Governo aumenta superavit primário em R$ 10 bilhões

 O ministro Guido Mantega (Fazenda) anunciou, hoje,  a elevação da meta de superavit primário do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) em R$ 10 bilhões, informa a Folha Online. Segundo o ministro, a intenção é evitar um aumento nas despesas correntes, dando mais espaço para o Banco Central usar os juros como arma contra uma deterioração da crise econômica mundial, que pode afetar a economia brasileira.

''Não somos imunes às conseqüências desse cenário recessivo. O Brasil tem que se antecipar para impedir que essa deterioração da economia internacional acabe afetando os avanços que tivemos na economia brasileira'', afirmou.

Publicado em: 29/08/2011