Consignados: Governo recua e recontrata empresa Zetrasoft

       EXCLUSIVO

A Secretaria de Administração de Pernambuco (SAD) finalmente assumiu a operação desastrosa de final de ano e convocou a Zetrasoft para voltar a operar parcialmente o sistema de consignação do Estado. Depois de suspender a operação com a empresa Zetrasoft, que já vinha operando há mais de oito anos, e tentar sem sucesso devido à interferência do Tribunal de Contas do Estado (TCE), contratar misteriosamente a empresa Consignum, o secretário Ricardo Dantas pediu pinico e recuou, assumindo assim a importância e competência da Zetrasoft na operação do sistema de consignação.

Ainda Pairam as suspeitas: por que o secretário Ricardo Dantas insiste tanto no lançamento de um novo edital em vista que:

- O Sistema não apresenta nenhum problema técnico operacional;

- A Zetra ofereceu todos os serviços extras que estão sendo solicitados neste novo contrato em tempo hábil;

- A licitação vai aumentar o valor de serviço, que será pago por instituições financeiras e não pelo Estado, mas que obviamente serão repassados para os servidores;

- Mais uma vez o servidor será o grande prejudicado, além de ser impedido de consultar seus consignados, efetuar novos contratos ou até mesmo liquidar os atuais quando da reabertura do sistema, será surpreendido com custos mais elevados para os produtos consignados na folha de pagamento;

- O secretário, ignorando as normativas básicas de licitação e da livre concorrência, achou pouco a lambança e lançou um pregão eletrônico, modalidade de certame licitório que visa basicamente o preço mais baixo e deixa de lado requisitos básicos e indispensáveis como a qualificação técnica. Nosso secretário realmente quer trazer a obscura Consignum para Pernambuco a todo custo.

Publicado em: 29/11/2011