Ipojuca

20/03


2017

Aloysio pede ao STF acesso à delação da Odebrecht

O Globo

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso ao conteúdo da delação premiada do ex-diretor da Odebrecht Carlos Armando Paschoal, conhecido como Cap. No pedido, a defesa do ministro citou reportagem do jornal “Folha de S. Paulo” informando que o delator teria passado R$ 500 mil, por meio de caixa dois, à campanha do tucano ao Senado, em 2010. A defesa do chanceler argumenta que ele só soube que foi citado na delação por meio da imprensa e precisa ter acesso aos depoimentos do delator para se defender.

Ainda segundo a “Folha de S. Paulo”, o delator afirmou aos investigadores da Lava-Jato que o pedido de doação foi feito pelo próprio Aloysio Nunes. O dinheiro teria sido entregue em três parcelas em hotéis da zona sul da capital paulista. Aloysio também pediu ao STF para ter acesso aos trechos das delações dos 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht em que ele tenha sido mencionado. O relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin, vai decidir se concede ou não o direito ao chanceler.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do São Francisco

Confira os últimos posts

21/05


2018

Maluf usará tornozeleira e entregará passaporte

Maluf na Justiça para conhecer as regras de sua prisão domiciliar

Luiz Vassallo e Julia Affonso - Estadão

O deputado afastado Paulo Maluf (PP/SP), de 86 anos, condenado por crime de lavagem de dinheiro a 7 anos e nove meses de reclusão, foi comunicado nesta segunda-feira, 21, no Fórum Criminal da Barra Funda, das condições que terá de seguir rigorosamente para permanecer em prisão domiciliar – regime que lhe foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal. Em audiência admonitória, ele soube que terá de usar tornozeleira eletrônica – desde que o Estado disponha do equipamento para mantê-lo sob vigilância ininterrupta.

Outras regras que o ex-prefeito de São Paulo está obrigado a cumprir: entregar em 24 horas seu passaporte e só sair de casa com autorização judicial ou para atendimento médico de urgência, desde que comunique este fato à Justiça em um dia.

Maluf foi condenado por lavagem de dinheiro que supostamente teria desviado dos cofres públicos quando exerceu o cargo de prefeito de São Paulo (1993/1996).

No dia 20 de dezembro do ano passado, o parlamentar foi preso por ordem do ministro Edson Fachin, relator da ação penal contra Maluf no Supremo.

Ele foi transferido para Brasília e começou a cumprir a pena na Penitenciária da Papuda.

Em 28 de março, o ministro Dias Toffoli pôs Maluf em casa, ao lhe conceder ‘prisão domiciliar humanitária’.

Além da idade avançada, a defesa alegou que Maluf tem doenças graves como câncer e diabetes, ‘com possibilidade de deterioração rápida do quadro clínico no caso de manutenção da prisão’ e hérnia de disco em estágio grave, com limitação severa de mobilidade. Depois. o Plenário do Supremo referendou a medida de Toffoli.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão de Itaparica

21/05


2018

Sonho

Carlos Brickmann

Alckmin espera mobilizar ao menos seu partido e, com grande tempo de TV, subir rapidamente nas pesquisas.

Espera também ser o candidato único do centro – aquele que terá a seu lado a maioria silenciosa para derrotar os radicais de esquerda ou de direita. Outro 

Mas há quem tente lançar um novo nome de centro: o de Josué Gomes da Silva, filho do falecido vice-presidente de Lula, José Alencar.

Josué diz que não é candidato, mas já criou um nome para usar como político: Josué Alencar. Josué seria um nome novo, mas filho de um político conservador que foi vice de um Governo que se apresentava como esquerdista.

Alckmin, atento, já lançou a possibilidade de ter Josué como seu vice.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Mata Norte

21/05


2018

De R$ 57 mil para R$ 33 mil: cortado salário de senador

Juíza detemina que salário do senador Cássio Cunha Lima deve ser ajustado ao teto

Com decisão, senador vai deixar de receber pelo menos R$ 23,5 mil por mês.

Do G1 PB

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) deve deixar de receber pelo menos R$ 23,5 mil por mês após uma decisão liminar da juíza federal Wanessa Figueiredo dos Santos Lima, da 2ª Vara da Justiça Federal na Paraíba, nesta segunda-feira (21). Ela determinou que a União cumpra o teto salarial do parlamentar, tendo em vista que Cássio já recebe R$ 23.500,82 como pensão especial de ex-governador da Paraíba. Por isso, a União vai ter que pagar apenas a diferença para alcançar o salário máxima, hoje de R$ 33.763,00.

Com essa decisão, o Senado terá a obrigação de pagar apenas R$ 10.262,18 ao senador Cássio Cunha Lima. Até então ele recebia, os R$ 23.500,82 como ex-governador e ainda R$ 33.763,00 como senador, segundo o portal do Senado. Ou seja, ao todo, ele estaria recebendo R$ 57.263,82.

Nesse caso, Cássio Cunha Lima deixa de receber parte do subsídio de senador, para equilibrar com o já recebe como ex-governador. “Como não podemos alterar o valor da pensão (verba estadual), diminuímos o valor a ser recebido por meio do subsídio (verba federal)”, declarou a juíza federal.

A Justiça Federal acolheu o pedido do Ministério Público Federal, tendo em vista que a norma constitucional que estabelece o teto de remuneração dos agentes públicos estava sendo continuamente violada com a persistência do dano ao erário. Para a juíza federal, a Constituição Federal “é bastante abrangente, incluindo todo e qualquer valor remuneratório percebido dos cofres públicos, ainda que se trate de benefícios recebidos de fontes diversas, como a Fazenda estadual e a federal”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/05


2018

É difícil distinguir Bolsonaro de seus apologistas

Josias de Souza

Jair Bolsonaro expôs nacos do seu pensamento num encontro promovido pela Associação Comercial do Rio de Janeiro. A certa altura, instado a comentar a atuação de movimentos como o MST e MTST, o presidenciável do PSL disse que seus integrantes devem ser tratados como “terroristas”.

''A propriedade privada é sagrada”, declarou Bolsonaro. “Temos que tipificar como terroristas as ações desses marginais. Invadiu? É chumbo!'' Em aparente litígio com as leis vigentes, o ex-capitão defendeu até mesmo o uso de ''lança-chamas'' para se contrapor aos invasores rurais e urbanos.

Havia na plateia algo como 300 empresários. Pagaram entre R$ 180 e R$ 220 para ouvir o candidato. Riram muito. Sobretudo nos instantes em que Bolsonaro, meio fora de si, mostrou o que tem por dentro.

O mal de as pessoas pagarem para rir de absurdos de um orador que plebeia o Planalto é o pessoal que passa não distinguir quem é quem.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do Pajeú

21/05


2018

Maia: Pesquisas podem impedir candidato único de centro

Pré-candidato à Presidência da República, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, hoje, que o centro deverá lançar um grande número de candidatos ao Palácio do Planalto, apesar das negociações para alianças. Na avaliação dele, as pesquisas de intenção de voto não contribuirão para a união dos presidenciáveis desse campo político.

"Do jeito que a pesquisa está, não vai mudar muito, não. Porque a pesquisa não vai dar clareza para ninguém tomar uma decisão. Vai ser uma decisão política, e não de pesquisa", respondeu o parlamentar fluminense em entrevista em Porto Alegre (RS), ao ser questionado se acredita numa diminuição do número de candidatos de centro à Presidência no pleito deste ano.

Maia vem tentando articular, nos bastidores, uma aliança eleitoral entre partidos de centro nas eleições deste ano. As conversas envolveram até agora dirigentes do DEM, PP, PRB e Solidariedade. O presidente da Câmara também tenta atrair PR e PSC. Integrantes dessas legendas já tiveram pelo menos duas reuniões e devem voltar a se encontrar na próxima quinta-feira, 24.

Conforme vem mostrando o Estadão Broadcast nas últimas semanas, a ideia desses partidos é apoiarem um só candidato ao Planalto nas eleições deste ano. Além do DEM, PRB e Solidariedade lançaram pré-candidatos à Presidência: o empresário Flávio Rocha, dono das lojas Riachuelo, e o ex-deputado e ex-ministro Aldo Rebelo, respectivamente.

A declaração do presidente da Câmara é semelhante à avaliação do presidente Michel Temer. Em entrevista ao Estadão Broadcast, o emedebista considerou difícil o centro ter um só candidato ao Planalto. "Essa candidatura de centro já vi que não prospera uma única candidatura. Acho difícil. Tenho falado com algumas pessoas e vejo que é um pouco complicado.", declarou Temer.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Gravatá

21/05


2018

PT marca novo lançamento da pré-candidatura de Lula

O PT fará mais um ato de lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República no próximo dia 27. Desta vez, o lançamento deve ocorrer em todas as cidades onde a legenda está estruturada, de acordo com o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que se integrou à defesa de Lula, condenado e preso em Curitiba pela Operação Lava Jato desde 7 de abril, e visitou o petista hoje.

Segundo Damous, o partido apresentará alguns eixos do programa de governo de Lula e reforçará que não há "plano B" para o registro da candidatura do petista como candidato a presidente, mesmo com o petista preso e condenado em segunda instância.

Recurso

Com um pedido de liminar concedido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Damous pode se apresentar agora como advogado de Lula, ao lado de Cristiano Zanin Martins, Sepúlveda Pertence e Luiz Eduardo Greenhalgh.

Segundo ele, a estratégia para reverter a condenação de Lula se concentra nos recursos especial, apresentado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), e extraordinário, no Supremo Tribunal Federal (STF). O parlamentar e advogado reclamam do que consideram uma "demora" na tramitação dos recursos. "Para condenar foi rapidinho, e para tramitar os recursos é lentidão".

Sobre a visita, Damous disse que o ex-presidente está bem, que lê muito, mas que está "indignado" com sua situação judicial. Ele disse ainda que Lula descarta a ideia de um indulto porque se julga inocente e quer ser absolvido pelo Judiciário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Não entendo como a mídia dá tato destaque ao ladrão condenado e preso.


ArcoVerde

21/05


2018

Paulo entrega obras do FEM e do Programa Quadra Viva

Após inaugurar equipamentos na área da educação e anunciar obras de água em São Benedito do Sul, o governador Paulo Câmara seguiu para o município de Jaqueira, também na Zona da Mata Sul do Estado, para realizar outras entregas. A primeira delas foi a nova sede da prefeitura municipal, que contou com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). Na oportunidade, Paulo também deu por inaugurada nova quadra poliesportiva coberta da Escola de Referência em Ensino Médio Miguel Pellegrino, beneficiando cerca de 600 estudantes. Ainda foi entregue um ônibus para uso escolar no município.

"Temos a satisfação de inaugurar esse prédio bonito, a nova sede da Prefeitura Municipal, que vai atuar com vários serviços, ajudando muito a vida de quem demanda serviços à prefeitura e quer ter acesso ao seu prefeito. Parabéns ao município pela forma como fizeram esse prédio. Uma obra que contou com recursos do FEM e que com certeza vai dar condições melhores para a prefeitura e para toda a população aqui de Jaqueira", destacou Paulo Câmara. A nova sede da prefeitura foi instalada no prédio do antigo Clube Municipal e contou com um aporte de R$ 603 mil.

Paulo ainda fez questão de ratificar seu compromisso em trabalhar por um Pernambuco melhor e mais igual para todas as regiões. "Estamos fazendo o que precisa ser feito. Não tenho dúvidas que Pernambuco vai ser o primeiro Estado a sair dessa crise e vai olhar para a frente, ajudando o seu povo, ajudando os seus prefeitos, as suas prefeitas e, ao mesmo tempo, dando condição, emprego, renda e serviços públicos de qualidade para toda a sua população", cravou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ricardo José

Em Itapetim além de não ter feito o asfalto até piedade, deixou a estrada que liga a Paraíba acabar e nunca terminou a quadra da escola Teresa Torres. Pense em um desgoverno e quando olhamos para a oposição vemos que todos comungaram deste governo até ontem. O povo sempre na pior.

arnaldo luciano da luz alencar ferreira

Não terminou o IML

arnaldo luciano da luz alencar ferreira

Em SALGUEIRO Além de ter cortado a verba do FEM de 2017 e 2018 e não ter terminado o UNO e não ter feito o Asfalto de Conceição das crioulas as únicas obras do Estado em Salgueiro era as quadras e assim mesmo não terminaram nenhuma pois o mais importante está faltando que é a coberta, as coisas aqui no SERTÃO fica só nas ordens de Serviço e a obra nunca passa disso, pois as empresas não fazem as obras por dizem que o Governo não paga.



21/05


2018

Deputada e ministro se reúnem para avaliar privatização da Eletrobras

A deputada federal Luciana Santos (PCdoB/PE) se reúne com o ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio, amanhã, logo que desembarcar em Brasília, no início da tarde. A parlamentar quer conversar sobre a análise do edital de privatização das distribuidoras da Eletrobras que está sendo feita pelo TCU.

A análise deve ser concluída nas próximas semanas, e o assunto voltará a ser debatido em plenário do TCU. Segundo Múcio, a análise do edital foi retirada da pauta do plenário depois que o Ministério Público pediu uma série de esclarecimentos. Para Luciana a privatização pode trazer prejuízos bilionários à companhia, uma vez que a assunção de dívidas da ordem de mais de R$ 11 bilhões de reais viola inequivocamente as disposições da Lei das S.A.

“A privatização destas distribuidoras afronta o interesse social da Companhia, colocando em risco a manutenção das suas atividades diante de uma conta insanável; gera prejuízo ao interesse dos sócios minoritários; e, principalmente, prejudica o interesse público uma vez que a decisão afeta diretamente a continuidade do serviço público prestado”, afirma Luciana, que já entrou com ação judicial para impedir a medida.

“A tentativa de venda das distribuidoras é uma estratégia para fragilizar a Eletrobras. Essas Distribuidoras abastecem algumas das regiões mais pobres do país, regiões que dependem de um conjunto de políticas públicas adequadas à diversidade e oportunidades locais”, explicou Luciana. “Vale lembrar que os estados do Norte e Nordeste têm grande parte de residências contempladas pelo Programa Luz Para Todos, e isso não foi considerado nas análises contábeis da proposta de modelagem das empresas”.

Podem ser privatizadas a Eletroacre (Companhia de Eletricidade do Acre), a Ceron (Centrais Elétricas de Rondônia), a Boa Vista Energia, a Amazonas Energia, a Cepisa (Companhia Energética do Piauí) e a Ceal (Companhia Energética de Alagoas). A Eletrobras assumirá as dívidas das empresas, no valor de R$ 11,2 bilhões, e os encargos, de R$ 8,5 bilhões, referentes a créditos e obrigações com a CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) e a CCC (Conta de Consumo de Combustíveis).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Isso mesmo Marcos. Estatais para abrigarem os afilhados políticos e incompetentes. Além dos desvios dos recursos públicos. Privatizar tudo, somente assim acaba as boquinhas dos políticos e a fortuna que se gasta com os órgãos de controle.

marcos

Grande Merda, Luciana e Zé Múcio não resolvem PN. Quanto que a Comunista tá pagando para fazer propaganda. Passa quatro anos tomando umas e agora em cima da eleição quer dá uma de trabalhadora. Tchau Querida, tua boquinha acaba em dezembro.



21/05


2018

Temer lançará nome de Meirelles ao Planalto

Blog do Camarotti

O presidente Michel Temer avisou aos interlocutores mais próximos que lançará, amanhã, a pré-candidatura de Henrique Meirelles ao Palácio do Planalto pelo MDB. O partido organizou um evento para esta terça intitulado "encontro para o futuro".

A disposição foi externada depois da pressão de um setor do partido por uma definição oficial de Temer.

Auxiliares do Palácio do Planalto defendiam abertamente a candidatura de Temer à reeleição, principalmente depois da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.

O presidente, contudo, não conseguiu sair da agenda negativa das investigações da Lava Jato.

Hoje, Temer é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal: o que apura irregularidades na edição do decreto dos portos e o que investiga o pagamento de propina pela Odebrecht ao MDB na campanha de 2014.

Apesar de Temer já ter sinalizado a interlocutores a estratégia de lançar o nome de Meirelles ao Planalto, há forte resistência por parte de um grupo próximo a Temer, liderado pelo ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

A avaliação do grupo é que o movimento esvaziará o poder presidencial de Temer de forma precoce. E, por isso, ele deveria esperar mais um pouco para anunciar a decisão de não disputar a reeleição.

Na semana passada, Temer sinalizou pela primeira vez, em entrevista ao blog, a disposição de lançar o nome do ex-ministro da Fazenda.

A bancada do MDB do Senado pressionou o presidente Temer a anunciar logo sua decisão de não disputar a reeleição.

"A bancada entende que não tem condições do partido lançar a candidatura de Temer. Atrapalharia muito os planos regionais do MDB", disse ao blog a senadora Simone Tebet (MS), líder do MDB.

"Por que insisto que o presidente Temer oficialize logo que não será candidato? Porque sabemos que ele não é candidato. E atrasar isso, impedirá que um pré-candidato avance na sua mobilização", ressaltou.

A senadora também reagiu ao movimento do Palácio do Planalto de transformar Michel Temer no coordenador da campanha presidencial da legenda. Ela conta que chegou a alertar o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) do risco de Temer assumir o comando da campanha.

"É um suicídio a coordenação da campanha ficar nas mãos do presidente Temer. Diante da situação do país, o presidente tem que governar. Isso contaminaria a campanha do MDB", advertiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/05


2018

Jaboatão repassa terreno de novo habitacional

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, oficializou a transmissão de posse do terreno do Habitacional Mércia de Albuquerque II, construído no bairro de Cajueiro Seco e que terá cerca de 600 moradores nos 192 apartamentos. A área foi adquirida pela Prefeitura, no ano passado, tendo sido doada ao Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB). Hoje, a escritura foi assinada pelo prefeito e pelos representantes do MLB, assegurando que, no início do segundo semestre, o habitacional seja entregue aos futuros ocupantes.

“Moradia é a base de toda família e o que estamos fazendo neste ato de assinatura da escritura é o resgate da dignidade dessas pessoas. Essa é uma luta que tem 14 anos e em menos de um ano fizemos a doação e entregamos a posse do terreno. É uma vitória dos futuros moradores do Mércia de Albuquerque e da nossa gestão. Escutamos o MLB e encontramos as saídas para garantir a construção do habitacional. Não vamos descansar enquanto não vencermos a luta pelo bem estar social da nossa população e para reduzir o déficit habitacional em Jaboatão”, ressaltou o prefeito Anderson Ferreira.

Coordenador do MLB, Kléber Santos destacou a importância da titularidade da área do Habitacional Mércia de Albuquerque para a população. “Esta ação representa uma grande conquista para o Movimento. A partir de agora, iremos individualizar a propriedade para cada uma das 192 famílias. Saímos dessa reunião com a certeza de que conseguimos uma grande conquista junto com a Prefeitura”, assinalou. De posse do terreno, o MLB solicitará as instalações das redes de abastecimento de água e energia, à Compesa e Celpe, respectivamente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 6

21/05


2018

Armando declara apoio à integração das PEs 630 e 615

Em reunião com integrantes da Comissão pelas Estradas de Integração do Araripe, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) assumiu o compromisso de engajar-se na luta para pavimentar as rodovias PE-615 e PE-630, que cortam municípios das regiões do Araripe e do São Francisco. O apoio do petebista foi externado hoje, na presença do prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, dos deputados estaduais Odacy Amorim (PT), Socorro Pimentel (PTB) e Roberta Arraes (PSB), vereadores de municípios das regiões do Araripe e São Francisco, além de representantes do movimento, como Ronaldo Lacerda e Rosalvo Antônio. Uma das medidas que Armando adotará é articular a bancada federal pernambucana (deputados e senadores) para apoiar a iniciativa.

De acordo com Armando, é importante envolver toda a bancada pernambucana e verificar formas para financiamento das obras. A integração das PEs 615 e 630 é uma reivindicação antiga e o empreendimento vai ampliar o desenvolvimento socioeconômico da região. As obras contribuirão para ampliar as atividades dos polos gesseiro, eólico e de minério, além de facilitar o tráfego e escoamento da produção para as diversas regiões do estado e do País.

“Vou me integrar totalmente a esse movimento e quero dizer que da nossa parte faremos a articulação de toda a bancada federal em defesa desse projeto, que é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico da região, que tem como vocação as atividades do polo gesseiro e eólico. Tenho certeza de que a bancada não faltará a essa convocação”, garantiu Armando Monteiro.

A PE-630 interliga seis municípios (Petrolina, Afrânio, Dormentes, Santa Filomena, Ouricuri e Trindade) e tem extensão de mais de 110 quilômetros, passando por Trindade, Santa Filomena até chegar a Dormentes. Essa rodovia precisa de um trabalho de pavimentação asfáltica em toda sua extensão. Já a PE-615, o esforço é concluir a pavimentação de 25 quilômetros, no trecho entre os distritos de Nascente (Araripina) e Socorro (Santa Filomena).

Armando destacou ainda o movimento suprapartidário em prol da integração das rodovias. “Esse movimento nasce sob o signo da maturidade política, de poder reunir em torno do projeto interesses de todos. Quando um projeto nasce com essa força, a chance de ele se materializar é grande. Podem contar com nosso esforço”, afirmou o senador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

21/05


2018

Bolsonaro sobre MST e MTST: “Invadiu, é chumbo”

O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, voltou a fazer um discurso forte voltado à segurança pública. Em evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro, aproveitou perguntas da plateia para voltar as críticas a grupos como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Segundo ele, esses movimentos são compostos por "marginais que devem ser tratados como terroristas". "A propriedade privada é sagrada. Temos que tipificar como terroristas as ações desses marginais. Invadiu? É chumbo!" Ele defendeu ainda o uso de "lança-chamas" em ações contra esses grupos. A plateia deu risada.

Bolsonaro também voltou a defender o armamento da população. E engatou: "A questão da violência se combate em alguns casos com mais violência ainda. Quem achar que eu estou errado, tem muito candidato politicamente correto, que está aí defendendo direitos humanos para essa gente, defendendo audiência de custódia. Eu não quero que ninguém sofra, mas cadeia existe para tirar essa gente da rua. Temos que acabar com a figura do 'excesso' (policial)", declarou, ao discorrer sobre a violência urbana e as ações policiais.

No evento, Bolsonaro também defendeu flexibilização das leis trabalhistas como forma de reduzir o desemprego. “Aos poucos a população vai entendendo que é melhor menos direitos e emprego do que todos os direitos e desemprego”, disse. Ele fez uma palestra sobre a conjuntura política e econômica brasileira na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) e foi aplaudido ao falar da reforma trabalhista.

Diante de uma plateia de cerca de 300 empresários – que pagaram R$ 180 (associados) e R$ 220 (não associados) para ouvi-lo –, afirmou que pretende, se eleito, estimular o crescimento da economia por meio de privatizações “com critério” e de um processo de desburocratização que estimule investimentos. “Quando eu disse que não entendia de economia, foi por humildade. Quem entende de economia é Dilma Rousseff, formada em economia, olha a desgraça que deixou o País”, ironizou.

“Os ministros da Fazenda e da Economia precisam ser um só, e ter porteira fechada. Tem que desburocratizar, facilitar a vida de quem quer investir. Tem que partir para privatização com critério, não botar tudo para o mercado. Temos que acreditar nesse homem ou nessa mulher que por ventura irá assumir esse megaministério”.

Bolsonaro foi instado a falar sobre assuntos como a intervenção federal na segurança do Rio, a recuperação fiscal do Estado, a necessidade de se estimular o turismo e de se estimular o desenvolvimento da economia brasileira. Outros pré-candidatos vêm sendo convidados.

O deputado lidera as pesquisas de intenção de voto no cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado na Operação Lava Jato. É seguido por Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Nosso futuro Presidente. Tentar dá uma guinada no nosso País, acabando esse viés de esquerda que só foi nefasto para nosso desenvolvimento.



21/05


2018

Temer vai reunir ministros para discutir preço dos combustíveis

Em meio aos protestos de caminhoneiros contra a aumento do diesel, o Ministério de Minas e Energia informou que o presidente Michel Temer vai se reunir, no fim da tarde de hoje, no Palácio do Planalto com ministros para discutir o preço dos combustíveis no país.

Pelo menos 16 estados haviam registrado, até o início da tarde, protestos de caminhoneiros. Também nesta segunda a Petrobras anunciou que o preço do diesel nas refinarias vai aumentar 0,97% a partir de terça (22). Na semana passada, foram cinco reajustes diários seguidos.

Na agenda de Temer consta, a partir de 18h, encontro com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Eduardo Guardia (Fazenda), Moreira Franco (Minas e Energia) e Esteves Colnago (Planejamento). Também tem previsão de participar do encontro o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

Ao G1, Moreira e Padilha afirmaram que o encontro desta segunda trata do preço dos combustíveis. Temer vai retomar as conversas que teve no domingo (20), quando abordou o assunto com ministros.

Além do diesel, o preço da gasolina e do gás de cozinha vêm tendo sucessivos reajustes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/05


2018

Educação de São Benedito do Sul ganha reforços

Reforçando seu compromisso e empenho com o desenvolvimento da educação em Pernambuco, o governador Paulo Câmara abriu a sua visita a municípios da Mata Sul, hoje, com a entrega de duas importantes unidades municipais de ensino. Na ocasião, Paulo também visitou e deu por inaugurada a reforma e ampliação da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Eloy Malta de Alencar. Ao todo, foram investidos aproximadamente R$ 5,2 milhões nas três intervenções em São Benedito do Sul. Paulo ainda aproveitou a oportunidade para lançar o PREVUPE no município, que irá ofertar 240 vagas do curso pré-vestibular para alunos da rede pública da região. 

“A gente inaugurou, hoje, escolas que já estão prontas e funcionando, como a Escola Municipal Lindovaldo Pereira e a Escola Cláudio Amorim. Esta última, que recebe uma justa homenagem em nome do seu ex-prefeito de São Benedito do Sul, uma escola que com certeza vai formar muitos jovens para o futuro. E também aproveitamos para ver a reforma da EREM Eloy Mota, que também está preparada para receber os alunos que encerram o Ensino Fundamental no município e vão ter a oportunidade de estudar em tempo integral e de participar dos programas do Governo do Estado, como o Ganhe o Mundo e como o PE no Campus", ressaltou o governador, completando: "Vamos estar juntos, vamos trabalhar por um Pernambuco melhor, com uma Zona da Mata mais forte e com um São Benedito que seja bom para todos nós".

Com investimento na ordem de R$ 1,7 milhão, a nova sede da Escola Municipal Cláudio José Gomes (antiga Abdias de Medeiros) ocupa uma área de 846 metros quadrados e possui uma estrutura dividida em quatro blocos: Pátio de Recreação, Administração, Serviços e Pedagógico. Este último, contempla seis salas de aula, uma sala de leitura e uma de informática, dois quiosques, cozinha e banheiros – incluindo espaços acessíveis. O prédio ainda conta com quadra de esportes coberta e atende cerca de 290 estudantes.

Seguindo o mesmo padrão, a estrutura da Escola Municipal Lindovaldo Pereira contempla quatro blocos, sendo um pedagógico, um administrativo, contendo secretaria, arquivo e almoxarifado, sala de professores e banheiros; um de serviços com despensas e depósito de materiais; um pátio de recreação com quiosques e cozinha; e uma quadra coberta. O investimento nas obras de reforma e ampliação foi na ordem de R$ 1,7 milhão, atendendo 160 alunos.

"Das 29 escolas da Operação Reconstrução, já concluímos 27, o que não é pouca coisa nesse período de crise. Então, esse conjunto de investimentos em educação efetivamente coloca o município de São Benedito do Sul em outro patamar, no que diz respeito à estrutura de escola. Ainda tem muita coisa para ser feita pela educação do nosso Estado como um todo, mas a gente tem avançado muito", pontuou o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio.

Já o novo prédio da EREM Eloy Malta de Alencar contou com um aporte de R$ 1,8 milhão para as obras de reforma e ampliação, beneficiando 417 estudantes. A estrutura conta com oito salas de aula, sala de artes, laboratórios de Informática e Ciências, biblioteca, baterias de banheiros – incluindo também espaços acessíveis, refeitório, cozinha e quadra poliesportiva coberta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/05


2018

Detran e Honda oferecem cursos de pilotagem defensiva

Com o objetivo de formar motociclistas mais conscientes e consequentemente reduzir o número de acidentes com os veículos de duas rodas, o Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE tem disponibilizado, gratuitamente, cursos de pilotagem defensiva em várias cidades pernambucanas. O treinamento é ministrado pela equipe de instrutores da Associação Brasileiras de Distribuidores Honda (Assohonda), sob a supervisão da Gerência de Ensino da Escola Pública de Trânsito.

No último sábado, motociclistas participaram do curso ministrado pelo piloto profissional Eduardo Ferreira, no estacionamento do Shopping Guararapes. Na ação, com duração de quatro horas, o treinamento é dividido entre fundamentos teóricos e práticos, abordando vários assuntos, entre eles: Definição e elementos da pilotagem defensiva; Condução em condições adversas; Ultrapassagens; Derrapagem; Ondulações e buracos; Cruzamentos e curvas; Técnicas de frenagem; Uso de Equipamentos de segurança e Manutenção correta das motocicletas. Na prática, são retirados ainda os retrovisores das motociclistas para forçar os alunos utilizarem a visão periférica, que muito auxilia nas manobras do dia a dia.

De acordo com o diretor presidente do Detran, Charles Ribeiro, o governador Paulo Câmara determinou como prioridade as ações educativas com o objetivo de reduzir ainda mais o número de acidentes no Estado. “Estamos investindo na educação como grande aliado e essa parceria com a Honda é uma oportunidade aos motociclistas que desejam elevar seus conhecimentos a condução no trânsito. Com isso, Pernambuco vem perseguindo a redução do número de acidentes e mortes no trânsito, principalmente com motociclista”, enfatizou.

Pernambuco possui atualmente uma frota de 986.807 motocicletas, sendo o Recife o município com maior número desses veículos, com o total 139.483.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores