Presidência tem 108 funcionários com Covid-19

A Secretaria-Geral da Presidência da República informou que, até o dia 3 de julho deste ano, 108 funcionários do Palácio do Planalto foram diagnosticados com a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Em nota divulgada na noite de hoje, a pasta disse que o número corresponde a 3,8% do total de servidores da Presidência, que hoje conta com quase 3.400 funcionários.

“Não houve mortes e mais de 90% desses casos foram assintomáticos ou apresentaram apenas sintomas leves”, informou.

A manifestação do Palácio do Planalto ocorre após questionamentos sobre quais procedimentos estão sendo adotados para a segurança e o bem-estar dos servidores da Presidência durante a pandemia do coronavírus, principalmente depois de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ter sido diagnosticado com Covid-19.

No documento (leia a íntegra no fim da reportagem) encaminhado à imprensa, a Secretaria-Geral afirmou que não há protocolo médico, do Ministério da Saúde ou da Organização Mundial da Saúde que recomende medida de isolamento pelo contato com casos positivos.

Segundo a pasta, a orientação, caso haja contato com casos confirmados, é que a assistência médica seja procurada se os servidores apresentarem sintomas do novo coronavírus.

“Não há protocolo médico, seja do Ministério da Saúde ou da OMS, que recomende medida de isolamento pelo simples contato com casos positivos. A orientação que damos aos servidores é procurar assistência médica quando apresentarem sintomas relacionados à Covid-19, para avaliar necessidade de testagem. Nos casos considerados suspeitos, os servidores são orientados a ficar em casa até o resultado do exame”, assinalou em trecho da nota.

Publicado em: 07/07/2020