Delta aprontou em Pernambuco: Estado e prefeitura

 O contrato mais antigo firmado pela Delta com o governo do Estado de Pernambuco, de 17 de novembro de 2006, é emblemático. A empreiteira assumiu o serviço de abastecimento, saneamento e drenagem da comunidade do Passarinho, em Olinda. Inicialmente, o valor era de R$ 9,8 milhões. Depois de três aditivos, chegou a R$ 14,9 milhões. O serviço, no entanto, não foi concluído. Segundo a Secretaria das Cidades do Estado, a obra foi retomada por causa de um “vazamento na caixa d’água”. O governador Eduardo Campos (PSB) determinou auditorias em todos os contratos da Delta no Estado. As obras estão em atraso. Foi dado um prazo de 30 dias para o levantamento.

A prefeitura do Recife tem quatro contratos, no valor de R$ 117,5 milhões com a Delta. Assinados entre março de 2007 e junho de 2008, eles são marcados por aditivos, que aumentam os preços dos serviços prestados em cerca de 20%. Uma “rescisão amigável” para “ajuste técnico” do contrato para obras de saneamento na Zona Norte de Recife, prevista inicialmente para R$ 45,7 milhões, chegou agora a R$ 115 milhões.(Informações de O Globo)

Publicado em: 29/04/2012