PE: pesquisa confirma números antecipados pelo blog

 O Instituto OPINE fez nova rodada de pesquisa de intenção de voto para governador, e a menos de duas semanas para as eleições, fica clara a possibilidade de segundo turno, em Pernambuco. O governador Mendonça Filho (PFL) continua liderando, mas sofreu uma oscilação negativa de 1,9 ponto percentual, em relação à amostra divulgada em agosto - caiu de 39,8% para 37,9%.

No segundo lugar, Eduardo Campos (PSB), com 21,6%, empata tecnicamente com Humberto Costa (PT), que teria voto de 20,6%, mas ele cresceu 1,7 e se o pleito fosse hoje, Mendonça teria o socialista como adversário. Campos, inclusive, aparece pela segunda vez à frente do petista. Na amostra passada, a diferença entre os dois oposicionistas era de apenas 0,2 ponto percentual.

O índice de indecisos é de 11,8%, 6,9% dos pesquisados disseram que não votam em ninguém e 0,1% não soube responder. A pesquisa foi feita entre os dias 12 e 16 deste mês, com 1.202 entrevistas em 96 municípios divididos em cinco mesorregiões. A margem de erro é de 2,9 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o grau de confiança é de 95,5%.

Mendonça Filho fica numa posição mais confortável por conta da liderança que tem na Região Metropolitana do Recife, com 41,3%. Nessa área, Humberto é segundo colocado, com 21,5%, e Eduardo Campos o terceiro, com 17,6%. Mas o melhor percentual para o pefelista está no São Francisco (42%). É lá que o petista tem a aceitação mais baixa (17,4%). Já o candidato do PSB se situa melhor na Zona da Mata, 30,3%, enquanto o governador aparece com 34,1%.

O OPINE também fez levantamento junto aos eleitores sobre em quem votariam, sem apresentar lista de candidatos. Mendonça Filho foi o mais citado, com 26,4% das intenções de voto, contra 12,3% de Eduardo Campos e 11,8% de Humberto Costa. O ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB), que disputa o Senado, foi lembrado por 0,9% das pessoas entrevistadas. Mas 40,9% disseram que estão indecisas, 0,3% não souberam responder e 6,5%. As informações são da Folha de Pernambuco.

Publicado em: 18/09/2006