Vereador de Guarujá que denunciou prefeita é morto a tiros

 O vereador do Guarujá (86 km de São Paulo) Luis Carlos Romazzini (PT), 45, foi morto a tiros na madrugada de ontem em sua casa. Segundo a polícia, três homens armados invadiram o local e atiraram seis vezes contra ele. Em seu blog, Romazzini havia feito diversas críticas à administração da prefeita Maria Antonieta de Brito (PMDB). Em 2006, o vereador chegou a ser ameaçado de morte durante o escândalo que ficou conhecido como o ''mensalinho do Guarujá''.

A polícia informou que Romazzini registrou, na quarta-feira, um boletim de ocorrência de ameaça de morte. O PT paulista lamentou a morte do vereador e cobrou o esclarecimento do caso.

Romazzini e sua mulher estavam dormindo quando os criminosos tentavam entrar na casa. Ele acordou com barulhos no portão e ao abrir a porta, foi alvejado.

Publicado em: 27/11/2010