"Popular" do guia de Lula é ouvidor da Anatel


O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, defendeu esta quinta-feira a participação do ouvidor da Anatel, Aristóteles dos Santos no programa eleitoral na televisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última terça-feira.

Em entrevista no Palácio do Planalto, Genro disse que a opinião do ouvidor não pode ser impugnada. ''Ninguém pode impedir qualquer cidadão de manifestar sua opinião política'', disse o ministro. ''A não ser que estivéssemos num regime stalinista ou fascista.''

A Participação no Horário Eleitoral:
No programa eleitoral do presidente Lula de terça-feira foi exibida uma seqüência em que eleitores davam depoimentos ''espontâneos'' apontando razões para votar pela reeleição. Um deles, identificado apenas como Aristóteles dos Santos, ''do Setor Comercial Sul de Brasília'', defendeu o trabalho do governo na área de transportes. ''Olha as estradas. As estradas tinham acabado. As estradas começam a existir de novo'', disse o eleitor em cena gravada nas ruas da capital.

O que não foi contado na propaganda é que Aristóteles ocupa desde junho de 2004 um alto cargo do serviço público: é ouvidor-geral da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Ele é ligado à ala sindical do governo e foi nomeado com o apoio da Federação Interestadual dos Trabalhadores em Telecomunicações (Fittel), da qual foi presidente. Técnico em eletrônica, Aristóteles fez carreira na Telemig, participou da fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e integrou sua executiva nacional.

Dono de calva acentuada, cabelos compridos e barba branca, Aristóteles acabou sendo reconhecido e sua atividade profissional foi revelada pelo Blog do Noblat, hospedado no Portal do Estadão. Procurado por jornalistas para se explicar, disse ter dado o depoimento como cidadão, sem constrangimento por ocupar um cargo público: ''Seria terrível se tivesse de perder o direito de cidadão. Extrapolando essa visão, seria como me cassar o direito ao voto''.(Do Correio Braziliense)

Publicado em: 14/09/2006