FMO janeiro 2020

28/06


2020

Joanna Maranhão sofre acidente em Itamaracá

Diario de Pernambuco

A família da ex-nadadora pernambucana Joanna Maranhão passou por um susto neste domingo (28), quando por volta do meio dia teve o carro atingido por uma moto, na Ilha de Itamaracá, Região Metropolitana do Recife. Joanna, o marido Luciano Correa e o filho Caetano, que estavam no veículo, não sofreram danos físicos, e não precisaram ser submetidos a atendimento de saúde.

À reportagem do Diario, Joanna relatou que o condutor da moto, identificado como Ednaldo, sofreu fratura exposta na região do joelho e do fêmur e foi encaminhado ao Hospital Miguel Arraes, em Paulista, para ser submetido a cirurgia. Segundo a ex-nadadora, a ajuda de um profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que conduzia carro logo atrás, foi crucial para o rápido atendimento.

"Uma moto em alta velocidade bateu no carro. Não lembro de muita coisa, por uma fração de segundo vi um capacete vermelho se aproximando da janela em que estava Caetano na cadeirinha e voei por cima porque a primeira coisa que pensei foi 'pode quebrar o vidro'", relatou Joanna, através da conta oficial no Twitter.

Ainda de acordo com o relato da ex-atleta, o motociclista não portava carteira de habilitação, mas afirma que não cobrará pelos danos materiais e que deve prestar apoio condutor da moto ferido.

"Estava dirigindo sem habilitação. A gente vai assumir a franquia e tentar ajudá-lo como for possível. Esse cara estava trabalhando num Domingo. Tava errado? Tava. Mas não vamos exigir que ele arque com os custos", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Jaboatão

Confira os últimos posts



06/08


2020

Lavareda: País pode ter eleição modelo anos 50

Por Hylda Cavalcanti

As eleições municipais deste ano tendem a ser mais federalizadas, em função da pandemia do Coronavírus, com características que se assemelham em muitos aspectos às observadas nas décadas de 1940 e 1950, por conta do distanciamento dos candidatos, e realizadas mediante critérios singulares, que precisarão ser analisados com muita atenção nos próximos anos. Quem afirma isso é o cientista político e acadêmico Antonio Lavareda, que já participou de 91 campanhas políticas e é autor do livro intitulado “Emoções Ocultas, Estratégias Eleitorais”.

Em live, há pouco, afirmou que é preciso, para os cientistas e cidadãos como um todo, refletir sobre que características deverão surgir das urnas nestas eleições, assim como os perfis dos candidatos a serem eleitos.

“A sociedade logo vai se dar conta que terá eleições totalmente diferentes do que se tinha até então. O contato candidato-eleitor, as aglomerações dos comícios, não existirão”, destacou.

Ele lembrou que ingredientes importantes para o pleito estão sendo observados pela primeira vez, como reuniões pelos aplicativos de internet, chamadas e contatos diversos em redes sociais. A quantidade de informações sobre os candidatos pode até ser grande em muitos momentos, mas com o fim do contato físico ou da redução desse contato, a forma de realização das campanhas terá um novo perfil.

Na avaliação de Lavareda, todas essas mudanças deverão se refletir sobre características que vão surgir das urnas, tanto nos perfis dos candidatos como nas preferências do eleitorado.

Questionado sobre a possibilidade de haver um aumento ou retomada de casos de contaminação com a Covid-19 no período da eleição, o que pode levar ao temor das pessoas de sair de casa para votar, o cientista político disse não achar que isso venha a ser observado. Até mesmo, ressaltou, pelo fato de a campanha começar somente na segunda quinzena de setembro.

Mas afirmou considerar importante que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) trabalhe com esta possibilidade. E, também, que o TSE transmita informações suficientes para a população, de forma a possibilitar segurança na realização do pleito.

Perguntado se não achava que se, em vez das eleições municipais o momento fosse de renovação dos mandatos da Câmara e do Senado haveria um adiamento para 2021, Lavareda concordou. Mas acharia temeroso se isto acontecesse. “A democracia do Brasil, vez por outra, se vê desafiada por movimentos que se contrapõem à autonomia entre os poderes. E isso levou à avaliação de muitos políticos que não seria uma boa iniciativa”, afirmou.

O cientista político também fez um alerta para o fato de que “os candidatos devem ter responsabilidade para realizar as campanhas dentro das limitações que essas eleições exigem”.

Como o Brasil tem um número alto do eleitorado que vive na pobreza e é analfabeto e, por isso, não tem acesso às redes sociais, Lavareda afirmou que as eleições de 2020, para esses eleitores, terão um pouco de semelhança com pleitos observados nas décadas de 1940 e 1950 em que os candidatos nem sempre percorriam todos os locais onde estava o eleitorado. “Vamos regredir às eleições observadas naqueles tempos. Num contexto assim fica reduzida a taxa agregada de informação dos eleitores”, observou.

Ele disse ter preocupação grande com as fake news e o que definiu como “o papel deletério que essas notícias têm na vida democrática e nas eleições”. “Os candidatos precisam ter uma grande responsabilidade com a veracidade das informações que transmitam sobre terceiros”, pregou.

De acordo com o cientista, “anonimato, possibilidade de escalonamento e robotização são a forma das fake new no mercado atualmente”.

Lavareda contou, ainda, que antes da pandemia da Covid-19, existiam no mundo inteiro 16 países com legislação para coibir fake news. A pandemia e a difusão cada vez maior de notícias falsas, entretanto, levou outros 16 países a elaborar e votar legislação semelhante. E outros países, como é o caso do Brasil, estão com propostas de legislação sobre o tema em tramitação no Legislativo.

Para Lavareda, teoricamente, eleições realizadas em cenário de crise econômica como o que estamos vivendo são adversos para os que estão no cargo e disputam uma recondução, como os atuais prefeitos que são candidatos. Mas a constatação disso só poderá ser observada após o resultado que sair das urnas.

Em sua avaliação, a pandemia também pode trazer uma mudança do quadro de referência da sociedade para os candidatos, tanto que há mulheres que são delegadas e policiais militares que apareciam em pequena quantidade em eleições passadas, disputando cargos em diversas cidades do país.

No tocante às menções debatidas nos últimos meses sobre mudanças no sistema de votações apresentado pelo TSE, ele disse que acha bom não ter sido feita qualquer alteração. Sua posição é de que “qualquer falha que aparecesse poderia levar a sérios problemas e ter proporção ampliada por conta da pandemia”. “Isso iria deslegitimar a credibilidade do pleito eleitoral como um todo”, afirmou.

Lavareda contou que uma alternativa de mudança nestes tempos de reclusão das pessoas até poderia ser o voto postal, mas ele também não acha que seria o ideal porque esse tipo de voto pressupõe o fim do sigilo na hora de votar.

Ele também acha que, embora tradicionalmente as eleições municipais não tenham muita influência na política nacional quanto as estaduais, estas serão diferentes, com um teor de nacionalização muito forte. “Será inevitável esse processo, em meio à crise pela qual passamos. Vivemos um ambiente nacional inédito só comparável às eleições de 1988, no início da nova República”, destacou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo de Santo Agostinho

06/08


2020

Jornalista Jaques Cerqueira apresenta melhora

O quadro de saúde do jornalista pernambucano Jaques Cerqueira apresentou melhora, hoje. Uma nova tomografia foi feita esta noite e a expectativa é de que os médicos reduzam a sedação já amanhã.

Jaques sofreu um AVC na madrugada de ontem e foi levado às pressas para a UTI de um hospital de traumas, na Fernandes Vieira, no Recife. Desde então, está em coma induzido. Seu estado inspira cuidados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

06/08


2020

O que elas têm de diferente?

O DNA delegada está em alta na política.Tive acesso a uma pesquisa que, quando se associa o cargo de delegado a quem está na militância política, o bicho pega. Ainda se associa à figura do velho xerife que fazia justiça com as próprias mãos. No Recife, os aliados da pré-candidata do Podemos à prefeita, delegada Patrícia Domingos, que muitos confundem com a delegada Gleide Ângelo, fenômeno eleitoral da eleição passada, com mais de 415 mil votos para deputada, se apressam em mostrar as diferenças entre as duas xerifes. Veja!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Feira do Jeans de Toritama volta no domingo

Suspensa por quase cinco meses devido à pandemia de Covid-19, a Feira do Jeans de Toritama voltará a funcionar no próximo domingo (9), a partir das 14h. A autorização para a reabertura foi publicada num decreto do Governo de Pernambuco, no final da tarde de hoje, e imediatamente comunicada pelo prefeito de Toritama, Edilson Tavares, em um pronunciamento, no qual pede a colaboração da população.

Para a reabertura da feira, compradores, feirantes, excursionistas, lojistas e carroceiros terão que cumprir, individualmente, várias medidas de controle sanitário, estabelecidas com o objetivo de impedir o contágio do novo coronavírus. O comércio ambulante ainda não foi autorizado. Haverá fiscalização para que todas as medidas de proteção sejam cumpridas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

06/08


2020

Cristina Amaral lança CD em live dedicada a pais

A cantora e compositora Cristina Amaral lançará, no próximo sábado (8), às 15h, o CD do projeto "Uma Saudade Chamada Nelson Gonçalves", em live no seu canal no YouTube (youtube.com/cristinaamaraloficial). Acompanhada do guitarrista e violonista Bené Sena, além do percussionista Paulinho Bustorff, Cristina interpretará os maiores sucessos do eterno boêmio Nelson Gonçalves. "Não podia deixar essa data passar em branco, por isso resolvi fazer de forma intimista, com dois músicos, assim respeitaremos o distaciamento social", declara.

O CD "Cristina Amaral - Uma Saudade Chamada Nelson Gonçalves" foi gravado no Teatro de Santa Isabel em abril de 2019. O álbum tem 17 faixas. "Nunca lancei nenhum produto de forma remota, essa será a primeira vez, mas como não podemos mudar o atual cenário que vivemos e as pessoas estão cobrando muito pelo material físico, resolvemos lançá-lo na live, assim poderão adquirir o produto através de um QR Code e, em seguida receberão, o CD autografado em casa", explica.

O projeto também ganhará um DVD, que só sairá no final do ano. "Queremos agregar mais coisas ao DVD, como a opção de tradução em libras. Devido à pandemia, não conseguimos gravar com o intérprete de libras, isso atrasou um pouco a finalização do produto", comenta o idealizador e roteirista da iniciativa, Saulo Aleixo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

06/08


2020

Recife escapou de tragédia semelhante à libanesa

Em 12 de maio de 1985, Recife livrou-se de uma tragédia semelhante a que ocorreu no Porto de Beirute, capital do Líbano, na última terça-feira (4). Um prático da barra chamado Nelcy da Silva Campos teve uma atitude heróica ao liderar uma missão que levou um navio em chamas para longe do Porto recifense.

O navio petroleiro Jatobá estava atracado na capital pernambucana e armazenava 1,5 mil toneladas de gás de cozinha. Três tanques estavam alocados na casa de máquinas, cada um deles com 250 toneladas de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Um dos tanques explodiu à 1h20.

À época, o governador Roberto Magalhães foi acordado às pressas para lidar com a situação. O Corpo de Bombeiros foi deslocado, com uma quantidade grande de caminhões e agentes. Havia sério risco de que o Recife Antigo e áreas circunvizinhas fossem pelos ares se novas explosões acontecessem.

Não fosse a ação de Nelcy Campos, diversas pessoas morreriam. Em 2003, ele foi homenageado, in memoriam, com um busto instalado na área portuária recifense.

O episódio pode ser recordado em vídeo disponível no YouTube.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

06/08


2020

Gonzaga Patriota exalta Salgueiro Atlético Clube

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) cumprimentou a equipe do Salgueiro pela conquista do título pernambucano. Em um vídeo gravado, hoje, o parlamentar lembrou a fundação do clube em 1972 e a profissionalização em 2005, quando o Carará começou a traçar uma trajetória de muito êxito, incluindo a disputa do Campeonato Brasileiro Série B em 2011. "Parabéns ao povo de Salgueiro por esses movimentos para o clube se desenvolver", discursou.

Patriota solicitou à Câmara dos Deputados que o pronunciamento fique registrado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

06/08


2020

Chefe da Secom da Presidência detém assaltante

Poder 360

O secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, foi vítima de uma tentativa de assalto, hoje, no bairro dos Jardins, área nobre de São Paulo. Ele estava armado quando foi abordado e reagiu à ação do assaltante.

Wajngarten havia saído de uma Mercedes blindada para cumprimentar os pais, que o aguardavam na porta do prédio em que moram. Nesse momento, a família foi abordada pelo assaltante, que exigiu o relógio e demais pertences de valor do secretário.

“O assaltante estava de moto, desceu do veículo e me abordou. Ele não viu nem que eu estava de relógio, nem que eu estava armado, porque eu vestia um blazer. Mesmo assim, chegou bem perto e me mandou ‘passar o relógio’. Eu disse que não havia entendido. E ele repetiu ‘passa o relógio’. Foi, então, que saquei a arma, apontei para ele e ele começou a correr. Eu corri atrás gritando ‘pega ladrão’”, disse o chefe da Secom ao jornal Metrópoles.

Wajngarten tem porte de arma e estava armado com uma pistola do modelo Sig Sauer 380 no momento da tentativa de assalto. A perseguição durou poucos minutos e o assaltante foi parado pelo secretário e por outro pedestre.

O suspeito afirmou repetidamente que era “inocente” e que trabalhava como instalador de antenas. Wajngarten passou um sermão ao homem até que a polícia chegasse ao local. “Impressionante a certeza do assaltante de que ia levar o meu relógio. Uma situação patética, que ninguém aguenta mais neste país”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Editorial homenageia Salgueiro pelo título estadual

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi sobre a gloriosa conquista do Salgueiro Atlético Clube, campeão pernambucano deste ano. Um triunfo inédito para uma equipe do interior e que orgulha todos nós, sertanejos.

O Frente a Frente tem como cabeça de rede a Rádio Hits 103,1 FM, em Jaboatão dos Guararapes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Governo de PE vai ampliar serviços na segunda

A partir da próxima segunda-feira (10), o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Pernambuco vai liberar o funcionamento de mais serviços, na Macrorregião 1, que compreende os municípios da Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata (Norte e Sul). O anúncio foi feito hoje, em coletiva no Palácio do Campo das Princesas.

Segundo o Comitê, os índices de contágio da doença permanecem em queda, o que indica que o Estado tem capacidade para avançar no Plano de Convivência com o novo coronavírus. Dessa forma, a RMR e a Zona da Mata passarão para a Etapa 7 do plano. Igrejas e templos também poderão aumentar a capacidade de funcionamento. Aquelas que possuem espaço para até 999 fiéis vão poder receber 30% da sua capacidade total. Já as instituições com área para mais de mil fiéis poderão funcionar com 20% da capacidade.

Os serviços de alimentação e os shoppings centers poderão estender seu funcionamento até as 22h. Já a Macrorregião 2 – que compreende os municípios de Caruaru, Garanhuns e seus entornos, no Agreste – permanecerá na Etapa 6 do plano, mas serão liberadas as atividades das feiras nos polos de confecções, obedecendo a novos protocolos de segurança. Em Toritama, a feira pode voltar a funcionar no domingo (9).

A Macrorregião 3, no Sertão – que tem Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada como principais polos – seguirá para a Etapa 6 do Plano de Convivência com a Covid-19. Os serviços de alimentação poderão funcionar das 6h às 20h, com 50% da capacidade de clientes, assim como as academias de ginástica e polos de confecção, ambos com novos protocolos de segurança. O comércio varejista permanecerá aberto, atendendo à exigência de um cliente para cada 10 metros quadrados da loja.

Na Macrorregião 4, também no Sertão, os municípios da 7ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Salgueiro, e da 8ª Gerência Regional de Saúde, sediada em Petrolina, avançarão para a Etapa 5 do plano. Será liberado o funcionamento de escritórios com 50% da carga e concessionárias de veículos com 100% da carga. Ficam mantidos os demais serviços essenciais que já vinham funcionando, a exemplo do comércio atacadista, além do sistema de delivery e coleta em lojas de material de construção, serviços de alimentação, feiras e polos de confecções.

FECHAMENTO – A situação da pandemia ainda divide o cenário na Macrorregião 4. As cidades pertencentes à 9ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Araripina, permanecerão na Etapa 4. A exceção fica para Araripina e Ouricuri. A partir de amanhã (7), os dois municípios terão que retroceder à Etapa 2 do plano, ficando permitido apenas o funcionamento de serviços essenciais durante os próximos dez dias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Desembargador de SP volta a sair sem máscara

O desembargador paulista Eduardo Siqueira foi flagrado novamente circulando sem máscara na praia de Santos. O registro foi feito na manhã de ontem por uma moradora da cidade que preferiu não se identificar. As imagens foram obtidas, hoje, pela equipe do G1.

Ela contou que o desembargador estava caminhando pela faixa de areia, com a máscara no pescoço, enquanto falava ao celular, do Canal 4 até o Canal 5, por cerca de 20 minutos. “Passou a Rua General Rondon, avistou uma viatura da GCM, deu meia volta e colocou a máscara”, relatou.

Ao ser questionado pelo G1, Siqueira não negou que estava no local e debochou dos guardas, alegando que “não dá bola” e que os agentes “poluem a praia”.

Eduardo Siqueira ficou conhecido após aparecer em um vídeo humilhando um agente da Guarda Civil de Santos no último mês de julho. Por isso, o Conselho Nacional de Justiça e o Tribunal de Justiça de São Paulo abriram investigação para apurar o caso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Agrovale é destino da comitiva do Governo da Bahia

Referência internacional na produtividade de cana-de-açúcar em área irrigada, a Agrovale, em Juazeiro, foi visitada, nesta quinta-feira (06), pela comitiva técnica do Governo do Estado da Bahia que está no Vale do São Francisco para potencializar o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco baiano.

 Considerada a maior produtora de açúcar, etanol e bioeletricidade da Bahia, com mais de 5 mil funcionários, a empresa vai integrar o projeto da Fazenda Escola Modelo, no município de Barra.

Chefiada pelo vice-governador da Bahia, João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, a delegação está na região desde a última quarta-feira (05) e é composta pelas secretarias estaduais da Agricultura (Seagri) e do Desenvolvimento Rural (SDR), por membros do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e Universidade do Vale do São Francisco (Univasf).

“A Agrovale é um exemplo de sucesso para o desenvolvimento desta região que tem enorme potencial. Com o Polo Agroindustrial pretendemos trazer no mínimo cinco novas usinas e gerar mais de 21 mil empregos no Vale e Médio São Francisco. E a parceria da Agrovale com a Fazenda Escola Modelo, que é o embrião, o 'apartamento decorado' deste grande projeto, vai torná-lo ainda mais viável”, destaca Leão.

A Fazenda Escola Modelo vai desenvolver técnicas agrícolas dentro do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Águas, no município de Barra, numa área de 140 hectares. Está prevista a implantação de um complexo de agroindústrias, projetos de irrigação de frutas e grãos, além de pecuária. O objetivo é que a escola seja um referencial na formação agrotécnica e agroindustrial. A Agrovale vai implantar um sistema de irrigação por gotejamento em 10 hectares de cana no projeto.

De acordo com o diretor Financeiro e TI da Agrovale, Guilherme Colaço Filho, que recepcionou a comitiva, o Polo Agroindustrial será um novo vetor de crescimento e promete mudanças significativas em vários segmentos produtivos regionais. "Contribuiremos com o desenvolvimento de técnicas agrícolas e a formação de novos quadros profissionais com a implantação de um sistema de irrigação por gotejamento na Fazenda Escola Modelo", ressaltou.

Com uma área cultivada de 17.700 mil hectares, a Agrovale produziu na última safra (2019), 2,8 milhões de sacos de açúcar com 50 quilos cada, 67 milhões de litros de etanol e gerou 20.000 MW de energia a partir do bagaço da cana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Frente a Frente faz homenagem ao Carcará

O programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro pela Rede Nordeste de Rádio, no horário das 18 às 19 horas, em 40 emissoras, tendo como cabeça de rede a Hits 103,1 FM, no Grande Recife, dedica sua audição de hoje ao Salgueiro Futebol Clube, o Carcará, o primeiro time do Interior a conquistar o campeonato pernambucano de futebol. Se você deseja ouvir pela Internet clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio no play store.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Mendonça quer Guarda Municipal na segurança pública

O ex-ministro e pré-candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho (DEM), defendeu, hoje, durante debate no SindGuardas Recife, a criação da academia de formação de guardas municipais e a sua incorporação da categoria como atuação complementar para a defesa do cidadão recifense. “A violência é um dos principais problemas da nossa capital e a Guarda Municipal tem papel legal importante na defesa do cidadão. Para exercê-lo precisa ser valorizada, treinada e capacitada com a formação inicial e continuada com cursos bem focados. A educação profissional é um ativo para qualquer categoria”, defendeu Mendonça, lembrando que já discutiu com o ministro da Justiça, André Mendonça, essa e outras propostas para reforçar o combate a segurança no Recife.

“Discuti com o ministro da Justiça projetos para a área de segurança,  como a Academia de Formação, o acesso a posse e ao porte de arma, projetos e possíveis convênios”, afirmou, destacando que o Governo Federal tem planejamento para reforçar o apoio à atuação de combate à violência, por intermédio das polícias, civis e militares, e, também, por intermédio dos municípios. “Recife não pode ficar de fora, ser penalizada, porque o prefeito é adversário do presidente Bolsonaro ou por questões ideológicas”, afirmou, ressaltando que tem disposição de diálogo e canal aberto com o Governo Federal para buscar recursos não só para a área de segurança.

Com mais de dois mil guardas municipais, o Recife é uma das poucas capitais do país a não incorporar o papel suplementar da Guarda Municipal na segurança pública, previsto pela Lei 13.022. “A Guarda Municipal deve ser armada. O problema é uma Guarda Municipal desvalorizada, sem treinamento e subutilizada no seu potencial de proteção do patrimônio público e da defesa do cidadão”, afirmou. No debate, Mendonça falou sobre saúde, plano de cargos e carreira, condições insalubres de trabalho, escolha do chefe da guarda municipal e a desvalorização da categoria, que, segundo relato dos próprios diretores do Sindguardas Recife, é vista de forma preconceituosa pela sociedade.

Com relação à saúde, Mendonça defendeu a reformulação do Saúde Recife, plano de saúde dos servidores municipais, que para ter benefício tem que, muitas vezes, brigar na Justiça. “Temos que melhorar o atendimento à saúde, melhorando o plano existente ou até buscando um plano privado que atue no serviço público”, afirmou. Questionado sobre a questão da habitação, Mendonça defende que a Prefeitura busque recursos junto à Caixa Econômica Federal e projetos de financiamento que assegure habitação para os profissionais da Guarda Municipal.

Outro compromisso de Mendonça foi discutir propostas para viabilizar o acesso de filhos de guardas municipais a colégios como o da Polícia Militar.  “As opções de construir projetos que valorizem o servidor municipal e, carreiras como a de guarda municipal, são muitas. É ter boas ideias e inovar na gestão dos recursos. Mas, fundamentalmente, é preciso mudar. Tirar o Recife das mãos da dinastia do PSB/PT “, defendeu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Juiz favorece Bolsonaro com prisão de Baldy

Quando se diz que juízes não devem se meter em política não é à toa.

Veja esse caso da prisão do secretário estadual de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, determinada pelo juiz Marcelo Bretas, que comanda a Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Digamos que as suspeitas levantadas pelos investigadores sejam corretas.

A proximidade entre Marcelo Bretas e o presidente Jair Bolsonaro servirá de argumento para os acusados dizerem que estão sendo vítimas de uma perseguição política.

Durante o governo Bolsonaro, haverá pelo menos duas vagas abertas no Supremo Tribunal Federal. E a imprensa já noticiou por diversas vezes que Bretas é um dos possíveis candidatos evangélicos ao posto. Ou mesmo a ministro da Justiça, se o atual titular do cargo, o também evangélico André Mendonça, for ele o indicado ao STF.

Alexandre Baldy foi deputado federal pelo PP e pelo Podemos. Como se sabe, é secretário do governador João Doria, do PSDB, hoje um dos maiores adversários do presidente Bolsonaro. Diz-se que ele foi escolhido por Doria também por sua grande amizade com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, outro desafeto de Bolsonaro. Clique aqui e confira a matéria do jornalista Tales Faria na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2020

Curva de rio

Por Luis Jorge Natal

Por questões profissionais, fui dar com os costados no interior de São Paulo. Precisamente em São José do Rio Preto, no Nortão do estado. Era 1996, no já quase longínquo século passado. Gostei da cidade de supetão, nem o calor me incomodou tanto. E lá tive o privilégio de fazer novos amigos.

Há diversas teses sobre a hora em que você constitui os verdadeiros. Uma garante que é na escola, em qualquer uma, desde a alfabetização até a faculdade. Outra sustenta que é no início da vida profissional. E, a mais tolerante, afirma que é durante toda a vida. Concordo com todas, mas só constatei isso in loco naquela cidade do Nortão paulista. Aliás, sentia uma certa estranheza nesse negócio de Nortão. Nordestino de raiz, criado em Brasília, esse tal de Nortão para mim era o Pará, onde também tenho amigos.

Pois bem, em Rio Preto, como a chamam carinhosamente, conheci um pouco mais da ocupação bandeirante. Vi a força e a influência da migração sírio-libanesa. A cidade é cortada por rodovias e três largas avenidas, todas com nomes de migrantes da antiga Fenícia, berço das velhas civilizações do Mediterrâneo. E lá, depois do trabalho cumprido, deixei dois bons amigos, quase de dinheiro emprestado. Cada um ao seu jeito me ensinou como é esse sertão de São Paulo. Nessa digressão, cabe uma rápida apresentação:

1) Márcio Jacovani, Marcinho ou Marcião. Um gigante com tamanho e peso de impressionar. O melhor técnico de áudio que conheci. Capaz de ser premiado em festivais de cinema como responsável pelo som direto mesmo em filmes horríveis. Grande papo, regado sempre a generosas doses de uísques, disfarçadas com muita água e gelo, valoriza como poucos a sabedoria do caboclo. Certa vez, contou ele, um engenheiro eletrônico contratado por uma grande emissora de televisão precisou averiguar o alcance do sinal da nova antena. E saiu ele, mato adentro, até vislumbrar uma casinha com antena parabólica. Não pestanejou, bateu na porta e chamou o dono da casa. Surgiu um capiau, carregando todos os estereótipos possíveis de um jeca tatu de romance. O moço da cidade, bem formado, se apresentou e indagou:

– Na televisão do senhor, há uma boa recepção de áudio e vídeo?

Educado, o capiau respondeu:

– Ô doutor, disso que o senhor tá falando entendo direito não. Mas aqui funciona assim: quando tem proseio, não tem figura; quando tem figura, não tem proseio.

O engenheiro entendeu.

2) Paulo Cezar Martins, vulgo Tubão. Engenheiro casado desde sempre com a dona Sílvia. Pai, avô, uma figuraça. Tentou sair do interior, mas o interior nunca saiu dele. Conhece gente em todas as cidades em volta de Rio Preto. Sabe o nome de um excelente restaurante em Bálsamo; onde se toma uma cerveja gelada em Monte Aprazível; e a melhor feijoada de Mirassol. Certa vez conversava com ele no Kiberama, ponto das fofocas políticas não virtuais de Rio Preto, quando chegou um candidato a prefeito. Depois da rápida campanha, conhecida como corpo a corpo (sem sacanagem), o postulador foi pedir votos em outras paragens. Nem bem havia dobrado a esquina, Tubão cravou:

– Esse é uma curva de rio pequeno, só junta tranqueira.

Não conhecia a expressão, achei ótima. Hoje, lembrando dessa época, quase 25 anos depois, vejo que a sabedoria popular é para sempre e serve para ilustrar bem a realidade. Este governo, por exemplo, tem uma péssima imagem e não tem proseio possível. É, ainda, curva de rio pequeno: nenhum outro presidente seria capaz de juntar tanta tranqueira numa administração só.

Continuo amigo dos dois e nos falamos com frequência.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores