Principal
Entrevistas
Regras
Fale com Magno
Coluna da Folha
Coluna do Fatorama
Coluna do Blog
Opinião
Endereço do Blog




Destaques

>> Tribuna do Leitor: Uma traição sui generis

>> A charge do dia

>> Parecer de procurador permite reeleição de Uchoa

>> Eleição na Câmara: mais de 100 deputados indecisos

>> Detento esfaqueado em presídio no Recife

>> Brasília, a capital da desordem

>> Em busca de sair do anonimato

>> Câmara tenta recursos em Brasília com ministro da Saúde

>> Dilma deve romper silêncio após reunião ministerial

>> Aos leitores





A fera está à solta - Carlos Alberto Fernandes


Cadastre-se para relizar seus comentários e receber notícias do Blog em seu e-mail




Conheça mais sobre Magno Martins


  


28/01/2015
A charge do dia
 

Escrito por Magno Martins, às 09h00

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

27/01/2015
A charge do dia
 

Escrito por Magno Martins, às 09h00

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Tribuna do Leitor: Uma traição sui generis

Por Lucas Noia*

Li ontem no jornal Folha de S.Paulo uma matéria onde dizia que as “dificuldades irão até 2016”. Cita também o sumiço da presidente, que há mais de 30 dias não aparece para a imprensa, para falar quem sabe sobre os pacotes “impopulares” que seus ministros vêm realizando. Engraçado que tomamos ciência destas coisas através dos auxiliares presidenciais. Quando um governante que, em menos de 30 dias de mandato, realiza essas atrocidades, jogam o peso da responsabilidade pro seu antecessor. É justo, é entendível.

Porém quando o antecessor foi o próprio, a quem culpar o desmantelo? Apagão, cortes bilionários em pastas importantes, pacotes tenebrosos, aumento de impostos, estiagem, redução de benefícios trabalhistas e previdenciários... A lista é extensa. Nesse momento, procuro os eleitores da coração valente. É, eles mesmos. Eles que defendiam com sangue, suor e lágrimas as benesses do governo. Que defendiam que, com este governo, a educação seguiria um caminho de propulsão; e educação essa que virou lema num dia, e sofreu cortes econômicos no outro.

Defendiam a ideia da continuidade dos direitos dos trabalhadores, e ousaram dizer que “nem que a vaca tossisse” estes direitos seriam alterados. E foi. Remeto ao tema deste artigo, a traição. Traídos pela defesa de ideias, traídos pelo descrédito atribuído, traídos por seus próprios lemas defendidos. Será por isso que ninguém se manifesta em relação a atual situação? E quando resolvem sair da zona de conforto, creditam e acreditam numa situação hipotética, longe do que se vê.

Cabe a gente fazer oposição e cobrar, e manifestar, e apontar erros e desvios. Porque eu digo por mim: não tenho culpa, não vou me conformar nem me adaptar. Aprendi que quem se acomoda abandona o que de mais precioso tem o homem: sua capacidade de questionar.

(Sui generis: único em seu gênero)

*Lucas Noia é estudante universitário, admirador da arte chamada Política, entusiasta da vida e do ser humano.



Escrito por Magno Martins, às 10h30

Comentários (3) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
A charge do dia


Escrito por Magno Martins, às 10h00

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Parecer de procurador permite reeleição de Uchoa

Está sendo aguardado para amanhã o parecer jurídico da Procuradoria da Assembleia Legislativa sobre a constitucionalidade da quinta eleição consecutiva para o presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT). Será apresentado pelo procurador-geral Ismar Teixeira, que não enxerga nada que possa ferir a Constituição.

Seu parecer, portanto, será pelo direito de Uchoa disputar seu quinto mandato. Na interpretação do procurador, a emenda aprovada numa legislatura só entra em vigor na legislatura seguinte. Como foi eleito em 2010 e a emenda que limita a reeleição é de 2011, Uchoa só estaria impedido ao fim desta legislatura (2015-2018).



Escrito por Magno Martins, às 08h33

Comentários (5) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Eleição na Câmara: mais de 100 deputados indecisos

Do Poder Online

Na troca de figurinhas que rola entre as campanhas dos candidatos à presidência da Câmara, a estimativa que corre é que cerca de 100 dos 513 deputados ainda estariam sem voto definido. Daí a ansiedade sobre se haverá ou não um segundo turno.

Na conta, entram votos de partidos que ainda não declararam nenhum apoio formal – entre eles PP, PR e a maioria do chamado G-10 dos nanicos - além das já esperadas dissidências nas bancadas que definiram uma orientação, em especial no PSDB, PSD e PRB.
 
Uma das sondagens informais que rodaram nos últimos dias apontava Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com apoio de cerca de 160 deputados do PMDB, PTB, DEM, PSC, Solidariedade e PRB.

Já Arlindo Chinaglia (PT-SP) viria em segundo, com aproximadamente 140 votos do PT, PROS, PCdoB, PSD e PDT. Em terceiro, estaria Júlio Delgado (PSB-MG), com cerca de 100 deputados do PSB, PSDB, PV e PPS.

Já Chico Alencar (PSOL-RJ), por enquanto, teria apenas com o apoio certo dos cinco parlamentares da sigla.



Escrito por Magno Martins, às 08h30

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Detento esfaqueado em presídio no Recife

Do site da Folha de PE

Um detento do presídio Frei Damião de Bozzano, que faz parte do Complexo Prisional do Curado, Zona Oeste do Recife, foi esfaqueado no pescoço por outro detento durante visita no final da tarde de ontem.De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), o caso é isolado e não significa que haverá nova rebelião.

Ainda segundo a Seres, que não informou a identidade dos envolvidos, a vítima não morreu e não foi informada a unidade de saúde para onde foi encaminhado.

Na semana passada, uma rebelião no presídio deixou três mortos: um sargento da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) e dois reeducandos. No começo do mês, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, anuciou medidas de curto, médio e longo prazo com o objetivo de recuperar o sistema penitenciário de Pernambuco.



Escrito por Magno Martins, às 07h55

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Brasília, a capital da desordem

Quando se observa a crise que ora acontece na área de Saúde do Distrito Federal, não se consegue entender o porquê de tantos ladrões dos cofres públicos cometerem de forma permanente sempre os mesmos assaltos e desvios à luz do dia, mantendo-se à margem da lei.

O governador petista Agnelo Queiroz (2011-15) roubou de forma aberta e escancarada, entregou o cargo a seu sucessor, Rodrigo Rollemberg (PSB) e viajou tranquilamente para gozar férias em Miami, EUA.

Diariamente, os que moram em Brasília têm sido obrigados a conviver não apenas com o drama da Saúde, mas com manifestações grevistas que paralisam as principais avenidas da Capital Federal.

Elas impedem a livre circulação de veículos e expõem situação que se ramifica de cima para baixo, baseada em exemplos dos mais vergonhosos por parte de nossas “autoridades”.

Os salários dos servidores se atrasam há meses, as empresas de ônibus estão quase à falência por falta de repasse de recursos públicos e nada funciona!

Quem consegue enxergar um palmo adiante do nariz tem de fazer muito exercício mental para não entrar em pânico porque o inevitável desastre que se avizinha pode se instalar a qualquer instante com violência incontrolável.

No país comandado por marqueteiros, a fantasia da propaganda eleitoral mascara o horror do dia a dia. A “administração” Agnelo Queiroz foi tão desastrosa que mesmo com toda a força do cargo que ocupava ele não conseguiu chegar ao segundo turno.

Na campanha eleitoral, as peças publicitárias louvavam o modelo ímpar de sua gestão, mostrando hospitais impecáveis, semelhantes aos melhores classificados no primeiro mundo.

Hoje, os médicos e professores estão em greve, por conta de salários atrasados e a realidade é diametralmente oposta à que se propagou na disputa. A íntegra deste artigo, do jornalista Márcio Accioly, você confere no menu Opinião. Vale a pena!



Escrito por Magno Martins, às 07h44

Comentários (2) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Em busca de sair do anonimato

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) garante que oficializa, amanhã, sua  candidatura à presidência da Assembleia Legislativa  
O anúncio será feito por meio de carta aberta à sociedade e aos demais deputados. O que se ouve nos bastidores, entretanto, é que a candidatura é de mentirinha.

Sem trânsito na Casa e sem a menor chance de vitória, Novaes, na verdade, está tirando proveito da polêmica envolvendo a constitucionalidade da quinta eleição de Guilherme Uchoa (PDT) para ocupar espaço na mídia.

Só isso!



Escrito por Magno Martins, às 07h35

Comentários (3) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Câmara tenta recursos em Brasília com ministro da Saúde
Depois de uma semana recluso ao seu gabinete por causa dos motins no sistema prisional Aníbal Bruno, o governador Paulo Câmara (PSB) retoma sua agenda pública, hoje, com um compromisso oficial em Brasília. Tem audiência com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, às 18 horas,
 
Vai discutir a formulação de políticas públicas nas áreas materno-infantil e de urgência e emergência. No último dia 13, Câmara  esteve com os ministros Gilberto Kassab (Cidades) e Antônio Carlos Rodrigues (Transportes) debatendo investimentos no Estado.


Escrito por Magno Martins, às 07h28

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Dilma deve romper silêncio após reunião ministerial
Em sua primeira reunião ministerial do segundo mandato, prevista para esta terça-feira, a presidente Dilma Rousseff deve ‘enquadrar’ os ministros a cumprir os cortes anunciados pela equipe econômica, sem que isso afete as iniciativas das pastas. Para a presidente, falta de dinheiro não é pretexto para barrar as ações governamentais.
 
A intenção de Dilma é passar uma mensagem credível ao mercado, respeitando dentro de casa as medidas anunciadas pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa. A meta é fazer um superávit primário equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2015, e de 2% nos dois anos seguintes.
 
Nos últimos dias, lideranças do PT criticaram as primeiras ações da equipe econômica. Dilma deve cobrar um discurso unificado do governo para evitar novas divergências públicas.


Escrito por Magno Martins, às 07h22

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Aos leitores

Por falhas técnicas, não houve de ontem para hoje a migração para nova plataforma editorial, o que somente deve acontecer ao longo do dia de hoje hoje ou, provavelmente, somente amanhã,

Nossas desculpas e vamos ao noticiário!



Escrito por Magno Martins, às 07h13

Comentários (1) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

26/01/2015
Esquerda vence eleição na Grécia

Do G-1

Com 99,5% dos votos apurados, de acordo com a agência EFE, o partido Syriza tinha 36,34% dos votos, quase nove pontos à frente do partido conservador Nova Democracia, do primeiro-ministro Antonis Samaras(com 27,81%). O partido deve ter 149, das 300 cadeiras do parlamento.
 
"O novo governo estará disposto a negociar pela primeira vez com nossos sócios uma solução justa, viável, duradoura, que beneficie todos", declarou Tsipras, diante de uma multidão reunida na praça da Universidade de Atenas.
 
"A Grécia avança com otimismo, em uma Europa que muda", afirmou, em seu primeiro discurso após a vitória eleitoral. "Temos consciência de que os gregos nos deram um cheque em branco. Temos, diante de nós, uma oportunidade importante para a Grécia e Europa", afirmou.
 
 
Sobre as negociações cruciais com os credores do país, a União Europeia e o FMI, o líder do Syriza ressaltou a disposição do futuro governo grego de participar de um diálogo sincero e abordar um plano nacional e um plano sobre a dívida.
 
Entre seus principais pontos, o programa econômico do Syriza compreende o fim das medidas de austeridade e a renegociação da dívida pública do país, que representa 175% do PIB.
 
"Não há nem vencedores, nem vencidos. Nossa prioridade é curar as feridas da crise, fazer justiça, romper com as oligarquias, o 'establishment' e a corrupção", afirmou. "A Grécia deixou para trás a austeridade desastrosa e acabou a 'troika'", assinalou.
 
A Grécia aguarda até o fim de fevereiro o desbloqueio da última parcela dos empréstimos acertados com o país com a condição de que sejam respeitados os compromissos firmados com os credores em relação à aplicação das reformas. Desde 2010, os credores acertaram 240 bilhões de euros em empréstimos ao país.



Escrito por Magno Martins, às 07h02

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
Historiador:‘PSOL reproduz muito o PT de 30 anos atrás’

  

 

 

 

 

 

Ex-porta-voz da Rede Sustentabilidade em São Paulo e idealizador da política dos Pontos de Cultura criada pelo governo Lula, o historiador Célio Turino é, hoje, um dos principais responsáveis pela articulação em torno da criação do Avante – nome provisório do partido que pretende dar uma resposta à crise de representatividade revelada nas manifestações de junho de 2013.

Em entrevista, Turino afirma que já teve início uma nova onda de manifestações populares e que é preciso “uma maior articulação entre os movimentos dispersos, bem como a definição de uma pauta comum”, para que as demandas tenham êxito. Este seria o papel do Avante, que hoje reúne lideranças como a deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP), além de representantes de movimentos como a greve dos garis no Rio de Janeiro e dos protestos contra o aumento da tarifa em São Paulo.

De acordo com Turino, os partidos atualmente existentes não conseguiram dar essa resposta. “Avaliamos que o PSOL reproduz muito do PT de 30 anos atrás e queremos evitar este caminho”, diz o historiador. ”Buscamos um partido de novo tipo, que represente uma fusão entre os movimentos da sociedade e a busca de um novo cenário institucional, em que o Estado esteja colocado a serviço do povo.” Leia aqui a entrevista completa. (Portal IG – Poder Online – Mel Bleil Gallo)



Escrito por Magno Martins, às 17h30

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
Chumbo grosso em 2018: briga mostra o que vem depois

 

 

 

 

 

A disputa pela presidência da Câmara, entre PT e PMDB, é considerada uma prévia do que está por vir em 2018. Cresce no aliado do governo petista os que avaliam que não dá para ficar à reboque do PT. Citam o destino terminal do DEM, por ter virado coadjuvante do PSDB. A votação do tucano Aécio Neves também é vista como um recado

“As pessoas querem coisa nova. Se o Aécio disputasse pelo PMDB tinha ganho. Nossa capilaridade é maior que a do PSDB”, diz uma liderança. Seus dirigentes argumentam que se o partido serve para dar governabilidade, também serve para governar. Mas todos reconhecem que, para uma candidatura virar realidade, é preciso colocar um ponto final na autofagia que consome o partido.(Ilimar Franco - O Globo)



Escrito por Magno Martins, às 17h00

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
Lava Jato: Camargo Corrêa já admite acordo de delação

A Camargo Corrêa, uma das maiores empreiteiras do país, já admite assumir sua culpa no supostos esquema de corrupção da Petrobras. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, há perspectiva de que a empresa faça um acordo de delação com o Ministério Público Federal. O jornal afirma que a empresa aceita abrir o jogo sobre sua participação no grupo acusado de superfaturar obras e pagar propina a diretores da estatal.

Mas ainda vacila quanto à exigência de apontar novos crimes em outras áreas do governo, como quer a Procuradoria. Um dos pontos em discussão é a metodologia a ser aplicada no cálculo das multas e indenizações. A intenção da empresa é fazer um acordo combinado com seus três executivos presos desde novembro, o que lhe daria mais controle sobre os rumos do processo.



Escrito por Magno Martins, às 16h30

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
Militantes do PSOL vão à Grécia apoiar esquerda radical

Da Folha de S.Paulo - Leandro Colon

Um grupo de quatro militantes brasileiros do PSOL está na Grécia para apoiar o partido de esquerda radical Syriza, favorito para vencer as eleições deste domingo (25).  'Temos uma relação antiga com os membros do partido e viemos dar apoio e torcer por eles', disse Thiago Aguiar, 25, que chegou a Atenas na última quarta-feira (21).

Os brasileiros passaram a tarde do domingo numa das tendas montadas pelo Syriza na capital grega. As pesquisas apontam média de cinco pontos percentuais de vantagem da esquerda radical sobre o partido de centro-direita Nova Democracia, do premiê Antonis Samaras.

'A vitória dele na Grécia será a derrota dessa política de austeridade fiscal em toda a Europa, colocando esse modelo em questão', afirmou Aguiar.



Escrito por Magno Martins, às 16h00

Comentários (1) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
Lei anticorrupção: efeitos só a longo prazo

Foto Destaque

Em entrevista à revista Veja, um advogado criminalista dos Estados Unidos avalia que a lei anticorrupção e as investigações sobre os supostos desvios de verba envolvendo a Petrobras devem ser sentidos na aplicação da lei somente no logo prazo.

Em trecho reproduzido em um blog do jornal Folha de S. Paulo, o criminalista De Robert Luskin afirma que “Não há resultados imediatos. Isso é um fato da vida nesses casos. A lei francesa precisou de uma década para se fazer sentir e provocar uma mudança positiva no ambiente de negócios. A rapidez da transformação no Brasil vai depender de como a lei será aplicada – se para todos ou de forma seletiva. Cabe à sociedade mobilizar-se.”

Ele afirma, ainda, que “um dos fatores que mais impulsionaram a aplicação de leis anticorrupção em muitos países foi a sensação de cansaço, de intolerância da população com a repetição impune desse tipo de crime.”



Escrito por Magno Martins, às 15h30

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
ACM Neto pode trocar o DEM pelo PDT

 

 

 

 

 

 

 

O mais importante quadro do DEM no país pode deixar o partido em breve. O prefeito de Salvador, ACM Neto, negocia há um ano sua filiação ao PDT. Três fatos fizeram as conversas avançarem nos últimos dias.

Em dezembro, ACM Neto criou a Secretaria de Trabalho e nomeou uma pedetista para chefiar a Pasta. Depois, orientou os deputados do DEM a votarem no candidato do PDT ao comando da Assembleia baiana. O presidente do PDT, Carlos Lupi, diz: “São sinais de que o prefeito nos quer ao lado dele”. Na semana passada, o PDT rompeu com o governador da Bahia, o petista Rui Costa, principal adversário de ACM Neto. O motivo: Costa disse aos pedetistas que eles deveriam escolher entre participar do governo do PT no Estado ou da gestão do DEM na capital. Fez-se a escolha. (Época – Marcelo Sperandio - Coluna do Felipe Patury)



Escrito por Magno Martins, às 15h00

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo

25/01/2015
Jatinhos do governo: quem são os(as) acompanhantes?

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2013/07/charge6.jpg

Após um imbróglio de dois anos, o Ministério da Defesa respondeu à CGU que não cabe à FAB registrar os nomes dos passageiros que acompanham as autoridades em seus jatos.

A Controladoria vinha cobrando o ministério sobre o respaldo jurídico para que os nomes não fossem coletados. Para a Defesa, a FAB não tem poder para solicitar às autoridades quem são seus acompanhantes.

Apenas elas próprias devem fazer essas listas. A CGU acatou o argumento anti-transparência. Assim, na hipótese de algum acidente, nem adianta perguntar à FAB quem eram os passageiros.(Radar - Lauro Jardim)



Escrito por Magno Martins, às 14h20

Comentários (0) | Enviar essa matéria por e-mail | Imprimir | Topo



Copyright Magno Martins. 2006. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.