponsável pelos réus como uma tentativa desesperada de reduzir a pena. Para conseguir fechar o acordo de delação, Messer se comprometeu a restituir aos cofres públicos 1 bilhão de reais de seu patrimônio então bloqueado. Ele ainda precisa pagar uma pena de 18 anos de prisão por evasão de divisas, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha criminosa. Na prática, Dario deve cumprir um sexto da pena em regime fechado – ou seja, três anos. Considerando-se que ele foi preso em julho de 2019, restam apenas mais dois para ele. Neste momento, ele cumpre prisão domiciliar por ser grupo de risco da Covid-19, em um apartamento localizado em Copacabana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Ministério da Economia indica André Brandão para o BB

O Banco do Brasil anunciou nesta sexta-feira (14) que o Ministério da Economia formalizou a indicação de André Guilherme Brandão para assumir a presidência do banco. Ele substituirá Rubem Novaes, que pediu demissão do cargo no final de julho.

Rubem Novaes havia sido anunciado no cargo de presidente do BB ainda em 2018, durante a transição de governo. A indicação dele foi feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes e aceita pelo presidente Jair Bolsonaro.

O nome de André Brandão, atual presidente do banco privado HSBC no Brasil, já havia sido citado até por Guedes e Bolsonaro em entrevistas, mas o procedimento oficial de indicação ainda não tinha começado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Editorial homenageia Onildo Almeida

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi uma homenagem ao compositor caruaruense Onildo Almeida. Vale a pena conferir!

O Frente a Frente tem como cabeça de rede a Rádio Hits 103,1 FM, em Jaboatão dos Guararapes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Lista de gestores com contas irregulares é entregue ao TRE

Os conselheiros Dirceu Rodolfo de Melo Júnior e Ranilson Ramos, presidente e vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado, estiveram, hoje, com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Frederico Neves, para fazer a entrega da lista dos prefeitos e gestores públicos que tiveram contas julgadas irregulares pelo TCE, nos últimos oito anos. Os processos têm trânsito em julgado, ou seja, não cabe mais a possibilidade de recurso junto ao Tribunal. A lista traz o nome de 1.146 prefeitos e gestores e um total de 1.148 contas julgadas irregulares. O encaminhamento ao TRE-PE atende à Lei Federal nº 9.504/97, que determina aos Tribunais de Contas, nos anos em que se realizarem as eleições, o envio à Justiça Eleitoral dessas informações.

A divulgação dos nomes vai ajudar o TRE-PE a definir os candidatos que ficarão inelegíveis nas próximas eleições, com base na Lei da Ficha Limpa. Importante destacar que a inclusão do nome na lista não significa, desde já, que o gestor não estará apto a concorrer ao pleito. Essa decisão é de competência da justiça eleitoral, levando em conta os critérios da lei da Ficha Limpa.

O documento também tem o propósito de orientar o cidadão na escolha dos seus candidatos no momento do voto.

“Isso é muito importante para a sociedade civil e para a cidadania, pois demonstra que esses gestores não tiveram um bom desempenho, uma vez que suas contas foram rejeitadas por irregularidade insanável”, afirmou o presidente do TCE, conselheiro Dirceu Rodolfo. “A lista responde de forma muito clara se aquele determinado candidato foi um bom gestor, como prefeito, ou como administrador de algum órgão público”, disse ele.

“Não há dúvidas de que o compartilhamento de informações é o melhor caminho para um controle efetivo do gasto do dinheiro público”, afirmou o conselheiro Ranilson Ramos. “Essa conjugação de esforços entre as instituições, com o TCE cuidando do controle externo e o TRE se responsabilizando pela inelegibilidade dos candidatos, resultará em mais segurança para o cidadão, na hora de escolher aqueles que vão administrar seus municípios”, disse o vice-presidente do TCE.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral também destacou a importância da lista entregue pelo TCE. “O gestor público que observa as leis, cumpre com sua obrigação. Aquele que todavia não cumpre a legislação, haverá de responder pelas consequências de seus atos”, disse ele.

Segundo o desembargador, a lista será analisada pelos juízes eleitorais, que vão decidir pela inelegibilidade ou dos candidatos. “A partir do momento em que os candidatos indicados pelos partidos formalizarem o pedido de registro de candidaturas, o poder judiciário eleitoral estará preparado para apreciar os casos concretos e dizer se há condição de inelegibilidade de alguns deles”, disse o desembargador.

Quem tiver interesse em consultar os dados e os detalhes dos processos que levaram ao julgamento pela irregularidade das contas pode acessar o site do Tribunal de Contas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Novinho canta sucessos no Leilão Live Show

O músico Novinho da Paraíba estará no Leilão Live Show, do Haras Vila Nova, amanhã, às 15h. A apresentação ocorre de forma simultânea no canal de Novinho no YouTube e do Agreste Leilões.

Na transmissão, Novinho promete entreter os fãs do bom forró, com sucessos de sua trajetória. Ele aproveita para convidar o público neste vídeo enviado ao blog.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Justiça sobre Operação Apneia: “empreitada criminosa”

A juíza federa da Operação Apneia rechaçou mais uma tentativa da gestão de Geraldo Júlio (PSB) de retirar a Polícia Federal da investigação da Operação Apneia, que apura a compra sem licitação de 500 respiradores para a covid-19 da microempresa Juvanete Barreto Freire. A decisão saiu no final da tarde de hoje.

Após fazer toda uma fundamentação técnica para rejeitar, pela terceira vez, pedidos sem fundamentos jurídicos da defesa de Jailson Correia, a juíza federal aproveitou para mandar dois "recados".

"Permanece existente a suspeita da utilização de recursos federais na empreitada criminosa", disse a juíza federal.

"Reitero que nenhuma ilegalidade existe na manutenção do inquérito sob a presidência da Polícia Federal, pois existe justa causa para a instauração do procedimento investigatório e há fatos relatados que, se confirmados, firmam a competência da Justiça Federal para analisar o feito", continuou a magistrada.

Jailson já tinha perdido uma exceção de incompetência, na primeira instância, e um habeas corpus, no TRF do Recife.

Com tantas "pauladas" na Justiça, uma parte do PSB já começa a chamar a área jurídica da Prefeitura do Recife de "incompetente", nos bastidores. As estratégias da área jurídica da Prefeitura, comandada por um secretário de Geraldo Júlio, estariam nessa avaliação ampliando o desgaste midiático que está respingando na candidatura de João Campos (PSB).

"O melhor seria esperar o fim das investigações e não ficar toda a hora batendo de frente com MPF e PF", diz um apoiador do PSB, sob reserva.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

As universidades, o professor, a pandemia e as inovações

Por Arnaldo Santos*

Em um país de desenvolvimento tardio como o Brasil, alguém consegue imaginar como seriam nossas vidas sem a insubstituível e construtiva participação das universidades públicas? Faço essa provocação a propósito dessa campanha insidiosa, que nos últimos tempos atenta contra a imagem e a credibilidade das nossas instituições públicas de ensino superior, como se fosse possível apagar todo o conhecimento científico e técnico e a formação da sociedade,  gerados nas salas de aulas e em seus laboratórios, desde 1808, quando foi criada a Escola de Cirurgia da Bahia, a primeira instituição de ensino superior do nosso País.

No Ceará, olhando para o atraso que ainda ostentamos em termos econômicos, e os aviltantes índices de pobreza e desigualdades sociais, alguém ousaria pensar que sociedade seríamos nesses difíceis tempos pandêmicos, sem nossas universidades estaduais, e especialmente, sem a imprescindível e decisiva contribuição da Universidade Federal do Ceará-UFC? Ao trazermos essa reflexão, singelamente queremos, prestar um tributo a essa instituição, e ao seu criador e primeiro reitor, o intelectual Antônio Martins Filho!

Somem-se à míope visão dos que tentam por em dúvida à importância de instituições com essa história os  cortes em seus  parcos orçamentos, a  restrição nos programas de bolsas para mestrado e doutorado que não atendem na velocidade e quantidade necessárias e a redução dos recursos destinados às pesquisas em áreas importantes para o desenvolvimento científico, deixando à míngua os reitores e milhares de cientistas e pesquisadores, das mais variadas áreas do conhecimento, provocando a fuga de muitos dos nossos melhores cérebros para outros países.

Examinando a precarização do nosso sistema de ensino e do aprendizado, agravados pela pandemia da Covid-19, as universidades públicas assumem papel ainda mais relevante na efetivação de soluções, não só no que concerne à formação continuada dos nossos jovens, bem como para superação dos graves problemas sociais, durante e no pós-pandemia, e os novos desafios da ciência na contemporaneidade.

A incorporação e o uso eficiente das novas tecnologias educacionais digitais (não confundir com acessórios de informática em sala de aula), cuja banda de acesso ainda exclui o contingente mais pobre da comunidade estudantil, e da sociedade em geral, é a porta de saída para inovação e produção de novos conteúdos, sua democratização e a disseminação de todos  os saberes, mormente enquanto perdurar a pandemia, que impôs restrições em todas as áreas da atividade humana.

A superação de desafios dessa magnitude, em um país com o grau de pobreza e desigualdades como o nosso - substantivamente na área do saber, mesmo com todo o negacionismo - constitui a nobre missão reservada à universidade pública, que é onde efetivamente se faz pesquisas avançadas em todas áreas das ciências, menos para aqueles que padecem de dupla ignorância.

A propósito dessa realidade, e com o título A educação tem muito o que aprender, publicado neste espaço na última semana, refletimos sobre as deficiências tecnológicas e pedagógicas das nossas escolas e universidades, onde apontamos os anacronismos do nosso sistema de educação, com seu modelo tradicional de ensino, não só no Brasil, como em escala global, agudizado pelo coronavirus que impôs o fechamento das escolas em 190 países, deixando 1,6 bilhão de alunos fora da sala de aula, segundo dados da Unesco, e o pior: milhões sem acesso a qualquer conteúdo on-line.

Ancorado em evidências, mostramos que a Covid-19 impôs, além dos transtornos aos país, professores e alunos, com a interrupção do processo de aprendizado, que já era sofrível, escancarou as deficiências estruturais do modelo público e privado de ensino, inclusive nas universidades. Em paralelo aos problemas, também apontamos que a pandemia antecipou o futuro, oferecendo a oportunidade para inovação e consolidação de um novo modelo de ensino por meio do uso estruturado das novas tecnologias, para potencializar o aprendizado, bastando para isso que as instituições de ensino brasileiras façam o dever de casa.

O artigo teve grande repercussão entre os vários setores educacionais, com opiniões a favor e discordantes, como era esperado, ao passo que outras indicaram que as ideias e a realidade descritas no texto eram apenas parciais, pois muitas escolas e universidades já possuem boa infraestrutura tecnológica e oferecem condições satisfatórias de ensino a distância. Assim pontuou o Magnífico Reitor da Universidade Federal do Ceará – UFC, professor doutor Cândido Albuquerque, afirmando que, na UFC, as deficiências tecnológicas foram superadas, e o ensino a distância já é uma realidade para todos os alunos.

A afirmação do Reitor, pelo grau de responsabilidade que expressa, nos impôs o dever de buscar conhecer melhor a infraestrutura tecnológica e as inovações contidas no modelo de ensino a distância oferecido pela UFC. Durante a incursão que fizemos, deparamos algumas iniciativas, ainda em sua fase inicial, mas de importância vital, não só para o atual momento de dificuldades trazidas pela Covid-19, mas também para a consolidação de uma nova metodologia de ensino. E, a julgar pelos resultados expressos até aqui, tais propósitos serão ainda mais significativas no médio e no longo prazo.

Nessa perspectiva de preparar a universidade para o tempo fluente e futuro, a criação do condomínio de inovação e empreendedorismo do Nordeste, a ser inaugurado ainda no mês em curso, ganha relevância, pois dá vez às condições para o desenvolvimento de pesquisa em tecnologia aplicada ao setor industrial, criando a alternativa para que os estudantes combinem aprendizado científico técnico, com uma ação empreendedora nesse amplo mercado da industria 4.0, podendo, inclusive, trabalhar sob demanda das empresas no desenvolvimento de soluções tecnológicas, mediante a criação de startups em seu parque tecnológico.

Cumpre ressaltar que inovar e modernizar sua metodologia de ensino, a distância e presencial, não só utilizar, mas também criar e desenvolver novas tecnologias, para melhor atender e desempenhar o papel que lhe cabe no processo de ensino, pesquisa e extensão, na era digital antecipada pela pandemia, é o que se espera de uma universidade com a história que tem a UFC. Com esse objetivo, uma das ações aprovadas pela Administração Superior foi a criação da Escola Integrada de Desenvolvimento e Inovação, responsável pela estruturação do plano de formação direcionado a treinar e preparar a comunidade acadêmica, para essa nova fase de muitos desafios, onde todos terão que aprender fazendo.

Essa iniciativa possibilitou a implementação do Plano Pedagógico de Emergência – (PPE), pois oferece um conjunto de outras ações, não só pedagógicas, como técnicas, assistenciais e tecnológicas, em apoio não somente aos estudantes, bem assim aos servidores, na tentativa de atenuar os efeitos da pandemia, tanto em relação à oferta de cursos com suas várias disciplinas, como a melhoria nos processos de transmissão dos conteúdos, com novas abordagens na busca pela superação dos vários outros desafios na realidade atual. Tal ação, obrigatoriamente, exigiu a criação de um programa de inclusão digital por meio da distribuição de chips com internet para os estudantes carentes, para que todos tenham acesso às aulas nesse novo formato.

Para consecução desses objetivos, foi desenvolvida e está em execução uma proposta emergencial de formação em letramento digital, tecnologias educacionais, metodologias, avaliação e uso das novas tecnologias digitais, já no formato remoto, com   didática própria, cuja lógica difere do modelo presencial, com o fim de atender professores, estudantes e o pessoal de apoio técnico-administrativo, com vistas a prepará-los para o estabelecimento dessa nova realidade, pois, como é cediço, grande parte da comunidade acadêmica também não tinha formação adequada nessa área para enfrentar as exigências e dificuldades criadas pelo coronavírus.

Nesse âmbito, no qual a infraestrutura tecnológica está criada por meio dos altos  investimentos públicos que foram feitos, com a metodologia já desenvolvida, uma parte dos conteúdos já produzidos e sendo ministrados, e novos em fase de produção no formato digital para serem disponibilizados na modalidade de aulas pelo sistema on-line, sugere-se que a UFC dê um passo à frente e disponibilize o acesso ao público interessado, especialmente para professores e alunos da rede pública estadual e municipal de ensino, que, a exemplo da comunidade acadêmica, também necessitam de formação nessa área.

Examinando os resultados obtidos com a estruturação e o lançamento do PPE, apoiado em uma moderna plataforma tecnológica digital, constatamos que foi possível, ainda em julho, a Universidade reabrir e disponibilizar para seus alunos todos os 88 cursos de graduação interrompidos abruptamente em março, em razão da pandemia; no início do mês em curso, há mais 23 novos cursos, estando hoje com um total de 111 programas  de graduação em funcionamento pela modalidade remota, com 3.370 novas matrículas, permitindo aos estudantes o reencontro com a sala de aula, ainda que virtual.

Ante tão complexa realidade, e da emergência de se modernizar a metodologia de ensino, com a produção de mais conteúdos e até a criação de um paradigma educacional, em substituição ao modelo tradicional, é preciso estarmos atentos ao processo de  ressignificação do professor, que cada vez mais será exigido a se adequar a esses novos tempos, mas que jamais poderá ser substituído pelas novas tecnologias, embora já se observe que, em alguns setores, a máquina já ultrapassou o homem.

Em face dos novos desafios, a que todos, em maior ou menor grau, teremos que enfrentar com o máximo de racionalidade, o filósofo estadunidense Allan Bloom, sentencia “[…] a função mais importante da universidade na era da razão é proteger a razão de si mesma”.

*Jornalista, sociólogo e doutor em Ciências Políticas


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

MV realiza evento digital sobre gestão de saúde

A MV é uma empresa especializada em desenvolvimento de sistemas de gestão para a área da Saúde. Para celebrar 33 anos de atuação no mercado, vai promover o Health Connext, na próxima quinta-feira (20). As inscrições são feitas neste link: https://mla.bs/a8c894a8.

Este é o primeiro evento digital exclusivo da MV. Segundo os organizadores, a iniciativa surge para desconstruir ideias e mudar paradigmas existentes no setor. Com o tema central “Da pandemia à Sociedade do Cuidar: a tríade tecnologia, autoconsciência e gestão do cuidado”, o Health Connext trará nomes importantes do segmento em debates variados.

Um dos painéis traz como assunto “A pandemia que impulsiona a transformação da Saúde”. Entre os participantes, estão Paulo Magnus (MV), Claudio Lottenberg (Instituto Coalizão Saúde), Samuel Flam (Unimed BH), Henrique Salvador (Rede Mater Dei de Saúde) e Wilson Pollara (Iamspe).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Dufles, ex-vice de Ives, assume secretaria em Paulista

O prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), recebeu, há pouco, a confirmação de Dufles Pires na Secretaria de Articulação do seu Governo. Dufles, liderança tucana histórica ligada a Sérgio Guerra, foi deletado da vice de Yves Ribeiro, principal candidato da oposição. Articulado e com trânsito em todos os partidos, Dufles pode bombar a candidatura de Francisco Padilha a prefeito de Paulista como representante do grupo do prefeito Júnior Matuto, do PSB.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Doe R$ 100 para salvar uma vida

Em parceria com o também blogueiro Nill Júnior, este blog continua engajado na campanha para salvar a vida da cidadã afogadense Marleide da Silva, conhecida como Marleide do Posto de Saúde, moradora do Bairro São Francisco. Ela está precisando fazer uma cirurgia urgente no quadril e não pode mais esperar na fila do SUS, que conta com mais de 170 pessoas à sua frente.

Marleide precisa de R$ 25 mil reais para realização da cirurgia. Peço aos nossos companheiros que me acompanham no blog e pelas redes sociais que, quem puder, ajude esta batalhadora. O projeto encabeçado por amigos e familiares de Marleide busca reunir 250 pessoas que possam doar R$ 100,00 cada.

Seguem abaixo os dados para depósito e o telefone para contato.

Caixa Econômica Federal

Agência 1433 // Operação 001 // Conta 620-9

CPF: 660.786.014-15

Contato: (87) 9-9931-8668 ou (87) 9-9918-1972


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/08


2020

Bivar contradiz Bolsonaro: Não discutimos sua volta à legenda

O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar, disse, ao blog do jornalista Tales Faria, que não há qualquer negociação com o presidente Jair Bolsonaro para sua volta ao partido.

Em sua live que foi ao ar nesta quinta-feira, 13, Bolsonaro disse ter recebido convites de três partidos e que estaria disposto até a retornar ao PSL.

Ele rompeu com o partido quando estouraram denúncia de uso de laranjas pela legenda durante a campanha eleitoral de 2018.

"Isso não foi posto na mesa e não está sendo discutido. Mesmo porque estamos vinculados a um bloco independente. O PSL vota aquilo que é bom para o país. Isso faz com que haja alguma coincidência de ideias nas votações. Mas é só isso. Não há qualquer negociação". Clique aqui e confira a matéria na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha