Dossiê: dono da IstoÉ e repórter vão depor em CPI

O presidente da Editora Três, Domingo Alzugaray, responsável pela publicação da revista IstoÉ, e o jornalista Mario Simas Filho, que assinou a entrevista com os Vedoin, pai e filho, na edição desta semana, devem depor ainda hoje ou no máximo amanhã pela manhã.

Eles devem levar à cena um novo personagem, segundo informou o site Quid Novi: um certo "Oswaldo", que teria feito contato com a revista e acompanhado Simas Filho a Cuiabá, para a entrevista com os Vedoin, e depois seguiu para Brasília. A Polícia Federal investiga a denúncia de que o dinheiro apreendido com os quatro vigaristas já presos se destinava também a pagar os Vedoin pela entrevista.

Luiz Vedoin havia exigido R$ 20 milhões para dar entrevista envolvendo no esquema sanguessuga o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, mas acabou acertando tudo por R$ 2 milhões, incluindo fotos e imagens do ex-ministro Serra participando de solenidade pública de entrega de ambulâncias. As informações são do site de Cláudio Humberto.

Publicado em: 18/09/2006