Eduardo critica uso político da seca

 

 

 

 

 

 

 


O governador, que esteve em Itaíba (Sertão de Pernambuco), ontem (17), baixou um decreto proibindo a distribuição de água em troca de votos.“Eu não vou admitir que façam política com a seca no Estado, por isso a partir de agora os proprietários de carros-pipas terão de seguir o roteiro de distribuição produzido pelo Conselho de Desenvolvimento de cada município”, afirmou Eduardo, que anunciou uma série de medidas para combater a seca.

As medidas incluem a limpeza de reservatórios de água e a construção de cisternas na área rural, além da contratação de mais 700 carros-pipas para abastecer as áreas mais castigadas.

Publicado em: 18/05/2012