Eduardo: Obras começam hoje e terminam ano que vem

Rivânia Queiroz, repórter especial

O governador Eduardo Campos (PSB) garantiu que as obras nos novos Terminais Integrados de Passageiros serão iniciadas hoje mesmo e serão concluídas no próximo ano, bem como a recuperação e reforma dos 13 já existentes em Pernambuco.  “Começamos agora. Serão 23 terminais, ao todo, que comporão nosso sistema. Isso vai permitir uma racionalização na malha de transporte público da Região Metropolitana do Recife (RMR)”. Eduardo espera que, com a iniciativa, sejam retirados das vias pelo menos 25% do número de ônibus que circulam hoje.

Ele informou ainda que a partir dessa ação será possível licitar as linhas de ônibus de toda a RMR, dando um salto de qualidade ao transporte de passageiros, e valorizando o metrô. “Estão sendo construídos cinco grandes terminais. Com isso, as linhas de ônibus serão mais curtas para alimentar o trem”. Com o projeto concluído, os dez quilômetros de corredores de ônibus passarão para 100 quilômetros, “dando velocidade ao fluxo dos veículos de passageiros”.
O governador frisou que esses terminais foram planejados por pesquisadores e técnicos que buscaram um padrão de qualidade. Para tanto, vão oferecer serviços diferenciados à população. O Governo vai investir R$ 1 milhão na aquisição de kits básicos, ou seja, de equipamentos para padronizar os TIs, que incluem bancos, bebedouros, sistema de som e de telecomunicação de rádio digital, entre outros itens. Outros R$ 1 milhão será destinado à recuperação dos terminais existentes.

Novas Centrais de Atendimento ao Cliente também serão implantadas. Nelas, o usuário vai contar com serviços de informações, reclamações e sugestões. Outra medida do governo é a seleção de 23 servidores públicos para gerenciar os TIs. “Vamos fazer uma seleção com os servidores e fazer também a licitação para a operação do sistema. Afinal, 1,5 milhão de pessoas passarão todos os dias pelos 23 pontos”, argumentou Eduardo. A ideia é que as empresas de ônibus fiquem responsáveis pela manutenção dos terminais, que serão gerenciados pelo Estado.

Publicado em: 21/10/2011