Até quando, governador?

A presidente da Compesa, Manuela Marinho e o recém empossado diretor de obras da estatal, Flávio Figueredo, estão nas ruas monitorando as escadas de madeiras dentro dos buracos abertos pela estatal. As escadas devem ter sido confeccionadas com madeira das caravelas de Maurício de Nassau, para justificar, em época de pandemia e falta de água nas torneiras dos pernambucanos, o passeio da alta direção da empresa pelas ruas do Recife.

Faltam planejamento empresarial, monitoramento das ações com foco nos resultados, experiência e capacidade administrativa, ações que realmente tragam benefícios para a população que sofre com a falta d’água em suas torneiras e uma publicidade séria que faça divulgação do que realmente interessa.

O prefeito Geraldo Júlio, padrinho da presidente, está destruindo a Compesa de todos os pernambucanos! Até quando, governador?

Publicado em: 05/06/2020