Alckmin diz que não retira candidatura como quer FHC

 O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) não vai mudar um milímetro de sua estratégia por causa das afirmações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso - feitas ontem ao Estado - segundo as quais “seria ótimo” manter a aliança PSDB-DEM em São Paulo, com a candidatura do prefeito Gilberto Kassab (DEM) à reeleição.

Embora Alckmin tenha evitado - nas entrevistas que deu de manhã - manifestar em público a discordância, sua disposição é de levar adiante a candidatura. “Há um sentimento majoritário, dentro do partido, segundo o qual ele deve ter candidato próprio em todas as capitais, especialmente em São Paulo”, afirmou o deputado Silvio Torres (PSDB-SP), ligado ao governador. “Nesse caso, a opinião do ex-presidente conflita com a dessa maioria.”

Para o líder do PSDB na Câmara, Antonio Carlos Pannunzio, “existe uma lógica” na proposta de Fernando Henrique, “mas só funciona se Alckmin compartilhar desse posicionamento, com um PSDB unido”.

Na entrevista, Fernando Henrique afirmou que “seria ótimo” que a aliança de Kassab com o PSDB “se mantivesse agora, nas eleições municipais, e que o Geraldo pudesse disputar o governo estadual, o que liberaria o Serra para disputar a Presidência”.(Informações de O Estado de S.Paulo)

 

Publicado em: 14/01/2008