Dilma ordena auditoria informal no Ministério do Esporte

Por determinação do Planalto, a Controladoria-Geral da União vai fazer uma varredura nas ações e contratos do Ministério do Esporte para embasar a decisão do Planalto sobre o destino de Orlando Silva. A presidente reuniu por mais de duas horas sua equipe no Palácio do Alvorada ontem à noite assim que chegou da África. Os ministros presentes fizeram um diagnóstico pessimista do noticiário. Mesmo assim, o governo quer identificar ele próprio a situação no ministério e checar se há esquemas de corrupção na pasta.

Será feita uma avaliação minuciosa para identificar a extensão real das supostas irregularidades e das condições políticas de Orlando conduzir a organização da Copa. Esses, segundo interlocutores do governo, serão os dois pontos decisivos para determinar se o ministro continua ou não.

Publicado em: 21/10/2011