Dossiê Serra: origem do dinheiro é do PT

 A origem dos R$ 1.715.800,00 (incluindo dólares) em espécie, apreendido pela Polícia Federal com Valdebran Padilha e Gedimar Pereira Passos na última sexta (15), é mesmo o PT. Segundo apuração inicial da PF, o dinheiro seria usado para comprar uma fita e fotografias oferecidas por Luiz Antonio Vendoin para tentar implicar o ex-ministro José Serra no escândalo dos sanguessugas.

A Polícia Federal ainda não informou o(s) nome(s) do(s) dirigente(s) petista(s) que lhes entregou o dinheiro. Líder nas pesquisas para o governo de São Paulo, o candidato José Serra acha que era muito dinheiro apenas para comprar fotos e imagens velhas e conhecidas, de uma solenidade pública de entrega de ambulâncias, ocorrida em 2001.

Serra acha que o dinheiro serviria também para pagar a entrevista que os Vedoin, pai e filho, concederam à revista IstoÉ com acusações contra ele e seu ex-secretário-executivo Barjas Negri. Domingo Alzugaray, publisher da revista, garantiu ontem que não houve acerto para pagamento da entrevista, cuja motivação ''foi exclusivamente jornalística''. A informação é manchete da coluna de Cláudio Humberto.

Publicado em: 18/09/2006