Patrícia entra com ação contra propaganda eleitoral ilegal da PCR

A Coligação Mudança Já, formada por Podemos e Cidadania, da Delegada Patrícia (Podemos), entrou, hoje, com uma ação investigatória eleitoral contra propaganda ilegal em material oficial da Prefeitura do Recife. Em uma apostila para estudos do 6° ano do Ensino Fundamental, aparece um desenho remetendo ao candidato João Campos (PSB), apoiado pela atual gestão.

As cores, o símbolo e o nome aludem diretamente à candidatura governista. O corpo jurídico que representa a Delegada Patrícia (Podemos), candidata a prefeita do Recife, argumenta que a publicação do material, destinado a estudantes de escolas municipais e pago com dinheiro público, se trata de abuso do poder político.

Os advogados pediram que se emita medida cautelar, de efeito imediato, contra a candidatura governista. Que os investigados, o candidato a prefeito João Campos, e a vice-prefeita da chapa, Isabella de Roldão (PDT), sejam tornados inelegíveis para esta eleição e para os próximos oito anos. O corpo jurídico também quer que os atuais Prefeito, Geraldo Júlio (PSB), e secretário de Educação do Recife sejam condenados a pagar multa, que pode chegar a R$ 100 mil.

Publicado em: 30/09/2020