Darth Vader e o vĂ­rus das trevas

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Está decretada a Primeira Guerra Cibernética Planetária, revela o bicho-grilo Adalbertovsky do alto das montanhas da Jaqueira. “Um vírus bateu asas nas cavernas da cidade de Wuhan na China e abala as placas tectônicas do planeta. Com sua máscara de aço e respiração mecânica, o herói Darth Vader combate o vírus Cavaleiro das Trevas em Ameaça Fantasma. Os micróbios navegam na velocidade da bubônica e na velocidade de Dom Flash, o velocista escarlate”.

“O Efeito Borboleta é uma realidade. O bater de asas de uma borboleta no Japão repercute como um terremoto do outro lado do planeta. Na versão da bem-aventurança o beijo de beija-flor no luar do sertão os cientistas na descoberta de vacinas e irradia esperanças nos corações humanos. Esta metáfora do Efeito Borboleta me veio à lembrança ao ler artigo do guru tributário Everardo Maciel, em torno de uma preconizada moratória tributária por conta da tragédia do vírus. “Jamais foi tão dolorosa a expressão real de uma alegoria do Efeito Borboleta: uma borboleta bate as asas em Pequim e produz um terremoto em San Francisco”.

“Criatura de boa fé, Everardo coração de leão propõe um refrigério nos litígios e cobranças tributárias do governo. Abril é o mês de arrastão do Imposto de Renda. Assim feito os vírus e as bactérias, os vilões da Receita Federal despejam bombinhas atômicas nas cabeças das pessoas físicas, pessoas bioquímicas e pessoas jurídicas. O previsível é que os donos do Fisco irão aproveitar a crise para esfolar ainda mais os pagadores de impostos. Faz parte da natureza do escorpião”.    

“Figura inoxidável, Everardo sabe tudo sobre o sistema tributário, sabe tudo e mais um delta Y. Mas, ninguém é prefeito. Ele comete erros terríveis de digitação ao escrever a palavra “contribuinte”, uma miragem, quando o nome certo é “pagador de imposto”, ou “paciente”. Um agente do Fisco bate asas a bordo do sistema tributário e estremece as estruturas nacionais. Eis a teoria do Efeito Terremoto da descarga tributária”. A crônica inoxidável do bicho-grilo Adalbertovsky está postada no Menu Opinião.

Publicado em: 30/03/2020