Deputados citados no mensalão do DEM ficam livres de processo

 A Câmara Legislativa do DF arquivou ontem os processos de quebra de decoro parlamentar contra cinco deputados citados no escândalo do mensalão do DEM. Por três votos a um, os distritais entenderam que os colegas não foram indiciados pelo relatório final da Polícia Federal e, portanto, não cabia processo por quebra de decoro.

Para arquivar os processos, os parlamentares tiveram de anular a votação realizada em junho por eles próprios. Nela foi determinado o sorteio dos relatores para cada um dos processos contra os deputados Benedito Domingos (PP), Benício Tavares (PMDB), Rôney Nemer (PMDB), Aylton Gomes (PMN) e Rogério Ulysses (PRTB).

Publicado em: 27/11/2010