Respiradores: secretário de Geraldo recorre ao STJ

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, para tentar retirar a Polícia Federal do comando da Operação Apneia, que investiga a compra sem licitação de 500 respiradores para a covid-19 por R$ 11 milhões.

"O PSB está atirando para tudo quanto é lado e só tem sofrido derrota. É desespero", diz uma fonte da área jurídica.

Na semana passada, Jailson já tinha protocolado um segundo habeas corpus, no TRF5 do Recife, ainda não julgado com o mesmo pedido.

O próprio STJ já negou na semana passada um habeas corpus da microempresária Juvanete Barreto Freire, com pedido quase idêntico de retirar a Polícia Federal da investigação.

Foi na terceira fase da Operação Apneia que o MPF pediu a prisão temporária de Jailson Correia, que foi negada pela Justiça Federal. Jailson Correia já fez vários pedidos, na primeira instância e no TRF5, para retirar a Polícia Federal do caso, todos negados.

Publicado em: 28/09/2020