Oficina do Artesão de Petrolina é reinaugurada

Um dos mais relevantes espaços culturais do Sertão está repaginado. A Oficina do Artesão Mestre Quincas foi reinaugurada pelo prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, hoje, após receber obras de requalificação, que deixaram o tradicional centro de artesanato mais moderno e confortável.

Para requalificar a Oficina do Artesão, a Prefeitura de Petrolina investiu R$ 941 mil. O equipamento cultural foi redesenhado para garantir mais espaço tanto para os artistas quanto para os visitantes. Foram criados cinco ateliês temáticos (madeira, pedra, barro, esculturas e tecidos). Outra novidade foi a construção de uma sala multiuso para cursos, capacitações e fomento a novos artistas. O projeto ainda reestruturou o acesso, calçadas e estacionamento da Oficina e promoveu a decoração com cores e desenhos em referência a elementos da cultura do Vale do São Francisco.

Essa foi a primeira grande requalificação realizada no centro de artesanato criado em 1989. Para o prefeito Miguel Coelho, a intervenção no espaço cultural demonstra o compromisso da gestão municipal com a tradição e o fomento à arte do povo sertanejo. "A requalificação da Oficina do Artesão é uma das mais importantes intervenções que tivemos em Petrolina. Esta não foi apenas uma obra de pedra e cal, é a oportunidade do talento do nosso povo florescer. Daqui saem belas produções que levam o nome de Petrolina para todos os cantos do Brasil e do mundo, apresentando um pouco do que nossa cidade tem de criativo e belo", ressaltou o prefeito.

A Oficina do Artesão leva o nome de Mestre Quincas, apontado como o pioneiro do artesanato de Petrolina. Além de patrimônio cultural do Sertão, hoje com 20 produtores ativos, o local é um marcante ponto de visitação de turistas de todo o Brasil.

Publicado em: 07/08/2020