Mendon├ža: "Vamos acabar com a ind├║stria das multas"

O ex-ministro e pré-candidato à Prefeitura do Recife, Mendonça Filho (DEM), participou de um debate sobre o Recife com representantes de grupos de direita, ontem à noite, e assumiu o compromisso de acabar com a indústria de multas no Recife. "As gestões PSB/PT fizeram das multas de trânsito, não um processo educativo, mas um mecanismo de arrecadar mais. Se prefeito for, vou acabar com a indústria das multas no Recife. Acabar com essas pegadinhas de mudança se velocidade, câmeras escondidas. Vamos acabar com isso no Recife", enfatizou Mendonça, ressaltando que tem denunciado o aumento de 378% na arrecadação em multas de trânsito do Recife nos últimos quatro anos.

Mendonça criticou a falta de gestão do PSB no Recife e defendeu o enxugamento da máquina pública da PCR. "Hoje a Prefeitura tem uma máquina inchada, com cargos de confiança cheios de apaniguados do PSB e do PT. A gente tem que reduzir a máquina para aplicar os recursos para a saúde, educação, segurança e mobilidade", destacou Mendonça durante o debate, que teve a maior audiência da série promovida com sete pré-candidatos a prefeito do Recife. Mendonça foi o último a participar. 

Ao falar do seu histórico de atuação política e debater os problemas do Recife, Mendonça falou sobre transporte, mobilidade urbana, segurança, saúde e educação. Durante a série de questionamentos, Mendonça respondeu sobre liberação do aborto, das drogas e ideologia de gênero. "Ser contra o PT, contra o aborto e contra a liberação das drogas hoje, que a direita ascendeu ao poder, é fácil.  Sempre fui contra o aborto, a liberação de drogas, a ideologia de gênero. Não é um discurso apenas, eu fui para inúmeras caminhadas e eventos pró vida, contra drogas e como ministro para tirar a ideologia de gênero da Base Nacional Curricular", lembrou.

Mendonça pontuou que, além de ficha limpa, é sério, autêntico e tem palavra.  Sobre a relação com o Governo Bolsonaro, Mendonça disse que tem relação pessoal com diversos ministros, o que facilitará a interlocução para viabilizar recursos e projetos para o Recife. “É fundamental o apoio ao Governo Federal. Poucos têm a credibilidade que eu tenho de ir lá em Brasília e marcar com ministros para discutir temas ligados ao Recife”, afirmou, destacando que a interlocução como Governo Federal é urgente.

Publicado em: 04/08/2020