Prefeitura do Cabo

26/09


2017

Odebrecht exibe recibos de doações ao Instituto Lula

Folha de S.Paulo

A Polícia Federal anexou a inquéritos da Lava Jato, na última quinta-feira (21), recibos apresentados pelo empresário Marcelo Odebrecht que indicam doações de R$ 4 milhões ao Instituto Lula. Os recibos referem-se a quatro doações –cada uma de R$ 1 milhão. Também foi entregue uma troca de e-mails entre Odebrecht e executivos da empresa, na qual falam desses repasses.

As doações já haviam sido citadas pelo empresário ao juiz Sergio Moro, no depoimento do dia 4 de setembro. Odebrecht afirmou que os valores foram debitados da planilha "Italiano", que, segundo ele, era uma espécie de conta de propina que mantinha com Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o empresário, os e-mails só foram entregues em agosto deste ano porque não teriam sido encontrados na época em que fechou acordo com as autoridades.

À Polícia Federal, Odebrecht afirmou que as cópias dos recibos foram extraídas do computador de Fernando Migliaccio, executivo da empresa, "juntamente com os impressos dos emails, que corrobora que os valores foram efetivamente descontados da planilha italiano, senão não haveria razão para estar de posse dele".

"Italiano disse que o Japonês vai lhe procurar para um apoio formal ao inst de 4m (nao sabe se todo este ano, ou 2 este ano e 2 do outro). Vai sair de um saldo que o amigo de meu pai ainda tem comigo de 14 (coordenar com HS no que tange ao Credito) mas com MP no que tange ao discurso pois será formal", disse Odebrecht em um dos e-mails trocados com executivos do grupo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca

Confira os últimos posts



20/10


2018

TSE e MP devem resposta sobre manipulação eleitoral

Bolsonaro deveria condenar ataques a jornalista

Blog do Kennedy

Como o financiamento privado de pessoa jurídica foi proibido no Brasil, é grave a informação de que empresários que apoiam Jair Bolsonaro estão contratando disparos em massa nas redes sociais. Se for comprovada tal tentativa de manipulação, trata-se de crime eleitoral que poderá resultar na cassação da chapa.

Reportagem de ontem da “Folha de S.Paulo”, feita pela jornalista Patrícia Campos Mello, revelou que empresas estão comprando pacotes de mensagens conta PT para distribuição em massa no WhatsApp _inclusive com ação planejada para acontecer a uma semana do segundo turno de 28 de outubro.

Essa notícia vai além da enxurrada de fake news que tem assolado a eleição presidencial a favor do candidato do PSL. O ponto principal é que as empresas não podem, de acordo com a legislação, fazer esse tipo de contrato em massa. Essa prática pode ser enquadrada como caixa 2.

As instituições brasileiras, como a Justiça Eleitoral e o Ministério Público Federal, costumam agir com rapidez para punir o PT e o ex-presidente Lula. Agora, deveriam dar uma resposta ágil e clara em relação à revelação da “Folha de S.Paulo”.

Pedidos do PT e do PDT de punição a Bolsonaro vão seguir o trâmite jurídico para produzir eventual resultado. Isso é diferente de uma providência rápida da Justiça Eleitoral e do Ministério Público Federal para notificar empresas e empresários a fim de impedir disparos em massa de mensagens que contrariam frontalmente a lei. Isso dá para fazer logo. Aliás, já deveria ter sido feito pelas instituições competentes, sob pena de omissão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Gravatá

20/10


2018

PT não ganha no tapetão; WhatsAppgate não embaixo dele

Helena Chagas - Blog Os Divergentes

Parte do establishment e da imprensa não comprou a história do WhatsAppgate e age como se fosse mais uma denúncia comum de uma campanha comum sobre as mesmas coisas comuns que o PT sempre fez na Internet. Só que não é. Antes mesmo da denúncia da Folha de S.Paulo, quem frequenta minimamente as redes vinha recebendo sinais de que algo muito forte se passava em seus subterrâneos. Mas parece haver, inclusive na maioria do eleitorado, um sentimento de que Jair Bolsonaro já ganhou e que nada que aconteça a esta altura vai mudar isso. É como se estivesse todo mundo já cansado de campanha e eleição, torcendo para o domingo 28 vir e acabar logo com isso.

As pesquisas, que petrificaram o quadro de vitória de Bolsonaro por larga vantagem sobre Haddad, confirmam essa percepção. E é mesmo praticamente impossível que o candidato do PT venha a virar mais de dois milhões de votos em oito dias. Nem por isso é o caso de se varrer para baixo do tapete este que pode ser o maior escândalo eleitoral da história do país.

Não é café pequeno, e todo mundo com um mínimo de discernimento sabe disso. Ainda não está clara a amplitude do esquema, e até mesmo o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, com todos os cuidados que deve ter, admitiu que a “onda” que levou Bolsonaro e alguns candidatos nanicos a governador aos primeiros lugares na eleição pode ter sido influenciada por isso.

Só que o WhatsAppgate, em vez de mais um escândalo a ser investigado, está sendo interpretado como apenas mais uma jogada do PT para ganhar no tapetão. O PT não vai ganhar no tapetão, até porque não há mais nem tempo para isso. Mas a investigação do esquema vai bem além disso, por comprometer a lisura de todo o sistema eleitoral.

A imprensa internacional está abrindo manchetes. Se não houver uma investigação séria e isenta, vamos caminhar para consolidar aquela imagem de república bananeira, recuperada nos últimos tempos. Está nas mãos do TSE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Camaragibe

20/10


2018

Condenado na Lava Jato, solto ex-deputado André Vargas

Vargas já cumpriu um terço da pena e iniciou pagamento de indenização

Estelita Hass Carazzai – Folha de S.Paulo

O ex-deputado federal André Vargas, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato, foi solto nesta sexta-feira (19) após cumprir um terço da pena e iniciar o pagamento da reparação de danos ordenada pela justiça. 

A decisão de conceder liberdade condicional ao político foi da 2a Vara de Execuções Penais de Curitiba.

 A juíza Luciani Tesseroli Maronezi entendeu que Vargas apresentou comportamento satisfatório e começou a pagar, em prestações, a indenização de R$ 1,1 milhão a que foi condenado. Serão 72 parcelas de R$ 15 mil. 

O ex-deputado petista deixou o Complexo Médico Penal, na região metropolitana de Curitiba, à tarde. Estava detido havia três anos e meio. 

Vargas, que chegou a ser vice-presidente da Câmara de Deputados e acabou cassado após ser acusado de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, foi o primeiro político condenado na Lava Jato, em setembro de 2015. 

Ele foi acusado de receber propina de contratos de publicidade da Caixa Econômica e do Ministério da Saúde.

O político tem condenações em três processos, das quais ainda recorre. Ele se desfiliou do PT em 2014. 

As advogadas Nicole Trauczynski e Elisa Blasi, que defendem o político, afirmaram que a decisão foi acertada e que Vargas cumpriu “todos os requisitos legais”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Olinda Dia e Noite

20/10


2018

Pesquisas antecipam o fim da hegemonia de Lula

Josias de Souza

Nas últimas quatro sucessões presidenciais, Lula mandou e, sobretudo, desmandou no poder federal. Elegeu-se duas vezes. E transformou Dilma Rousseff num conto do vigário no qual o eleitorado caiu um par de vezes. Esse poder hegemônico de Lula, informam todas as pesquisas, está com os dias contados. Acabará no próximo dia 28 de outubro.

Deve-se o infortúnio de Lula ao próprio Lula, que conseguiu converter Fernando Haddad, seu segundo poste, em candidato favorito a transformar Jair Bolsonaro no próximo presidente da República. Lula escolheu seu próprio caminho para o inferno ao imaginar que poderia prevalecer impondo uma nova solução doméstica petista.

Preso, Lula sabia que sua foto dificilmente estaria na urna de 2018. Poderia ter transferido eleitores para um candidato fora dos quadros do PT. Tinha em Ciro Gomes uma versão livre do contágio da Lava Jato. Mas preferiu a aposta mais arriscada. Ao lançar um poste do PT, descobriu que o antipetismo é, hoje, mais forte que o lulismo. Lula chega ao fim da sua era como cabo eleitoral da ultradireita.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2018

Eleição 2018 da OAB tem chapa única

Foi protocolada, na manhã de hoje, a inscrição da chapa “Advocacia Unida. OAB Mais Forte”, encabeçada pelo advogado Bruno Baptista, que será a única a disputar a Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco (OAB-PE) para o triênio 2019-2021. A vice-presidente é a advogada e professora Ingrid Zanella. Na OAB-PE, Bruno já ocupou os cargos de conselheiro seccional, secretário-geral adjunto, diretor-tesoureiro e atualmente preside a Caixa de Assistência aos Advogados de Pernambuco (CAAPE). No total, a chapa é composta por 103 nomes incluindo toda a Diretoria, Conselho Federal, Conselho Seccional e CAAPE.

“É um desafio muito grande representar este grupo de pessoas que, há mais de 12 anos, vem se dedicando à advocacia pernambucana. Estamos unidos e partimos, agora, para fazer uma gestão não de continuísmo, mas de continuidade, cada vez mais próxima dos advogados, mantendo as políticas que estão dando certo, ampliar e melhorar os projetos. Queremos deixar a OAB ainda mais perto também do interior. Tanto da Região Metropolitana quanto do interior, além das mulheres advogadas, os jovens recém-ingressos na carreira, etc. Faremos com que todos se sintam representados.  Por isso que o nome da nossa chapa é “Advocacia Unida. OAB Mais Forte”, explicou Bruno Baptista.

Além do atual presidente Ronnie Duarte – que é candidato a conselheiro federal na mesma chapa – a inscrição contou com a presença dos ex-presidentes da Ordem, Jayme Asfora e Henrique Mariano; do atual presidente da Escola Superior de Advocacia Ruy Antunes (ESA), Carlos Neves – que também é candidato à representação de Pernambuco no Conselho Federal -, além de conselheiros seccionais, presidentes das OABs do interior, membros de comissões, entre outros. Duarte falou para os advogados e ressaltou a união de todos em torno do nome de Bruno e o fato inédito de que, em toda a história da Seccional Pernambuco, nunca houve uma eleição com chapa única.  “Nós tivemos incontáveis provas de compromisso e de desprendimento por todos que fazem parte desse grupo. Com tudo isso, se faz justiça a alguém que, há 9 anos, tem um grande protagonismo dentro das gestões da Ordem e que merece, e muito, presidir a OAB-PE”, ressaltou o atual presidente, referindo-se ao candidato.

“A candidatura de Bruno Baptista é um sopro de renovação na OAB. É termos uma Ordem apetrechada e preparada para tempos que, infelizmente, se avizinham sombrios no Brasil. A entidade tem que se manter como baluarte da defesa dos direitos humanos, da nossa Constituição que, hora vai e hora vem, surgem propostas para mexer no que ela tem de mais sagrado e importante que são os direitos e garantias fundamentais e a liberdade de imprensa, por exemplo. Precisamos de uma OAB que lute contra a interferência nos poderes constitucionais como a Procuradoria Geral da República, o Judiciário e, sobretudo, em favor da democracia. Em Pernambuco, temos vários males a combater e a OAB precisa atuar contra eles – como as regalias indevida, o nepotismo e as oligarquias que ainda existem. Além, claro, da defesa corporativa da classe que precisa avançar, principalmente, no que eu acho mais importante: trazer a advocacia mais simples de volta para a Ordem”, analisou o ex-presidente, Jayme Asfora.

Para o também ex-presidente, Henrique Mariano, “o dia de hoje é de muita felicidade para a advocacia pernambucana.  O nosso candidato, Bruno Baptista, que é um dos colaboradores mais distintos que a OAB já teve nos últimos anos, oficializa sua candidatura à Presidência da Seccional Pernambucana. Temos toda a confiança de que Bruno manterá a OAB-PE no seu caminho de independência, de autonomia, de altivez e de parceria com a sociedade pernambucana e com os advogados do Estado”, conclui Mariano.  As eleições da OAB-PE acontecem no dia 19 de novembro e os advogados escolherão as novas gestões da Seccional Pernambuco e também nas 25 Subseccionais existentes. Os advogados inscritos diretamente na OAB-PE e aqueles vinculados à Subseccional de Olinda votarão no Classic Hall. Os demais, nos endereços divulgados no site da Ordem. Estão aptos a votar apenas os advogados em dia com a OAB-PE até esta sexta-feira, ou seja, 30 dias antes do pleito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Coitado do kit gay. ... LulaTáPresoBabaca.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Analistas políticos avaliam derrota do candidato do PT Hadad (kit gay) por uma diferença de 30 Milhões de votos.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!


Prefeitura de Carpina

19/10


2018

Gleisi pede ao TSE agilidade na tramitação de ação do PT contra Bolsonaro

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou, hoje, que pediu celeridade à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, para decidir sobre medidas cautelares pedidas em uma ação do partido que pede que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) seja declarado inelegível por oito anos.

Gleisi e representantes de PROS, PCdoB, PSB, PSOL e PCB participaram de audiência durante a tarde no gabinete da presidente do tribunal.

“Ontem nós entramos com ação aqui, com pedidos cautelares para fazer buscas e apreensões, e até agora nós não tivemos decisão do tribunal. Inclusive, a petição já se tornou pública, o que pode levar à destruição de provas. [...] O que nós pedimos é que o tribunal possa agilizar os prazos”, disse a petista.

O pedido do PT foi apresentado em razão de reportagem do jornal "Folha de S.Paulo" que relata casos de empresas apoiadoras de Bolsonaro que supostamente compraram pacotes de disparo de mensagens contra o PT por meio do WhatsApp. Bolsonaro nega irregularidades.

Segundo Gleisi, a ministra afirmou que as primeiras decisões podem sair até este sábado, mas que "o tribunal vai tratar o processo legal como se numa normalidade estivéssemos”.

“Isso nos preocupa muito. Nós estamos numa situação muito diferenciada, que pode levar, e levou no primeiro turno, à indução do voto do eleitor por uma fábrica de mentiras”, reclamou Gleisi.

A presidente do PT também afirmou que pretende pedir uma investigação sobre a conta no WhatsApp de um dos filhos de Bolsonaro, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), senador mais votado nas eleições deste ano.

Hoje, ele afirmou em suas redes sociais que teve o seu número de telefone banido "do nada" pelo WhatsApp. A empresa confirmou que a conta foi banida e alegou “comportamento de spam”.

“Tanto isso [divulgação de notícias falsas] é verdade que o próprio WhasApp já suspendeu várias contas ligadas a ele, de empresas e de pessoas, inclusive do filho do Bolsonaro”, afirmou Gleisi.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Neonazistas. Reviravolta na eleição presidencial do Brasil, vê imprensa internacional. Os principais jornais do mundo — New York Times, The Guardian, Le Monde, etc. — veem reviravolta na disputa presidencial do Brasil após o Bolsolão, o uso de caixa 2 na campanha de Jair Bolsonaro (PSL) para espalhar notícias falsas pelo WhatsApp.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

É isso aí presidente da maior organização criminosa que o Brasil já teve. Uma simples denúncia de um jornal comprado e que recebeu mais de 20 milhões do desgoverno petralha tem de provar. Agora basta acusar sem provas e o MPF, PF e a Justiça vai apurar. Folha e Gleisi eu estou aqui fazendo campanha para o Bolsonaro, como também no WhatsApp. Estou esperando a PF ou ser convocado pela justiça. Assim como eu, 50 milhões de pessoas estão aguardando ser processado. Tchau queridos.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Analistas políticos avaliam derrota do candidato do PT Hadad (kit gay) por uma diferença de 30 Milhões de votos.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!


ArcoVerde

19/10


2018

Será o fim do Rede de Marina Silva?

O Rede, de Marina Silva, corre o risco de sair de cena. Com a eleição de apenas um deputado, a indígena Joenia Wapichana, de Roraima, chegou-se a considerar a possibilidade de o partido se fundir com o PV, de Eduardo Jorge, ex-vice de Marina, para atender à legislação, que exige a eleição de deputados em pelo menos nove Estados para que uma sigla tenha vida própria no Congresso.

Só que, de acordo com a revista Isto É, o artigo 29 da nova lei, veda a fusão ou incorporação de partidos políticos que tenham obtido o registro há menos de cinco anos, que é o caso do Rede, cujo registro definitivo é de 2015. Resultado: as idas e vindas de Marina, na sua sina de desaparecer por quatro anos e ressurgir das cinzas para disputar eleição, podem ter chegado ao seu último capítulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. E o kit gay Digital!

Fernandes

O MOLHO AZEDOU! Bolsonaro também usa Facebook para espalhar fake news, diz Folha. Reportagem da Folha de S. Paulo, nesta sexta (19), traz nova denúncia sobre a indústria de notícias falsas na campanha de Jair Bolsonaro (PSL). Segundo a matéria, além do WhatsApp, o aplicativo Facebook também é utilizado para espalhar as fake news. Os anúncios pagos têm a finalidade de atacar o adversário Fernando Haddad (PT) e elogiar e fazer propaganda ilícita para o ex-militar. O esquema criminoso consiste no impulsionamento de conteúdo (pagamento) nas redes sociais por terceiros. A lei eleitoral prevê que apenas candidatos, partidos políticos, coligações e seus representantes possam utilizar este recurso.

marcos

Coitado do kit gay. .... LulaTáPresoBabaca.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Analistas políticos avaliam derrota do candidato do PT Hadad (kit gay) por uma diferença de 30 Milhões de votos.


BM4 Marketing

19/10


2018

Bolsonaro: Sempre tive compromisso com a liberdade de imprensa e internet

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, afirmou, hoje, que sempre teve compromisso com a liberdade de imprensa e internet.

Bolsonaro continua fazendo campanha e conversando com eleitores por meio da internet. Ele passou a manhã desta sexta em casa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

"O nosso compromisso sempre foi com a liberdade de imprensa e internet. Hoje está claro como água a essência de meus adversários tentando calar quem pensa diferente. Basta analisar atitudes, o plano de governo e os países que se inspiram! Nada além da simples verdade!", escreveu no Twitter.

Em outra mensagem no Twitter, ele falou do potencial turístico do Brasil que, segundo o candidato, "recebe um número baixíssimo de estrangeiros" principalmente pela falta de infraestrutura e violência."

"Nossa meta dele é explorar essa capacidade ao máximo, tornando a atividade um dos carros-chefe de nossa economia", disse Bolsonaro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Analistas políticos avaliam derrota do candidato do PT Hadad (kit gay) por uma diferença de 30 Milhões de votos.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

Fernandes

Não chora marcos neonazista, vou mandar um WhatsApp do kit para você, e para seu filho!


Asfaltos

19/10


2018

Efeito Dilma pesa sobre Haddad nesta eleição

A pesquisa Datafolha divulgada ontem traz o efeito negativo do governo Dilma Rousseff sobre o candidato do PT, Fernando Haddad. Segundo o blog do Valdo Cruz, o levantamento mostra que, para os entrevistados, Haddad faz mais promessas que não serão cumpridas e não é o mais preparado para combater o desemprego.

Na eleição de 2014, Dilma ganhou a eleição do tucano Aécio Neves com promessas na área econômica que, depois, não cumpriu. Pelo contrário, adotou um receituário que ela criticava. Acabou sendo acusada de estelionato eleitoral e gerando uma das piores recessões na economia brasileira. O resultado foi o aumento do desemprego no país.

Durante a atual campanha, Fernando Haddad buscou esconder a gestão Dilma Rousseff. No início, tinha até dificuldades em admitir os erros cometidos pela petista. Depois, passou a reconhecê-los, mas sempre com atenuantes. Só que a imagem negativa do período dilmista parece ter colado no atual candidato do PT.

Segundo a pesquisa Datafolha, 48% dos entrevistados apontam que Fernando Haddad é o candidato que faz mais promessas que não poderão ser cumpridas. Jair Bolsonaro (PSL) foi citado por 33% dos entrevistados. O resultado é um sinal de uma associação de Haddad com o último governo de Dilma Rousseff à frente da Presidência.

O PT parece ter perdido também um discurso que sempre explorou eleitoralmente, mas tendo como referência os dois mandatos do governo Luiz Inácio Lula da Silva, quando foram gerados mais de 10 milhões de empregos. No levantamento do Datafolha, Bolsonaro surge na frente de Haddad como o candidato mais preparado para combater o desemprego: 47% a 37%.

Também na área social Fernando Haddad amarga uma reação negativa do eleitorado ao PT. Na pergunta sobre o candidato mais preparado para gerir a área da saúde, Bolsonaro tem 44%, contra 39% do petista.

Até na área em que Haddad foi ministro, a Educação, o cenário não é positivo para ele. Bolsonaro e Haddad aparecem empatados quando o eleitor é questionado sobre qual candidato pode gerir melhor o setor: 45% para o deputado do PSL contra 43% do petista.

Haddad só ganha de Bolsonaro quando o entrevistado é questionado sobre qual candidato representa mais os pobres.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

Fernandes

Reviravolta na eleição presidencial do Brasil, vê imprensa internacional. Os principais jornais do mundo — New York Times, The Guardian, Le Monde, etc. — veem reviravolta na disputa presidencial do Brasil após o Bolsolão, o uso de caixa 2 na campanha de Jair Bolsonaro (PSL) para espalhar notícias falsas pelo WhatsApp.

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Coitado do kit gay, vai levar uma lapada de 30 Milhões de votos. LulaTáPresoBababca.

Fernandes

Não chora marcos neonazista, se você ainda não é frango procura hadad que ele te dá a Cartilha gay.



19/10


2018

FBC destina R$ 2 mi ao orçamento da União para proteção a mulheres e idosos

Sete emendas propostas pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA-2019) foram aprovadas por três comissões do Senado. Duas delas, apresentadas à Comissão de Direitos Humanos (CDH), destinam um total de R$ 2 milhões ao orçamento da União do próximo ano para ações no âmbito das políticas de Igualdade e Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“São recursos direcionados ao Ministério dos Direitos Humanos para o financiamento de ações de proteção a mulheres vítimas de violência, previstas na Lei Maria da Penha e em outras legislações”, explica Fernando Bezerra. A outra metade dos investimentos é destinada ao fortalecimento, implementação e execução de serviços e obras voltados às pessoas com deficiência. “Uma forma de estimularmos a participação social nas políticas públicas estaduais e municipais por meio dos conselhos e de outros órgãos de defesa dos direitos das pessoas com deficiências”, acrescenta o senador.

Outras duas emendas de Bezerra Coelho ao PLOA-2019 foram aprovadas pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Uma delas assegura recursos para o desenvolvimento de micro e pequenas empresas e também do artesanato. A outra emenda é voltada ao financiamento do Projeto KC-X.

Trata-se do desenvolvimento de aeronaves de transporte militar e reabastecimento em voo, em substituição aos aviões C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com o Projeto KC-X, as novas aeronaves também permitirão ao Estado brasileiro promover ações como apoio a calamidades públicas – como é o caso de enchentes, desabamentos e incêndios – e, ainda, ajuda humanitária internacional.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Você quer que seu filho seja GAY? ........ /// .... O CANDIDATO DO KIT GAY. ........//////.....“Kit gay” preparado pela gestão de FERNANDO HADDAD na educação foi o primeiro a propor “transgêneras” em banheiro feminino. Esse rapaz sempre dando boas idéias… Lembram-se do material preparado pelo Ministério da Educação, sob o comando de Fernando Haddad, para ser veiculado nas escolas? Um deles fazia a apologia da bissexualidade: dizia que um bissexual tem 50% a mais de chance de ter com quem sair no fim de semana já que gosta de meninas e meninos. Por Reinaldo Azevedo



19/10


2018

Prefeito do Cabo, Lula Cabral é preso em operação da PF

Do JC

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR), Lula Cabral, foi preso em operação contra fraudes no instituto previdenciário, na manhã de hoje. O mandado de prisão faz parte da Operação denominada "Abismo", da Polícia Federal (PF), busca a desarticulação de uma empresa que cometia fraudes em institutos previdenciários em vários estados do País.

De acordo com a PF, as investigações da operação tiveram início em março deste ano e apontam que foram transferidos mais de R$ 90 milhões de reais do instituto previdenciário do Cabo, que antes se encontravam investidos em instituições sólidas, para fundos de investimento compostos por ativos “podres”. Isso significa que não tem lastro e com uma grande probabilidade de inadimplência futura. Este esquema coloca o risco de pagamento da aposentadoria dos servidores do município e há possibilidade de já estarem prejudicados com a ação. 

Hoje, houve cinco mandados de prisão no Estado, e até o fim da manhã, quatro já haviam sido cumpridas. Estão sendo cumpridos 18 mandados de busca, dois mandados de prisão temporária e quatro de prisão preventiva. O Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região autorizou o sequestro e o bloqueio dos bens e valores depositados em contas bancárias no nome dos investigados.  

Os suspeitos estão sendo indiciados por lavagem de dinheiro, associação criminosa, crimes financeiros, corrupção ativa e passiva. A pena desses crimes ultrapassa 30 anos de reclusão. Os presos serão levados para a sede da Polícia Federal, na área central do Recife, onde deverão prestar depoimento e serão encaminhados para o sistema prisional.

Esquema

De acordo com a delegada da PF, Andrea Pinho, dentro do esquema havia uma empresa de fundos de investimentos que atuava de forma irregular. "Para conseguir captar clientes, ela se associou a lobistas, principalmente, aqui em Pernambuco, para fazer fundos de captação milionários. Como é o caso do instituto desta cidade, em que houve a transferência de quase cem milhões de reais", explica a delegada.

De acordo com o também delegado da PF, Márcio Tenório, lobistas, funcionários, o prefeito e parentes ligados ao instituto previdenciário. "A gente nesse esquema, a associação criminosa, lavagem de dinheiro e crime contra ao fundo previdenciário. A investigação aponta que 50% de parte deste dinheiro já estava nesses fundos garantidos. Eles não poderiam mexer nesses fundos", confirma o delegado.

Números da operação

Segundo a investigação, que ocorre sob sigilo de justiça, houve a atuação de 220 policiais federais em cumprimento de sessenta e quatro ordens judiciais. No total, foram sendo 42 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária, nos estados de  São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal. Estão sendo presos, empresários, lobistas, advogados, políticos, religiosos e outras pessoas que de uma forma tem participação com o esquema criminoso.

As medidas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores depositados em contas em nome dos investigados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista, vou mandar um WhatsApp do kit para você, e para seu filho!

marcos

Você quer que seu filho seja GAY? ........ /// .... O CANDIDATO DO KIT GAY. ........//////.....“Kit gay” preparado pela gestão de FERNANDO HADDAD na educação foi o primeiro a propor “transgêneras” em banheiro feminino. Esse rapaz sempre dando boas idéias… Lembram-se do material preparado pelo Ministério da Educação, sob o comando de Fernando Haddad, para ser veiculado nas escolas? Um deles fazia a apologia da bissexualidade: dizia que um bissexual tem 50% a mais de chance de ter com quem sair no fim de semana já que gosta de meninas e meninos. Por Reinaldo Azevedo



19/10


2018

Detran autuou 229 motoristas entre os dias 11 e 18

As Operações Trânsito Seguro – OTS, e Rota de Fuga – ORT, do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, juntas, no período de 11 a 18 de outubro, abordaram 1100 veículos em blitzes nas cidades de Recife, Olinda, Paulista, Cabo, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru e Gravatá, além das áreas de praia de Porto de Galinhas, Ilha de Itamaracá e Maria Farinha, e as orlas de Olinda, Boa Viagem e Piedade, onde a ênfase foi na educação, fluidez e teste de alcoolemia.

Na ação, que contou com a parceria da Polícia Militar e do Batalhão de Policiamento de Trânsito, dos 1100 veículos abordados, 229 condutores foram autuados por não uso do cinto de segurança, inclusive no banco traseiro; falar ao celular durante a condução do veículo; não portar Carteira Nacional de Habilitação – CNH, e documento de porte obrigatório (Certificado de Registro e Licenciamento de Veiculo – CRLV); dirigir sob o efeito de álcool; falta de equipamento obrigatório de segurança; e carregar criança sem o uso da cadeirinha. Desses, 55 tiveram o veículo removido para o depósito do Órgão; foram realizados 455 testes de alcoolemia e 15 condutores foram autuados por recusarem a realizar o teste de alcoolemia.  

A OTS tem como foco infrações do cotidiano, comuns nas ruas e avenidas, sempre garantindo o cumprimento das leis e da fluidez do trânsito. Já a ORT, que foge do modelo convencional de blitz estática e mobiliza as equipe para que os agentes se posicionem estrategicamente, a fim de impedir a evasão dos infratores, tem como objetivo principal coibir a realização de manobras perigosas nas vidas como calçadas, colocando em risco a segurança no trânsito, inclusive dos pedestres.

De acordo com o diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, os agentes de trânsito estão nas ruas para garantir aos cidadãos mais tranquilidade. Durante as blitzes, eles também ensinaram aos pais de como devem ser usadas as cadeirinhas com segurança. “É importante que cada um faça seu papel e pedimos aos condutores prudência na hora de dirigir e não fazer a mistura fatal que é álcool e direção, porque se for necessário agiremos com coercitividade. O Detran também está participando da Operação Octopus, disponibilizando agentes de trânsito da ORF e OTS, guinchos, viaturas e motos, sendo parceiro da PM-PE, com foco na diminuição de acidentes e da violência”, destacou Ribeiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2018

A convicção para mudar o Brasil

Por Álvaro Robério de Souza Sá*

O tempo é de grande dificuldade, entretanto, enquanto eu tiver capacidade de estudar e ter um livro pra ler ao invés de uma arma, ainda, estarei disposto a encontrar soluções para minha vida e para a sociedade.

O tempo é de menos egoísmo, mais coletividade e mais paixão pelo o que se propor a fazer. Estejamos no setor privado ou público precisamos fazer o correto, o honesto e, principalmente, cuidarmos uns dos outros. Como fazemos isso? Atendendo bem as pessoas, compartilhando conhecimento, incentivando o crescimento e desenvolvimento, se reinventando, esquecendo da ruína da nação e aproveitando a oportunidade para virar essa página mas, principalmente, dando o melhor de nós para isso acontecer.

Uma pequena atitude pode mudar o nosso futuro. Você como eu sabe que qualquer um que for eleitor não vai resolver os nossos problemas, porque a solução somos nós.

Precisamos construir uma vida incorruptível, somente assim para vencer os desafios do nosso país.
A partir do momento que nós formos honestos, íntegros, corretos, conscientes e humildes ao ponto de servir para ser servido mudaremos essa realidade; por mais que o sistema seja rígido, capitalista e egoísta, ainda, assim, acredito que as muitas mãos da nação podem mudar essa realidade.

Não é com o 13 ou 17 que iremos conseguir isso, é colocando em primeiro lugar as coisas corretas, honestas e que realmente sejam base para uma vida melhor, tais como: saúde, educação, lazer, esporte, serviço social e investimento para gerar emprego e renda.

A política é fundamental, mas não é a única forma de se fazer, pois essa ciência só tem sentido quando é feita pelo povo e para o povo. A eleição, o presidente, o governador, o senador, o deputado, o vereador vão passar, mas as nossas atitudes é que vão permanecer hoje, e sendo o reflexo do amanhã.

Não existe caminho fácil na ditadura ou na democracia, mas ainda acredito que se uma corrente positiva, com um pensamento honesto e íntegro começar a fazer parte do nosso cotidiano, certamente, irá atingir as instituições, irá desburocratizar o sistema, irá gerar nas pessoas o desejo de fazer um país melhor para se viver melhor.

Gosto muito de debater política, mas cheguei a um ponto que despertar as pessoas para fazer o correto, serem compreensivas e levar a paz, a esperança e o conhecimento é mais importante do que procurar soluções complicadas que, na verdade, devem ser simples. A mudança começa comigo, com você e com todos nós juntos e unidos, olhando para além de nós mesmos, pois só assim mudaremos o Brasil.

*Graduando em Ciências Econômicas (UFRPE/UAST) e História (Unicesumar)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora marcos neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

marcos

Não chore Mortadela, vou mandar um WhatsApp do kit gay para você!

Fernandes

Quem se elege por WhatsApp pode fechar o Congresso por WhatsApp. Calar-se diante do maior escândalo eleitoral da história do Brasil e cuja consequência previsível – se não for contido - será a destruição da democracia como a conhecemos atualmente deverá pesar na consciência da presidente do TSE até o fim da vida. A sua pusilanimidade, despreparo e omissão permitem o avanço de uma chapa impulsionada por crimes eleitorais em série e que afronta e ameaça os políticos, o Poder Judiciário e o futuro do Brasil e dos brasileiros.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

A Folha e seu desespero. Acabou a mamata de receber dinheiro público, como os mais de 220 milhões que receberam do desgoverno petralha. Bolsonaro 17 e tchau esquerda corrupta.

marcos

Chora não mortadela, relaxa senão não encaixa



19/10


2018

Robôs pró-Bolsonaro em ação

A 9 dias do segundo turno das eleições 2018, cresceu a atuação de robôs no Twitter, com destaque para os pró-Jair Bolsonaro (PSL), que respondeu por 70,7% dos tuítes identificados como sendo gerados por máquinas, segundo o Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não chora neonazista Campanha de hadad envia cartilha gay via WhatsApp. É o kit gay Digital!

ALQUIMISTA

A ptzada da acabando o estoque do Rivotril recado ptzada estamos votando é contra o PT esse partido de ladrões..

Fernandes

Quem se elege por WhatsApp pode fechar o Congresso por WhatsApp. Calar-se diante do maior escândalo eleitoral da história do Brasil e cuja consequência previsível – se não for contido - será a destruição da democracia como a conhecemos atualmente deverá pesar na consciência da presidente do TSE até o fim da vida. A sua pusilanimidade, despreparo e omissão permitem o avanço de uma chapa impulsionada por crimes eleitorais em série e que afronta e ameaça os políticos, o Poder Judiciário e o futuro do Brasil e dos brasileiros.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Estou revoltado. Estão me chamando de Robô. Toda população do Brasil virou Robô. Bolsonaro neles, não no Robô e sim nessa canalha petralha.

Fernandes

Revista Veja: Processo contra Bolsonaro tem relator definido no TSE A ação movida para que o Tribunal Superior Eleitoral investigue a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) foi distribuída na corte e terá como relator o ministro Jorge Mussi, corregedor-geral eleitoral. O processo está baseado em uma reportagem da Folha de S.Paulo segundo a qual empresas pagaram, em contratos que chegariam a 12 milhões de reais, pelo envio em massa de conteúdos contra o petista no WhatsApp.



19/10


2018

A charge do dia


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

DATAFOLHA: METADE DA POPULAÇÃO ACREDITA QUE HÁ CHANCE DE NOVA DITADURA NO BRASIL. Pesquisa do Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 19, traz um dado grave sobre o risco que corre a democracia brasileira em meio à possibilidade do candidato da extrema-direita, Jair BNolsonaro (PSL), vencer as eleições. Segundo o Datafolha, para 50% da população acredita que há alguma chance de haver uma nova ditadura no Brasil. 31% disseram que há muita chance, 19% afirmaram que há um pouco de chance, enquanto 42% disseram que não nenhuma chance de haver uma nova ditadura.

Fernandes

Revista Veja: Processo contra Bolsonaro tem relator definido no TSE A ação movida para que o Tribunal Superior Eleitoral investigue a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) foi distribuída na corte e terá como relator o ministro Jorge Mussi, corregedor-geral eleitoral. O processo está baseado em uma reportagem da Folha de S.Paulo segundo a qual empresas pagaram, em contratos que chegariam a 12 milhões de reais, pelo envio em massa de conteúdos contra o petista no WhatsApp.

Fernandes

ESCÂNDALO DO BOLSOLÃO É DESTAQUE NO THE NEW YORK TIMES. O escândalo do Bolsolão - compra ilegal de disparos de mensagens em massa pelo WhatsApp - já é destaque internacional estampa as homes dos principais jornais do mundo. O The New York Times explica: \"as acusações seguem uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, dizendo que empresários ligados ao congressista Jair Bolsonaro financiaram a disseminação de notícias falsas no serviço de mensagens WhatsApp para beneficiar sua candidatura\".

Fernandes

KKKK. Se eu fosse neonazista ficava quieto. MORO, DIZ QUE CAIXA 2 É PIOR QUE CORRUPÇÃO, BOLSOLÃO!

Fernandes

ELEIÇÃO COM BOLSONARO É FRAUDE. A máquina de propaganda de Bolsonaro não é brasileira. Os filmes utilizam estética mais próxima aos documentários nazistas ou dos filmes americanos da Segunda Guerra. São sombrios, provocam sensações de medo e de tristeza. A narração é soturna. A tipologia dos letreiros não é nacional. Nem a trilha sonora. A campanha de Bolsonaro é tão anti-brasileira que nem jingle tem. Alguém já viu uma campanha presidencial brasileira sem música? A reportagem de Patrícia Campos Mello, hoje, na Folha, confirma as suspeitas de caixa 2 e de abuso de poder econômico da sua campanha. Um escândalo gigante que a Polícia Federal tem que apurar: muitos e graúdos empresários comprando impulsionamentos de mensagens ilegais anti-PT nas redes sociais que montam a muitos milhões de dólares – somente um dos contratos é de R$12 milhões.