Petrobras: Só Lula acreditava no conto da Bolívia

Deu no site de Cláudio Humberto; ''A notícia estava na página da agência oficial de informação do governo na internet, a agência boliviana de notícias, ontem, às 21h44: a estatal YPFB anuncia que “formalmente assume a propriedade das refinarias e o controle de toda a cadeia produtiva de gás e óleo cru e gás liquefeito (GLP)”. A informação foi antecipada por esta coluna. A decisão, continua a agência do governo, “foi transmitida pelo ministério de Hidrocarbonetos, que “estabelece que a partir desta data as refinarias administradas por Petrobras, Abdina e Total passam para a YPFB (...) já que começou a receber recursos correspondentes ao 32% de participação prevista no artigo 4, decreto 28701”. 

Se o governo de Evo Morales não mente, as refinarias, como a Petrobras, conheciam e assumiam o estabelecido em decreto. O ministro dos Hidrocarbonetos, Andrés Soliz, o “Bocão”, alega que a estatal brasileira “teve ganhos extraordinários” e vai ficar a ver navios.  Dia 6, esta coluna reproduziu o “anúncio” de Soliz de que a Petrobras “aceitou” a nacionalização após pagar a primeira parcela do acordo.  Alguém entra de Pinóquio nessa história.

O bobo da corte somos nós. E Lula, bem, vai perder um pouco o gás com essa agora, a dias da eleição.

Publicado em: 14/09/2006