Rio: advogados do terror podem ir para a cadeia

A Justiça, o Ministério Público Estadual e a polícia do Rio começaram ontem a quebrar a estrutura financeira e jurídica da quadrilha chefiada pelo traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, do Comando Vermelho (CV). Três advogados, apontados como ‘pombos-correios’ de Marcinho e Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, para os ataques nas ruas do Rio tiveram ontem a prisão preventiva decretada. Os ‘mensageiros’ do tráfico de drogas são Beatriz da Silva Costa de Souza — amante de Marcinho VP — Flávia Pinheiro Fróes e Luiz Fernando da Costa, que atuam para os bandidos da quadrilha.

Já foi presa ontem a mulher de Marcinho, Márcia Gama dos Santos Nepomuceno, 29 anos, estudante de Direito, acusada de lavagem de dinheiro e de também levar informações do traficante para sua quadrilha. Pelo menos mais 15 pessoas estariam envolvidas no esquema de encobrir o dinheiro do tráfico de drogas. A Justiça decretou o sequestro de bens dos acusados. Como O DIA publicou com exclusividade ontem, escutas telefônicas, autorizadas pela Justiça, flagraram a ação do trio de advogados.(De O DIA) 

Publicado em: 27/11/2010