O silĂȘncio de Geraldo

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, não fez qualquer menção à morte do ex-governador Eduardo Campos, que completou seis anos ontem. Seu padrinho político foi sumariamente ignorado nas redes sociais.

Em contrapartida, Geraldo lembrou de Carlos Percol, então assessor de Campos e uma das vítimas do acidente aéreo ocorrido em 13 de agosto de 2014. "Hoje (ontem) é um dia de saudade. Há seis anos, o destino chamou por Percol e eu perdi muito cedo um grande companheiro e amigo. A garra, a determinação e o entusiasmo com que ele encarava cada desafio, cada pauta e cada entrevista eram contagiantes. Fica em paz, Percol, que a gente tá por aqui lutando a tua luta", escreveu o prefeito recifense.

Qual é a razão do silêncio sobre Eduardo?

Publicado em: 14/08/2020